1. Spirit Fanfics >
  2. You Are The Cause Of My Euphoria by Sakook >
  3. Pai?

História You Are The Cause Of My Euphoria by Sakook - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


❤..Boa Leitura..❤

Eu coloquei a foto da roupa do Kookie pra vocês terem uma idéia

Capítulo 16 - Pai?


Fanfic / Fanfiction You Are The Cause Of My Euphoria by Sakook - Capítulo 16 - Pai?


Jungkook pov's..
Sana me fitava esperando que eu dissesse algo,confesso que estava nervoso mas não recuaria em realizar oque pretendia,o clima ficou silencioso mas começou a ficar estranho quando o brinquedo começou a andar assustando a Sana e a fazendo cair em cima de mim,ela me olha por alguns instantes e tenta se afastar mas eu pego em seu braço não a deixando sair e a beijo.
Ela não recua retribuindo depois do susto,não durou muito pois já tinha se aberto as portas para sairmos,nós dois saímos ainda sem dizer absolutamente nada e sentia o olhar da mais nova as vezes,não conseguia olha-la por ter certeza que iria ficar sem graça ou corar 
"Já sei onde a gente pode ir agora"-Sana quebra o silêncio-"se você ser bom mesmo com mira"
Ela sorri me puxando para aquelas barracas onde você tinha que acertar os objetos para ganhar os prêmios,tinha um grupo na nossa frente oque nos fez esperar
"posso tentar primeiro?"-sana me olha sorrindo
"claro"-sorrio
Ela pega a bolinha e tenta acertar a primeira vez,a segunda vez e não acerta mesmo assim
"você é péssima"-riu brincando com ela
"bobo"-ela ri me entregando a bolinha 
Na primeira vez eu não consigo mas na segunda eu acabo conseguindo 
"eu sou incrível"-riu
"parabéns"-a moça que estava cuidando da barraca nos parabeniza entregando um enorme urso de pelúcia para mim
"pode ficar"-entrego o urso para Sana
"mesmo?"-ela sorri
"sim"-riu
"obrigada"-sorrindo,ela pega toda feliz
"até o urso é maior que você"-riu
"eu não sou tão pequena"-ela faz uma expressão fofa
"é sim"-riu apertando sua bochecha 
Os dois estavam cansados então decidimos ir para casa,já estava bem tarde e as ruas não tinham ninguém por mais que Seul era seguro estava alerta para se surgir algum perigo principalmente se afetasse a Sana,tirando o perigo os machucados de hoje de manhã doíam bastante pelo esforço mas valeu a pena fazer ela sorrir e passar algum tempo com a mesma.
sinto sua mão pegar minha e a olho sorrindo 
"Obrigada,por tudo"-ela sorri me olhando
"eu tenho que cuidar da minha melhor amiga"-bagunço seu cabelo
"seu chato"-ela ri arrumando seu cabelo 
"você ta melhor agora?"
"sim,graças a você"
"eu disse,eu sou incrível"
"convencido"-ela me empurra devagar
O celular da Sana toca e ela atende percebendo que era da Nayeon,eu achei que era algo grave por ligar tão tarde mas pelo jeito de Sana era algo bom
"aconteceu alguma coisa?"-a olho quando a mesma desliga
"não"-ela sorri-"a Nay estava falando que tava marcando de viajar com todo mundo até uma casa de praia da prima dela pra ficar nesse final de semana"
"mesmo?que legal!"
"não é?!ela disse que todo mundo vai e se a gente quiser tem que pedir pro nossos pais e avisa pra ela ainda hoje"
"ela vai quando?"
"de manhã cedo"
"você vai?"
"acho que sim,e você?"
"vou pergunta pra omma,mas eu acho que ela deixa"
Antes mesmo dela responder ouvimos barulho de vidro quebrando na minha casa,se olhamos e corremos até lá e como sempre era meu pai que causou todo esse alvoroço porque chegou bêbado e estava brigando com minha mãe como sempre.
Meu pai quase não ficava em casa,ele vivia com a amante dele mas quando bebia ele esquecia onde era a casa da amante e vinha pra cá simplesmente bater ou brigar com a Omma,ela já tinha apanhando bastante dele porém meu irmão sempre defendia e depois que eu cresci também ele tinha medo de andar por lá,mas confesso que ele já bateu muito em mim quando chegava assim
"Pai,oque você ta fazendo?"-entro na frente dele quando vejo o mesmo tentar atirar algo na mãe-"para,oque você ta fazendo aqui?sai"
"EU QUERO VER QUEM VAI ME TIRAR DAQUI"-ele protesta 
"já tirei uma vez,quer ir por bem ou vou ter que ligar pra policia te tirar?"
"LIGA,LIGA!QUERO VER ELES ME TIRAREM DAQUI"-Ele joga o copo de vidro no chão-"VOCÊ SEMPRE ME DEU VERGONHA,TENHO VERGONHA DE DIZER QUE É MEU FILHO SEU INÚTIL"
"vou levar ela la pra cima"-Sana diz ajudando minha mãe  a levantar 
"chama a Polícia"-aviso à ela que concorda com a cabeça 
"cuidado,por favor"-ela diz quando passa por nós 
"eu tenho vergonha de dizer que é meu pai,eu tenho!sabe porque?porque você nunca agiu como um pai de verdade,você so bebia e gastava dinheiro que a minha mãe batalhava pra conseguir,você não é nada pra mim"
Eu tinha raiva dele por tudo que fazia com a minha mãe  meu irmão e comigo também,ele saia para beber de manhã enquanto minha mãe saia para trabalhar e chegava tarde bêbado batendo e destruindo tudo,xingava e agredia minha mãe sem motivo,meu irmão também era agredido por ele e eu só não apanhei tanto porque meu irmão defendia 
"IDIOTA!VOCÊ É UM IDIOTA,TODO MUNDO AQUI SÃO INÚTEIS IMPRESTÁVEIS"
"Oque ta acontecendo aqui?"-Meu irmão chega do trabalho assustado pelo estado da casa
Uns minutos depois a polícia chega e leva meu pai preso,porém ele nunca ficava na cadeia e sempre voltava para vingar de nós 
"você ta bem?"-meu irmão me abraça 
"estou.."-retribuo suspirando aliviado 
"você foi forte maninho,parabéns"-ele sorri
"valeu.."
"cadê a omma?"
"a Sana levou ela lá pra cima"
"vamos lá ver se elas estão bem"
Concordo com a cabeça e subimos até meu quarto,a porta estava trancada por precaução,depois que Sana se tornou minha melhor amiga desde pequena ela sabia da situação porque ela vivia na minha casa e acabou presenciando tudo e foi sempre alertada do que fazer quando acontece isso
"mãe,ta tudo bem?-meu irmão vai até minha ela que estava deitada
"estou,só um pouco machucada"-ela responde 
"melhor irmos no hospital"
Meu irmão pega o carro e ajudamos a leva-la ao carro,com algumas mantas para que ela não fique com frio
"eu quero ir junto"-digo
"fique aqui e cuide da casa,você precisa descansar Jungkook"-meu irmão sorri-"voltamos logo"
observo o carro partir e suspiro abaixando a cabeça,Sana me abraça e eu retribuo sentindo meus olhos marejar 
"ela vai ficar bem"-sana tenta me tranquilizar 
Eu estava tão chateado que nem respondi,ela sorri fraco e me olha secando uma lágrima que caía,a mais nova insiste para que eu sente um pouco e beba um pouco de água para me acalmar enquanto ela começava a arrumar a casa.
Tinha muito vidro e móveis jogados,já tinha sido pior nas outras vezes mas era sempre muito desgastante passar por isso,fito Sana arrumar os móveis tortos começando a pegar os cacos de vidro,eu sabia que ela ia acabar se machucando então me levantei e fui até ela
"deixa que eu pego"
"você precisa se acalmar"
"já estou mais calmo,e você vai se machucar"
"ta bem.."-ela me entrega a vassoura indo arrumar a sala
Ficou silencioso novamente enquanto ouvia o barulho dos cacos e objetos se mexendo,ouço Sana cantarolar baixo e percebo que a letra era aquela que eu tinha visto na folha,a olho sorrindo sem nem a mesma perceber,demorou mas arrumamos tudo deixando bem organizado
"quer que eu fique com você?"-ela me olha pegando em minha mão 
"Quero,por favor"
Eu a abraço novamente por minutos longos
"vai ficar tudo bem'-ela me olha enquanto sentava na cama e faz um sinal para que eu o fizesse também 
"parece que esse pesadelo nunca acaba"-deito minha cabeça em seu colo
"eles estão investigando,ele vai ser preso preventivamente logo"-ela faz carinho em meu cabelo
"até lá ele vai continuar atacando"
"ela não ia colocar uma outra senha na porta?"
"ia,mas ela anda ocupada e meu irmão também e so pode ir de maior"
"acho que depois dessa ela vai trocar"
"se ela sobreviver"
"Jungkook!"-ela reclama-"sua mãe é muito forte,ela vai ficar bem eu tenho certeza"
"sera que eu dou orgulho pra minha mãe?"-a olho
"porque ta dizendo isso?"-ela me olha também 
"ouviu oque meu pai disse"-suspiro fitando o chão 
"para com isso,você é incrível ele que perdeu a chance de te conhecer direito"-ela coloca gentilmente sua mão em meu queixo me fazendo olha-la-"sua mãe sempre teve orgulho de você,lembra oque ela diz quando vem alguém?eu gosto tanto do meu filho,ele é tão inteligente,tão lindo e me ajuda tanto sabe?oque eu seria sem esses meninos"-ela imita a voz da omma me fazendo rir
"O que eu seria sem você pequena?"-sorrio me levantando
"pois é,eu sou incrível"-ela sorri
"é mesmo"-riu-"Quer ir tomar banho?"
"não,pode tomar,você precisa descansar"-ela sorri
"você também precisa"
"não se preocupe,depois eu tomo pode ir"
Afirmo com a cabeça pegando meus objetos para o banho e entro no banheiro,tiro meu moletom e os curativos,confesso que os machucados estavam me matando de dor mas pensar que tudo valeu a pena e que Sana estava comigo em todos os momentos me fez sorrir,ela sempre me fazia sorrir independente da situação.
Tomo o banho com cuidado,ainda doía muito mas a água quente amenizava os machucados recentes mas me faziam ainda gemer de dor,desligo o chuveiro e me seco na toalha pondo meu pijama e passo alguns remédios nos machucados e coloco a blusa do pijama retornando ao Quarto,Sana falava no telefone novamente e deduzi que era Nayeon novamente,ouço Sana explicar a situação para a mesma
"mesmo?a Mãe dele ta bem?"-Nayeon questiona pelo viva-voz
"ela não estava machucada,era só uns arranhões mas achamos melhor ela ir para verificar"-Sana explica
"tudo bem,não vamos sem vocês,se quiserem ir amanhã vamos esperar uma ligação dizendo se vão ou não"
"Certo,obrigada unnie"-Sana desliga olhando para mim-"ta mais calmo?"
"sim.."-deito ao seu lado
"tenta dormir"-ela faz carinho em mim 
"pode cantar pra mim?"
"não era o contrário?"-ela ri
"era,mas eu quero ouvir sua voz"-sorri
"tudo bem,tudo bem"-ela ri-"me diga uma música então"
"aquela que você estava cantarolando mais cedo"
"o-ouviu ela?"-ela cora 
"ouvi um pouco e fiquei curioso,pode cantar ela pra mim?"
"c-claro"
Ela cora mais ainda porém começa a cantar,fecho os olhos e aproveito sua voz enquanto ela me cubria enquanto fazia carinho ainda em mim,eu estava cansado então dormi mais cedo do que esperado,tranquilo por te-la por perto..
 


Notas Finais


❤..Até a próxima..❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...