História You are the only exception - 3 Temporada de TOE - Capítulo 42


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Camila Mendes, Cole Sprouse, Demi Lovato, Riverdale, Selena Gomez, Sterling Knight, Sunny entre Estrelas, Wilmer Valderrama
Personagens Demi Lovato, Michael Clifford, Personagens Originais, Selena Gomez, Sterling Knight
Tags Dilmer, Stemi
Visualizações 34
Palavras 1.417
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Hentai, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, Sabrina muitoooo obrigada por sempre comentar e obrigada a quem favoritou. Boa leitura.

Capítulo 42 - Fim da linha


Cole não está conseguindo dormir, então deixou no quarto Lili e Megan dormindo e foi para o jardim, sentou-se no pé da árvore, acendeu seu cigarro de maconha e tentou relaxar porém seu pai não sai de sua cabeça, não consegue imaginar sua sem ele ao seu lado, lhe dando força e o incentivando ou apenas sentado do seu lado jogando uma partida de videogame.No terceito trago do cigarro ouviu uma voz doce…

- Cole, tudo bem? - só balançou a cabeça afirmativa - posso sentar?

- Pode.

- Sei que não está bem - abraçou seu braço - e nem está falando comigo, fiz algo?

- Jamais, só quero ficar quieto.

- Não confia em mim?

- Step - tragou novamente o cigarro - confio sim.

- Se arrependeu de ontem?

- abriu um meio sorriso - Repetiria tudo hoje se não tivesse no pior momento da minha vida.

- deu-lhe um beijo em seu rosto - Ele ficará bem.

- E você se arrependeu?

- Não - pegou o cigarro e deu seu primeiro trago.

- Hum, mas como você está em relação a James?

- Estou feliz que ele ficará bem.

- Em nenhum momento pensou em voltar com ele?

- Não Cole, como falei por mais que eu ame ele, me amo mais - novamente tragou o cigarro.

- Admiro isso em você.

- Obrigada. - deu outro meio sorriso e pegou o cigarro de volta - Achei muito legal da parte da Lili vim.

- Eu também, veio por mim e a Camila.

- Ela gosta muito de vocês.

- E nós dela.

- Contou pra ela da gente?

- Achei melhor não.

- Por que?

- Por ser a ex do meu idiota do meu irmão, que não me dou nada bem.

- Entendo, ficou comigo por um tipo de vingança?

- Nossa, agora me ofendeu pensando isso. - levantou-se.

- Cole, só foi uma pergunta. - levantou-se e segurou na sua mão.

- Step fiquei com você por que quis e queria a muito tempo.

- Há quanto tempo?

- Não importa o tempo .

- Eu quero…

Cole não deixou ela falar mais nada, puxou-a pela cintura e a beijou, no começo um beijo calmo porém logo intensificou apertando forte sua cintura e a pressionando na árvore, quando ficaram sem ar…

- Obrigado.

Cole ia saindo, ela o puxou de volta e o beijou o novamente, trocaram mais alguns beijos, ficaram abraçados.

- Minha mãe vai me matar.

- Por que diz isso?

- Contei pra ela da gente. - se afastou assustado.

- Por que fez isso? - o puxou pra perto.

- Porque prometi não esconder mais nada dela - acariciou seu rosto.

- E ela?

- Pediu para mim esquecer isso por enquanto.

- Hum e você não esqueceu?

- Acho que não - deu-lhe um selinho.

- Que bom.

- Não é bom.

- Ham?

- nada esquece.

- Fala Step.

- Nada não deixa.

O beijou novamente, depois de trocarem mais alguns beijos, carinhos e terminado de fumar o cigarro de maconha foram dormir.

Demi On

Acordei da melhor maneira possível, com beijinhos pelo meu rosto abri um imenso sorriso…

- Acorda meu amor - balancei a cabeça negativamente, roçou a barba em meu pescoço.

- Não faz assim.

- Ficou toda arrepiada - mordeu sua orelha.

- Ai Sterling - acariciei sua nuca, se afastou rapidamente o que é uma pena - Continua.

- Bem que queria Demi, quero ir pro hospital.

- sentei-me na cama - Claro, desculpa.

- Ei Demi - acariciou minha perna - assim que tudo isso passar, vamos tirar alguns dias para nós.

- Claro amor - abri um meio sorriso - Vou me arrumar rápido e vamos para o hospital.

- Calma.

- Ham? - virou-se de costa e quando voltou a virar pra mim está com uma bandeja de café da manhã.

- Trouxe café na cama meu amor.

- Que saudades disso. - dei-lhe um selinho.

- Espero que vire rotina acordar ao seu lado.

- Eu também - beijou-o carinhosamente - Coloca uma camisa.

- Por que? -

- É uma tentação te ver assim - peguei o suco de laranja e sorri ao ver um caixinha.

- É pro nosso recomeço.

- Continua romântico - abri a caixinha e tinha dois anéis prata um pouco grosso com o desenho de uma linha que ia de um coração ao outro - Que lindo Sterling.

- Nosso amor nunca terá um fim da linha, sempre nossos corações se ligaram.

-  Apenas pra sempre. - beijou-me carinhosamente.

- Ia te dar uma aliança, porém logo terá uma de casada.

- Vou amar ser casada com você novamente, mas vou usar no dedo de namoro - coloquei o anel em mim e nele, beijei sua mão - Amo você.

- E eu você, agora vamos comer para ir pro hospital.

- Está aflito né?

- Sim, liguei pra Dallas James acordou.

- Que bom.

- É bom e Duam vai entrar em cirurgia, ou melhor já entrou.

- Vai dar tudo certo amor.

- Assim espero.

- Vai sim -acariciei seu rosto - Não quer falar nada? - peguei em suas mãos.

- Não.

- Desabafar ou chorar?

- Não.

- Sterling você vive me dizendo que devo colocar tudo pra fora.

- Demi só não quero falar nada, termina de tomar café e se arruma vou estar lá em baixo com o Gusta - se levantou.

- E o romantismo se foi.

- Te esperando.

- Amo você também.

Terminei de tomar café, me arrumei o mais rápido possível, coloquei um conjunto de moletom não quero chamar nem um pouco atenção, cheguei na sala e Sterling já se levantou.

- Vamos.

- Vamos Sterling, bom dia Gu.

- Bom dia De.

- Vamos logo.

- Estou indo.

Sterling saiu me puxando, nem deixou eu falar com ele direito entramos no carro e ele deu logo a partida, ficamos em silêncio então fui mexer no celular e vi a foto que Step tinha postado minha e do Ster, com ele abraçando me por trás e beijando meu rosto.

- Você viu?

- o que? - mostrei o celular - Não, mas gostei.

- Vou ler o que ela escreveu “ Sabe quando seu mundo está desmoronando e você não consegue mais acreditar no sentimento mais nobre do mundo o Amor e vê na sua frente duas pessoas que nunca deixaram de se amar, se permitindo viver o amor novamente deixando todos os obstáculos para atrás. Papai e mamãe obrigada por fazer eu acreditar que o amor tudo suporta, amo vocês.” Nossa que lindo.

- E muito profundo, só espero que ela não volte com o James.

- Sterling depois dele quase morrer, se ela quiser dar uma chance é entendível.

- Pra mim não, porém não vou me meter.

- Sterling você precisa perdoar o James.

- Não preciso nada.

- Ele quase morreu.

- E daí? Não muda o fato de nunca ter sido homem pra conversar comigo.

- Tá bom, vamos mudar de assunto.

- Ok, esqueci de falar que a Gi está vindo pra cá.

- Aff.

- Ela ficou super feliz que voltamos.

- Ok

O resto do caminho ficamos em silêncio.

Narradora On

Selena tinha voltado para o quarto com o seu filho, Duam já está em cirurgia, quando ela está quase pegando no sono, senti James acariciando sua mão.

- Mãe.

- Filho - abraçou-o com força - que bom que está melhor.

- E o pai, mãe? - sentou-se acariciando a mão do seu filho.

- Está em cirurgia.

- De que?

- Filho calma vou te contar tudo - apertou o botão para chamar a enfermeira - Só deixam te examinar.

- Estou bem mãe, quero ver a Stephanie ela está aqui?

- Não filho, sua irmã e irmão virá hoje - enfermeira entrou - Ele acordou.

Enfermeira: Vou chamar o médico - saiu.

- Mãe pede pra ela vim.

- James tudo no seu tempo.

- Quero ela comigo mãe.

- Filho ela terminou com você.

- Ela tem que me aceitar novamente depois disso tudo.

- James ela não tem nada.

- Mãe.

Foram interrompidos pelo médico que examinou e disse que está tudo bem, aconselhou Selena contar tudo com muita calma e assim ela fez, James chorou muito ao saber que seus amigos faleceram e que seu pai está em um cirurgia que pode não sobreviver.

 


Notas Finais


Gente comentem faz muito diferença :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...