1. Spirit Fanfics >
  2. You are the only exception - 3 Temporada de TOE >
  3. Renovação de votos

História You are the only exception - 3 Temporada de TOE - Capítulo 99


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei, demorei mais voltei. E segue o penúltimo capitulo da Fic :'( ! Boa leitura, espero que goste. Não revisei perdão possíveis erros.

Capítulo 99 - Renovação de votos


Dois meses depois 

Narradora On 

Hoje era o tão esperado dia da renovação de votos de Dulena, ambos preferiram uma cerimônia na própria mansão no salão de festa que está inteiramente decorado de rosas brancas e vermelhas, com um tapete da porta de entrada até o altar vermelho. Selena está praticamente pronta só esperando seu pai a buscar para cerimônia, Camila tinha ido o chamar e no meio do caminho esbarrou em alguém e assim que os olhares se cruzaram ambos sorriram... 

- Oi Chris 

- Oi Cah, como está?

- Ótima e você?

- Ótimo

- Está lindo

- Você também, agora tenho que ir se cuide.

- Você também.

Ambos seguiram caminhos diferentes, assim que Chris entrou na sala de estar sua irmã o puxou pela mão…

- O que sentiu vendo a Camila?

- Como sabe que a vi?

- Não só eu sei com a Manu também.

- Foi normal.

- Seu coração disparou?

- Bateu rápido mas não igual antigamente, você sabe que estou realmente gostando da Manu não sei por que está me questionando.

- Porque vocês ainda não estão juntos.

- Ela que não quer, tentei de tudo esses dois meses fiz vários jantares e café da manhã românticos e nada a não ser alguns beijos bem às vezes. 

- Ela não quer se magoar Chris e a entendo.

- Tudo bem, mas não é justo - soltou a respiração com força - não quero mais Camila, não me vejo mais com ela em nenhum momento e estou aqui pacientemente esperando a Manu se sentir segura para sermos felizes.

- Você precisa passar essa segurança e hoje é o dia para isso. - abraçou-a

- Obrigada maninha, vou fazer isso.

- Quero muito vocês juntos.

- Também quero - deu um beijo estalado na irmã - agora vamos achar seu namorado que provavelmente a Manu está junto.

 

 Enquanto isso já no salão Megan está arrumando a gravata de Mark e James olha atentamente…

- Pronto ursinho está perfeito

- Ficou bonito papai?

- Está ótimo filhão  - apertou a bochecha do filho.

- A sua não está arrumada, arruma a dele Meg.

- Claro vem aqui ursão - puxou-o pela gravata e lhe deu um selinho, James abriu um imenso sorriso 

- Primeira vez que você beijou-me em público - Meg sorriu e terminou de arrumar a gravata - isso quer dizer que posso anunciar pro mundo que somos a família mais feliz do mundo?

- Isso depende do seu irmão - acariciou o rosto do namorado.

Mark: TITIO - Cole olhou-o assustado - Vem aqui. - chegou pegando Mark no colo.

Cole: Que foi garotão? 

Meg: Não bagunça ele filho.

Mark: Titio podemos postar uma foto da nossa grande e feliz família? - abriu um imenso sorriso.

Cole: Claro garotão, amor vem aqui - chamou Lili.

James: Cole o que ele quer dizer é eu e sua mãe assumirmos - Lili chegou e apertando a mão de Cole.

Cole: - sorriu para o pequeno em seus braços - Tudo bem, uma hora ou outra vão saber mesmo, nada melhor do que hoje - Meg abraçou-o.

- Obrigada filho, amo muito você.

 

 Tiraram a foto na seguinte ordem, Lili, Cole com Mark no colo, Meg e James beijando o rosto de Meg. James postou a foto com a seguinte legenda “O amor exala nessa família.” Em poucos minutos após a publicação da foto, a imprensa já especulava se “Jagan” era real.

 

Stemi estão posicionados no altar aguardando o início do casamento…

- Sua mão está suando muito amor

- Não sei como posso estar nervosa pela Sel, ela já casada - sorriu para o marido.

- deu-lhe um selinho - Tudo vai dar certo.

- Com você ao meu lado tudo dá certo. - foi a vez dela roubar um selinho.

- O romântico aqui sou eu.

- Fui contaminada pelo seu romantismo - acariciou o rosto dela.

- Amo muito você.

- E eu você - ambos abriram um gigantesco sorriso - Acho que sua surpresa pro Duam acabou de chegar. - Sterling não conseguiu esconder a empolgação.

- DUAM - olhou-o assustado - Olha ali - apontou pra porta -  quem vai celebrar seu casamento.

- Não acredito - lágrimas escorriam de seu rosto e ela logo se jogou em seus braços - que saudades maninha.

- Eu também meu loiro, perdão estar tão distante - se olharam nos olhos - acabou.

- Você o deixou? - limpando as lágrimas da irmã.

- Sim, demorei demais - o instrumental da música começou - vamos renovar esses votos.

- Vamos - Dani e Duam se posicionaram.

Camila está no vocal, James vocal e violão e Cole no piano. Selena adentrou no salão ao som de seus filhos cantando a música que Duam a pediu em casamento “Lady Antebellum When You Got a Good Thing”. Duam foi surpreendido com a escolha e logo está com lágrimas rolando através de seu rosto e não se aguentou e foi ao encontro de sua amada, que abriu um imenso sorriso com sua atitude, apertou firme a mão de seu sogro…

- Obrigado por cuidar da minha garoto.

- olhou para a amada - Eu que agradeço por ter criado a mulher mais incrível do mundo - beijou-a na testa com sinal de respeito e amor, seguiram para o altar e quando Sely viu sua cunhada abriu um sorriso maior ainda, que logo começou a “cerimônia”.

 

Dani: Estamos aqui reunidos para celebrar mais uma vez a união de Dulena - respirou fundo - O que dizer do amor de vocês? Acompanho desde o começo, da primeira briga briga ao primeiro “eu te amo” e vi meu irmão se transformando em um homem admirável ao lado de uma mulher incrível e juntos construíram um amor inabalável e lindo. Selena seus votos.

- respirou fundo olhando no fundo dos olhos de Duam -  Amor, adoro quando acordo e me deparo com seus lindos olhos nos meus, adoro a maneira como sorri de manhã e como me beija antes de dormir, adoro o simples fato de fechar os meus olhos e logo encontrar os seus me mostrando o caminho da luz.- pegou a aliança de ouro branco grossa -  Amo você Duam e te amarei para sempre - terminou de colocar a aliança - ninguém te ama como eu te amo - beijou a mão do esposo e limpou as lágrimas dele.

Dani: Ai que lindo, agora você maninho.

- Senhora Incrível - soltou a respiração com força - eu realmente sou o cara mais sortudo do mundo, por ter ao meu lado uma mulher forte, linda, companheira, altruísta, dedicada enfim você com todas as suas qualidades e defeitos é a única mulher para mim. Você foi meu passado mais lindo é o presente mais maravilhoso e sem dúvida nenhuma é o meu futuro esplêndido para o resto da minha vida - pegou a aliança de ouro branco grossa com duas linhas de diamantes - ninguém te ama como eu te amo - terminou de colocar a aliança.

Dani: Diante disso o amor de vocês está mais uma vez afirmado perante Deus e todos nós pode beijar sua esposa.

 Ambos sorriram,  Duam puxou Sely pela cintura e a beijou carinhosamente, no termino do beijo ficaram testa com testa.

- Renovados por mais cem anos - disse Sely

- Renovados para sempre - se beijaram novamente.

 Saíram ao de “Nobody”, ao chegar no jardim James começou a cantar “Have I Told You Lately That I Love You? - Michael Bublé”, Dulena começou a dançar…

- Me surpreendeu esposo com essa música.

- Que bom, você também me surpreendeu com a música da entrada.

- Felizes para sempre 

- Ultrapassando qualquer barreira.  

Todos curtiam a festa da melhor maneira possível, Selena chamou as leoas com uma nova integrante a Megan e Dani está totalmente surpresa com isso, estão no escritório da casa.

Sel: Dani deixou mesmo o Joseph?

- Sim - abaixou a cabeça.

Demi: Aleluia

Dallas: Ainda bem que não teve filho com ele.

Megan: Dallas - repreendeu a amiga.  

Sel: Como você está?

- Aliviada e peço desculpas a vocês por ter me afastado.

Demi: Tudo bem.

Megan: Afinal o que realmente aconteceu?

Demi: - respirou fundo - Um belo dia estávamos aqui e Joseph começou a falar que o meu sucesso e da Selena só ocorreu por que andavamos com eles e NIcholas concordou e jogou na minha cara a nossa turnê juntos e discutimos feio.

Sel: E não parou por aí, após isso foram embora no dia seguinte Nicholas me procurou com rosas e se declarou novamente pra mim e dei um fora ele, mas ele insistiu e acabou me beijando a força e o James apareceu e o tirou de cima de mim.

Meg: Ele já estava com a Gi?  -Selena assentiu - E o que ela ainda faz com ele?

Dani: Sabe Megan é muito difícil, tentamos salvar nossos casamentos e acabamos parando de se amar, só que hoje voltei a me amar  e espero que a Gi também volte.

Meg: Também espero.

Dani: Demi, o Joe te procurou para alguma coisa?

Demi: Não, ao contrário quando se encontramos ele fez piadinhas com os amigos.

Dani: Mentiroso, disse que te procurou e você não quis conversar - Demi abraçou-a

Demi: O importante é que você está de volta

Dallas: Isso mesmo - todas as abraçaram - agora vamos curtir essa festa. 

Já se passavam das duas da manhã, Cole aproximou de Chris.

- E aí cara, tudo bem?

- Tudo e você?

- Poderia estar melhor

- Ham?

- Cara sinto falta da nossa amizade.

- Cole estamos de boa.

- Mas um de boa afastado, quero a amizade de volta.

- Estou aqui cara, só falar.

- Então como está lá na Filipinas?

- O começo foi difícil é bem frio

- Mas se adaptou pois já fez vários gols.

- Sim cara graças a Deus e fora que a Manu é sensacional.

- tá com ela?

- soltou a respiração com força - Ela não quer.

- Como assim, mudou pra lá e não te quer?

- É, disse que está lá por amizade e só vai acontecer algo há mais entre a gente quando ela sentir segurança no que sinto por ela.

- O que você sente por ela?

- Cara, adoro estar com ela, adoro o sorriso dela, adoro a carinha dela quando ela sabe que tá certa, adoro a carinha que faz quando está com frio, adoro a sensatez dela e cada dia que passo a desejo cada vez mais.

- E eu adoro - Chris o olhou - a cara dela quando ouve tudo isso de você - olhou para trás.

Manu: Adorei saber disso - saiu andando.

- Você perguntou de propósito?

- Sim - abraçou Cole

- Valeu cara.

- Estamos juntos, vai lá e chama ela pra dançar e investe.

- Vou fazer isso mesmo.

 Chris foi até Manu que conversava com Step e Gui.

- Fadinha vamos dançar?

Step: Fadinha?

Manu - revirou os olhos - Me chama assim agora

Gui: Por que?

Chris: Ela fala que é uma fada sensata, e é mesmo porém é minha fadinha.

Step: Que fofo - Manu mostrou a língua.

Chris: Vamos fadinha? não dançou uma comigo ainda.

- sorriu - vamos. - foram para o meio da pista, está tocando sertanejo e começaram a dançar, Chris colou seu corpo no dela.

- Não tive a oportunidade de dizer o quanto está magnificamente linda. - falou ao pé do ouvido

- Obrigado caro rapaz, você também não está de se jogar fora - ambos sorriram.

- Sabe tudo que ouviu eu falando para o Cole?

- Sim

- Tem muito mais.

- O que?

- Eu escolho você com todos os seus defeitos e esse jeito torto de ser - ela apertou o abraço.

- Você lembra disso?

- Lembro a Sandy tocava essa música no piano e você adentrou a sala com esse seu lindo sorriso e logo nossos olhos se cruzaram e fiquei te olhando até o Lucas bater em meu braço.

- E se eu falar pra você que me apaixonei naquele olhar.

- Eu acredito, pois se eu não fosse cego naquela época também teria me apaixonado, mas te digo que hoje sou completamente apaixonado por você - continuam dançando sem dizer mais nenhuma palavra, começou a tocar a música “Complicado Vitão e Anitta” e ele não perdeu tempo e começou a cantar a música - A vida é curta demais pra ficar pensando

Se eu quero e você quer, por que perder mais tempo? Se tem sentimento, por que cê tá complicando? Esse é nosso momento - ela tentou escapar de seus braços e ele não permitiu - Manu esse é o nosso momento - fez ela olhar em seus olhos - eu não quero mais nada com ninguém só com você - acariciou seu rosto - me dá só uma chance é isso que peço.

- abaixou a cabeça - Eu quero dar essa chance só não consigo - ele pegou sua mão e colocou em seu coração.

- Sente como ele bate rápido quando está ao seu lado, deixa eu te amar e te fazer feliz chega da gente perder tempo.

- Desculpa - saiu andando, logo Step está ao lado do irmão.

- Maninho tudo bem?

- Não sei mais o que fazer, ela nunca vai confiar no que sinto por ela.

- Calma maninho vai tudo dar certo, vamos tomar algo.

Os dois pegaram refrigerante e se sentaram no banco no jardim, ficaram colocando a conversa em dia até serem interrompidos pela Camila.

Step: Vou deixá-los a sós.

Cam: Na verdade quero falar com você.

Chris: Vou indo então - levantou-se e ia em direção a pista novamente.

Cam: Chris - ele a olhou - acho que quem você procura já foi embora

Chris: Como assim?

Cam: Vi ela pegando uma chave com a Dallas e indo em direção a saída.

Chris: Obrigado - ele mudou a direção, Camila se sentou ao lado de Step.

- Tudo bem Step?

- Tudo e você?

- Também.

- O que quer?

- Quero me resolver com você - Step olhou-a surpresa - sei que provavelmente nunca seremos grandes amigas iguais nossas mães, mas quero me resolver.

- Por que agora?

- Porque amadureci e vi a criança fútil e mimada que fui.

- amadurecer é sempre bom.

- Sim - soltou a respiração com força - perdão por todo bullying que fiz, por todas as bolinhas de papéis que taquei em você e por todas as péssimas palavras que disse.

- Está perdoada, mas como disse nunca seriamos grandes amigas pois pensamos muito diferentes.

- Sem ódio já está muito bom - ambas se olharam - um abraço?

- Claro - se abraçaram e assim colocaram um ponto final nas histórias do passado. 

Manu On

“Onde estou com a cabeça? O cara que sou apaixonada há aproximadamente três anos acaba de se declarar pra mim e o que faço? Fujo”. Agora estou aqui na casa dos pais dele dedilhando no piano e lembrando de alguns momentos ao seu lado, porém a lembrança sempre traz a tona as vezes que ele estava com a Camila e quem me garante que isso realmente acabou? “ Mas ele vem demonstrando que realmente ela é um capítulo virado.”

- Vou cantar que é o que faço de melhorzinho na minha vida - respirei fundo e comecei a tocar a melodia e comecei a cantar 

Eu gosto de você, muito, sim

Dormindo do meu lado ou dormindo sem mim

Eu gosto de você, muito

Eu gosto de você e esse verso é seu

Me olhando com essa cara de quem já me entendeu

Eu gosto de você, muito

Então não desiste de mim

Tô louca pra falar que meu gostar já é amor enfim

Não desiste de nós

Tô longe mas tô perto se você quiser

Se você quiser

Promete que fica mesmo quando não for fácil ficar

E eu prometo que fico e falo o que eu tenho tanto medo de falar

Que eu gosto de você, muito

Eu gosto de você, muito

Eu gosto de você, tanto

- com um suspiro - Que eu amo você. - fui surpreendida por ele sentando ao meu lado.

- Linda música - forcei um sorriso.

- Obrigada, Christopher seja extremamente sincero o que sentiu quando viu a Camila?

- soltou a respiração com força - Ainda senti que gosto dela, porém meu coração agora dispara somente por você. - acariciou meu rosto - eu gosto de você demais e não vejo a hora de você aceitar ser minha namorada. 

- Desculpa por eu ser difícil assim. - abraçou-me de lado fazendo eu recostar minha cabeça em seu tórax. 

- Você só não quer se machucar novamente e super entendo isso. - acariciava meu braço - o que você passou no seu antigo relacionamento não desejo nem pro meu pior inimigo, mas estou aqui disposto a te fazer feliz e superar todos seus traumas.

- olhei-o - mas eu tenho que quer, né?

- Sim - ele mordeu lábio e agiu no impulso e roubei-me um selinho - deixa eu tocar uma música - sai dos seus braços - Vou cantar uma parte e  acho que tem tudo haver com nós. - ele começou a tocar e sorri ao saber que é Give Your Heart a Break - 

O mundo é nosso, se quisermos

Podemos dominá-lo, basta você segurar a minha mão

Não há como voltar agora

Amor, tente entender

Não quero quebrar seu coração

Quero dar um tempo ao seu coração

Eu sei que você está com medo de ser errado

Como se você fosse cometer um erro

Há apenas uma vida para viver

E não há tempo para perder

Deixe eu dar um tempo ao seu coração?

 Ter ele aqui do meu lado, tocando e cantando uma das minhas músicas favoritas e usando para se declarar para mim não resisti, o beijei carinhosamente explorando toda sua boca é simplesmente maravilhoso o beijar, quando ficamos sem ar fui pra me afastar e ele não permitiu colando nossas testas e olhando no fundo dos meus olhos…

- Só vejo no meu presente e no meu futuro - soltou a respiração com força - não vou desistir de você e prometo ficar mesmo quando não for fácil ficar. - ambos sorrimos e o beijei novamente carinhosamente, no termino o abracei com força e sussurrou ao meu ouvido - Vamos viver esse amor? - afastei meu rosto do dele olhei em seus olhos e o beijei novamente, porém dessa vez com mais desejo, o desejo tanto quanto o amo, quando ficamos sem ar distribui beijos no seu pescoço, levantei-me, subi meu vestido e sentei-me com cada uma das pernas em torno da sua cintura, arfei ao sentir sua ereção e em seguida gargalhei e ele segurou firme na minha cintura.

- Desculpa - coloquei meu dedo em sua boca o impedindo de continuar.

- Não se desculpe, adoro que tenha esse efeito em você. - apertou minha bunda com vontade.

- Quero tanto você - voltei a beijá-lo com desejo, nossa carícias estão cada vez mais quentes, afastou meu vestido e descobriu que estou sem sutiã - Assim não vou demorar nada - falou com uma certa dificuldade e amei isso.

- Tem camisinha?

- Claro, aguardo isso a muito tempo.

 Gargalhei e logo em seguida arfei com ele caindo de boca em meu seio e fizemos amor bem ali no banco do piano. Estamos recuperando o fôlego, estou com a cabeça em seu ombro e ele me envolvendo em seus braços me fazendo sentir totalmente segura.

- Oh que sensacional - só assenti com a cabeça - fui rápido né? Não gostou?

- beijei seu ombro - eu amei só estou me recuperando.

- Tá - levantou-me comigo no colo - vamos se recuperar mais confortáveis.  - sorrimos, deitou no sofá comigo por cima dele e não resisti o beijei calmamente, ficamos trocando carinhos por um tempinho até que fomos surpreendidos…

- AI - Chris virou-se com tudo me jogando no encosto do sofá e me tampando de quem quer que seja - que alívio. 

Chris: Arruma esse vestido - comecei a rir.

- Você pode mostrar essa bundinha pra todos?

- Estou de cueca - bem sério, gargalhei e ajeitei o vestido.

- É amiga sua micro calcinha está perto do piano, como o restante da roupa do meu irmão.

Chris: Step some vai.

- Não fala assim com ela Christopher. sentei no sofá -vai se vestir e pega minha calcinha.

- Pra que? Vamos pro quarto - deu-me um selinho.

- Vai por favor.

- Ta bom - olhei para o Gui e gargalhei - Gui eu que deveria estar vermelho não você - ele escondeu o rosto no ombro de Step - O que vieram fazer aqui com aquela festança lá?

Step: O mesmo que vocês 

Chris: Stephanie - a repreendeu.

Step: Eu ia pro meu quarto maninho, deixa a mamãe saber.

- arregalei os olhos em gesto de desespero - não conta pelo amor de Deus

Step: Por você não conto amiga. - Chris sentou-se ao meu lado vestido e me entregou a calcinha, que logo coloquei em seu bolso, olhou-me sem me entender mas não questionou.

- Por que falou que alívio amiga? - Chris abraçou-me.

- Porque poderia ser muitas pessoas.

- A Camila com ele

Chris: Manoela - Step o interrompeu.

- Saberia que não era ela, pois foi ela que disse que você estaria pra cá e o Chris veio atrás e pensei que poderia ser a tia Dallas com o tio Mioto que está com a cor de camisa que o Chris.

- Ah tá.

Gui: Finalmente estão juntos?

Chris: SIM - abriu um imenso sorriso.

- Não - ele olhou-me com uma cara de espantado e decepcionado.

- Como assim? - não me aguentei, gargalhei e ele se  tocou e abraçou-me distribuindo beijos no meu pescoço - quer me matar do coração - abracei-o com força e sussurrei ao seu ouvido.

- Quero te matar de tesão, isso sim.

- Vamos subir - voltei a gargalhar é tão bom estar assim com ele.

Step: AFINAL -olhamos para ela - estão juntos ou não?

- Estamos amiga.

- ATÉ QUE FIM - se jogou em cima de nós dois.

Ficamos conversando por mais um tempo, mas queria muito passar noite fazendo amor com o Chris e logo fomos “dormir. Espero não me decepcionar mais uma vez.

Demi On

 Ao acordar recusei abrir os olhos, Ster ainda me abraçava de conchinha. Ontem aproveitamos muito a festa até às 06hrs da manhã, meu corpo parecia que tinham passado com um trator em cima. Fui tirada dos meus pensamentos com Ster distribuindo beijos pelo meu ombro e forçando seu pau na minha bunda, sei muito bem o que ele quer.

- Amor, bom dia.

- boa tarde já my girl. - acariciei seu braço.

- Ai Sterling de my girl não tenho mais nada.

- porque está dizendo isso? - deu-me um beijo estalado na bochecha.

- Por que estou quebrada de ontem e antigamente teríamos transado ontem.

- Você sempre será my girl - sorri - agora vamos transar umas duas vezes pra compensar ontem - desceu sua mão para minha intimidade.

- Ai Sterling - fomos interrompidos com batidas na porta

- Ah não - gargalhei com a frustração do meu lindo marido.

- Quem é?

- Sou eu pai, posso entrar?

- Pode filho - deitei-me no peito do meu marido, que apertou o abraço.

- entrou no quarto - Não vão levantar mais não?

- Ah filho estou exausta.

Ster: E eu estou fazendo companhia pra sua mãe.

- Ah Sterling conta outra está tão cansado quanto eu.

Chris: Nem vi vocês chegarem.

- Você é jovem e dorme cedo.

Chris: Quem disse que dormir?

- O que ficou fazendo filho?

Chris: Muita coisa - abriu um imenso sorriso.

- sentei-me na cama com o lençol me tampando - É o que estou pensando?

- Boa - Manu entrou no quarto toda saltitante - tarde sogra e sogro.

- levantei-me com todo e abracei - Até que fim.

Chris: Mãe - virou-se para o outro lado.

- Ah filho estou de calcinha e sutiã e adoro essa mulher.

Ster: Ainda bem que puxei  o lençol rápido, adoro você também viu Manuzinha.

Manu: Obrigada, fico feliz que gostem de mim.

- Amamos você e tudo o que tem feito pelo nosso filho - ela sorriu sem graça.

Chris: Agora vamos almoçar toda a família.

- Um dia todo em família. 

Ster: é o que precisamos.

 


Notas Finais


Comentários? Duvidas? Está faltando alguma coisa? Ideias?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...