1. Spirit Fanfics >
  2. You are the reason >
  3. Questões do coração

História You are the reason - Capítulo 48


Escrita por:


Notas do Autor


Como vocês estão meus amores?espero que estejam se cuidando,tenho fé que logo venceremos essa fase.Aproveitem a quarentena pra da valor as pequenas coisas que nos não damos normalmente.Aproveite sua família,aprenda a desfrutar da sua própria companhia.Se você não for capaz de se acostumar a ficar só,como poderá ser feliz acompanhado? Se nem ao menos consegue sentir felicidade apenas com você mesmo?
Sem mais delongas espero que gostem desse capítulo,trarei mais novidades no próximo.

😉😗❤

Capítulo 48 - Questões do coração


Fanfic / Fanfiction You are the reason - Capítulo 48 - Questões do coração

Emma POV

Regina me provocou na cozinha não sei se foi intencional ou não,na duvida preferi não arrisca e estragar o andamento das coisas,só da gente esta se falando e estando bem uma com a outra não quis apressar.Quis voltar e agarra-la,fazer amor com ela no balcão da quela cozinha,arranca sua camisola nova,sim era nova porque conheço suas peças.Peguei na maçaneta da porta mais exitei,será que ela queria tanto quanto eu ou eu me precipitei por estar feliz dela ter me convidado para jantar.-penso,essa duvida me consumiu por alguns miseros segundos que parecia uma eternidade.

Regina POV

Pensei no que minha mãe havia falado e por impulso pequei na marçaneta,exitei por alguns segundos.-"Coragem regina,para de pensar e só vai.-pensei,porém na hora em que girei a marçaneta.

-Mamãe!.-me apareceu um henry de pijama amarrotado ainda sonolento.Coçou os olhinhos e me encarou incrédulo.-O que faz parada no meio do corredor?.-para me deixar ainda mais em uma situação constrangedora antes que eu respomdesse henry,emma abriu a porta e ficou parada vendo meu desespero.

-Regina!aconteceu algo?.

-Anhã?não,não.O henry que teve um pesadelo.Desculpa se te acordei.-não sabia o que fazer,nesse momento eu queria ter magia e sumir em uma fumaça.

-Mamãe mais eu..-o interrupe antes que ele me desmentisse.

-Shiuu filho,já te coloco na cama.

-Não acordou,eu estava acordada e escutei um barulho na porta.

-Aa é que eu vi a luz acesa e pensei que estivesse precisando de algo.É boa noite eu vou colocar esse bichinho na cama.-disse ao pegar na mão de henry.

-Ok.-disse emma.

Entrei no quarto de henry as pressas.

-Mamãe eu..

-Filho porque não volta a dormir ok?a mamãe esta cansada.

-A senhora também teve pesadelo?.

-Sim,quase isso.Agora descansa.-disse ao cobrilo na cama,dei um beijo em sua testa.

-Boa noite mãe.

-Boa noite meu anjo.

Sai e bati a porta,para meu alívio não sei.Emma havia entrado,não estava mais na porta.Fui para o quarto da mamãe.

-Foi melhor assim né?concerteza deve ser.Talvez não era pra ser agora.-penso,detei na cama com cuidado para não acordar dona cora.

Emma POV

Será que eu estou delirando ou regina pensou o mesmo que eu?não Emma,ela só se preocupou pq a luz estava acesa,né?e o henry teve pesadelo,foi como ela disse.Nada de ver coisa onde não existe.-penso ao me deitar novamente.

Dia seguinte

Quando eu acordei hoje de manhã ainda me perguntava se regina queria o mesmo que eu.Talvez sim talvez não.Quando terminei de fazer a minha higiene pessoal e me arrumo,bateram na porta.Era henry todo arrumado já de banho tomado e com um sorriso doce nos lábios.

-Mãe..vim te buscar pra tomarmos café.Vamos?.

-Ebba comer é comigo mesmo,mais sei não viu..eu não ganhei beijo de bom dia.-fiz bico.

-Aa isso é fácil.-disse ele ao me dar um beijo no rosto.-E agora podemos?estou varado de fome.-ri com sua expressão.

-Certo.-peguei em sua mãozinha e descemos.

A mesa estava farta,toda arrumada e todos em seus lugares.Menos regina,ainda não estava em seu lugar.

Todos me olharam como se eu tivesse culpa no cartório.Henry me puxou até a mesa para sentar ao lado dele.

-Bom dia.-disse.

-Bom dia Emma.-respondeu todos.-Sinta-se a vontade.-disse granny.

-Dormiu bem loira?.-questiona ruby.

-Sim.-respondi,pude ver zelena segurar o riso,e os outros a reeprende-la com um olhar.

Apenas me servi com a ajuda de Henry que estava empolgado por algum motivo.

-Bom dia .-disse a voz mais suave e linda do mundo,amava ouvir sua voz pela manhã tão serena,pois nem sempre regina acordava de bom humor.Beijou a testa de henry e se sentou ao lado dele do lado oposto ao meu.

-Bom dia.respondemos juntos.

-Dormiu bem regina?esta com umas olheiras.-implicou zelena.

-Dormi muito bem obrigada zelena por se importa.-respondeu regina,ao se servi de geleia com torradas e suco.

-De nada.-disse a ruiva.

-Ja vão começar?.-questiona dona cora.

-Se elas não implicarem assim que acordam,é porque estão muito doentes.-disse ruby.

-Verdade.-concordou robin e henry.

Margot estava bem distraída no carrinho brincando de alcançar a meinha dela.Já roland estava b agitado se insinuando para mim,batendo as perninhas e sorrindo.

-Aa meu lindo você quer colinho da tia hum?.-questionei imitando uma voz fofa.ele sorriu tão sapeca que fez bolhinhas.O peguei no colo.

-Assim você mima demais ele swan?.disse zelena.

-Mimo mesmo,sou uma tia coruja,doida por esse pequeno.Né lindinho da tia.-disse fazendo cosquinhas nele,que gargalhou.

-A Emma é a tia mais coruja mesmo não é atoa que é a tia favorita do roland.-disse dona cora.

-Verdade,ruby perdeu o posto.-riu robin.

-Haha engraçado você,palhaço.-disse ruby emburrada.

-É porque ele tem queda por loiras,que nem a tia.-disse zelena.

-Emma é carismatica,ruby as vezes assusta imitando lobo.-disse granny.

-E dai nada ver ele gosta mais de mim sim,ele só quis a Emma pq não vê ela com freqüência.-disse ruby irritada.

-Ele também não gosta muito de mim ruby,relaxa.-disse regina.

-É porque deve ser muito difícil resistir a uma loira,pois elas sabem ser extremamentes atraentes e bem sedutoras.Conquista qualquer um,não é regina?-questiona zelena, deixou regina vermelha que nem pimentão,parecia que havia se engasgado com o café.Eu estava mais envergonhada ainda,o que deu neles hoje?-penso.

-É loiras são...sedutoras mesmo.-disse ela,me encarou rapidamente.

Todos ficaram em silêncio depois disso.

****

Depois do café constrangedor eu e regina fomos juntas levar henry e ruby no colégio ,pois regina precisava comparecer a uma a reunião de pais e mestres sobre a nota das provas.Deixe ela e henry,dei um beijo na minha mãe,deixei ruby na faculdade e fui direto pra empresa assim que meu tio me ligou.

Empresa.

-Chamou tio?.

-emma sei que seu plantão é so mais tarde,mais eu tenho uma ótima noticia.

-O que aconteceu?

-Bem devido a investigação que foi feita depois que facilier foi preso,lá na empresa.Fizeram uma faxina geral descobrimos mais sugeiras dele.Em fim o que estou querendo dizer é que esse documentos aqui do facilier ter feito e dado o golpe na empresa é falso o que faz com que o contrato passasse a ser nulo,ou seja a empresa oficialmente voltou pras mãos de regina e a Família Mills.

-Aaa não brinca,cara você não podia me dar noticia melhor.-abraçei e enchi a bochecha do meu tio de beijos.ele ficou vermelho.

-Ual eu adorei isso,sua empolgação toda.Mais deve agradecer ainda mais o seu pai que fez a investigação ao lado de Neal que analisou documentos.

-Concerteza passarei lá agora mesmo.

Sai correndo,parecia mais uma doida.

****

Delegacia

Entrei na delegacia com um sorriso largo no rosto comprimentando a todos e fui até a sala do meu pai.

-Emma filha eu estava esperando...

O abraçei apertado que ele estava ficando sufocado.

-Eu te amo pai,você é o melhor pai do mundo.

-O meu amor eu também te amo,você é a melhor filha do mundo todo..mais estou sem respirar.-disse ele.

-Ohh desculpa.-o soltei.

-Suponho que ja sabe de tudo?.

-Sim,não tenho palavras pra agradecer pai.

-Não precisa,faço de tudo por ti filha.A regina ja sabe?.

-Não,ontem e hoje teve uma uma coisa estranha e não falamos sobre.

-Vocês voltaram?.

-Aa não,quem me dera.Eu acho que ela bem seguiu em frente,não sei o que pensar.

-Calma filha,duvido que a regina tenha seguido em frente.No natal todos percebemos o jeito que ela te olhava,e só bobo não vê.Tenha paciência,afinal você quer ela de volta não que?.

-Sempre.-sorri.

-Pois é,você pisou na bola.Prove que não é mais assim,mostre a ela quem você é de verdade.Você mudou sei porque sou seu pai e percebi que deixou de ser imprudente e e fugir dos problemas.Olha regina viu você cometer um erro atrás do outro é normal que ela esteja confusa e tentei manter uma certa distância.

-Você acha mesmo que tenho chances ?.

-Filha ela te ama e você a ama isso é óbvio.Então é claro que tem chances,regina é louca por você.

-Então ta.-sorri.

-O que pensa que esta fazendo?.

-Como assim?.

-Esta perdendo tempo aqui falando comigo,vai atrás dela filha.Mostre a ela e lembresse se ela quiser ir com calma aceite,o importante é você saber se ela quer também.

-Tem razão.Toda razão.-dei-lhe um beijo no rosto e sai.

****

Depois que sai do colégio me senti muito muito orgulhosa do meu Pimpolho,Henry tirou notas acima da média em todas as matérias.Aa hoje eu ia roubar ele de Emma só por umas horinhas pra matar a saudade e fazer um agrado pro meu baby.Assim que entrei em casa veio uma bolinha de pelos em minha direção ansiando por um carinho.

-Oi lola.Quem é a neném da mamãe Hum?.-ela latiu e pulou depois começou a balançar o rabinho,deitou com a barriguinha pra cima.Fiz um carinho,e ela se derretia toda.

-Esta tão animadinha hoje.-fiz voz fofa.

-Já pensou que você daria uma ótima veterinária regina?.-questiona minha irmã com a margot em um carrinho e o roland em outra.

-Vão sair?.

-Sim,a Roni me chamou pra conhecer o bar dela e passarmos uma tarde entre irmãs.Você não vai?.

-Ela não me chamou..a droga meu celular descarregou e eu não percebi.-disse ao pegar no celular

-Bom se for eu te encontro .-disse ela ao me dar um beijo no rosto,saiu em seguida.

-A mamãe ja tomou o remédio vovó?.

-Sim filha,esta no quarto batendo papo com aquela amiga dela a como é o nome meus deus?-disse ela perguntando a si mesma.-Lembrei,Úrsula.

-Humm,esta bem.A senhora pode ficar de olho nela hoje enquanto eu ..-ela nem me deixou termina.

-Claro filha,vai ficar com suas irmãs e dirvita-se.

-Obrigada,vou subir e tomar um banho.

-Vai sim.-disse ela ao me dar um beijo e fui pro meu quarto.

Cora POV.

-Então você me perdoa e janta comigo hoje?.

-Claro que perdou sua boba de tentáculos.Bem eu não posso sair de casa devido que estou ainda meu adoentada e regina me seguiria porque aquela lá não me da paz,toda hora me empurra cha sopa ou remedio.Mais você pode vinr jantar aqui o que acha?

-Adorei,pode tomar pelo menos uma taça de vinho comigo?.

-Quer me seduzir Úrsula.

-Quem eu?longe de mim.Ha não ser que você queira.

-Sonhar é bom né,bem traga vinho tinto.

-Nem precisava dizer eu sei que gosta mais do tinto.

-Até mais Ursula.

-Até rainha de copas.

Desliguei,Boba essa ursula,confesso que sentia falta de suas palhaçadas e outras coisinhas também.-penso.Fui até o closet escolhi uma roupa confortável,depois fui para o banheiro fazer minha higiene pessoal e depois me vesti,Desci e fui pra sala ler meu jornal como de costume.

Regina POV

Depois de tomar meu banho e me arrumar,tento achar meu celular que por sei lá que motivo,resolveu desaparecer .Depois de mais de meia hora a procura achei ele debaixo da cama,como foi parar lá não sei"talvez a danada da lola.Pra meu azar não achei meu carregador,pensei em colocar pra carregar no carregador portátil que eu tenho no carro.Desci e me deparo com a mamãe lendo o jornal,fui logo dando as devidas orientações.

-Nada de comer depois da hora do almoço,não se esqueça que tem que tomar o remédio antes do almoço e o outro as cinco horas antes do jantar.Nada de ficar muito tempo no sofá,aa não se esqueça de fazer pelo menos meia hora de caminhada depois do café da manhã ou seja daqui a pouco.

-Ta bom mãe regina,algo a mais a acrescentar?.

-Não fiquei muito tempo relaxada nesse sofá ou sentirá dor nas costas.E mais uma coisa...

-Aaa o que é regina?.

-Eu te amo.

-Eu também amo,mais estou passando a amar menos nesse momento.

-Dúvido.A senhora me ...-sou enterrompida com alguém tocando a campainhia e depois batendo na porta.-Esta esperando alguém ?

-Não agora,a Úrsula só vem para o jantar e você?.

-Não.-fui em direção a porta e me deparo com meu amor,quer dizer Emma.-Oi Emma.

-Oi Gina,isso é pra você.-disse ela séria ao me entregar um envelope,me deixando curiosa e aflita ao mesmo tempo.-Não abra agora,só depois que conversamos sobre ok?.

-O-ok.-esse ar de mistério da loira me deixava ainda mais ansiosa para abrir o tal envelope,dei espaço pra que ela entrasse.

-Oi cora tudo bem?.

-Oi linda,tudo bem.Vou deixar vocês conversarem.

-Na verdade não precisa,eu preciso da familia completa toda reunida,o resto do pessoal esta?.

-Não,a zelena e os bebês foram para a casa da roni inclusive eu ia pra lá agora,robin foi trabalhar.E bom o Henry e a ruby você já sabe.Só tem eu a mamãe e a vovó.Porquê?.

-Bem,então vocês podem fazer chamar de video ou coisa do tipo?.

-Claro..mais Emma o que esta acontecendo?você esta me deixando preocupada!-disse-lhe.

-Desculpa fazer esse alarde mais por favor faz a chamada de video que eu explico tudo.

-Ok.-disse ao mandar mensagem pra o grupo da familia e logo fiz video chamada.

-O que aconteceu deu merda ai?-disse ruby.

-Oh regina você não vai vin não?.-questiona zelena.

-Estamos te esperando,eu fiz batidinhas.Vem logo.-disse roni.

-Estou curioso pq me interromperam no meio do trabalho,pq o meu chefe não vai gostar.-disse robin.

-Querem calar a boca e deixar eu explicar ?-eles logo se calaram,então continuei.-A Emma tem algo importante pra falar pra todos nós e não dava pra esperar.

Logo vovó apareceu na sala.

-Então fala logo cisne!!.-disse zelena.

-Anda Emma deixa de suspense.-disse Ruby.

-Ok,roni meu tio deve ter te contado que o facilier esta preso e concerteza você já contou pra zelena..

Zelena enterrompe emma

-Sim já sabemos o que tem de novo nisso..

Olhei pra ela fuminando de raiva ja,ela logo se calou.

-Continue Emma ninguém vai te enterromper de novo.

-Em fim,ele foi preso por contrabando de armas ,por participar de um cartel clandestino dos EUA,trafico de drogas e por uma ameaça velada a mim ou seja essa carta aqui que eu recebi,e essa que a dona cora recebeu.-disse emma com as cartas em mãos,fiquei tão surpresa quanto aos demais,olhei pra mamãe e ela desviou o olhar.-E claro hoje os anos de pena que ele vai cumprir vai ser decidido por conta de mais crimes cometidos por ele,falsificação de documento,usar o dinheiro da empresa por motivos exclusos e por ser o mandante da sabotagem que matou seus pais adotivos e ainda deu um desfalque na irmã que ficou endividada no bar,roni eu sinto muito..sei que ele é seu irmão e que vocês cresceram juntos,mais ....

Roni a enterronpeu,dessa vez eu não ia dar bronca ela estava com os olhos cheios de água e ao mesmo tempo ódio em seus olhos.

-Emma não precisa se desculpar,a mamãe me contou sobre o que ele fez com os nossos pais,e ele cometeu todos esses crimes,e me deu esse golpe.Se não fosse pelo james eu ainda estaria no vermelho,e se não fosse por você ele ia continuar a cometer mais crimes.Você foi corajosa e autruista,eu tenho que te agradecer.Obrigada,e por favor não diz que aquele escroto é meu irmão,ele nunca foi minha família.

-Ok,então você ainda me quer organizando seu casamento?.

-Aaa sim por favor ou meu casamento esta fadado a fracassar.-disse roni,arrancando sorrisos envergonhados da loira.

-Menina tô chocada,Emma você arriscou seu pescoço doida!.-disse zelena.

-Isso que é prova de amor.-disse robin.

-Sim e com uma pitada de burrice.-implicou ruby para quebrar o clima tenso e triste.

-Eu sabia que essa loira te amava de verdade filha.-disse ao olhar pra mim e depois para emma.-Emma estou orgulhosa de você menina.-disse granny.

-Que isso vovó..eu não nego que eu que fiz por regina mais o meu foco não foi esse,e sim concerta um dos erros que eu cometi..-disse ela olhando pra mim,com o semblante tenso.-Eu queria me retratar com todos vocês,pois eu aprendi que fugir dos meus erros fugir dos problemas não é certo.E eu não foz tudo sozinha o Neal meu pai meu tio todos estavam nesse processo comigo.

-Como assim?-todos questionaram.

-Vocês vão saber agora,regina pode abrir o envelope.

Silêncio,eu a encarei e em seguida o abri.Não podia acreditar no que os meus olhos estavam vendo.Era isso mesmo ou eu estava louca?.

-A empresa Mills passa oficialmente para os donos legais,a familia mills e permanecerá com o contrato feito com a empresa nolans & nolans que pretende envestir na empresa.

-Regina estamos curiosos diz alguma coisa,o que diz essa carta mulher?.-questiona minha mãe.

-É verdade isso Emma?.-questionei incrédula.

-Sim regina.

-Regina!!.-gritaram.

-A empresa Mills voltou a pertencer a nossa familia e permanecerá com o contrato com a empresa do james e ele quer investir na empresa.-quando eu disse isso,todos se abraçaram e gritaram de alegria,eu por outro lado esta em choque e atordoada,sem reação.Era muita coisa pra um só manhã.

-Regina filha você não vai dizer nada?.-questiona a vovó.

-Não vai agradecer a patinho gina?.-questionou zelena.

-Tem mais alguma coisa pra compartilhar com todos emma?.-questionei.

-Regina a Emma ela....-disse zelena mais logo foi enterrompida pela roni.

-Cala a boca zelena.

-Não regina.-respondeu emma.

-Então podem me dar licença que eu preciso conversar com a Emma?.

-Regina a Emma não ...

-Você é surda zelena?-questiona a vovó

Minha mãe encerrou a chamada de video e saiu da sala com a vovó.

Emma me olhou com os olhos esbugalhados a afeição rosada mudou pra pálida.

Emma POV

Todos amaram a noticia menos regina pelo que parecia,eu sabia que ela poderia não receber tal noticia feliz da vida,porque eu escondi dois segredos, o que eu estava fazendo e a carta de ameaça que a mãe dela recebeu.Eu realmente não sabia o que esperar dessa conversa a sós com ela,e essa incerteza estava me apavorando.Será que eu ferrei tudo de vez? -penso.Regina me encarava de uma forma diferente não parecia brava mais também não parecia serena e calma.

Logo quebro o silêncio

-Regina eu sei que esta brava,eu te entendo já que eu cometi o erro de mentir pra você,eu escondi isso de você e não esta certo eu sei.Mais quero que saiba que foi por um bom motivo.

-Emma cale a boca!.

-Eu queria concertar o meu erro e me desculpar com toda a sua família,não quero que pense que fiz isso só pra te impressionar, sua mãe me contou que recebeu a carta de ameaça e veio me questionar e a culpa é toda minha eu pedi a ela um tempo pra eu te contar e ela prometeu não contar,eu ia te falar ontem mais ai teve toda aquela confusão e eu não quis colocar mais lenha na fogueira.

-Emma calesse!

-Eu sabia que mesmo a empresa voltando pra sua familia e mesmo facilier indo preso,e eu escondendo isso de você poderia ser algo que ou te afastasse e acabasse com qualquer chance entre nos ou poderia ser um começo pra nos entendermos,e se for a primeira opção vai doer mais eu aceito eu só quero que pelo menos não me exclua da sua vida completamente.Porque eu sei que odeia mentira,e se você não me odiava antes provavelmente odeia agora...-ela interrompe mais uma vez.

-Emma cale a boca ,eu já pedi 3 vezes não vou pedir de novo.Você já disse o que tinha pra dizer agora é a minha vez.

Eu apenas continuei a olhar seriamente,ela deu dois passos para a frente.

-Ok.-minha voz saiu rouca e meio baixa,eu chorava de medo.

-Você realmente me surpreendeu Emma,eu não esperava por isso.Admito foi um ato de coragem e foi autruista.Pensou em fazer a coisa certa,concertar um erro seu.Pensou nos outros acima de você.A mamãe tem razão você mudou..esta mais focada,não foge dos problemas.Mais o que fez também foi imprudente arriscado e perigoso.Poderia ter se machucado,graças a deus não se machucou mais poderia..Mais

-Regina eu..

Ela me olhou com o olhar de "não me enterrompa novamente ou será a suas ultimas palavras.

Ela andou lentamente até mim e parou perto,deixando apenas alguns centímetros entre nós,me arrancando calafrios de tão séria.O olhar fechado da regina se tornou mais claro,como mel.E ela fez algo que eu nunca esperava.Ela pegou meu rosto com as duas mãos secou minhas lágrimas e me beijou,um beijo calmo e delicado.

Nos desvinculamos em seguida.

-Você não esta brava,com raiva ódio ou todas as opções acima?Não vai gritar me bater ou arremessar coisas em mim?

-Não.-ela se afastou um pouco.-Eu não estou brava e nem uma das opções acima.Porém desapontada,porque você me traiu emma.

-Trai???.

-Sim,você me escondeu algo sério que diz respeito a mim e a minha família e como você mesma disse eu não gosto de mentiras e nem segredos.Mais o meu desapontamento é que você e a minha mãe estavam me escondendo algo tão sério como a ameaça que poderia colocar todos em perigo e inclusive você.Emma eu sei que não fez pra me impressionar,até porque jamais pedi que mudasse ou fizesse o que fez.Eu só estou chateada porque você não confiou em mim o suficiente pra me contar.Bem,eu entendo.Afinal se tivesse me contado no inicio o plano não ia acontecer, porque eu iria te impedir,pois foi um plano suicida.O facilier é muito perigoso,o plano poderia ter falhado entende a minha preocupação?.

-Sim,mais não aconteceu e estamos livres dele agora.

-Sim estamos e só por isso não estou louca com você,obrigada pelo que fez.Você esta errada eu não te odiaria mais ficaria brava sim e muito,mais o que importa é que acabou tudo bem.Eu acho que temos que colocar uma pedra em cima em tudo o que aconteceu antes,esquecer as magoas as decepções as desavenças tudo.Já não somos quem eramos.Quero que saiba que em nenhum momento eu quis que mudasse seu jeito de ser,tudo que eu queria era que o vazio e as sua dor a sua insegurança fosse embora,eu só quis que você passasse a se amar de novo e se enchergar como eu te enchergo.Mais agora que você esta bem consigo mesmo eu não vejo porque não tentar.

-O que você quer dizer ?.

-Eu quero dizer que eu quero tentar de novo,só que começar do zero..O que eu proponho é que a gente deixe a nossa amizade crescer e florescer sabe,nascer a confiança,perder a insegurança o medo,a porta sempre esteve aberta Emma.Eu jamais te expulsaria da minha vida,eu quero que a gente crie um elo tão forte que seja inquebrável e isso só vai acontecer se esquecermos o passado.Eu sei é um tiro no escuro,você pode se apaixonar por outra pessoa no meio do caminho e eu também.Eu te amo e sempre amei,mais isso não sustenta uma relação sem uma base sólida.-Se você quiser é claro?.

-Esta brincando,tudo que eu mais quero regina.Eu também não quero voltar pra relação que tinhamos,eu quero que você me conheça completamente sem as barreiras que eu tinha criado,quero que veja quem sou de verdade,eu sei que você sempre me amou por quem eu sou e aceitou tudo amou cada detalhe os defeitos as qualidades e eu não reconheci isso,eu achava que eu não merecia tanto amor.Mais hoje eu vejo que eu merecia sim,e você também merecia.Eu descobri que a gente é capaz de viver longe de quem amamos mais eu percebi que eu não quero,eu quero você.

-Eu já te conheço Emma,demorou muito tempo mais eu te conheço,você era a única que duvidava de si mesma.Mais em fim,você aceita mesmo começar do zero?não vai ser fácil.

-Sim eu já pisei tanto na bola,e você sempre passando a mão pela minha cabeça e me perdoando.Se você foi capaz de esperar que eu me curasse e mesmo estando um pouco insegura esta disposta a me dar uma chance porque eu não posso esperar no seu tempo,se você esperou o meu?vale a pena esperar o tempo que for preciso pela mulher que se ama,eu te amo muito.

-Então esta bem,vamos nos ver com mais freqüência depois de umas três semanas dependendo do que a medica disser da minha mãe e eu também conseguir um pouco de tranquilidade no trabalho porque esta muito trabalho acumulado,e essas três semanas tem a organização do chá de bebê da sua mãe,cha de cozinha da Roni e do james,a organização do casamento,a peça da escola do henry.Vai ser uma coisa atrás da outra,mais enquanto toda essa loucura a gente pode usar isso não como algo ruim e sim como positivo,pois vamos conhecendo uma a outra,mantendo contato.

-Sim,e mesmo que seja corrido vamos nos ver em todos esses eventos.Mesmo que seja tão pouco.Vamos fazer dar certo.

-Sim,vamos fazer dar certo.

Regina entrelaçou sua mãos nas minhas e eu a beijei.Pedi passagem com a lingua e ela logo sedeu,o beijo foi ficando cada vez mais quente.

-Só temos 5 minutos,eu tenho que ir pra casa da..-ela tentou dizer ainda ofegante e eu a enterrompe.

-Eu preciso mais do que 5 minutos,10 minutos e você vai ficar com suas irmãs.-A olhei seria,ela deu um sorriso de canto.

-Só 10 minutos e mais nada.-ela selou nossos lábios com tanta doçura que fez meu coração disparar,sentia tanta saudades do seus labios nos meus,entrelaçar minhas mãos nas suas,ver seus olhos castanhos tão de perto se misturando aos meus.

Eu estou tão feliz

Feliz por estar livre

E eu posso ver coisas

Coisas que eu não podia ver

Eu posso sair todas as noites

(Sim, sim, sim)

Ninguém está me segurando

(Sim, sim, sim)

Eu posso fazer o que eu gosto

(Sim, sim, sim)

Mas eu não posso me apaixonar sem você

Eu não posso me apaixonar sem você

Eu não posso me apaixonar sem você

Eu não posso me apaixonar sem você

Por favor, não se apaixone sem mim

Regina POV

Eu poderia ter gritado e ficar irada com emma pelo que ela fez,não me levem a mal.É porque você imagine receber uma notícia dessas,a mulher que você ama arriscando a vida pra concerta um erro que ela cometeu,e só pra minha família ter a empresa de volta.Eu nunca pedi a Emma que fizesse isso,mesmo assim ela fez.Pensou nos outros do que em si mesma,foi corajosa e autruista.Mais na hora que eu soube eu quis dar uma surra nela isso sim,porque eu não pensei no ato de caráter que ela teve e sim vi como burrice,você deve pensar que mal agradecida eu sou.Não ligo,eu posso perder tudo na vida,eu poderia perder a empresa,meu emprego na prefeitura,minha vida confortável.Dane-se a única coisa que não poderia perder jamais era Emma Swan ou henry,ou todos os outros da minha familia que eu amo.Por isso fiquei puta,mesmo assim deixei isso de lado,eu não consigo mais ficar longe dessa loira.Ela me tem de uma forma,que ninguém jamais terá.Ela me faz sentir um turbilhão de emoções.Faz eu querer viver aqueles contos de fadas bem melosos que sempre acaba em casamento sabe?ou que o príncipe encantado salva a princesa e eles ficam juntos.Então,como eu poderia ficar longe da mulher que amo?impossível,sim estou disposta a dar mais uma chance ao nosso amor,mais dessa vez escrevendo nossa história do começo,nada de relembrar o que passamos juntas,não somos mais quem eramos,mudamos e evoluimos.E estamos na mesma página dessa vez,Emma entendeu que pra ela ser feliz com quem ela ama ela só poderia fazer isso se ela se sentisse bem com ela mesmo,eu aprendi que ela completa a minha vida.Aprendemos que não somos dependentes uma da outra mais sim um complemento algo que nos faz nos sentir mais felizes ainda, eu sou o complemento da felicidade dela e ela da minha,agora só precisamos ser livres juntas.Livres das amarras do passado.


Eu espero que você esteja arrependido

Não consigo encontrar as palavras para dizer

Espero que você esteja sempre se preocupando

Se preocupando comigo

Você não acha que eu dou a mínima?

(Sim, sim, sim)

Dou a mínima pra com quem você transa?

(Sim, sim, sim)

Mas eu espero que você se reestruture

(Sim, sim, sim)

Porque eu não posso me apaixonar sem você

Eu não posso me apaixonar sem você

Eu não posso me apaixonar sem você

Eu não posso me apaixonar sem você

Por favor, não se apaixone sem mim

Eu não posso me apaixonar sem você

Eu não posso me apaixonar sem você

Então por favor não se apaixone sem mim

*****

Casa da roni

-Então quer dizer que o casalzão 20 esta de volta.-disse zelena empolgada.

-Na verdade é uma tentativa mais digamos que sim.-respondi,sorrindo.

-Esta bom,se bobiar vocês casam antes da gente.-disse roni.

-Concerteza olha a cara de boba da regina,toda apaixonadinha.Parece até que ganhou na loteria.

-Não menina,que loteria.Parece mais que ganhou na roleta do amor.

-Não ganhei e nem perdi,vocês são duas bobas.O amor não é um jogo pra ganhar ou perder.Eu e Emma não estamos jogando ou brincando com nossos sentimentos.Estamos apenas querendo nos apaixonar como se fosse a primeira vez.

-Mais você já não é apaixonada por ela?.

-Amor e paixão são coisas diferentes zelena,eu sempre amei a Emma mais no momento em que ela me magou a paixão foi se dissipando aos poucos.

-Entendo minha irmã,comigo e com james foi a mesma coisa.Só que de forma diferente.

-Em fim,eu fico feliz por você maninha.E não leve a mal só estávamos implicando com você,nos sabemos que vcs não estão jogando.

-Eu sei..Bom eu quero mais da suas batinhas Roni.-disse-lhe.A mesma logo encheu meu copo.

-Mudando de assunto.Eu queria perguntar se vocês aceitam serem madrinhas do meu casamento,mais eu quero que a ruby também seja.Será que ela aceita?porque assim ela e eu não somos muito próximas ainda e nem conversamos muito,mais ela é minha irmã também pode não ser de sangue mais é,afinal nossa mãe a adotou e eu não quero que ela se sinta excluída.

-Que lindo roni,é claro que ela vai aceitar.-disse zelena.

-Pra ser irmã não precisa ser de sangue,basta haver amor.Concordo com a zelena ela vai adorar.

-Que bom.

-Olha como ela esta toda poética hoje roni..toda trabalhada na sabedoria do amor.virou especialista..beijar a loira faz milagres.-implicou zelena.

-Hum verdade,vamos fazer cócegas nela?.-questiona roni.elas se olharam.

-Nem se atrevam!.-disse,mesmo assim elas me atacaram.

****

-Você vai convidar o seu pai?.-questionei.

-Ela não vai..

-Vou sim.

-Oque?vai me dizer que vai chamar os filhos deles para serem madrinhas do seu casamento também?.-questiona zelena irritada.

-Não,eu não os conheço direito mais sim vou convida-los pro meu casamento.Zelena eu até entendo que esteja chateada mais você não queria tanto conhecer nosso pai,porque não da uma chance a ele?.Só tente,se ele não valer a pena nos duas nos afastamos dele,afinal nunca precismos dele mesmo,mais não arranca pedaço tentarmos ver qual é a dele.E o casamento é uma boa oportunidade pra isso.

-A Roni tem razão maninha,ai vocês descobrem como ele realmente é,se ele for uma decepção pelo menos não vai ficar nessa angustia da duvida.

-Vou pensar,ok.Por esse ponto vista até que não é uma ideia ruim.-respondeu zelena.

Eu e roni nos encaramos,tínhamos a plena certeza que a zelena ia ceder,finalmente conseguimos plantar uma duvida na cabeça dela.

-Ok,agora me conte roni a Emma vai mesmo te ajudar com a cerimônia?.

-Sim,não é demais.Se fosse por minha conta ia sair um desastre.

-Concerteza,a Emma sempre foi Boa em decorações de festas de casamento,essas coisas.Já eu sou péssima.Sou boa em decorações natalinas em datas mais tradicionais.

-Já se vê regina,mais sério foi um alivio quando Emma se ofereceu pra ajudar e ela disse que ia falar com ruby sobre isso.

-Ual seu casamento sairá perfeito então,a ruby e a Emma juntas vai ser top.Elas arrasam,lembra das bodas da mary e do david zelena?.

-Sim,aaaa foi perfeito,elas duas fizeram.O álbum esta lá em casa se quiser posso trazer depois.

-Aa quero sim zelena.Vocês podem me ajudar amanhã na prova de vestido?.

-Claro,eu adoro essa parte.-disse-lhe.

-Aa eu também,fico me lembrando de quando foi o meu.

-Aa nem me lembre zelena,roni você acredita que zelena me fez ir em todas as lojas de vestidos de noiva do quarteirão?.

-Sério?.-riu roni.

-Claro,você queria que eu fosse parecendo um bujão regina,era meu casamento eu quis escolher o melhor.

Eu e roni caímos na risada,deixando zelena bufando.

-Mais tarde podemos e pro restaurante da vovó,chamamos a ruby.Tenho certeza que ela ia gostar depois de passar a tarde toda estudando.

-Acho uma ótima idéia roni.

Casa branca

-Então deixa eu ver se eu intendi.Você saiu do shopping porque brigou com marcela e vocês terminaram,você despistou os guardas e resolveu dar uma voltinha,então entrou no bar da Roni e conheceu a filha adotiva da cora, ruby lucas e como se não bastassem vocês foram responsáveis pela destruição do carro do seu irmão?.-questionei irritado.

-Yes papi,I'm so sorry!

-Então eu estava certo foi você sua vadia*.

-Como ousa falar assim da sua irmã,se falar assim dela de novo eu quebro sua boca.-disse-lhe.

-Mais pai ela detonou meu carro.

-Você mereceu,eu deveria era ter quebrado mais.Pai ele e marcela estavam juntos e ele se envolveu com a namorada da ruby também.

-Eu tenho culpa se vocês não souberam dar um trato naquelas vagabundas?elas que me procuraram,eu só dei o que elas precisavam.

Ouvir isso do meu filho me deu uma repulsa que eu não pensei duas vezes.Quando eu vi ja tinha dado um soco em sua boca tirando sangue do mesmo.

-Cale-se ,eu te avisei.Nunca mais se refira a uma mulher dessa forma,me entende!não te criei pra ser vagabundo,você é o filho do presidente aja como tal.Temos que dar exemplo,se você agir assim novamente te mandarei pra um colégio interno na suíça.

-Eu te odeio,você me bateu.

-Antes você apaenhe de mim que sou seu pai e te amo do que apanhar da vida filho.E você sabe que eu não gosto de violência mais as vezes o fim justifica os meios.Se pra você tomar geito eu ter que te bater é o que farei.

-Eu vou contar a minha mãe o que fez.

-Pode falar .

John saiu batendo a porta com força.Vejo marie dando um sorriso meio torto.

-Não dê risada,isso não é engraçado marie.Meu deus onde eu errei,será que foi falta de correção (surra) porque eu sempre quis dar amor e carinho e ser tudo o que meu pai nunca foi,mesmo assim tenho essa decepção,o john não me respeita e não respeita nada do legado que eu tento passar,você minha filha que era meu orgulho me dá uma decepção dessas,de agir feito uma delinquente.Seu irmão errou sim e muito,mais você sempre teve a cabeça no lugar o que deu em você hhein?chega não vou passar mais a mão na cabeça de vocês,dessa vez as regras mudam me ouviu?.

-Papai eu sinto muito eu não quis lhe causar desgosto,juro que jamais isso irá se repetir novamente,me de apenas uma chance de mostrar isso.

-Bom,você nunca foi de cometer deslizes e se esta arrependida como diz.. vou lhe dar uma chance mais não sairá sem punição,terá que conquistar minha confiança.Meu deus ainda tenho que tomar providências sobre o carro.Enquanto a Você,vai trabalhar de meio período na ONG que eu financio.Vai obedecer as ordens dos supervisores.Nada de sair no fim de semana com suas amigas,nada de mesada,shopping,shows e principalmente não vai frequentar o clube e andar de cavalo.Sei que é adulta mais não posso deixar isso passar em branco pois agiu como criança birrenta,você não é como as outras Marie,tem responsabilidades serias a cumprir,ainda mais se no ano que vem você queira se dedicar a política como diz.

-Tudo que o senhor quiser papai,mais posso te pedir uma coisa?por favor não faz nada com a ruby ..ela não tem condições para pagar o carro.Afinal a culpa foi minha e não dela.

-Pelo que eu intendi a culpa foi das duas,mais não se preocupe.Não seria insano e sinico de cobrar algo absurdo deses,se eu tenho condições suficiente de arcar.Porém cora saberá o que ela fez.E terei uma conversa com a sua amiga sobre fazer um acordo ja que o que ela fez foi grave,ao invés de contar o dinheiro do concerto ela pode trabalhar de meio período na ONG também.

-Ela faria o mesmo trabalho que eu?.

-Sim,algum problema ou eu terei que aumentar seu CastigO?.

-Nãoo papi ,esta tudo bem.Eu sou a errada,o senhor ainda vai querer falar comigo ou eu já estou dispensada?

-Pode ir ,espere.-disse ao faze-la dar meia volta.

-Sim papi.

-Venha cá.-disse e ela veio até mim,a abracei e dei um beijo na sua testa.-Mija.-ela me olhou da mesma forma que me encarava quando era pequena,seus olhos eram tão vivos e delicados,havia tanta bondade e beleza neles.-Nunca mais faça isso de novo,você é a menina dos meus olhos.

-Si papi,te amo.(Sim papai,eu te amo.

-Yo te amo mija.(Também te amo minha filha)

Marie POV

Não acredito,esse será o melhor castigo.Será ótimo ver aquela morena de mechas vermelhas novamente.-pensei ao mordiscar os lábios.Fui até a minha escrivaninha peguei meu diário e comecei a escrever tudo o que me encantava naquela morena e como ela me fez eu me sentir,estava ansiosa para vê-la.

*******

Cora POV

-Você esta linda Úrsula.-disse ao dar espaço para que ela entrasse.

-Você não esta nada mal,rainha de copas.-Ursula retirou o casaco e eu o empendurei.

-Então parece que o jantar ..sera apenas nos duas!.-disse ela ao analisar todos os cantos da casa.

-Sim,a granny foi pra o restaurante,como eu lhe falei as meninas estão se divertindo juntas.robin chegou do trabalho se trocou e saiu com os amigos,em fim só é eu e você e a lola.

-Quem é a lola?.-mal ela disse isso,lola surgiu agitada,latindo e abandonando o rabo,parecia comprimenta-la.

-Ownn que gracinha,suponho quero você é a lola.Fofa!.-Ursula acariciou lola que ficou sem esfregando na mesma,depois foi se deitar na sua almofada.

-Ela gostou de você,vem eu já preparei nosso jantar.-guiei ela até a cozinha,afastei a cadeira para que ela se sentasse

-Obrigada,parece delicioso.Está tudo tão bonito.-disse ao elogiar o prato especial que preparei,macarrão

-Então me conte o que te fez se deslocar do seu refúgio até aqui?.-Questiono,estava mesmo curiosa.

-Bom como eu disse pelo telefone queria me desculpar pelo geito que te tratei,e uma coisa levou a outra.Então tomei a decisão de vender logo de uma vez a casa que era dos meus pais e montar um negócio.-disse ela entre uma garfada ou outra.

-Humm..por uns segundos achei que ficaria por aqui,alivio assim não serei assediada por você todo dia.-disse entre uma garfada e outra,realmente meu macarrão estataneo ficava divino kkk.

-Hahaa..engraçadinha você hein.Talvez eu mude de ideia e fique por aqui..Porém seria mais fácil você me assediar,afinal sempre foi você que me seduzia,me devorava e depois sumia.-disse levemente descontraída,mais senti uma pontada de magoa ainda guardada.sei que ela pensa que eu apenas a usei,mais a história não é essa.

-Háaa como eu sou cruel.-ri mais ela continua seria,me encarou.-Ursula sei que pensa que eu te troquei pelo henry,foi isso que eu te disse mais não é verdade.Eu não te usei,eu era apaixonada por você,muito mesmo.Nessa época nos duas conhecemos o henry e nos tornamos amigos,meus pais me encontraram e queriam a zelena.Eu precisava desaparecer,pensei em te deixar uma carta mais era arriscado,eles iam te perseguir também.Eles precisavam achar que você não fazia ideia de onde eu estava.-Chorei ao dizer isso,foi difícil deixar mais eu tinha que priorizar minha filha.

-E por isso tinha que fugir com ele?

-Você só pegou isso da história,serio?.crises de ciúmes agora?eu acabei de te contar que eu realmente era louca por você e quis me ajudar,na cidade que ele morava tinha o negócio da familia,tinha como me ajudar a recomeçar de novo.Não planejei gostar dele,aconteceu.E foi muito depois de eu perder a esperança que um dia pudesse te ter de volta.

-Desculpa,mais se ponha no meu lugar.A mulher que você ama some do nada sem deixar nenhuma explicação,depois de 3 anos encontro ela gravida e casada com o seu melhor amigo.Como você reagiria a isso?.Meu mundo desabou quando você me deixou cora,todos os relacionamentos que tive foram tóxicos e me fazia me afundar ainda mais,me meti em muitas confusoes,passava a maior parte do meu tempo chapada em festas ficando com 3 e voltava pra casa apenas para me trocar e sair de novo ou apenas dormir um pouco.Só pra não lembrar você.-Senti sua dor em suas palavras,isso me partiu em pedaços,sua voz tremula e descompassada.Doi saber que foi por minha causa.

-Eu sinto muito ursula,por Deus.Eu queria te proteger da loucura e psicopatia obsessiva dos meus pais,de viver uma vida fugindo deles.Achei que te deixando estaria segura,que seguiria em frente.Me desculpa se eu soubesse que causaria estrago assim eu não teria ido embora da forma que eu fiz,eu teria te contado o que estava acontecendo.

-Eu sei,me desculpa ter pensado que você era manipuladora desumana.Mais se tivesse confiado em mim,eu teria deixado tudo para tras.Teria ido embora com você pra onde você fosse.

-Foi por um desses motivos que também não te contei,eu não podia ser egoísta com você.Te pedir pra abrir mão da sua vida ,da sua carreira como professora de direito na universidade.

-Minha vida era você,você era tudo que importava pra mim.Pra falar a verdade sempre foi e sempre vai ser.O que passou passou,vamos esquecer botar uma pedra em cima.Eu preciso ter você na minha vida,pode ser que tenhamos algo a mais que amizade ou não.A unica coisa que eu quero é ter sua amizade.Por favor não suma de novo.

-Não vou sumir prometo,chega de uma vida fugindo.Meus fantamas se foram pra sempre,claro que tem minha amizade.Você sempre esteve e sempre estará na minha vida.Vamos deixar o tempo mostrar o caminho.

-Sim,vamos.-Aproximei nossas cadeiras,toquei seu rosto enxuguei suas lagrimas e selei nossos lábios,sentir seus lábios suaves e com aquele gostinho de cereja que só ela tinha,era tudo pra mim.Seu perfume que tinha o mesmo cheiro de antes,agridoce.Singelo e sedutor.ela retribuiu entrelaçando suas mãos nos fios do meu cabelo como fazia antigamente.Quando o ar se fez necessário nos separamos.

-Senti falta disso,muita falta.-disse sorrindo.

-Eu também senti.Foi como voltar no tempo.Porém mais gostoso,andou treinando dona cora?

-Nem pratiquei,mais não preciso.Você causa esse efeito.

-Bom saber,então será uma amizade colorida por enquanto?.

-Não sei talvez,depende de você.Você pode ditar as regras eu vou deixar dessa vez

-Humm,cora como passiva não faz muito seu estilo.Mais gostei dessa ideia.

-Então o que esta esperando,rainha de tentáculos.Estou com fome não vai me saciar?.

Ela apenas me olhou seriamente,seus olhos mudaram de cor rapidamente estavam mais vivos e brilhantes.Me puxou prendendo seu corpo ao meu,me levantou e me sentou em cima da mesa,enquanto me beijava e espalha beijos pelo meu pescoço,sua mão percorria pelo meu corpo,tão suaves e tão precisas.Me fazendo ansiar por mais.cessei o beijo.Ela me olhou arqueando a sombrancelha como se não entendesse.Não disse nada apenas,a afastei,desci da mesa e entrelacei minhas mãos na suas,guiei até o meu quarto entre beijos calientes, ao entrarmos no quarto ,retiramos a roupa toda sem deixar uma peça presa ao corpo.

Deixei que ela conduzisse o resto.

Posso sentir o gosto do seus beijos invadindo minha boca e me dominando com o prazer mais suave e gostoso do seu beijo.

Meu corpo estremece, meus instintos estão a tona, quero possui-la e saborear cada pedaço do seu corpo, minhas mãos percorrendo seu pescoço, deslizando pelas costas, e segurando-a pela cintura. Seu corpo colado ao meu, o calor do sexo esta presente entre nós.

Talvez eu seja louco
Talvez estivéssemos loucos
Ninguém me ama melhor
Do que você, você, você, você

Você e eu nunca dissemos que nós sentimos
Mãos ao redor do meu corpo
Fodendo até nós somos bons, bom
Fodendo até nós somos bons
E prometemos que faremos melhor
Ambos descem juntos

Fodendo até nós somos bons

Se não é amor, me diga por que nos sentimos tão bons?
Se não é amor, me diga por que nos machucamos tão bem juntos?
Se não é amor, me diga por que nos sentimos tão bons?
Se não é amor, me diga por que nos machucamos tão bem juntos?
Tão bons juntos

Ursula POV

deslizei minha língua em seu pescoço, sua voz sussurrava loucuras no meu ouvido enlouquecendo minha mente de desejo, suas mãos arranhando as minhas costas.

Ao te penetrar forte e profundo,arranquei da sua boca as palavras de desejo, os gemidos de prazer, os gritos de tesão, conforme aumentei a velocidade dos meus dedos dentro de ti senti suas paredes internas apertarem meus dedos,não demorou muito, da sua bucetinha tirei o gozo mais intenso. Aqueles que a deixa descontrolada, sem reação, seu corpo treme, e sua boca geme as palavras, seus músculos não a sustentam.Chupei todo o seu gozo,tão delicioso e intenso.Ver aquela satisfação em seus olhos era o que eu precisava.

-Que delícia,esta mais apetitosa do que nunca.-disse-lhe ao meu deliciar com o resto do seu gozo que escorria pela minha boca.Ela me encarou com fervor me puxou com uma força me colocou de quatro e me penetrou da forma mais gostosa que so ela fazia,prendeu meus cabellos longos ao fazer um rabo de cavalo com sua mão que estava livre.Rebolei lentamente sobre seus dedos.Tentei conter meus gemidos mais conforme cora aumentava as estocadas mais intenso e mais forte eram meus gemidos e meus gritos de prazer.

-Rebola gostoso,minha putinha vai.-sussurrou em meu ouvido,puxando mais forte meu cabelo.

Conforme ela ia aumentando mãos as estocadas,mais rapido eu rebolava em seus dedos,um dois,agora três.Não demorou para que eu chegasse ao ápice,escorria por seus dedos,a sensação era indestrutivelmente maravilhosa.

Ela me virou e me chupou todinha,sem deixar uma gota se quer.Ninguém fazia tão bom quanto ela.

-Sentia falta disso,Como você trepa gostoso!.-disse ela,sorrindo,selou nossos lábios em um beijo voraz.

A joguei na cama e espalhei beijos por toda extensão do seu corpo,parei na sua bucetinha gostosa,e chupei seus lábios suculentos ainda molhados.Apertando um dos seus seios com a minha mão.Cora arfou suas pernas bambas.Puxei ainda mais para mim.

-Isso me devora todinha,sou toda sua.

Seus gemidos ficaram mais intensos quando eu apenetrei ao mesmo tempo que chupava Meus dedos foram sendo apertados mais uma vez conforme a velocidade aumentava,e ela se derramou novamente.

Ainda insaciadas,ainda famintas por mais, fizemos uma tesoura.De vagar,de vagar.Sua buceta se esfregava na minha de uma forma tão perfeita que parecia duas bocas se beijando.

-Mais rapido,mais rapido..Por favor.-demorei tanto tempo pra ouvir isso de novo.

Aumentamos nossa velocidade em uma sincronia absurda.Os seus gemidos se misturava aos meus.Não demorou para que escorresemos uma na outra.Demos um tempo para recuperar o fôlego,nossas respirações descompassadas,nossos corpos suados e o cheiro do sexo se fez mais presente.

-Seu beijo, seu cheiro e seu toque me dão a sensação mais intensa que já tive.-disse-lhe.

-É absurda a maneira que você desperta em mim meus instintos mais sacanas.

Sorimos,selamos nossos lábios em um beijo mais suave,mais singelo.

-Você já foi mais delicada.Esta mais selvagem?.

-Isso é ruim?.

-Nãoo,eu adorei.Quero provar mais dessas suas novas habilidades.

-Não seja por isso.-subi em cima de cora sem aviso.A noite estava longe de acabar.

Eu tenho trabalhado em mim e na minha paciência

Mas às vezes essa merda não é fácil

E vejo que você está tentando o melhor para me dar explicações

Mas as palavras realmente não o cortaram ultimamente


Lembre-se quando nosso amor era precioso

Pensamos que o que tínhamos era o melhor, sim

Agora, toda resposta é uma pergunta

*****

Se não é amor, me diga por que nos sentimos tão bons?

Se não é amor, me diga por que nos machucamos tão bem juntos?

Se não é amor, me diga por que nos sentimos tão bons?

Se não é amor, me diga por que nos machucamos tão bem juntos?

Tão bons juntos


Notas Finais


Trecho das músicas:
Zara Larsson-I can't fall in love without you please don't fall in love without me
Shy martin-Good together


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...