1. Spirit Fanfics >
  2. You Belong With Me >
  3. Capítulo 2

História You Belong With Me - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Capítulo 2


Quando acordou pela manhã sentiu uma forte dor em seu pescoço. Ao toca-lo sentiu uma ferida, teve medo. Medo do monstro que a havia machucado. Então ao erguer sua cabeça viu que ele ainda estava ali, iria mata-la? Pensou. Então para seu espanto ele se pronuncia:

— Como se chama menina ? – ela nada disse. Tinha medo. Medo do que ele poderia fazer com ela, de machuca-la mais. – Se não me responder irei castiga-la.

— Sakura. – ela disse, podia notar-se o medo em sua voz, ele gostou disso. – Haruno Sakura Senhor. Onde estão meus pais? – já sabia a resposta, mas queria ouvi-la para ter certeza de que tudo não passou de um terrível pesadelo.

— Mortos! – disse rápida e friamente. Ela teve vontade de chorar. O que seria dela agora? Como viveria? Estava desesperada como qualquer criança que acaba de dar-se conta que está sozinha no mundo. Então como se estivesse lendo os pensamentos da menina chorando em sua cama ele disse: - A partir de agora você viverá aqui, e eu cuidarei de você. Deves me obedecer caso contrario serás seriamente castigada. Entendeu?

— Sim senhor! – foi tudo que conseguiu dizer, não queria falar, não queria ver ninguém.

— Boa menina! – disse se retirando do quarto.

Minutos depois entra uma jovem loira, a mesma da noite passada. Ino tinha recebido ordens para que cuidasse pessoalmente da humana. Não gostava nada da ideia de ser babá de uma pirralha humana, mas se seu patrão lhe ordenou, ela teria que faze-lo. Seria sua dama de companhia. Até que esta estivesse idade o suficiente para não necessitar mais de alguém que faça as coisas por ela.

— Não tenha medo menina, vou cuidar de você e te ajudar. Seja boazinha. – Sakura assentiu e apenas se deixou levar, afinal essa era sua nova vida, teria que se acostumar a viver ali, pois como disse o monstro esse seria seu novo lar.

                                           ...

Dois meses se passaram e Sakura já estava acostumada a vida naquela mansão. Acostumou-se com o entrar e sair de gente, aos empregados que viviam ali e sobre tudo acostumou-se a ele, a sua companhia. E então passou a aprecia-la. Era uma criança doce e gentil e logo todos naquela mansão já estavam encantados por ela. Muitos se perguntavam o que tinha uma garota humana para enfeitiçar o sem coração Sasuke Uchiha.

...

Todos os dias tinha aulas com Ino, e até itachi parecia gostar da garota. Ele a achava divertida e acima de tudo estava curioso, o que ela tinha para que seu irmão a mantesse perto de si.

Já não era mais aquela garota com medo do monstro, sim ela gostava da presença dele. De alguma forma se sentia protegida. Ele saia quase que todas as noites e quando voltava ela já não estava mais acordada, sim ele a mantinha em seu quarto, achava melhor assim, pois tinha muitos inimigos e não queria que nada de mal acontecesse a sua humana.

Então quando Sakura tinha onze anos Itachi achou que ela deveria ir a escola. Seria melhor para ela e para seu desenvolvimento, estudar apenas em casa não era bom para uma criança, uma criança deve interagir com os da sua idade. Decidiu falar com Sasuke.

— Irmão, quero lhe dizer algo.

— Pois diga.

— Sakura está crescendo e ainda não foi a escola. Ela precisa se relacionar com os da raça dela. Não é saudável para uma criança ficar nessa casa com um monte de vampiros que podem mata-la a qualquer momento.

— Nenhum vampiro que prese por sua vida encostará um dedo nela, e quanto a ela ir para escola a resposta é não! Não quero.

— Mas Sasuke...

— Por que está tão preocupado? Sakura me pertence, ela é um problema meu.

— Por que ? Por que tanta obsessão por uma criança humana?

— Isso não é de sua conta! E Sakura ficará aqui. Arrume uma humana pra você e a leve para a escola. – dizendo isso se retirou deixando o irmão sem entender nada...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...