História You can't stop us - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 570
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - É estanho e comum


You can't stop us.....

Está escuro, não vejo um palmo a minha frente, não sinto meu corpo... Não lembro de muita coisa, sinto o coração acelerado, a garganta está seca e uma dor toma conta do meu peito. Algo me diz que eu desmaiei de novo, uma coisa vem a minha mente, uma frase, tão baixa... Como se fosse um sussurro de ódio jurado.

You can't stop us...

Isso ecoa na minha cabeça novamente, o peito aperta, e aos poucos vou sentindo o corpo, estou acordando, sinto algo atrás de mim, me viro e olho.... Não há ninguém, viro novamente e me deparo com uma figura mascarada, olho atentamente para aquele ser em minha frente, tinha ombros largos portanto era um homem, ele sussurrava novamente aquela frase, da qual, me arde os ouvidos.

You can't stop us

- Vá a merda seu desgraçado! - Ele para de sussurrar e grita algo que não entendo, tudo fica escuro. Acordo num salto de desespero, tudo, simplesmente tudo em mim doía, meu peito parecia que ia explodir e na minha testa pingava suor frio. Ouço uma voz delicada, suave, me chamando... Era minha chefe, por que ela tá aqui!? E por que Ami não está aqui? Tá não importa! Ela se aproxima de mim, com lágrimas nos olhos, que estavam inchados e vermelhos, chorou a noite toda... Mas, por quê essa preocupação toda comigo?

- Jesse? Tá tudo bem? Você demaiou do nada, o que houve? Por que ficou esse tempo todo desacordada?

- Calma, uma pergunta de cada vez. Sim estou bem, não sei bem porque desmaiei do nada... E... Quanto tempo eu dormi?

- Três dias, fiquei preocupada... Mesmo você sendo... Sabe, imortal e essas coisas.

- Três dias! - Repito surpresa e brava comigo mesma - Como? Por que só agora isso resolveu acontecer!? - Mordo meu lábio inferior segurando minha raiva.

Levanto da cama em que me encontro, vou até uma cadeira que estava um pouco longe cama, minhas roupas estavam lá, tiro a maldita camisola do hospital, olho para trás e vejo Eliz completamente vermelha ( Eliz, é a minha chefe) visto a roupa rapidamente para não deixar o momento desconfortável.

- Eu detesto hospitais, não me ajudam em nada! - Falo colocando meus "assessórios"

- Não era para eu estar aqui!

- Jesse, você ficou todo esse tempo desacordada, é bom você deitar e descansar por hoje, por favor.

- Olhinhos bonitos e brilhantes, não irão me fazer mudar de ideia, eu não ficarei mais um segundo aqui. - Digo indo em direção da janela, a abro e pulo para fora - Olha chefe não me enten... - Sou interrompida novamente pelos lábios doces de Eliz... Espera! DOCES? O que deu em mim!? - Por quê disso?

- Porque... Eu adoro sua boca, Jessica Sharp Connors, tenho que ter ela só para mim, não irei dividir com mais ninguém.

- Você é um tanto egoísta, bem, eu vou-me para a puta que pario - Ela ri delicadamente, droga! Essa merda foi muito fofa!!! Dou um salto em direção a uma caçamba de lixo, cheia de sacolas plásticas, a queda foi meio delicadamente... E brutalmente barulhenta, como se um saco de ossos caísse em uma chapa fina de metal... Basicamente o que aconteceu, ahahahaha! Levanto sentido um pouco de dor nas costas, por ter caído no fundo da caçamba, que fedia para caramba, saio de lá de dentro e vou correndo em direção a minha casa, banho aqui vou eu!!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...