História You can't stop us - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Sem teu olhar não sou nada


Eliz's on

Ela saiu pela "porta" errada, a saída mais imprudente possível! Escutei um estrondo alto e logo depois uma risada animada, Jesse parecia uma adolescente, apesar da aparência de uma, sempre tomava as piores decisões possíveis e prováveis no mundo, sempre chega tarde no trabalho, todo santo dia aquela mulher me aparece ensanguentada na empresa... Eu no começo, não ligava a mínima para aquele ser que nem se quer poderia se matar, que tomava o mínimo de cuidado quando fazia o trabalho... Mas com o tempo isso mudou.

Isso não é recente, mas também não de tanto tempo atrás. Jesse conversava demais com minha secretária anterior ( que demiti por ciúmes) sempre que eu chegava no serviço via Jesse e A loira "gostosa" que sorria sempre que ouvia qualquer elogio de Jesse, aquilo me deixava hiper puta com a Loira, não com Jesse, bem....porque ela nunca faz nada de errado ( que vergonha) lembro-me até hoje do que houve aquela vez.

Flashback's on

- Hellen, poderia pegar os papéis que estão com Jesse? Por favor... - Disse a mulher alta e loira que estava na frente da minha mesa, que assentiu com a cabeça e um sorriso de alegria. - Ofe-re-ci-da! - Disse a mim mesma largando todos os papéis em minha mesa que se espalharam por tudo.

Ouço baterem em minha porta, era Jesse com aquele olhar sério para mim, estava nervosa por ter ela novamente perto de mim, quase não consegui controlar a felicidade de olhar aquele rosto fino. Ela me olha ainda séria e com um ar firme de general.

- Chefe, aqui estão os documentos que me pediu, revisei tudo, achei alguns erros e os corrigi. - Diz séria e como sempre sexy (parei hahaha) - Okay, Srt. Connors, pode ir, e obrigada.

Ela assente com a cabeça, dá meia volta e sai, de repente escuto sons e vozes suspeitas do lado de fora da minha sala, isso só podia ser uma coisa! Jesse e a Maldita loira se encontram. Fiquei puta, segurei para não dar um soco no monitor do meu computador, as risadas aumentavam cada vez mais e minha raiva também... Até que... Eu estourei, levantei puta da vida e sai da minha sala com um grampeador na mão.

- Jessica Sharp Connors! Volte ao trabalho! E você Hellen... Entre agora na minha sala! - Jesse um pouco espantada me obedece e sai, Hellen faz o mesmo com medo. - Eu lhe disse que não era para conversar enquanto trabalha fora da minha sala e nem enquanto trabalha! Estamos aqui para trabalhar e não ficar de papo furado com os outros empregados!

- Srt. Eliz, por quê está tão exaltada? Mesmo que eu tenha feito algo errado, não precisa de toda essa furia em cima de mim - Não aguentei, dei um tapa na cara da vadia oferecida, que pendeu o corpo um pouco para o lado fazendo uma cara de espanto. - Não quero te ver mais aqui na minha empresa... E se eu lhe ver aqui novamente por qualquer motivo... Eu vou te matar, e isso não é uma ameaça, e sim uma promessa, encoste em Jesse, que eu cumprirei com minha promessa.

Ela me olha desesperada, assente com a cabeça várias vezes enquanto a mão cobria lugar vermelho, aonde eu depositei cinco dedos com a maior força e raiva que eu tive em toda minha vida. Ela corre e arruma sua coisas e sai pela porta da frente chorando.

Flashback's off

Depois daquele dia eu decidi que iria cuidar 100% da pessoa que amava, que no caso era uma mulher 3 anos mais nova que eu, e que era imortal, mas para isso eu não ligo, pois sei que ela é uma boa pessoa, independente do poder ou status que ela tenha... Jéssica Sharp Connors, um nome que não canso de pronúnciar, me sinto triste por não tê-la agora aqui... Comigo, bem perto de mim. Eu poderia ir até sua casa e ver seu rosto perfeito de novo, e é isso que eu farei!

- Táxi! - Chamo o carro mais próximo a mim, digo o nome da rua e peço para que ele vá rápido, quero ver minha amada quanto Antes.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...