1. Spirit Fanfics >
  2. You e Moi >
  3. Je suis jaloux

História You e Moi - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Je suis jaloux


Fanfic / Fanfiction You e Moi - Capítulo 2 - Je suis jaloux

            ~☆ Santinha e Richard ☆~

 

Acabo de sair do banho e me visto na frente do espelho, de propósito uso uma das escovas de Richard pra pentear meus cachos, mas antes fungo com meu nariz o perfume dos seus cabelos, então termino de passar o batom e saio do quarto. São 17:01 da tarde, ainda falta um tanto pra escurecer, falta mais de 1 hora pro bar abrir e isso quer dizer que eu ainda posso dar uns bordejos pelo salão sem que Beraldo ou outra pessoa me descubra. Com cuidado desço os degraus e penso em ir ao balcão para pegar uma bebida só que nesse intervalo escuto vozes vindo da área, fico curiosa e por isso desisto do uísque pra descobrir com quem Richard está tomando chá.

   Não abro a porta, apenas encosto o ouvido nela e reconheço a voz do padre e do delegado, que juntamente com Richard jogam conversa fora. Penso em voltar pra minha bebida só que eles tocam no assunto da Casa de Campo, ah isso muito me interessa, por isso giro o trinco da porta com muita leveza e abro um pouquinho pra botar minha cabeça pra fora, então vejo e escuto Richard se gabando do convite de voltar ao cabaré de Zenilda. Não gosto, não gosto mesmo de saber disso, acho que preferia não ter escutado sobre nada, agora meu resto do dia está arruinado.  Fecho a porta e disparo pro quarto, de algum jeito lá ainda é o melhor lugar pra mim no British Club, é onde pelo menos posso sentir a raiva que eu quiser ou beber até cair que Richard vai pensar que tô dormindo.

                            ~☆☆~

 

 Está escuro, pelos meus cálculos são quase 19:00 da noite, estou sentada na cama tentando folhear a revista que eu já vi várias vezes, o tédio começa a se apoderar de minhas forças pois não tem muita coisa pra se fazer nesse ambiente masculino. Resolvo me maquiar um pouco, me distraio passando batom e penteando os cabelos quando vejo a porta abrir e Richard entra com a bandeja na mão, é meu jantar.  Ele deixa sobre a mesinha e vem me encontrar no banheiro. À princípio não fala nada só que depois pergunta o porquê que me arrumo tanto.

- Eu já disse e repito que uma dama sempre deve se apresentar com elegância!!!

Richard rir e sai da porta do banheiro, eu o acompanho para puxar conversa, pois na verdade estou tentando descobrir se nessa noite ele vai mesmo à Casa de Campo, mas não sei nem por onde começar. Me aperreio porque Richard está quase saindo do quarto, está abrindo a porta e eu sei que se ele sair só nos veremos amanhã. Ai mon Dieu, estou profundamente irritada com suas saidinhas noturnas, então me encho de coragem e pergunto o que tá entalado dentro de mim.

- Você vai sair?

- Vou!!!

- De novo???

- Ora veja, Santa Maria, por que é que você insiste em agir como se mandasse em minha vida? Pior, como se fosse minha mulher???

- Não precisa ficar mordido, eu só lhe fiz uma pergunta.

- Pois eu lhe respondo com muito prazer. Vou sair sim e daí??

- Daí??

- Yes, sim!

- Eu vou ficar aqui sozinha? – Estou amansando minha voz, falando baixinho enquanto rondo o corpo dele com minha presença, quero que sinta o meu aroma francês, legítimo e não falso como o da camélia que esteve com ele na noite de ontem. Tenho o desejo de tocar em seus ombros, mas mordo minha boca e me contento, estou resistindo ao enoorme desejo de ficar com ele e de passarmos a noite juntos.  Então arrisco chegar com meus lábios bem perto do seu, tão perto que até sinto o hálito dos dentes escovados, prontos para beijar a outra e não eu. Estranhamente Richard está parado e eu também, encontramos algum elo que se perdeu entre nós, por isso a gente não consegue fingir a atração dos nossos corpos. Só que infelizmente Richard é mais resistente do que eu , então ele corta o clima e se afasta, ele abre a porta e fala a última coisa que eu queria ouvir naquele momento.

- Santa Maria, coma sua comida porque ela vai esfriar! – Ele me deixa sozinha no quarto, eu olho pra bandeja e não sinto fome pois estou zangada, mas sei que a comida não tem culpa de nada, nem a camélia com quem Richard vai se encontrar.

  O restante da noite passa como nos dias anteriores, eu estou sozinha no quarto e os homens estão conversando bobagens e perdendo dinheiro. Que tédio sinto dentro dessas 4 paredes, se ao menos eu também tivesse um homem aqui comigo. Nesse momento penso em Mateus, lembro das semanas que passamos juntos, mas é curioso pensar pois desde que me reaproximei de Richard parei de pensar em todos os homens casados, e principalmente em Mateus que foi meu recente caso. O que será que ele tá fazendo numa hora dessa???

  Quando o Club se esvazia desço para beber uma dose e para fazer uma ligação. Estou decidida a ligar para Mateus pois quero de algum jeito amenizar a solidão que me invade essa noite, então disco os números  e aguardo tomando minha bebida. Infelizmente Mateus não atende, só dá caixa postal. Insisto mais 3 vezes e me canso de tentar falar com ele, resolvo largar o aparelho telefônico e voltar pro quarto antes que meu péssimo anfitrião retorne de sua noite d`amour. Ai que vontade de beber até apagar e esquecer tudo de vez!!

                       ~☆☆~

 

Pela manhã quando desperto e desço pra tomar café, Richard está na cozinha com cara de poucos amigos. Fico feliz porque é sinal que a noite não foi tão boa assim pra ele, só que antes de terminar de comemorar essa pequena vitória, ele chama minha atenção.

-  Santa Maria?? – Ele quase grita, na verdade qualquer alteração de voz no estado em que minha cabeça se encontra vira um inferno, porque tomei uma carraspana da braba ontem a noite.

- Ai Richard fale baixo, s`il vous plait!!!!

- Quer dizer que a senhorita se aproveitou de minha ausência pra ligar pra um de seus amantes??!!

- Quoi?? O quê?

- E pensa que eu não sei, não é???  Por isso fica ai fingindo com essa cara de bezerra desmamada!

- Como foi que você descobriu???

- Pois foi o tal do Mateus quem me arreliou, quem passou a manhã inteirinha ligando pro British Club procurando por você!! 

- Oxente, por moi??

- You, por você mesma!!!! E nem tente desconversar!!

- E o que foi que ele disse?? Deixou algum recado???

- But Shit Santa Maria, tenha dó, e eu lá sou moleque de passar recado!!! Jure de pé junto que não vai ligar pra ele novamente!

- Mas..

- Jure, Santa Maria!!!!

- Fazer o quê, se você tá ai com ciúmes!!!???

- What?? Eu com ciúmes de você outra vez? Mas nem que a vaca tussa! E eu sei que ela não vai fazer isso porque a vaca não é besta, agora me dê licença que eu tenho mais o que fazer. Bad morning, quer dizer, bom dia!!

- Bonjour!!! – Respondi só que ele já tinha me deixado sozinha na cozinha. Então mordi meu colar de pérola pensando na reação dele. Oui, Richard com ciúmes de mim!!!!!

 

 


Notas Finais


Obrigado por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...