1. Spirit Fanfics >
  2. You & I ( Harry styles ) >
  3. 02

História You & I ( Harry styles ) - Capítulo 2


Escrita por: e Ma_Tate


Notas do Autor


Fiquem com o cap ;)

Capítulo 2 - 02



— Cara? Cara! 


Styles olha para Liam, confuso.


— O que aconteceu com você? — O garoto deu de ombros, voltando a levar seu cigarro da boca. — É alguma mina


Ele riu.


— Não exatamente. É só a _____ e seu namoradinho Brian. — Deu de ombros, fingindo não se importar o suficiente. Payne arqueou as sobrancelhas, ficando curioso. — Não me olhe assim!


Os momentos que aconteceram a quase uma hora atras ainda o deixava com uma sensação esquisita.


— O namorado dela? Aquele Brian que se acha o gostosão? — Styles balançou a cabeça em concordância. Liam abriu sua boca, chocado. 


— Eles são... estranhos. 


— Olha quem fala! — Ele o mandou um dedo do meio para ao mais velho, que mandou outro. 


— Mas não é assim, esse jeito de estranhos. Ele parecia bem alterado para quem estava procurando só sua namorada para conversar. 


Liam franziu o cenho. 


— E a sua roupa... está na cara Liam, — ele riu fraco. —  na cara!


— Você deveria falar com Zayn. 


Harry concordou.


— Mas você acha que ele já não sabe? Zayn já deve ter sacado a muito tempo! 


Malik já tentará conversar com ela uma vez, mas a garota negou.


🎵


As pequenas mãos da garota suavam e era preciso limpas em seu vestido bege a toda hora. Sua mãe conversava animadamente com a senhora Clark e seu pai com o senhor Clark, pais de Brian. 


Seu estômago se revirava dentro de sua barriga, e ela não ousava em um segundo sequer levantar seu olhar, seria medonho. Ela até mesmo sentia um frio na espinha. 


— Querida — A voz calma de Zoe, mãe de Brian, chamou atenção da menina. — , quando irão se casar? Vocês formam um casal tão lindo. 


_____ se segurou para não abrir sua boca em incredulidade e xingar a mulher em sua frente. Quem ela acha que é para dizer quando deve se casar? 


A garota estava prestes a lhe dar uma responde quando a campainha toca, se levantando rapidamente e dizendo que iria atender a porta. Seus passos apressados e duros deixaram seus pais confusos.


Ela parecia uma desesperada quando abriu a porta, mas imediatamente relaxou quando encontrou a face despreocupada de Harry. 


— Zayn já deve estar descendo. 


Ela sabia que seu irmão iria sair naquele dia. 


_____ tentava a todo custo não deixar que seu olhar descesse para o peito a mostra do menino, mas era impossível! A camisa preta e branca estava desabotoada nos primeiros três botões, sua calça preta marcava suas pernas e coxas. Ela sentia que a qualquer momento ele iria apontar para sua cara e perguntar o porquê dela estar babando. 


Deus, esse seria o mico!


— Você está bem? 


Ela deixou sua cabeça cair para o lado, confusa.


— Estou? — Ela deu de ombros. — Achou que estou. 


A menina abriu um pequeno sorriso, mexendo em seus dedos. Era isso, ela estava bem. 


Os passos no piso de madeira fizeram a garota virar sua cabeça e encarar Zayn com um sorriso no rosto.


— Vai encontrar alguém para passar tanto perfume? — Seu tom brincalhão e atrevido fez ele revirar os seus olhos, batendo de leve na cabeça dela. 


— Cale a boca, sua peste. 


_____ riu, cruzando seus braços e negando com a cabeça.


O menino colocou sua jaqueta jeans por cima da blusa preta, pegando um maço de cigarro. 


— Vá lá aproveitar o resta de seu jantar de família. — foi sua vez de revirar o olhos.


— Eu preferia estar morta do que estar lá.


Ele bateu nos ombro da garota de leve. 


— Tenho que ir. Até amanhã. E pelo amor de Deus, não mate ninguém. — Riu, acenando para ele, dando um pequeno sorriso para Harry que balançou sua cabeça como despedida.  


Vamos lá, somente mais um hora. 


— Eu e _____ já conversamos sobre isso, e decidimos que será depois de nossa formatura. Não é, amor? 


O sorriso e olhar era o suficiente para ela perder toda sua coragem e negar as afirmações de seu namorado, tentado a única opção de concordar tudo com o que o menino dizia.


Se fosse por ela, nunca iria se formar, assim não teria que se casar e perder seu restante de vida cuidando de filhos e de seu marido. Ser uma dona de casa não eram seus pensamentos para o futuro, mas aquele jeito intimidador de Brian à condenaria.


🎵


Primeiro de abri, dia da mentira. 


" Minha vida poderia ser sempre primeiro de abril, assim, tudo o que eu vivi não passaria de uma mentira. " 


Era uma terça-feira à tarde e a menina estava no quintal de casa, sentada na grama com o seu velho violão no colo e tocando Hey Jude. Ela sentia uma enorme frustração dentro de si ao ver que não tocava mais como antes, mas isso não era uma surpresa. Pelo menos sua voz ainda estava afinada. 


— Caralho, você realmente toca! 


Seus olhos se arregalaram e ela soltou rapidamente o violão, derrubando-o na grama. Que susto! 


— Eu disse louis! E vocês ainda tiveram a chance de vê-la cantando. 


— Como eu iria saber que era verdade? Hoje é dia da mentira! — Louis cruzou seus braços, encarando Malik com um olhar desafiador.


— Isso é verdade cara. — O garoto bufou ao ver que até mesmo Niall havia concordado. Zayn murmurou um xingamento para o trio, que riu.


A garota se sentia meio deslocada. 


_____ se levantou, colocando seus braços na cintura e os encarando um pouco envergonhada. Ela cumprimentou os garotos com um baixo sussurro, sorrindo minimamente. Somente quando chegou em Niall que ela revirou seus olhos e ignorou o loiro completamente, somente de ver o rosto do garoto ela se sentia irritada. 


Mas faltava alguém. 


— _____, iremos para a garagem. Se Harry chegar avise a ele. — ela se segurou para não gritar um não ao menino, mas apertou seus lábios em linha reta, balançando sua cabeça em entendimento. Ela sabia que ele não estava mentindo.


Ela encarou o quarteto caminhas pela grama até a garagem ao fundo, observando as brincadeiras idiotas que eles faziam durante o caminho. Respirando fundo, a garota entro dentro de casa, tentando relaxar seus músculos.


São amigos de seu irmão, está tudo bem. Está tudo bem, Harry não é um babaca. 


Está tudo bem, isso não é uma mentira. Está tudo bem, você não está mentindo para si mesma.


🎵


Era sexta-feira e _____ já estava preparada para ir embora, querendo mais do que nunca jogar sua mochila em qualquer lugar e se jogar em sua cama, mas outros planos apareceram.


— Ei, Malik! 


" Ei, _____!"


Sua respiração se prendeu automaticamente e seus passos travaram no chão branco da escola, mesmo que ela soubesse que aquela voz não pertencia a Brian e nem ao seu jeito de chamá-la. 


Harry tocou o ombro da menina, inclinando sua cabeça.


— Você está ocupada? 



Seus olhos se semicerraram ao entrar na sala, soltando uma risada fraca, vendo as letras espalhadas pelo chão e mesa.


Styles pigarreou, chamando atenção da menina.


Por deus, ele realmente está nervosos na presença da garota? 


Que piada Harry Edward styles.


— Então — _____ ergueu as sobrancelhas, cruzando seus braços na altura do peito.  — Você escreve, não escreve? — Ela o olhou desentendida, era de fato que ela escrevia canções, mas também reportagens. — Reportagens ou qualquer coisa de jornal. 


Ele dizia despreocupado, encarando-a intimidamente, mesmo não querendo.


— Hm... — ela se remexeu desconfortável. — Escrevo.


— E você conhece James McQueen, não?


Onde ele estava querendo chegar com isso falando desse velho? É claro que uma pessoa que trabalhou no jornal local conhecia ele.


— Aonde quer chegar com isso? — Suas mãos suavam tamanho era o nervosismo.


— Você poderia nós dar uma mãozinha indo até lá? 






Notas Finais


O que será que ela vai fazer? Vai dar a ajudadinha para esse menino?

Não me perguntem nada que eu não sei! Kkkkkkk

Espero que tenham gostado do capítulo. Deixem seu favorito e comentem sobre essa linda estória.

Espero vocês at só próximo capítulo ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...