História You is my daddy - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags dificuldades, Gay
Visualizações 45
Palavras 755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem, é a minha primeira vez escrevendo fanfics e desculpe qualquer tipo de erro ♥

Capítulo 1 - Quando nos conhecemos


Fanfic / Fanfiction You is my daddy - Capítulo 1 - Quando nos conhecemos

Era um dia quente de verão, eu estava na praia com umas amigas, quando avistei um menino.Ele era auto, bonito, musculoso e tinha os cabelos castanhos.Eu não parava de ficar olhando para ele, já imaginava coisas quentes rolando entre nós; minhas amigas sempre me dizia que eu era fogoso que esse fogo só poderia ser apagado com "leite"(como amo leite).Então fui em um bar próximo a praia quando o avistei la,fiquei imóvel até ele chegar a mim, foi neste exato momento que comecei a chorar(só não disse por onde).

Então ficamos ali conversando:

J:-oi como se chama

V:-oi me chamo Taehyung mais pode me chamar de V, e você?

J:-a me chamo Jack

V:-vc tem belos cabelos

J:-a obrigado, você é todo belo (se é que me entende)

V:-oi?

J:-não se faça de lerdo

J:-é isso mesmo

V:-Desculpa o termo mais

você me parece muito fogosa

J:-não será fácil me desculpar 

J:-primeiro quero ver o que você me oferece

V: acho que em minha casa seria o lugar mais apropriado

       Fomos até a casa dele em seu carro,onde eu comecei a tirar a sua bermuda e fazer um boquete com direito a garganta profunda e gemidos dele autos . Chegando em sua casa começamos a tirar todas as nossas roupas foi quando ele disse :

V:-não tenho lubrificantes nem camisinhas.

J:-sério isso.

J:- você quer enfiar 22cm de rola em meu ânus sem lubrificante.

V:-o que custa tentar.

J:-você ta louco, é muito grande e grosso.

J:-mais não quero deixar de fazer por causa disso.

J:- você tem óleo em casa?

V:-sim, bora?

J: - óbvio.

Então fizemos um sexo de 2 horas com direito a beijo grego, anal, garganta profunda e muito leite.Depois de algumas semanas eu e V continuávamos a nos encontrar , até ele me pedir em namoro; fiquei louco e aceitei sem pensar duas vezes . Após um tempo de namoro V me levou para conhecer sua família que morava na Coréia do sul, demou várias horas de vôo pois nos morávamos em Paris.Chegando lá ele me apresentou para seus pais Hong e Sina que pareciam não estar tão contentes que eu namorasse seu querido filho; então não aguentei me segurar e conversei com o V:

J:-V pareceu que seus pais não gostaram muito da idéia de que eu seja seu namorado.

V:-não ligue, nós estamos na Coréia um dos países mais conservadores possíveis, é o jeito deles.

H:-não gostei da idéia de vocês serem namorados mesmo não.

S:-aliás essas coisas de lgbt vieram dos países do ocidente.

H:-inclusive de onde você veio né Jack.

S:-nosso filho não era gay até conhecer uma pessoa asquerosa igual você.

    Com os olhos cheios de lágrimas virei para o V e perguntei:

J:-isso verdade V?

V:-sim, mais você despertou em mim algo que eu nunca havia sentido antes. 

S:-Pare, pare e pare!

H:-se você continuar com essas coisas de gays irei expulsar seu namoradinho da minha casa.

V:-se ele sai eu também irei.

H:-não seja por isso, a partir do momento que você virou gay você deixou de ser meu filho. 

S:-então sai daqui antes que vocês deixem o ar infectado, com suas mentes gays.

Eu e V saímos da casa de seus pais com as malas prontas e fomos ao primeiro hotel que encontramos.Chegando em nosso quarto V não parava de chorar:

J:-V não chore meu bem, seus pais são os mais idiotas que eu já conheci e eles não te meria como filho. V:-sim, eu concordo plenamente que eles são uns idiotas.  

V:-mais agr eu n sou nada pra eles sou o erro da família

J:-não diga isso pois você é muito incrível e você é algo sim você é meu Daddy. 

J:-pare de chorar e me de leite daddy.

       Então transamos a noite toda, por muito tempo e muito louco:

J:- vamos daddy ããããããã.

V:-vai senta com tudo delicia do papai. 

J:-quero leitee.

V:-se é leite que você quer tome.

       Então passamos uma semana na coreia e voltamos para Paris, onde o V me pediu em casamento, foi um momento de alta tensão pois não sabia o que dizer:

V:-jack já faz um tempinho que estamos juntos então eu queria te perguntar se você quer casar comigo. 

J:-a é é a ai meu Deus

V:-?

J:- é muito cedo para que isso aconteça.

V:-como assim, primeiro eu sou expulso e brigo com meus pais por sua causa e você diz que não quer se casar comigo. É isso você não me ama mais né, ta gostando de outra pessoa é? 

J:-não . Não é nada disso. 

J:-só acho muito cedo agora para nos dois.

V:-simplesmente não olha mais na minha cara.

J:-Viiiiiiiii! Não faça isso.

 Quando percebi o amor da minha vida havia voltado para a Coréia do Sul e eu ficaria ali em Paris solitário novamente.

     

 



Notas Finais


Espero que tenha gostado.Postarei próximos capítulos assim que possível ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...