História You is what i need - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Tags Drama, Harry Styles, Romance, Suicídio Sexo
Visualizações 91
Palavras 2.969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaaa galerinha do mal
Volteiiiiii, demorei, eu sei!
Mas enfim, não tenho muito o que dizer
Só que o capítulo tá bem fofinho ♡ e eu adoro ele!!
Espero que vocês gostem!
Nos vemos lá embaixo!

Capítulo 13 - Forgive me


Fanfic / Fanfiction You is what i need - Capítulo 13 - Forgive me

P.O.V Charlotte

- Harry já foi um cara muito diferente do que é hoje - Niall conta e eu presto atenção com afinco - ele é um idiota, mas antes ele era um completo babaca...

- ah tá, tá - digo sem paciência - e ai conheceu uma bela garota que o fez mudar, blá, blá, blá, conta outra! - digo incrédulo, ele ri.

- você nem me deixou terminar - continua rindo, reviro os olhos e faço um gesto para ele continuar - mas ele mudou mesmo depois que sua irmã, a Gemma - assinto com a cabeça - saiu de casa - ergo as sobrancelhas em surpresa. 

- por que? O que houve? - franzo o cenho em curiosidade. 

- parece que ela era a filha perfeita e ele estava sempre arranjando confusão, mas mesmo assim os dois eram muito ligados e quando ela "fugiu" - fez aspas no ar com os dedos - de casa, por conta da pressão dos pais, ele mudou completamente. Ele disse que agora teria que ser o filho perfeito e que faria de tudo para conseguir - mordo o lábio e olho para meus tênis desgastados.

- e por que eu nunca vejo esse Harry? - desvio meus olhos para o garoto ao meu lado, ele ri novamente. 

- simplesmente porque ele não existe - franzo o cenho - Harry nunca conseguiu ser um exemplo como Gemma, mas compensou parando de criar problemas - estremeço e abraço meus braços - mas ele não quer ser esse filho perfeito e eu não o culpo, eu também não aguentaria toda essa pressão em cima de mim - ele diz cruzando as pernas e olhando para o parque. 

- deve ser por isso que ele não tem um carro! - digo pensativamente.

- Harry já teve um carro - diz rindo - mas uma noite voltávamos completamente bêbados de uma social - balançou a cabeça rindo - eu não lembro de muita coisa, mas me lembro de que quase quebrei o nariz com o airbag, ele havia batido em uma cerca - foi minha vez de rir - quem bate em uma cerca? - pergunta indignado rindo, encolho os ombros também rindo - eu só sei que ele ficou sem o carro e até hoje ele permanece sem, apesar de já poder ter um!

- acho que ele só está com medo de que aconteça de novo - digo com indiferença. 

- talvez - ele assente e me olha - o que eu quero dizer é que... É que ele é um cara legal, mas...ele não é pra você! 

- o que? - pergunto indignada.

- quer dizer, eu sei que vocês tem algo, porque eu não sou bobo, mas, para seu bem, ele não presta! 

- ah claro - reviro os olhos - porque você presta - digo com um grande tom de ironia na voz.

- Charlotte, ele vai ficar com você e depois nem vai olhar na sua cara. Você quer isso? - ele havia se virado para mim e parecia estar falando sério. 

- primeiro que eu não fiquei com ele e muito menos pretendo ficar - minto descaradamente - e segundo que você não tem nada a ver com isso, absolutamente nada! Então, por que a preocupação? - digo com certa petulância e arrogância. 

- porque eu não quero ver outra garota machucada por causa do Styles - mordo a parte de dentro da boca.

- e o que faz pensar que eu irei me machucar?  - falo com ignorância e sou interrompida por uma voz, ou melhor, aquela voz! 

- Charlotte? O que está fazendo aqui? 

Me viro assustada e o vejo ali, bem em minha frente, como se tivesse descido do céu, ou algo parecido. Um olhar de confusão se passa em sua face, o suficiente para me satisfazer.  Ele olha de mim para Niall e segue fazendo o mesmo por alguns segundos. Finalmente ele abre a boca novamente e diz o que eu já esperava:

- o que está fazendo aqui? - repete a pergunta para mim. Como Harry é previsível! Franzo o cenho para ele e não respondo.

- viemos dar uma volta, queria tirá-la de casa - Niall se pronuncia encolhendo os ombros.

- parecem que viraram amigos, não é? - sinto uma ironia irritante em sua voz. Ele bota as mãos no bolso - desde quando? - olha para o céu como se procurasse a resposta nas nuvens cinzas - ah! Desde ontem! - diz com algo misturado a sua voz, talvez raiva ou cinismo, ou os dois!

- e não teria acontecido se não tivesse largado a pobre garota na festa sozinha! - Niall diz um pouco mais alto como se fosse óbvio.

- Niall... pensei  que estivesse do meu lado - diz indignado. 

- não tem um lado Styles - reviro os olhos, eles não podem, realmente, estarem brigando agora - a questão é que só tem um que irá se machucar nessa história, e nós dois sabemos quem é! - Niall se levanta.

- e desde quando você se importa com a porra da minha vida amorosa? - suspiro alto e encaro os embustes em minha frente, me levanto e digo quase gritando:

- chega! Os dois! Parem já com isso! - olho de um para o outro - que porra é essa? Minha vida é pública agora, merda? - os dois se calam e me olham - eu não quero mais falar sobre isso e mais uma coisa - digo e lhes mostro o dedo do meio e saio andando bufando de raiva.

- aonde você vai? - Harry pergunta já vindo atrás de mim. 

- não te interessa e não ouse vir atrás de mim Styles! - digo entre dentes e prossigo meu caminho. 

Opto por não me virar e ver aqueles dois se engalfinhando, pensei que os dois fossem amigos. Será que também serei responsável por arruinar a amizade dos dois?

 

P.O.V Harry

- que porra foi essa Horan? - digo esbravejando. O crepúsculo tingindo o céu de uma cor azul acinzentada estava lindo, exceto pela briga eminente que ocorria entre nós. 

- o que caralho? - ele se senta e me olha furioso - isso é o que você fez Harry! - ando de um lado para o outro com nervosismo. 

- eu sei que é minha culpa, mas você não levou a porra de dois segundos para correr e acudi-la, não é mesmo? - o olho com o canto do olho.

- claro Harry, você largou a garota sozinha,  poderia ter sido muito pior se ela não estivesse comigo - me irrito com a forma que ele diz isso.

- e agora você se aproveita da situação né? - digo indignado.

- claro que não! - esse loiro se ofende facilmente - só quero me certificar de que outra garota não irá se machucar! - ele parece querer me provocar e sabe qual é meu ponto fraco.

- cale a boca Niall! Não vou machucá-la - suspiro pesadamente - pelo menos não quero.

- mas isso você já conseguiu - fala de forma fria, gelada - você viu o que ela viu e ouviu ontem a noite, acha mesmo que ela está bem? - diz como se fosse óbvio. 

- eu já sei de tudo isso, e não me orgulho nem um pouco, mas eu não sei - me sento ao seu lado, cansado - eu só queria que ela não se machucasse mais - balanço a cabeça - ela já passou por muita coisa e eu não posso ser mais um problema com que ela tenha que se preocupar. 

- então não seja esse problema - eu o olho - não entendi até agora o motivo de ainda não ter ido se desculpar.

- eu achei que ela não queria mais me ver, depois de tudo! - ele riu. 

- você ao menos tentou dude! - sorriu - e se não quiser, ou se quiser apenas ficar com ela, descarte já essa idéia, ela não é esse tipo de garota! - diz em tom de aviso.

- eu sei idiota - lhe dou um tapa na cabeça, ele ri massageando o lugar - eu não quero brincar com ela, quero... eu ainda não sei o que eu quero! - olho para meus dedos em meu colo.

- você quer calar a boca? - franzo o cenho ao olhar para ele - esse papo já ficou gay demais - rio - faz o seguinte: chega nela, pede desculpas, se ela aceitar tudo ótimo e você pode fazer qualquer coisa que não a magoe, ou você larga tudo de mão e o papai Horan aqui entra em ação - ele diz e então o olho com incredulidade e balanço a cabeça. 

- agora eu tive certeza - ele ergueu as sobrancelhas como se perguntasse o quê - você é mesmo um babaca!

(...)

O ar gelado do começo da noite entra por debaixo de minha jaqueta e sinto calafrios por todo o corpo. Me aproximo de sua rua com casas mais simples, sua casa esta próxima e eu já consigo vê-la, a luz acesa indica que tem alguém em casa. 

Fecho meus braços entorno de meu corpo e tomo coragem para tocar a campainha e assim que a porta se abre um ar caloroso passa por mim, então olho para a senhora em minha frente sorrindo amigavelmente, ela parecia surpresa em me ver:

- Harry! - sorriu como se estranhasse em me ver ali - o que faz aqui querido? - ela abre um pouco mais a porta e eu entro agradecido.

- Olá senhora Crosby, vim conversar com a Charlotte! - digo um pouco envergonhado, não havia problema nisso, havia?

Ela riu.

- mais cedo apareceu um outro garoto aqui, um loiro, como era mesmo o nome dele? - perguntou baixo a si mesma.

- Niall? - digo, já sabendo a resposta.

- isso! - sorriu - ele a chamou para dar uma volta, mas até agora não voltaram - diz tranquilamente enquanto eu a sigo até a sala.

- como assim ainda não voltaram? - pergunto atônito de cenho franzido. 

- eu disse a ela que poderia ficar até 2 horas no parque com ele, e como Charlotte nunca sai... mas está tudo bem, eu falei com ela agora a pouco. Ela já está chegando - diz sorrindo - se quiser esperar...

- vou esperar sim, obrigado - digo e sorrio para ela.

- pode subir, a espere em seu quarto, tenho certeza de que ela não se importa - assinto sorrindo - eu já subo com algo pra vocês comerem - diz saindo da sala.

- mas não precisa... - e então ela some de minha vista. 

Encolho os ombros e subo as escadas. Já no corredor de cima encontro sua porta e olho para a de frente para a sua, há uma plaquinha rosa escrito em pink o nome Holly. Olho de volta para sua porta e não há simplesmente nada que indique que ali é seu quarto. 

Abro a porta devagar e acendo a luz. Está exatamente igual desde a última vez que o vi. O lençol arrumado, a mochila jogada em um canto, as janelas fechadas. Mas o que mais me chama a atenção é sua solidão,  mesmo que não haja ninguém por aqui. Lottie é uma garota sozinha, mesmo cercada de gente e isso só serve para me deixar ainda mais culpado. Talvez eu tenha estragado tudo! Logo agora que estávamos criando alguma intimidade.

Para onde ela foi? Quer dizer, ela já devia ter voltado, não? Ela saiu do parque e eu fiquei com o Horan, então não é possível que estejam juntos. Então, onde ela se meteu?

Me sento cuidadosamente em sua cama e mando uma mensagem para o Niall, e o mesmo me responde quase que imediatamente algo que eu já suspeitava: Charlotte não estava com ele!

Ouço vozes um pouco distantes e congelo ao imaginar que sejam Holly ou o babaca do Jason, mas quando me dou conta a maçaneta já gira e logo Charlotte entra.

P.O.V Charlotte

O que aquele embuste fazia ali? Entro no quarto suavemente, esperando, finalmente,  descansar do dia desgastante de hoje, mas infelizmente encontro com um Harry sentado desconfortavelmente em minha cama. Essa, definitivamente, não seria a melhor hora para ele aparecer por aqui.

Minha cara provavelmente não era a das melhores, considerando toda a situação, e já sei que ele vai se preparar para alguma de minhas perguntas ignorantes, mas Harry não merece meu ódio desferido a ele. A partir de agora agirei de forma fria, ele não poderá ver o quanto me machucou.

- o que está fazendo aqui? - digo friamente. 

- eu achei que... depois que... - eu o interrompo.

- será que algum dia vai terminar de dizer alguma coisa? - arqueio uma sombrancelha, ele franze o cenho e se levanta - pare, não se aproxime - boto uma mão em minha frente.

- Charlotte... - cruzo os braços e o encaro - eu sei que não tem desculpa pelo o que eu fiz...

- não, não tem!

- mas queria me desculpar mesmo assim - ele encolhe os ombros.

- pronto! Já fez isso, agora pode ir embora - digo e aponto para a porta.

- eu não queria te magoar - me ignora, eu reviro os olhos - nunca foi minha intenção! - mordo o lábio e seguro o impusso de chorar. 

- quem disse que você me magoou? - pergunto com um tanto de petulância, disfarçando minha intensa vontade de chorar.

- eu sei que te magoei - balanço a cabeça - eu sou um idiota - passa as mãos no cabelo.

- é, eu concordo, você é um idiota - estava difícil me controlar - por que ainda está aqui? Já não foi o suficiente pra você? Já não brincou muito comigo? Acha mesmo que eu vou aguentar mais disso? - as palavras jorram de minha boca e lágrimas teimosas caem de meus olhos.

- eu nunca brinquei com você, nunca foi um passatempo...

- não me pareceu quando vi você com a língua na boca da Violet ontem a noite - ele parece que vai dizer algo, mas desiste - sim, Harry - sorrio cinicamente - eu os vi juntos! E você ainda quer me dizer que não brincou comigo? Você me beijou uma hora antes disso acontecer! - digo alto e alterada - isso é canalhice sua! - fungo levemente e olho para baixo.

- eu sei disso tudo - concordou com a cabeça e deu um passo em minha direção, não recuei - mas não quero ficar assim com você. 

-  acha o que Harry? Que vai pedir desculpa e tudo vai voltar a ser como era antes? Acha mesmo isso? - pergunto incrédula. 

- é claro que não - diz derrotado - sei que não vai ser fácil - mordo o lábio novamente com força o suficiente para tirar sangue, na tentativa de tentar para de chorar, mas estava difícil - mas eu queria te pedir algo - ele me olha com olhos opacos, o brilho frequente de seu olhar não estava lá. 

- o que? - pergunto baixo com a voz falhada.

- que me dê uma chance - eu o olho como se fosse pela primeira vez. É sério que ele me pediu isso? - eu sei que eu sou todo errado e provavelmente você deve me odiar...

- não odeio - falo baixo, mas sei que ele me ouviu - nem poderia odiar - levanto meu olhar para o seu, ele parece sem palavras por um tempo.

- fico muito feliz em ouvir isso - sei que ele não está mentindo, aliás não mentiu em nada até agora, sinto isso - eu quero uma nova chance, Charlotte você me faz querer melhorar, ser uma pessoa melhor e pode ser que eu tenha estragado isso, porque eu não ligo de foder toda a minha vida, você é a única parte que importa e eu não posso foder com isso! - ele fala como se eu não estivesse ali e sinto um calor no peito ao ouvir suas palavras.

- te dou uma chance, contando que não desperdice, será a única - digo séria - e você terá que fazer muito para eu poder confiar novamente em você. Não pense que eu vou esquecer, porque eu não vou! - digo olhando em seus olhos, um sorriso se alarga em seu rosto - e nem é pra ficar muito animadinho, vamos ver como você se sai! - me seguro pra não sorrir junto com ele. Quem eu quero enganar? Está mais que óbvio que eu gosto dele e não vejo a hora desse palhaço se retratar e eu poder ficar livremente com ele, isto é, se ele quiser!

Ele me pareceu bem sincero e isso me assustou! Será que Harry sente realmente algo por mim? Eu não sou a única que criou sentimentos? Meu coração se enche de felicidade e preocupação. As vezes ele nem sente nada, só queira a amizade retomada. Evito pensar nisso, não será agradável remoer esse assunto.

Tenho, quase, que expulsar Harry de casa. Me despeço dele com um aceno, nada de abraços ainda! Ele sai bem a tempo de Jason chegar e eu correr para o quarto. O tempo passou voando, desde o parque a até agora. Já está tarde e amanhã tenho aula, início do perdão ao Harry. Onde eu fui me meter?

Tomo um banho rápido e deito cansada na cama, penso em Harry e em como ele bagunçou minha vida desde que chegou nela e então percebo, surpresa,  que gostei das mudanças e até da bagunça. Meu Deus, eu estou mesmo fodida! Não posso mesmo estar gostando de Harry Styles! 


Notas Finais


E então pessoal??
Ela perdoou ele!!!! Ou melhor, vai perdoar hehehe
Gostaram???
E o clipe de Kiwi, vocês viram? Ahhhhh, quase que me coraçãozinho não aguenta! Que homem é esse?
E nem vou falar sobre a merda do enem... que tema de merda mano kkkkkkkkk
Mas enfim...
Malikisses e até o próximo capítulo♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...