História You is what i need - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Tags Drama, Harry Styles, Romance, Suicídio Sexo
Visualizações 63
Palavras 2.075
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 27 - I did this


Fanfic / Fanfiction You is what i need - Capítulo 27 - I did this


P.O.V Harry
Chego em casa quando o céu está quase clareando, entro escondido e ouço meu pai se arrumar para o trabalho, ainda estou puto com ele, mas boa parte da rauva se foi quando vi Lottie, me vi completamente atraído para a casa dela após a discussão com meu pai, como se houvesse um imã me arrastando para lá. Ainda sinto o gosto dela em minha boca, tão doce e macia... não imaginava que ela iria se entregar, mas ela está sempre me surpreendendo.
Consigo entrar em meu quarto sem fazer barulho e arranco minha calça, sem ela notar gozei na cueca e agora eu precisava de um banho. Tiro o resto das roupas e ligo a água quente, entrando em seguida. Meu banho é rápido e ligo já estou na cama, ainda tinha umas horas antes do despertador tocar...
(...)
A merda explode em meus ouvidose levanto puto da vida. Tomo um banho e me visto, saio do quarto e tento sair o mais apressado possível, mas minha mãe, qur toma seu café silenciosamente até me chamar, fecho meus olhos com raiva e me viro para ela:
- o que é? Estou atrasado para a aula - reviro os olhos.
- será rápido querido - diz calmamente - e Charlie pode levá-lo a escola - diz como se fosse óbvio e me irrito ainda mais.
- não quero que Charlie - digo enojado - me leve a aula - bufo.
- Harry - me repreende franzindo o cenho - você sabe que seu pai e eu só queremos o seu bem, não é? - a olho entediado.
- é só isso? - questiono com as sobrancelhas erguidas.
- não - diz rispidamente - você tem de entender nosso lado Harry, é nossa família...
- okay mãe - passo a mão sobre os cabelos e suspiro frustrado.
- você tem, ao menos, que pensar sobre isso - diz irritada - você vai pensar? Não posso te obrigar a nada Harry, você não é mais uma criança - suspira.
- ta bom mãe, vou pensar - reviro novamente os olhos - tenho que ir - digo saindo da sala de jantar, mal ouvindo sua resposta.
Se eles doia pensam que sequer vou pensar sobre isso estão muito enganados. A pressão que sinto sobre mim é tão grande que só quero sumir daqui. Saio de casa andando rapidamente até o carro, talvez ainda dê tempo de pegar Lottie em casa.
Mas quando chego lá ela já saiu, soco o volante com raiva e dirijo até a porra da escola, e quando chego não a vejo em lugar algum, provavelmente já está na sala, suspiro frustrado e ando até um Louis sorridente, que assim que me vê abre os braços e me aperta entre eles, eu não consigo não rir, mas Louis franze o cenho quando se afasta:
- que cara é essa? O que aconteceu? - pergunta com interesse.
- não é nada - bufo frustrado, ele ergue uma sobrancelha incrédulo.
- você está puto sem motivo? - pergunta como se eu fosse idiota.
- é meu pai - faço um movimento com a mão, como que dissesse para esquecer aquele assunto - nada demais - reviro os olhos.
- se você está dizendo - encolhe os ombros fingidamente, ele franze o cenho ao me ver percorrer os olhos pelo estacionamento - ela já foi para as salas - diz em tom de tédio, eu o olho sem entender - a Gardner - diz como se fosse óbvio.
- valeu bro - dou uma palmadinha em suas costas e saio a tempo de Niall chegar e falar com ele, pelo menos me livrei dessa!
Entro na escola e dou de cara com Chloe, que me lança um sorrisinho antipático ao passar do meu lado, quase pisando em meus pés com seus saltos estrondosos, reviro os olhos e sigo em direção as salas, muito vazias ainda pelo sinal não ter tocado. Em um canto vejo Violet e mais duas garotas, seus olhos faíscam de ódio em minha direção e me lembro daquele dia no carro, sem remorso nenhum. Desvio o olhar e entro num corredor a direita, já avistando a sala do professor Letcher, onde teríamos a primeira aula, quando entro eu a vejo no canto e no fundo da sala, completamente absorta em seus pensamentos, o que eu não daria por um deles?
Caminho e me sento na carteira ao seu lado, ela mal parece me notar e tenho de me inclinar para a frente para poder ver seu rosto, eu sorrio:
- oi - ela me olha e sorri timidamente, eu já devia ter esperado por isso.
- oi - diz baixinho e desvia o olhar do meu.
- você está bem? - pergunto com cautela, ela responde baixinho e me aproximo juntando nossas carteiras - não precisa ficar com vergonha de mim...
- não estou com vergonha - responde rapidamente, com um pouco de rispidez.
- então olha nos meus olhos - peço sorrindo e ela levanta a cabeça lentamente e olha dentro dos meus olhos com exitação, rio, ela balança a cabeça sorrindo - estava brincando - rio.
- idiota - murmura sorrindo, as bochechas ficando vermelhas.
- está tudo bem agora? - provoco segurando um sorriso e ela me lança um olhar mortificante.
- o que acha disso? - ergue as sobrancelhas e sorri - é claro que está tudo bem - retruca mal humorada.
Rio e me viro a tempo dr ver Liam e Niall, que cumprimenta Lottie muito animado, entrando, drsvio o olhar ligeiramente e olho para a porta, onde o professor acaba de entrar. Ele dá um bom dia alto demais, e  franzo o cenho, vendo que será um longo dia.
Tento prestar atenção, mas meus olhos se fecham a cada dois minutos e Lottie me cutuca a todo momento, me incentivando a escutar e aproveitando para ter um momento Hermione Granger.
- quer me contar por que estava tão estranho...ontem a noite? - ela pergunta quando a terceira aula acaba e a sala se esvazia.
- não é nada com que você tenha que se preocupar - sorrio para tranquilazá-la e ela me olha de um jeitinho irritante, logo vi que minha tentativa não dera certo - estou falando sério! - reviro os olhos, mania que peguei dela - se fosse algo importante eu diria - digo sorrindo de lado e ela faz bico.
- sei - me olha desconfiada, imagens dela de pernas abertas passam sobre meus olhos e sorrio idiotamente - Harry? Está me ouvindo? - ela me chama e eu a olho franzindo o cenho - você tem certeza que está bem? - pergunta preocupada.
- sim - balanço a cabeça - estou bem sim! - sorrio - o que estava dizendo mesmo?
E ela continua dizendo que perdi todas as aulas até o intervalo e mais um sermão de que eu deveria me empenhar um pouco mais, e eu a beijo para lhe silenciar e ela me olha surpresa ao mesmo tempo em que cora.
O restante do dia passa como um borrão e já devia ter imaginado que seria assim. Quando o sinal toca respiro aliviado, apenas pensando em me jogar em minha cama e dormir até esquecer tudo.
Saimos juntos da sala e Violet passa por nós me lançando um olhar mortal e logo um de nojo para Charlotte, que franze o cenho incrédula e revira os olhos, rio e seguimos para o estacionamento, onde Liam, Louis e Niall conversavam com o babaca do primo de Lottie, que me vê e claramente bufa de raiva, eu devia tê-lo enchido de porrada quando tive a oportunidade... balanço a cabeça, mas quando vejo Niall já caminha em nossa direção e fecho minhas mãos em punhos dentro do bolso do blusão:
- e ai dude - me cumprimenta de forma alegre, empino o queixo da melhor maneira que posso, e irritantemente ele sorri ainda mais e olha para ela - oi Lottie - que sorri tímida - e então? O que vão fazer mais tarde? - morde o labioe aperta as mãos animadamente.
- nada - dizemos ao mesmo tempo e ela dá uma risadinha nervosa.
- bom, eu e os caras estávamos combinando de beber lá no LimeHouse - encolhe os ombros e olha para nós com os olhos arregalados.
- beber? Numa segunda feira? - ela pergunta como se aquilo fosse a coisa mais idiota que alguém poderia ter dito a ela, e ele a olha indiferente.
- é divertido - sorri e me olha - diz ai Styles - me empurra com o ombro e ri, eu balanço a cabeça num mero sorriso - lembra da Brit muito louca? - ri, Lottie nos olha de cenho franzido - pegamos muitas gostosas aquele dia - ela revira os olhos - bons tempos - sorri.
- é bro, mas não vai dar não - inventa alguma coisa Harry! - tenho algumas coisas para resolver em casa - e não deixava de ser verdade -talve num outro dia...
- ou talvez hoje mesmo - Charlotte se pronuncia, alta e determinada, me olhando desafiadoramente.
- o que? - a olho erguendo as sobrancelhas e ela cruza os braços, me olhando de forma intensa.
- eu quero ir - estava provocando e eu sabia disso e o por quê, Niall nos observa em silêncio, mas há um brilho de divertimento em seu olhar.
- mas... - eu começo, mas nada me vêm a cabeça para tentar impedi-la.
- eu já decidi e vou - olha para o Niall, que sorri presunçosamente - onde...
- eu vou com vocês - digo tentando não parecer um idiota, ela me olha com arrogância.
- então a gente se encontra mais tarde - o loiro diz sorrindo e pisca para Charlotte antes de sair andando, eu vou matar esse desgraçado!
Fecho a cara e a puxo pela mão até o carro, entramos e o ligo em silêncio.
- o que foi? - pergunto quando ela fixa seus olhos em mim.
- não estou entendendo por que está agindo com um babaca...de novo - diz como se fosse óbvio e repensasse a situação.
- você aceitou um convite do Niall para beber hoje a noite! - esbravejo de cenho franzido.
- e qual o problema? Você não é meu pai e pelo que sei o convite não foi apenas para você - cruza os braços e empina o nariz.
- sei disso - bufo - mas você mesma fez objeção assim que o ouviu!
- cuidado Harry! - diz alto e desacelero - mas eu mudei dr idéia - diz com tranquilidade.
- sei por que mudou de idéia - provoco com raiva.
- não sabe nada e cale a boca - diz olhando para a janela.
- você só aceitou depois que ouviu Niall dizer que pegamos muitas gost...garotas naquele bar - desvio o olhar rapidamente para ela, que franze a boca - mas isso foi antes e você sabe disso.
- sei mesmo? - ergue as sobrancelhas - não parece que sei muita coisa sobre você - revira os olhos.
- e não precisa saber porque é irrelevante e só iria te machucar, e eu não quero isso - digo como se me desculpasse, eu paro o carro - Lottie - chamo e ela me olha ainda emburrada e estava muito fofa - não fica assim...por favor...
- estou normal Harry - retruca e eu pego sua mão, ela me olha incerta.
- sei que quer ir, mas você não conhece lá e sei que não vai gostar...
- como sabe? - revira os olhos - se eu nunca estive lá não posso saber como é...
- okay, okay - suspiro cansado - e eu vou com você, tudo bem? - ela assente e eu sorrio - me desculpa por agir assim? - ela encolhe os ombros e me olha.
- ta bom - eu a puxo para um selinho - mas não fica com essa cara hoje a noite, ou vou embora sem você! - avisa e eu rio, fazendo uma cruz com os dedos na boca, ela revira os olhos e ri .
A deixo em casa e sigo para a minha, tentando imaginar alguma forma para que a noite não dê em alguma merda, mas parece impossível, já que não confio no Niall e nem um pouco em mim, e só espero que minha intuição esteja errada!
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...