História You it's mine.... - Min Yoongi {Hybrid imagine} - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Açúcar Mal Humorado, Açúcar Querido, Híbrido, Imagine, Jikook, Lemon, Namjin, Suga, Vhope, Yoongi, Yoongi Is Bipolar
Visualizações 139
Palavras 1.001
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Yoy, foxes! Postando mais cedo? Exatamente. Era para eu ter postado ontem, só que, não deu tempo. Então, aqui estou eu.

Leiam as notas finais, por favor :3

Vamo parar de enrolar e peguem seus coletes! Buena Lectura ~♥

(Capa só mais tarde <3)

Capítulo 32 - 30- Sua híbrida? Faça-me o favor.


{Jungkook OFF/Autora ON}

Os quatro amigos estavam tensos, aqueles dois no local trouxeram um ar pesado para o quarto. Todos tensos, e a garota junto ao homem com sorrisos cínicos, esperando a resposta do Park.

- E então, Park. O gato mordeu sua língua? - e olhou Jungkook. - Oh, deve ter sido. Não faça isso com seu dono, gatinho. Ponha-se no seu lugar. - dizia, sorrindo de lado.

- Deixe ele em paz, Kimmy. - disse o Park, impondo-se na frente do híbrido.

- Lee Kimmy. - a voz do mais velho foi ouvida, nesse caso, seria Jin, já que Kwan, mesmo mais velho, se mantinha calado. - O que isso significa? - disse, olhando para o homem.

- Ora, Jin. Esse era o homem que eu disse que estava saindo com ele. Kwan. - sorriu de canto, junto ao homem, que curvou-se cínico.

- É um prazer, meninos. E híbrido. - olhou para todos. - Acho que já devem conhecer a minha história, ou não.

- Isso não importa a você. - o híbrido pronunciou-se pela primeira vez ali, recebendo um olhar de desaprovação do Park a sua frente. - Os dois saíam daqui agora. Eu posso muito bem fazer com que alguém abra essa porta e ligue para a polícia. - disse. E não era mentira. Sua audição apurada fazia-o escutar qualquer pessoa que passasse pelo corredor, assim, chamando o mais rápido possível.

- Ah, que medo de você. - a garota dizia. - O que vai fazer? Me arranhar? Ou miar como um gatinho abandonado? Oh, espera, você é um. - riu, junto ao homem. Suas vozes já estavam sendo irritante para todos.

- Cala a boca, que a sua voz já está mais irritante que tudo. - Namjoon se pronunciou, aproximando-se deles. - Digam logo o que querem e vão embora.

- O que eu quero? - Kwan disse, encarando o mais alto. - Quero minha híbrida de volta.

- Me desculpe, mas ela não é sua, e muito menos está aqui. Neste local. - disse Jungkook, falando cínico as duas primeiras palavras da frase. - Ela deve estar com o seu verdadeiro dono, e que sabe muito bem cuidar dela. Aliás, minto, dono não, namorado. - sorriu de canto, vendo a expressão de raiva do homem.

- Com outro? - trocou a expressão para a de sempre, cínico psicopata. - Ela sempre foi uma vadia mesmo. - riu, proferindo essas palavras com uma certa alegria.

- Você é um… infeliz. Maldito! Deve morrer da pior maneira e queimar no inferno! - o híbrido rebateu com raiva, sendo segurado pelo Park.

- Kookie, se acalma. Isso não vai resolver, não agora. - o Park proferiu, perto do ouvido do híbrido, que assentiu, corando levemente.

Os dois Kim se observaram por um tempo, o mais velho deles se aproximou do outro, e encarou os dois a sua frente.

- Vão… - foi atrapalhado por uma batida forte na porta, e o barulho da mesma sendo aberta novamente.

- O que é isso aqui?

{Autora OFF/Taehyung ON}

(PS: Amo vocês, não me matem <3)

Eu estava com Hoseok, não posso mentir, mas eu menti para Jimin dizendo que resolveria algo com Hoseok, na verdade eu vou, mas… Tudo bem.
Nós dois fomos para o jardim do local onde estávamos, nos sentando na beira de um rio, que era lindo.

- Tae, porque me chamou aqui? - ele me olhou, me fazendo corar levemente.

- Hobi… Eu, bem, você... - falei, extremamente nervoso. - Bem, você já sabe que eu gosto de você. - corei mais ainda, ele me olhava, corando levemente. - Mas, eu queria saber você, Hobi. Eu tô cansado de ficar atrás de você, mas nunca me diz nada!

- Ah, Tae… Isso não é fácil. - ele corou, olhando para o rio a nossa frente. - Eu não sei mais o que sinto, desde que você… Me disse aquilo.

- Eu sei disso. Então… Eu posso te fazer tentar saber o que sente, eu posso? - perguntei, fazendo ele me olhar sem entender.

- O que você quer dizer com isso, Tae? - eu olhei ele, corando ainda mais.

- Eu… Posso te beijar? - corei mais ainda, ele corou também, me olhando.

- Podemos tentar… Novamente. - sorri de lado, nós nos olhamos, Hoseok segurou meu queixo delicadamente, fazendo que nos olhassemos mais intensamente.

Nossos lábios se juntaram, em um beijo calma e tranquilo. Jung aprofundou tudo, me abraçou pela cintura, fazendo com que eu colocasse meus braços ao redor de seu pescoço. Nos afastamos por falta de ar, e nos observamos, com as bochechas extremamente coradas, as minhas queimavam demais.

- Me desculpa, Hobi. - olhei para o lado, extremamente corado. - Eu não queria te forçar a isso e… - ele me atrapalhou, rindo um pouco.

- Me forçar? - e arqueou uma sobrancelha, me olhando. - Isso pareceu forçado?

- Não, mas… nunca se sabe. - sorri, mais envergonhado ainda.

- Não se preocupe. Isso não foi forçado. - rimos juntos, claro. Com sua risada contagiante, não existe quem não ria.

Nos levantamos da beira do rio um tempo depois, e fomos dar algumas voltas pelo jardim. Hoseok segurou minha mão enquanto caminhavamos, me fazendo corar um pouco mais.
Ficamos por ali durante um tempo, depois indo para o quarto, onde dividiamos com Jimin.


{Taehyung OFF/Autora ON}


O que é isso aqui? - uma voz conhecida por quase todos ali, soou dentro do quarto.

- S-Suguinha? - Kimmy dizia, nervosa pela primeira vez. Não queria que o rapaz descobrisse sobre aquilo logo.

- O que é isso aqui? - repetiu, ignorando a garota.

- Yoongi. E Chareon? - Jin disse, chamando a híbrida pelo apelido, apenas conhecido por eles.

- Está comigo, mas longe deles. - encarou Kwan e Kimmy, com ódio.

- Suga... O que está acontecendo? - a voz da híbrida soou ali perto, fazendo o mesmo olhar para ela.

- Saia daqui, agora. - ordenou, fazendo a híbrida levantar as suas orelhas, atenta.

- O que foi? Está com medo que ela nos veja? - a voz de Kwan soou nos ouvidos da híbrida, trazendo um enorme arrepio para a mesma.

- K-Kwan…? - perguntou, amedrontada.

- Eu mesma, querida híbridazinha.


Notas Finais


(Desculpa pela última parte assim, não consegui ajeitar)

Não me matem, tá? :3
Eu sei que essa é a vontade de vocês kajdhakaka
Enfim, eu queria deixar aqui dois pedidos para vocês.

O primeiro, é que vocês mandassem as perguntas para o especial de 250 favoritos, okay? Estarei esperando <3

E o segundo é para vocês darem uma olhada na short-fic que eu fiz, quase terminada, que só falta um capítulo e eu devo postar mais tarde:
https://spiritfanfics.com/historia/the-polar-fox--park-jinyoung-short-fic-10896738

Sem mais delongas, obrigada por terem lido até aqui! Então, até os comentários ou os próximos capítulo. Beijineos ~♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...