1. Spirit Fanfics >
  2. You love despite wanting to hate me, right ?! >
  3. Capítulo 16

História You love despite wanting to hate me, right ?! - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Capítulo 16


  

Se passaram algumas semanas e Hermione continuava brava com Harry, mas de vez em quando respondia algo para ele, já Rony parecia neutro, não estava tão bravo, mas não estava de boa, já Harry agia como se nada tivesse acontecido, e o mesmo em dois em dois dias trocava cartas com a Cho, e a Hermione fazia questão de olhar feio para ele todas as vezes que mandava uma carta para a morena. 

A viagem foi longa, e o plano de fazer Harry compreender a situação entre Gina e Dino estava indo pelo fundo do poço, pois a morena estava achando que não valia mais a pena, porém Rony insistiu para ao menos tentarem, pois como Gina disse que tinha esperança que eles voltariam, e o ruivo ao menos tentaria fazer algo. Após destruírem mais duas horcruxes, descobriram que tinham que ir para Hogwarts, mas antes de irem para a escola resolveram parar num canto para descansar, e foi ali que Hermione não se aguentou e falou: 

-Olha Harry, eu ainda estou com muita raiva de ti, mas para essa missão dar certo e antes de irmos para Hogwarts precisamos resolver isso, já que iremos encontrar Gina e o pessoal. - falou a morena soltando a sua mochila e olhando séria para o moreno. 

-Resolver o quê? 

-A Gina NUNCA te traiu, beleza? Dino e Gina são apenas amigos. 

-E você tem como provar que ela não me traiu? Não né. - falou o moreno já perdendo a paciência. 

-Tenho. - Naquele instante o moreno ficou surpreso com a resposta doa amiga. - Eu e Rony mandamos uma carta para ela, e ela falou que eles são apenas amigos, e que Dino e ela se aproximaram por causa que ela caiu no jogo... - Harry não deixou Hermione terminar. 

-Não quero saber, ela pode estar mentindo para não julgarem ela e Cho me mostrou uma foto deles se abraçando, então eu sei que estão juntos. 

-OI? Uma foto? Deles se abraçando, sério Harry? - falou Hermione debochadamente. 

-Agora se a Gina abraçar alguém significa que ela está junto com a pessoa? Então, cuidado Hermione quando abraçar a minha irmã em. - Rony debochou também. 

-Não sou obrigado a ouvir vocês, pois sei que a Cho está falando a verdade. 

Hermione então entregou a carta que Gina mandou para eles, mas Harry ao invés de ler guardou ela e a ignorou, o que fez Rony dar um baita de um suspiro, seria difícil fazer o moreno abrir os olhos, ele estava cego e tudo por causa que a Cho fez ele acreditar que estava sendo traído, mas seus amigos não iriam desistir tão cedo. 

Enquanto isso em Hogwarts as coisas iam de mal a pior, pois colocaram num salão afastado alguns alunos que consideravam uma ameaça e que desobedeciam aos Comensais da Morte, e entre esses alunos encontrava-se Gina, Neville, Luna, Simas, Dino Thomas, etc., eles tentavam viver naquele salão, pois eles sentiam que faziam por gosto dar uma comida ruim e pouca para tantas pessoas e eles não tinham quase nada. 

Gina tentou mandar cartas par Hermione, mas a sua coruja foi confiscada e isso tornava cada vez pior, pois não sabia como iria manter o irmão, a amiga e o Harry informados. Quando os Comensais pegaram as cartas que a ruiva trocava, levou uma enorme punição, um Crucio e uma semana presa nas masmorras.  

Assim que conseguiu voltar para o salão com os amigos, tentou se manter na linha, pois estava sofrendo diversas punições por causa do seu gênio, porém quando se tratava de defender os alunos do primeiro ano, ela se arriscava mesmo.  

Após a última carta de Hermione, não teve mais noticiais, não sabia se isso era bom ou não, porém ela não imaginava o que estava prestes acontecer. Naquela noite a mesma estava conversando com Neville e Luna sobre como fariam para tirar todos dali. 

-O único jeito de sair de Hogwarts é por essa passagem, mas se nós todos formos, eles iram desconfiar e procurar por todo o salão e irão achar a passagem, e então chegaram em Aberforth Dumbledore. - falou o moreno. 

-Verdade, porém não tem outro jeito de sair daqui, só enfrentando todos e eles são muito fortes. - falou a ruiva. 

-E também tem os alunos do primeiro ano e segundo, não podemos arriscar a vida deles. - falou Luna. 

-São muitas coisas a se pensar...-falou Gina preocupada com aquela situação. 

-Do que vocês estão falando? -falou Dino se sentando ao lado de Neville que ficava de frente para as meninas. 

-De como vamos sair daqui vivos. - falou Neville. 

-Complicado isso, Hogwarts está muito mais vigiada do que antes, ninguém faz nada sem os Comensais da Morte saberem. - falou Dino. 

-Precisávamos de alguém de fora que derrotasse a segurança, mas um grupo grande assim teríamos gente o suficiente para livrar todos. - falou a loira. 

-E a Ordem da Fênix? Eles topariam, eu acredito. Gina você podia tentar entrar em contato com eles ou com Harry. - falou Dino. 

Gina assentiu, era uma ótima ideia, só precisariam planejar tudo direitinho e como tudo funcionária, pois não podiam falhar. O único problema era como iria entrar em contato com todos eles e Harry, já que a sua coruja estava presa nas masmorras. 

Naquele momento a coruja de Luna chegou, e foi aí que Gina se tocou que poderia usar a coruja da amiga e isso pareceu acender uma esperança na ruiva. A loira ao abrir a carta percebeu que era Cho, porém a havia duas cartas, uma para a mesma e outra para Gina, e foi ai que Luna ficou meio assim, porém a ruiva percebeu a cara da amiga e pegou a carta da morena. 

Na verdade, eram diversas cartas numa carta só, e a letra era familiar, era de Harry, e eram carta dele para Cho e a data era de pouco tempo, o moreno tinha escrito sobre passarem a noite juntos e que deviam fazer mais, que a morena estava ajudando ele seguir em frente, eram muitas coisas escritas e muitas lágrimas descendo do rosto de Gina, seu coração parecia estar apertado, suas mãos tremiam. A mesma não conseguia ler tudo, mas quando pensou que aquilo era demais, caiu uma foto e foi ai que seu mundo desabou, na mesma contia a morena de camisola e o moreno só de cueca se abraçando e rindo enquanto ela segurava a câmera. Gina olhou bem para aquela foto e a deixou cair, sua mão foi direto ao seu peito que parecia que ia parar, pois doía muito. 

-Como ele teve coragem? - falou com um tom de raiva e tristeza, seu rosto estava vermelho de tantas lágrimas. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...