História You Make me Real - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Ação, Justin Bieber, Romance, Suspense
Visualizações 13
Palavras 1.265
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Festa, Ficção, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, essa é a minha primeira Fanfic, eu espero que vocês gostem dela e que curtam muito a leitura da mesma, beijos e boa leitura. Por favor leiam as notas finas.

Capítulo 1 - O começo


Bianca P.O.V.

 - Amiga vamos logo, tá achando que o motorista do ônibus vai te esperar? – eu revirei os olhos enquanto fechava as portas principais da loja – Eu não tenho culpa se tem gente que deixa pra comprar as coisas quando já estamos quase fechando, não me culpe, culpe essas pessoas – Gabriela revirou os olhos pra mim enquanto me puxava pra fora da galeria, Gabriela e eu somos amigas desde sempre, nossas mães são amigas da escola e ficaram grávidas juntas (ou quase isso), e nós duas estudávamos e morávamos na mesma rua sempre. Nós chegamos no ponto quando o ônibus estava quase saindo, entramos nele às pressas e a Gabriela, afobada como sempre, quase cai dentro do ônibus e me leva junto – Ai cansei, essa vida não é pra mim Bia – eu olhei pra ela meia confusa e ela continuou – Você sabe do que eu estou falando Bianca, não se faça de burra, eu cansei de sair tarde da loja todos os dias da minha vida, cansei de ter que pegar ônibus – eu revirei os olhos rindo do drama dela, todos dias era isso, ela sempre falava que isso não estava nos planos dela – Isso não estava nos meus planos Bianca – eu não disse – Era pra mim ter nascido rica, olha como ia ser mais fácil a minha vida amiga, eu poderia ter o meu próprio carro, trabalhar em uma empresa chique sendo secretária dos chefes e ganhando bem pra porra, mas não, eu tinha que nascer na merda mesmo – eu ainda olhava ela rindo um pouco e falei – Para de drama Gabi, um dia você vai ser tão rica que vai agradecer por te passado por tudo isso que está passando agora – ela deu uma risada debochada e disse – Se isso acontecer, e eu creio que vai em nome de Jesus amém, eu vou falar pra todo mundo que eu sempre fui rica, vou me mudar pra um lugar em que ninguém me conhece ou a minha história, vou falar que sempre fui rica – eu ria das coisas que ela falava por que era umas coisa que eu sabia que ela realmente faria, depois de um tempo chegamos no nosso ponto e cada uma foi pra sua casa, não antes de a Gabi falar – Quando chegar em casa me manda uma mensagem, você pode dormir lá em casa qualquer coisa, você sabe né amiga – eu balancei a cabeça concordando e fui andando pra casa, as luzes ainda estavam todas ligadas, eu parei na frente da porta e soltei o ar que prendi dentro de mim bem devagar e virei a chave na porta, minha mãe estava sentada no sofá e meu pai em uma poltrona, eu não sabia o que estava acontecendo e olhei para os dois e disse cautelosamente – Aconteceu alguma coisa? – minha mãe não levantava a cabeça para olhar pra mim e meu pai mantinha os seus olhos ardendo em fogo na minha mãe, depois de alguns minutos em silencio o meu pai falou com sua voz grave que transmitia muita raiva – Vamos Claudia, diga a Bianca o que está acontecendo aqui – minha mãe levantou o olhar e eu pude ver que seu rosto estava tomado pelas lagrimas, e ela soltou um soluço de dor e meu pai disse que com raiva e cheio de deboche – Bom se você não diz, eu digo – eu olhava sem sabe o que fazer, eu nunca tinha visto os dois assim, eles sempre estavam se matando, mas alguma coisa estava errada aqui – Sente-se filha – ok, alguma coisa estava realmente muito errada aqui, meu pai não costumava me chamar de filha, na verdade ele não costumava me chamar de nada, ele nem falava muito comigo, eu sentei ainda muito cautelosa e já me preparado para o que estava por vir – O que está acontecendo aqui é um milagre do nosso divino – eu olhei confuso pra ele e depois pra minha mãe que ainda não me olhava mas chorava silenciosamente – Sua mãe, sua querida mãe, que por lei é minha mulher, está grávida – eu olhei assustada pra minha mãe e meu pai falou – Isso mesmo filha, sua mãe vai lhe conceder um irmão – ok, eu realmente não estava mais entendendo nada, por que a minha mãe estava chorando com tanta dor? Eu olhei para o meu pai ainda muito confusa e disse – Eu não sei se é o horário ou alguma coisa do tipo, mas eu ainda não estou entendendo nada – meu pai se levantou e veio para o meu lado e disse – Não há mal algum filha, me deixe te explicar as coisas melhor. Sua mãe, está gravida, se você olhar bem para ela você vai conseguir ver a sua barriga já grande até, o que está acontecendo aqui é que a sua mãe estava escondendo essa gravidez – eu olhei para minha mãe ainda sem acreditar, como ela pode esconder uma coisa dessas? – E não era só isso que ela estava escondendo de nós Bianca – ele fez uma pausa olhando para minha mãe com desgosto e disse amargo – O que está acontecendo aqui de duas coisas, uma com certeza é, ou aconteceu um milagre e eu engravidei a sua mãe ou ela está dormindo com outro homem, por eu não sei se você sabe, mas eu sou um homem que já não posso mais ter filhos – eu olhei mais espantada ainda pra minha mãe que disparou a chorar como se não houvesse um amanhã – Eu sei que você escuta quando brigamos, na verdade toda a vizinhança escuta já que sua mãe não polpa a garganta quando vem brigar comigo, e como é de se esperar você sabe que brigamos por que eu sempre trabalho muito, e fico tempo demais no trabalha e tempo de menos em casa, mas, nunca, NUNCA, fui capaz de trair a sua mãe, já ela não fez esforço algum para manter a sua fidelidade – eu ainda não sabia o que fazer, não posso mentir que tinha a melhor relação do mundo com os meus pais por que eu não tinha, quase não nos víamos, meu pai sempre estava trabalhando e minha mãe sempre ia do trabalho para encontro com amigas, que agora podem ser com o seu amante, eu sabia o motivo das brigas deles e o que meu pai falava era verdade, ele nunca traiu a minha mãe, quando eles namoravam ele traia a minha mãe, mas uma vez quando ele pediu ela em casamento, ele prometeu que nunca mais iria trair ela, e digamos que os Trinidad são pessoas de palavra, eu realmente esperava que a traição viesse do meu pai não da minha mãe, ela era tão, sei lá – Eu sei que não tivemos a melhor relação do mundo Bianca, mas eu pretendo mudar isso a partir de agora – eu olhava para a minha mãe que só chorava – Eu vou subir, vou arrumar as minhas coisas e vou para casa dos seus avós, eu não vou conseguir dormir mias na mesma casa que essa mulher, não vou conseguir mais dormir na mesma casa que ela – minha mãe na hora levantou e começou a chorar pedindo perdão para o meu pai que continuava do mesmo jeito, sério e parado como se ninguém estivesse o abraçando – Amanhã eu ligo para você filha – ele s virou e subiu as escadas indo para o quarto que antes era dos dois, minha mãe foi atrás dele e eu fui para o meu quarto, ainda sem acreditar no que tinha acabado de acontecer, a única coisa que eu consegui fazer depois disso foi pegar as minhas coisas e ir tomar um banho e depois dormir.

 

 

 


Notas Finais


Oi, quem já tinha lido esse capitulo viu que eu mudei tudo, eu achei que a história não estava com o começo que eu realmente queria, então eu mudei ele completamente, eu espero que vocês gostem dessa nova versão, quem já tinha lido a antiga, e quem chegou agora, espero que tenham gostado da leitura. Enfim, beijooss ate a próxima, e desculpe qualquer erro na ortografia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...