História You Never Be Alone - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Drama, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 41
Palavras 1.478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Capítulo 10


SHAWN MENDES P.O.V

 

    Uma passada rápida se tornou uma conversa de horas, tentei ao máximo não parecer chateado com isso ainda mais depois da ligação do Jake falando que a Elisa precisava ir embora, não consegui ao menos pegar o telefone dela e espero que o Jake consiga fazer isso para mim.

- Shawn sinto muito pelo seu encontro, realmente não imaginava que demoraria tanto. – Andrew falou enquanto saiamos do restaurante, Jake mandou uma mensagem dizendo que já havia chegado.

- Não tem problema, trabalho é trabalho.

- Demore muito? – Jake perguntou assim que entramos no carro.

- Não aqueles caras gostam mesmo de conversar. – Andrew respondeu.

- Shawn eu fiz o que me pediu, levei a Elisa em segurança para o Campus e pedi o telefone dela para você. – Jake falou.

- E?

- Ela não tinha um número para passar, como ela chegou aqui ontem não teve tempo de comprar um chip aqui e o numero dela continua o brasileiro. Ela não quis passar porque não adiantaria muita coisa. – Jake explicou.

- Depois arrumamos um jeito de vocês se verem. – Andrew disse, mas eu sabia exatamente o que fazer. Fiquei calado o caminho todo até a casa do Andrew, ele pediu para ser deixado primeiro porque precisava resolver alguns detalhes do show e dos meus ensaios que começam na semana que vem.

- Jake vou precisar da sua ajuda para uma coisa. – falei assim que deixamos o Andrew e tecnicamente iríamos para a minha casa.

- Imaginei mesmo, desde que te contei sobre o número da Elisa você ficou calado sabia que estava pensando em alguma coisa. Pra onde vamos? – ele disse, Jake me conhecia muito bem.

- Comprar um chip para a Elisa. – eu respondi e ele dirigiu até uma loja próxima ao Campus, fiquei no carro e ele desceu para comprar voltando minutos depois com o chip, uma barra de chocolates que também pedi que comprasse e uma caixinha de presentes que coubesse os dois.

- Pronto. – ele me entregou as sacolas.

- Tem papel e caneta aí? – perguntei e ele abriu o porta-luvas tirando um bloco de papel e uma caneta e me entregando. – Vou precisar que você deixe isso na reitoria para mim, não vou poder entrar já causei um pouco de tumulto mais cedo, não quero causar de novo.

    Enquanto escrevia o bilhete ele dirigia até o Campus que estava perto, depois de fazer uma coisa um pouco arriscada, arrumei tudo dentro da caixinha e entreguei para ele que antes de sair fez mil e uma recomendações para que eu não saísse do carro. Ela vai querer me matar por isso.

 

ELISA SAMPAIO P.O.V

 

    Tinha passado um dos melhores dias da minha vida, não foi nada romântico como os meninos insistem em dizer. Conheci um pouco mais do Shawn o que fez a minha admiração por ele aumentar um pouco mais, acredito que hoje se deu inicio a uma amizade sincera e verdadeira. Tive a sorte das meninas não estarei no dormitório quando voltei provavelmente a Riley levou a Tina para conhecer algum lugar dentro do Campus.

- Ai está você. – Riley e Tina entraram no quarto.

- Elisa você perdeu, a Riley me levou para conhecer o estúdio de desenho é simplesmente incrível não vejo a hora de começar a ter aulas lá. – Tina estava muito empolgada.

- Amanhã te levo para conhecer a sala de dança, a não ser que você tenha planos melhores do que conhecer onde vai estudar nos próximos anos. – Riley disse e claro que faria referencia ao Shawn.

- Não tenho planos para nada. – disse rindo.

- Você precisa me contar como foi o seu encontro com a perfeição chamada Shawn Mendes. – ela disse se sentando ao meu lado.

- Foi muito bom, nós almoçamos e conversamos muito. – falei para elas.

- Só isso? Não rolou nada? – Tina perguntou.

- Ele teve um imprevisto de trabalho e precisou ir para outro lugar, foi o segurança dele que me trouxe de volta. – falei.

- Mas não rolou nada? – Tina voltou a perguntar.

- Não tinha nada para rolar, nós conversamos e foi muito bom. – não tinha nada para rolar mesmo, acabamos de nos conhecer.

- Você não vai falar nada comprometedor mesmo, então eu vou embora. – Riley se levantou para sair. – Isso é para você, deixaram na reitoria agora a pouco deve ser do seu novo amigo. – ela riu. – Meninas jantamos todos juntos então não se atrasem é uma maneira de nos conhecermos melhor. – ela saiu fechando a porta.

- Vou tomar um banho, porque se nos atrasarmos a Riley acaba com a gente e pelo visto você já está pronta. – Tina pegou a sua toalha e foi para o banheiro, cada quarto tinha seu próprio banheiro graças a Deus. Esperei que ela fechasse a porta para eu poder abrir a caixinha, dentro dela tinha uma barra de chocolate e uma embalagem de chip já aberta juntamente com um bilhete com a letra que eu já conhecia.

“Resolvendo o seu problema com o número canadense, por favor, não me odeie só quis ajudar e a barra de chocolates é só para alimentar o seu vício rsrs, Shawn”.

    Eu queria matá-lo por isso, mas o gesto foi fofo e eu precisava agradecer. Não entendi muito o porquê de o chip estar aberto, mas logo descobriria. Depois que coloquei o chip no meu telefone, algumas coisas já tinham sido configuradas só faltavam os meus dados pessoais, depois que fiz isso fui direto a lista de contatos para ver se os meus contatos ainda estavam lá ou se terei que colocá-los novamente o que daria um pouco de trabalho, mas teria que fazer já que só havia um número salvo ali o que pude perceber que era um número daqui e eu sabia exatamente de quem era mesmo não tendo nenhum nome salvo.

“Você se arriscou em deixar o seu número salvo nesse chip. – ES”. – não demorou muito até ele responder.

“Por isso deixei só o número, não sabia que se você pediria ajuda para alguém. – SM”.

“E se eu for uma maluca e divulgue o seu número na internet? Já pensou nisso?” – mandei rindo, eu nunca faria isso.

“Você não faria isso, somos amigos agora.” – eu sorri com a mensagem, estava realmente gostando da ideia de ser amiga dele não por ele ser famoso, mas pela pessoa que ele é.

“A propósito obrigada pelo presente, mesmo eu querendo te matar agora por isso.” – precisava agradecer e lembrá-lo que ele não pode ficar comprando coisas para mim.

“Não foi nada, como eu disse só queria ajudar não precisa me matar por isso. A propósito desculpa por hoje, não imaginei que demoraria tanto.” – ele respondeu.

“Fica tranquilo, é o seu trabalho além do mais foi divertido conversar com o Jake.” – respondi sendo sincera, não estava chateada com o acontecido entendo completamente que é o trabalho dele e ele tem que priorizar isso.

“Prometo te recompensar depois, de alguma maneira vou conseguir te mostrar a cidade.” – eu fiquei um pouco mais feliz com essa ultima mensagem que para mim significa que ele quer me ver de novo, para com isso Elisa foca na amizade o melhor é ser apenas amiga.

“Vou cobrar, mas não agora já que as minhas saídas são bem limitadas e não quero problemas.” – eu estava sendo sincera, e sabia que ele entenderia que não era para ele usar dos privilégios de ser quem ele é para me beneficiar.

“A propósito o seu aniversário está chegando e você não me falou o dia, qual é?” – demorei um pouco para responder.

“Dia 29, mas duvido que lembrará fiquei sabendo que é desligado lembra?” – precisava lembrar ele desse detalhe.

“Não me subestime senhorita lembra que te disse que as coisas importantes eu guardo? Além do mais eu tenho ajuda.” – ele respondeu.

“Lembro sim, é claro que tem a ajuda do Andrew” – respondi.

“O Andrew me ajuda, mas não estava falando dele.” – ele respondeu, tá bom agora fiquei intrigada.

“Quem então?” – perguntei.

“Quem não o que? TECNOLOGIA Elisa conhece? Rsrs Até já salvei a data do seu aniversário na minha agenda.” – ele respondeu.

“Estou impressionada” – respondi.

“Pode ficar e para a sua sorte estarei na cidade então iremos comemorar.” – ele respondeu me fazendo sorrir.

“Tudo bem, vou fingir que acredito.” – mandei para ele e no mesmo momento a Tina saiu do banheiro já arrumada.

- O que está fazendo? – ela me perguntou vendo que estava com o celular na mão.

- Mexendo na internet. – respondi para ela, se contasse o que realmente estava fazendo é capaz dela fazer um escândalo.

“Pode acreditar.” – ele havia respondido.

“Estou indo jantar com o pessoal do dormitório, depois nos falamos?” – mandei para ele.

“Claro que sim, bom jantar. Beijos  ;) – SM” – ele respondeu.

“Beijos e obrigada novamente pelo dia de hoje. Xoxo – ES” – mandei para ele.

“ ;)” – foi a única coisa que ele mandou.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...