História You Who Fight - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Romance, Sasuhina
Visualizações 48
Palavras 1.532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amores, eu tava aqui ai do nada deu essa idéia, vou usar muitas gírias do Twitter, fazer o que né more.
Eu não vou descrever muito os personagens pq vcs já conhecem os sujeitos
Loiro : naruto
Cabelo rosa incubada: Sakura
A loira: Ino
Moreno: Sasuke
Coque: Tenten
Maria Chiquinha: Temari
A fanfic vai ser curta, o mesmo cliche de sempre nn vou esconder, 0 coisas surpreendentes.
Sorry os erros ortográficos fiz pelo celular.

Capítulo 1 - Não te conheço


Talvez aquele não era o momento certo para falar com ele, mas eu tinha acabado de ouvir um discurso motivacional sobre não deixar nada para depois, então porque não me declarar para ele agora? Estou segurando isso a anos, porém algo me diz que eu deveria esperar mais um pouco, ele está rodiado de amigos agora, ele nem vai me ouvir. Para de ser pessimista, vai logo.
- Sasuke, posso falar com você em particular? - Nesse momento eu estou mais que decidida em falar tudo para ele, maldita mensagem de motivação.
- Se você tem algo para dizer ao Sasukinho fala na frente de todo mundo - disse a incubada de cabelo rosa, olhei para o moreno pedindo súplica e quase perdendo a coragem de dizer as próximas palavras.
- Tudo bem - passei minhas mãos pelo cabelo como se aquilo fosse me acalmar, é agora ou nunca - A gente se conhece a tempo e eu sempre gostei de você, mas nunca tive coragem de dizer - respirei fundo, na verdade aquele não era o discurso que eu tinha ensaiado, mas era o resumo do resumo dele - Sasuke, eu te amo, não só como amiga, mas como algo a mais.
- Que patética - exclamou a Loira enquanto ria escandolosamente.
- Pera, vocês se conhecem? - A rosada perguntou diretamente para o moreno, claro que era uma ironia. Ignorei o falatório das garotas querendo certamente me diminuir, claro que estava dando mais que certo.
- Sasuke fala algo - supliquei, meu suvaco soava sem parar, eu estou muito nervosa.
- Quem é você? Desculpa, mas você não faz meu tipo - ele disse me dando as costas, coisa que eu achei preferível, não queria olhar para cara dele. Abaixei a cabeça encabulada, a risada das garotas ecoava em minha mente, eu estou humilhada.
- Hina, não liga pra isso - Naruto me consolou acariciando meu ombro.
- Ta tudo bem - sai em passos rápidos, eu sabia que eu já tinha o não, mas pensei que rolaria um sim. Agora que já levei um fora, vamos fazer uma trajetória do início meu romance - que só eu sabia que existia - até aqui.
       Conheço Sasuke desde que éramos bebês, nossas mães são amigonas e de brinde somos vizinhos, crescemos juntos brincando no quintal, na varanda, dentro de casa -até sermos mandandos pra fora- e conforme o passar fomos ficando mais velhos, amadurecidos, porém continuamos amigos. Eu sempre fui tímida e ele sempre teve um estilo meio badboy, isso fez com que a popularidade dele aumentasse e a minha diminuísse, porém continuávamos bem amigos, só que fora da escola.

Dentro da escola e perto dos "amiguinhos" dele era totalmente diferente, não era mais o meu Sasuke e sim um bobão, ele me ignorava por completo, mas era só eu chegar em casa que ele já estava lá para maratonar série e comer pipoca, acho que é por isso que acabei me apaixonando. No começo isso me incomodava muito, mas depois de 3 anos de ensino médio eu já estava acostumada, porém me magoava um pouco ver aquelas meninas me menosprezando e ele não fazendo nada, é como se eu fosse ninguém.

A culpa era minha mesmo, que sempre o perdoava, nunca cobrava uma atitude do mesmo, nunca tocava no assunto, talvez por isso ele ache que eu não ligo, todavia achei que hoje seria diferente, fala sério! O que eu esperava? Que ele fosse me pegar em seus braços e me beijar na frente de todos? De certo modo aquilo me magoou muito, minha autoestima foi la no chão, claro que ele nunca iria se apaixonar por mim, eu não sou bonita como suas amigas hienas - apelido ganhado devido as risadas histéricas - ou desponjada como as mesmas, eu era eu, Hyuuga Hinata, a nerd.
- Hina, Hina!! - Não olhei para trás, já sabia quem era, a causadora desse transtorno - Como foi lá?
- Maldito seja seu discurso de motivação - esbravejei contra a Morena de coques.
- Te falei que era furada - a Loira de maria Chiquinha responde no seu típico tom de indiferença, o que era uma máscara, no fundo ela estava tão nervosa quanto eu.
- Desculpa Hina, eu achei que daria certo como nos filmes - A de coque me abraçou.
- Ele perguntou quem eu era - comecei a chorar em seu ombro soltando tudo que estava preso.
- Ordinário - esbravejou a loira enquanto entrava no abraço.
- A gente se conhece à anos, tudo bem dizer que não sou o tipo dele, mas agora fingir que não me conhece, isso doi, doi muito - a magoa se tornava raiva aos poucos, eu estava cansada disso tudo.
- Hinata olha pra mim - a loira me segurou pelos ombros me fazendo olhar fixamente para seus olhos de mãe zangada - Ele vai pagar pelo o que fez, tudo que precisa fazer é o mesmo que ele faz.
- Temari tem certeza, ignora ele também, quando vir perguntar o porquê chute a bunda dele - a morena chutou o vendo com raiva.
- Isso Tenten, vamos sair hoje a noite, nada de dizer não ou furar com a gente - Temari diz em um tom ameaçador.
- Esteja linda porque vamos dar aquele rolê em que eu tenho que dormir fora de casa por estar bêbada demais - Disse Tenten como se fosse um prêmio.
- Obrigada meninas - enxuguei as lágrimas renovada, os humilhados serão exaltados.



         No caminho para casa eu já não estava mais tão motivada, a melancolia me dominava, estava magoada, me sentia idiota pela declaração, claro que ele não ia querer nada além de amizade, eu sou como uma irmã pra ele. O que aquelas garotas tem que eu não tenho? Elas tem 2 pernas? Eu também, elas tem 2 braços? e daí, eu também tenho, não vejo diferença.
- Hinata, porque demorou? Sasuke esta mofando na sala - minha mãe me recebe com uma bomba dessa.
- Ele ta aqui? Você deixou ele entrar? - Questionei, ela me olha confusa, a coitada não sabia do bafão ainda.
- Ele vem aqui todo dia não? - perguntou.
- Estamos brigados - respondi, ela arregalou os olhos.
- Como eu ia saber? - respondeu em um cochicho.
- Eu vou lá falar com ele, mas não deixa ele entrar mais - ela acenou positivamente, já sabia que mais tarde ela iria querer mais detalhes.
- Quem é você? - perguntei ao moreno assim que avistei o moreno no sofá da sala, ele se virou para mim como um flash. Toma babaca.
- Hina... precisamos conversar - ele se levantou vindo até mim.
- Sasuke eu já entendi, não sou seu tipo tudo bem? E outra a gente nem se conhece, você mesmo que disse isso - eu vou fazer sim aquele joguinho, não vou perdoa-lo tão fácil dessa vez.
- Hinata não é bem assim, sabe disso, ninguém me conhece melhor que você - ele se aproximou mais, dei alguns passos para trás recuando, por dentro meu coração parecia uma escola de samba.
- Não, eu não te conheço, por favor vai embora, continua não me conhecendo, é melhor assim - dizer aquilo doia muito, meu autocontrole estava quase no fim.
- Me desculpa, eu não queria ter feito aquilo, você sabe porque agi assim - vi desespero em seu olhar, quase recuei por instantes.
- Some daqui por favor, eu não te conheço mais - respirei fundo para não chorar.
- Não é assim Hina, me perdoa, vamos ver nossa série e comer pipoca, como sempre foi, eu não quero te perder - Ele estava usando aquele tão de voz carinhoso em que me fazia ceder tudo, porém hoje não séria assim.
- VÁ A MERDA!! - esbravejei, ok, o autocontrole foi embora - TODO DIA AQUELES SEUS AMIGOS ME ZOAM, ME HUMILHAM, SABE O QUE VOCÊ FAZ? NADA, VOCÊ NÃO FAZ NADA! - eu gritava tão alto que juro que vi gotículas de salivas voando em sua cara.
- Hina eu sei que...
- FECHA A MATRACA! SABE A QUANTO TEMPO EU ESTOU ESPERANDO PARA TOMAR CORAGEM PARA ME DECLARAR PARA VOCÊ? MUITO! E QUANDO ACONTECE VOCÊ PISA EM MIM COMO SE EU FOSSE UM NADA - nem eu sabia que eu era assim.
- Hina, o que eu posso fazer para você me perdoar? - ele estava desesperado, parecia que estava vendo o fim, mas que diabos!
- Sasuke eu não quero mais saber de você, pra mim você o pior dos amigos, o pior dos crushes. Se você quer algo de mim ainda, você que lute para me reconquistar, porque não vou mais ficar aqui me rebaixando, por favor, sai agora da minha casa - Apontei para saída, desejando que ele não falasse mais nada.
- Hina, vou fazer de tudo para me redimir com você - ele disse enquanto saia.
- Some daqui Sasuke - foi a última coisa que eu disse antes de bater a porta em sua cara, respirei fundo, sai correndo para meu quarto, para meu santuário das ultimas lágrimas, porque depois dali eu não choraria mais pelo mesmo motivo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...