1. Spirit Fanfics >
  2. You'll be my girl. - Noora and Eva SKAM >
  3. Gay panic

História You'll be my girl. - Noora and Eva SKAM - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oii, tudo bem?

Capítulo 5 - Gay panic


Fanfic / Fanfiction You'll be my girl. - Noora and Eva SKAM - Capítulo 5 - Gay panic

Após o final da última da aula fui em direção ao portão para encontrar Magnus mas quando o vi parado lá percebi que se eu for para casa dele eu vou regredir tudo o que consegui superar depois que ele foi embora e eu não estava a fim de passar por aquilo novamente então dei as costas e mandei uma mensagem para a única amiga que eu tinha na hora, Eva, e logo fui respondida com um convite para ir em uma festa com ela mais tarde. 

[ eu: pode ser, passo na sua casa e vamos?]

[ eva: me manda seu endereço que eu vou até você, fique pronta às 20:30]

[eu: *endereço*, até mais tarde ;)]

[eva: ;)]

Fui para casa e tinha uma pequena parte de mim com esperança de encontrar a minha mãe lá mas, como sempre, foi em vão.

Quebra de tempo

Já era quase 20:00 e eu estava indo me arrumar, tomei banho e coloquei uma calça preta, blusa branca e casaco cinza. A campainha tocou, como já sabia que era a Eva eu peguei minha bolsa e  desci as escadas correndo, ao abrir a porta pude ver ela com um vestido vinho e sobretudo preto.

- Oi - Ela disse arrumando a alça de sua bolsa - Gostei do casaco.

- Oi, gostei do seu vestido - Esse era o momento mais sem sentido da minha vida - e obrigada, é só mais um casaco normal.

- Em você nada é “só mais uma coisa normal” - Eu sorri sem graça e sentia como se tivesse um milhão de borboletas no meu estômago. - Vem cá tenho uma coisa que vai te deixar melhor ainda.

Ela tirou um batom vermelho da bolsa, começou na minha boca e meu coração acelerou tanto que achei que fosse morrer 

- Prontinho - Ela usou o celular como espelho para me mostrar e até que tinha ficado bom - Vamos?

Sabe aqueles momentos que você não sabe nem o que falar de tanta emoção? bom, esse era um desses momentos então eu só fiz que sim com a cabeça e saímos.

Chegamos na casa onde tava acontecendo a festa, era enorme e tinha muita gente.

- Você bebe? - Eva perguntou pegando duas garrafas de cerveja que tinha dentro de uma caixa.

- Não mas pode beber que eu fico de olho em você - Me sentei no sofá e Eva sentou do meu lado.

- Eu sei que fica - Ela deu risada e olhou o celular - Vou atrás do Jonas, tome cuidado e se divirta.

Sorri, esperei ela sair e comecei a mexer no celular.

- Você sabe onde fica o banheiro? - Levantei o olhar e pude ver uma menina loira e que aparentava estar muito bebada.

- Não mas acho que posso te ajudar a encontrar - Eu sabia o que podia acontecer em uma situação dessas caso eu não ajudasse então levantei e fui à procura de um banheiro com a minha nova amiga que eu não sabia o nome.

- Eu sou a Vilde e você? - Era difícil entender o que ela falava por causa do idioma e também porque ela estava falando tudo enrolado e muito rápido.

- Eu sou a Noora - Finalmente achei o banheiro então abri a porta e fiquei esperando do lado de fora até ela sair.

Quando ela saiu voltamos ao sofá que eu estava e então Eva apareceu.

- Oi Noora...e oi amiga nova da noora - Ela falou a última parte como que Vilde fosse algum tipo de animal transmitor de doença incurável - Eu ia te chamar para ir lá fora mas parece que está ocupada.

- Vamos, eu só preciso achar alguém para cuidar da Vilde. - Bem na hora uma garota apareceu e começou a falar com a Vilde.

- AÍ MEU DEUS VILDE VOCÊ QUASE ME MATOU DE SUSTO - A menina que, pelo o que eu entendi do alemão estranho da Vilde, chamava Chris e era a melhor amiga dela - Obrigada por cuidar dela, vou levar ela para casa se não a mãe dela mata ela.

Elas saíram e eu fiquei “sozinha” com a Eva

- Podemos ir? - Disse Eva pegando na minha mão e me puxando para a saída.

Ela me levou até uns balanços, estavam gelados mas mesmo assim sentamos e começamos a balançar.

- Cadê o Jonas? - Eva estava balançando rápido mas diminuiu a velocidade quando ouviu a pergunta - Você disse que ia atrás dele, certo?

- Eu não sei dele, ele falou que vinha mas até agora não chegou e não atende o telefone - Eu não tinha falado com o Jonas depois daquela hora que ele se apresentou na escola mas Eva parecia brava e chateada ao mesmo tempo.

- Que merda, sinto muito - Eu disse baixinho enquanto olhava para meus tênis.

- Ele anda fazendo isso - Ela parou o balanço e respirou fundo - Porém tá tudo bem já que você está aqui.

Nossos olhares se encontraram, sorri e eu coloquei uma mecha do cabelo dela para trás da orelha

- Obrigada por hoje - Ela disse dando um sorriso que me fez derreter por dentro. - Você é incrível, Noora Sætre.

- Você é incrível, Eva Mohn. 



Notas Finais


espero que tenha gostado, esse capítulo foi bem fofo sei lá gostei kjkkkk :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...