História You'll never be alone. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama
Visualizações 10
Palavras 1.185
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom gente aqui está mais um capítulo, hoje vou postar 2, porque acho que demorei um pouquinho, então aqui vai ❤️
Espero que gostem !

Capítulo 3 - The party (parte 1)


Fanfic / Fanfiction You'll never be alone. - Capítulo 3 - The party (parte 1)

Chegamos!.- Disse já enfrente a minha casa. Eu estou muito cansada, tudo que eu quero é tomar um banho e me jogar  minha  querida cama.

Entramos em casa e eu logo percebi que minha mãe não está. - Onde será que dona Lucy se meteu ?.- Pergunto dando um volta pela casa. - Bom Lily, eu vou tomar logo o meu banho aqui, depois pego minhas coisas e vamos ok ?.- Pergunto para a mesma já sentada no sofá da sala.

- Ok.- Ela diz ligando a TV.

Subo as escadas e entro no meu quarto, jogo minha bolsa em cima da cama e vou para o banheiro,  tiro minhas roupas e entro no box, ligo o chuveiro e sinto as várias horas de água escorrer pelo meu corpo, sensação maravilhosa. Confesso que estou ansiosa pra essa festa, já é a segunda vez que vou porém o Dylan sempre surpreende a todos de todas as formas. - Isso vai ser incrível!.- Penso comigo mesma e derrepente várias lembranças invadem minha mente e bate aquela tristeza e um aperto no coração.

Flashback On

- Isso vai ser incrível pai!.- Digo pulando de alegria.

-Calma, ainda nem entramos e você já tá aí toda alegre.- Ele disse.

Estavamos entrando num clube ( aqueles com piscina e campo de futebol). Era domingo, dia de passear com o papai, ele já estava separado de minha mãe, por isso aos finais de semana eu sempre passava com ele e a semana com a mamãe. Fazia 2 anos, era difícil, eles quase não se falavam, a não ser se fosse sobre mim, eu já havia me acostumado.

(...)

Eu estava saindo da piscina quando vejo meu pai caído no campo, ele parecia estar com muita dor, corri até lá e perguntei se ele estava bem.

- Pai, o que aconteceu ?.

- Está tudo bem.- Ele dizia se levantando com dificuldade, dava pra perceber que ele não estava bem.

Flashback off 

Essas lembranças me afetam muito, lembro de tudo como se fosse ontem, o dia em que tudo começou a mudar. Meu pai se chama Dave, ele tem 41 anos e é cadeirante, naquele dia ele caiu, causando uma síndrome chamada: Síndrome da Caudequina (é uma síndrome que ocorre quando a pessoa sofre baques muito fortes), apesar de tudo isso ele continua com o mesmo sorriso no rosto, ele passa por muitas dificuldades, e eu o amo muito, não por pena e sim por ser quem ele é, que além de ser um pai maravilhoso é um exemplo de pessoa.

Percebo que estou demorando muito no banho e logo me retiro do banheiro, ao sair, vou até meu "closet", pego uma bolsa, procuro algumas peças de roupa e coloco dentro da bolsa, já que iria dormir na casa da Lily, volto ao closet e tiro uma camiseta cinza de mangas curtas, uma calça preta e um tênis branco (foto do capítulo), pego minhas maquiagens, passo base, pó e bastante rímel, pego a bolsa e saio do quarto.

Ao terminar de descer as escadas encontro Lily dormindo no sofá, vou até ela é a acordo.

- Amiga? Vamos, já terminei de me arrumar. Não podemos chegar tarde na sua casa, esqueceu?

- Ah sim, eu só estou um pouco cansada, bom, vamos.- Ela diz se despertando

(...)

Chegamos na casa da Lily e arrumamos nossas coisas para podermos dormir, descemos para a cozinha e jantamos. Logo depois subimos, tomei me banho e me arrumei para dormir, e ela fez o mesmo, amanhã iríamos comprar roupas pra festa.

(...)

Me desperto com os raios do sol batendo em meu rosto, abro devagar os meu olhos me acostumando com a claridade, olho para o lado e Lily não estava lá, me levanto da cama e vou para o banheiro, faço minhas higienes matinais e tomo um banho. Me arrumo, passo perfume e me maqueio. Desço as escadas e encontro todos tomando café. Cumprimento todos e me sento na mesa.

- Por que não me acordou ?. - Pergunto olhando para a morena a minha frente.

- Você tava tão bonitinha dormindo, parecia estar cansada, não quis encomodar.

- E estava mas queria ajudar vocês, bom, estou morrendo de fome. - Digo pegando algumas torradas.

Terminamos o café da manhã e fui ajudar dona Karen ( mãe da Lily) a lavar a louça.

- Não precisa minha querida, deixe que eu cuido disso, vá logo fazer suas compras com a Lily, e obrigada. - Diz dona Karen.

- Tem certeza? Ainda temos bastante tempo, não me incomodaria em ajudá-la.

- Tenho sim.

- Vamos logo Lou, vamos nos atrasar e as meninas já estão lá. - Lily gritava da porta de sua casa 

- Está bem, vou indo então, obrigada.- Dou um beijo em sua testa e saio junto com Lily.

(...)

Encontramos com Chloe e mais algumas meninas no shopping, demoramos 4  horas fazendo compras, compramos muitas coisas, maquiagens, a roupa que iríamos usar na festa e sapatos.

Já estávamos chegando na casa da Lily e logo entramos na mesma, subimos pro quarto e começamos a nos arrumar.

Me olhei no espelho e não acreditava no que via.

- Minha nossa, eu nunca estive tão radiante como agora. - olhei pra Lily. - Fizemos um ótimo trabalho.

Eu estava com um vestido preto rodado, que batia no meio de minhas coxas, estava com o cabelo solto com algumas predrinhas, e um salto preto aveludado. Lily estava com um macacão preto colado, o cabelo preso em um rabo de cavalo de lado e um salto preto.

Descemos as escadas, a mãe da Lily estava surpresa.

- Como cresceram as minhas meninas, vocês estão lindas, tomem cuidado!. - ela dizia.

- Obrigada, vamos tomar sim ! - dizemos em uníssono.

Saímos e fomos em direção ao carro, dei partida e seguimos o caminho para a festa. Chegando lá, vimos que o som estava auto e logo entramos na casa, encontramos com Chloe, que estava com um vestido branco e um salto vermelho.

- Aaaaah. - demos gritinhos. - Estamos sensacionais. - dizíamos uma para a outra.

- É hoje que eu vou dar pt.- disse Chloe.

- Vamos beber até cair, uhu ! - Lily dizia animada.

Fomos em direção ao bar e pedimos bebidas, eu pedi vodka on fire e as meninas pediram caipirinha.

- Vocês são muito fracas!- disse olhando para as suas bebidas.

- A noite ainda nem começou bebê.- disse Chloe.

- Eu vou dançar.- Lily puxou a Chloe e elas foram  indo em direção a pista de dança.

Já tinha bebido 4 vodkas on fire e estava muito feliz. Fui em direção a pista de dança, queria dançar, estava tocando " Summer" do Calvin Harris e eu dançava loucamente, dancei 3 músicas e comecei a me sentir tonta, encontrei com Dylan que parecia estar chapado.

- Dylan?. -Eu gritava pelo fato da música está muito alta.

- Dylan!.- gritei mais uma vez e ele escutou.

- Oi?.- disse em meu ouvido.

- Será que posso ir pra algum quarto? Estou um pouco tonta, queria me deitar um pouquinho. - disse em seu ouvido

- Ah, claro, só não demora muito pra não perder a festa.

Eu acenti e logo fui em direção a escada, subi e iria entrar no quarto quando uma mão tapa minha boca, um corpo musculoso se cola no meu, meu coração dispara, sinto o suor escorrer pelo meu rosto...





 



Notas Finais


Continuaaaaaaaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...