História You'll Never be Alone - Capítulo 13


Escrita por:

Visualizações 77
Palavras 1.822
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Treze


Yoongi e Taehyung voltaram para o dormitório no domingo a noite, junto com Yeontan. Naquela noite conversaram um pouco com os meninos e depois foram dormir, eles estavam cansados.

Na manhã seguinte ambos acordaram por volta das 8 horas, primeiro Yoongi tomou um banho e depois Taehyung. Agora Yoongi está deitado na sua cama, olhando para o teto e fazendo movimentos circulares na barriga com a sua mão.

Pensava sobre o que teria que fazer durante o dia. Yoongi iria dar uma passada na empresa, tinha assuntos da gravidez e sobre algumas músicas para resolver, mas é claro que não iria sozinho.

- Hyung? – Yoongi virou a cabeça para a direção da porta. Taehyung estava parado na entrada do quarto.

- Oi? – Parou os movimentos na barriga, mas deixou a mão pousada no local.

Taehyung se aproximou da cama e deitou ao lado do namorado.

- Você quer que eu traga alguma coisa para você comer? – Perguntou.

- Não, eu não estou com fome. – Yoongi voltou a olhar para o teto e a acariciar a barriga. – Mais tarde eu como.

- Tá bom. – Taehyung começou a observar Yoongi, observar o seu corpo inteiro. Tinha sorte de o ter.

Os dois ficaram em silêncio por um tempo, até que Taehyung lembrou de algo, que o fez ficar um pouco triste.

- Posso de perguntar uma coisa? – Taehyung perguntou. Ele virou de lado e apoiou a cabeça na mão, ficando com o cotovelo na cama.

- Pode. – Yoongi concordou, continuando na mesma posição.

- Você... realmente pensou que eu iria te abandonar?

Yoongi demorou para responder.

- Dá onde você tirou isso?

- Eu ouvi a conversar com seu irmão. - Taehyung estava com aquilo na cabeça desde o dia em que ouviu aquilo sair da boca do seu namorado, ele já estava pensando que era um péssimo parceiro, que deveria passar mais tempo com Yoongi, fazer tudo para agradar o mais velho. Taehyung só estava esperando o momento certo para questionar Yoongi sobre o que estava errado na relação. – Você n-não confia em mim? – Yoongi suspirou, virou para o namorado, tendo uma cena que ele não esperava.

- Você está chorando? – Yoongi levou as mãos para rosto de Taehyung e tentou limpar o seu rosto. – Não fica assim Tae, é claro que eu confio em você.

- E-então porque v-você achou que eu ia te abandonar? – Perguntou, com a voz um pouco trêmula.

- Eu... eu estava assustado. – Yoongi se sentou. – Quando vi que aqueles testes deram positivo e que eu teria um bebê, eu... comecei a pensar o pior- Taehyung o cortou.

- Você pensou em... abortar? – Taehyung temia a resposta.

- Não! – Yoongi exclamou. – Eu nunca teria coragem de fazer isso.

- Não mesmo?

- Não! – Yoongi se ajoelhou na frente de Taehyung, ficando bem perto dele. – Olha Tae, eu só estava assustado, por isso eu pensei aquilo, é claro que eu confio em você, se eu não confiasse eu nunca teria me entregado para você. – Yoongi segurou o rosto do mais novo com ambas as mãos. – Eu te amo. – Yoongi aproximou o seu rosto do de Taehyung e juntou os seus lábios. – Entendeu?

Taehyung assentiu e abraçou o seu hyung.

- Eu prometo que nunca sairei do seu lado hyung, eu vou estar aqui para o que você precisar, não importa o que seja. – O Kim sussurrou no ouvido de Yoongi.

- Eu sei amor, eu sei. – Yoongi se afastou um pouco para olhar o rosto de Taehyung. – Não chora. – Ele limpou as lágrimas do namorado.

- Hyung! – Os dois se viraram para a porta, ao mesmo tempo, segundos depois Jimin parou na entrada do quarto, ele havia gritado do corredor.

O Park olhou para os dois na cama, olhou para Yoongi, depois para Taehyung, já passava muita besteira na sua mente.

- Eu... atrapalhei alguma coisa? – Jimin cruzou os braços, com um sorrisinho meio malicioso estampado do rosto.

-Não, nós não estávamos fazendo nada. - Yoongi se levantou e colocou as mãos na cintura, olhando para Jimin. - Só estávamos conversando. - Jimin concordou com a cabeça e se aproximou de Yoongi.

-Nós já vamos para a empresa, pediram para mim te chamar.

-Agora? Eu acordei agora a pouco, nem estou arrumado. - Yoongi falou.

-Se quiser vai mais tarde, mas nós vamos agora.

-Ta bom, mais tarde eu encontro vocês lá. - Yoongi se virou para Taehyung. - Vai com eles agora Tae.

-Não, eu vou junto com você hyung, não quero te deixar sozinho, pode ser perigoso.

Yoongi bufou.

-Eu não vou morrer se você me deixar sozinho Taehyung, você pode ir com os meninos.

-Eu não quero, eu vou ir com você.

[...]

Os 7 membros do BTS passaram o dia na bighit, discutiram sobre algumas músicas, sobre o próximo álbum que estava por vir. Mas o foco principal foi Yoongi, decidiram que ele estaria fora das promoções do álbum, só participaria das gravações das músicas, a turnê que também estava próxima TALVEZ ela seria adiada e sobre a revelação da gravidez para os fãs seria feita através de uma nota oficial no Twitter, depois de Yoongi ter uma consulta, para verificar se está tudo bem e dar mais algumas informações aos Armys.

Eles voltaram para o apartamento por volta das 6 horas da tarde, Yoongi estava cansado e um pouco mal, ele não havia comido nada quando saiu de casa, mesmo com a insistência de Taehyung. Por isso quando voltaram Taehyung fez ele comer um enorme prato de Jin tinha preparado.

No momento Taehyung está deitado no sofá, com o seu notebook no colo, vendo alguma coisa que Yoongi queria saber o que era.

Devagarinho Yoongi se aproximou de Taehyung, por trás dele e o abraçou, o que ocasionou um susto no mais novo.

-Hyung! - Taehyung virou o rosto e deu um selinho em Yoongi. O pálido se sentou no braço do sofá, atrás de Taehyung.

-O que você está fazendo? - Yoongi abraçou o pescoço de Taehyung e apoiou a sua cabeça na do Kim.

-Marcando uma consulta para ver como nosso bebê está.

-Mas eu ia fazer isso.

-Eu tenho certeza que você esqueceu.

-Eu não esqueci, eu ia fazer isso depois. – Explicou, mas Taehyung não acreditou.

- Sei... – Yoongi começou a passar as mãos pelo peitoral de Taehyung.

- Eu marquei para amanhã às 15 horas, tudo bem para você?

- Sim. – Yoongi lentamente adentrou a mão por debaixo da camisa.

- Hyung para! – Mandou.

- Vem para cama comigo. – Yoongi sussurou no ouvido do outro. – Por favor.

- Eu já falei que não, posso acabar prejudicando o nosso bebê. – Taehyung falou tentando ignorar o que seu hyung fazia.

- Por favor, eu sinto sua falta. – Murmurou. – É para o bem do bebê, se eu tiver feliz ele também vai estar.

- Já falei que não e se você tiver coragem, pergunta para o médico amanhã se nós podemos fazer sexo.

- Tá bom então. – Yoongi tirou as mãos de Taehyung e virou a cara, com os braços cruzados.

- Não fica bravo amor.

- Eu não estou bravo. – Yoongi não tinha percebido, mas Jimin estava ali na sala, em outro sofá, encolhido no canto com o celular na mão, ele observava o casal, achava bonitinho os dois juntos. Jimin queria ter um relacionamento daquele jeito.

Pouquíssimos minutos depois Jungkook, entrou na sala e iria se sentar ao lado de Jimin, isso se o Park não tivesse levantado e saído do cômodo com a cara fechada.

Jungkook bufou e começou a seguir Jimin.

- Hyung! – Jungkook chamou. Jimin estava prestes a entrar no seu quarto e fechar a porta, mas Jungkook foi mais rápido e não deixou a fechar.

- Me deixa Jungkook. – Jimin estava de costas para Jeon, o mais novo entrou no quarto e fechou a porta.

- Mas que droga! Será que dá para você parar de me ignorar! – Jungkook gritou.

- Não grita, os outros podem escutar. – Jimin se virou para encarar Jungkook.

- Por que você continua assim comigo?

- E você pergunta?

- Já faz mais de uma semana que eu apenas DORMI do lado do Suga hyung e você continua com esse ciúme sem sentido.

- Sem sentido? Vocês devem ter alguma coisa, se não é com ele é com aquele seu amigo, a minha intuição nunca falha.

- Você está ouvindo as loucuras que está dizendo? – Jungkook estava prestes a chorar. – Eu não vou ficar aqui ouvindo você me insultar desse jeito.

Jungkook se virou para ir embora esperando que Jimin o parasse para tentarem conversar mais o mais velho não fez.

[...]

- Então Yoongi, o que você anda sentindo? – O doutor, Jisung, perguntou pronto para anotar algo em seu bloquinho.

Taehyung e Yoongi estão em uma sala de um hospital para a consulta que foi marcada por Tae. O médico que os atendia era alto, de meia ideia, cabelos meio grisalhos e com um sorriso muito bonito.

- Muito enjoo, dor de cabeça, as vezes um pouco de tontura. – Yoongi falou e Taehyung logo completou.

- Você também reclama que sente cólica.

- É, é mais isso que eu sinto.

- Ok, você tem uma ideia de quantas semana está?

- Eu acho que estou de 5 semanas, não é Tae? – Yoongi se virou para Taehyung.

O mais novo não tinha a mínima ideia, mas concordou.

- Como é a sua alimentação?

- Ah... eu – Ia falar mas Taehyung não deixou.

- Ele não se alimenta bem, costuma pular algumas refeições, é difícil ele comer coisas saudáveis.

Yoongi olhava Taehyung com uma sobrancelha levantada.

- Isso terá que mudar.

O médico anotou algo em seu bloquinho e depois voltou a falar com o casal

- Esses sintomas que você sente iram diminuir com o passar dos meses, você não deve fazer esforço muito esforço, por ser uma gravidez masculina você tem um maior risco de ter um aborto espontâneo até o terceiro mês... – Jisung continuou falando sobre algumas recomendações, o que ele deveria ou não fazer até que chegou a hora mais esperada pelo casal.

O ultrassom.

Yoongi estava deitado na maca, o médico estava pronto para passar aquele gel na barriga dele, mas antes avisou que era gelado.

Yoongi estava muito nervoso, queria muito ver o seu bebê, Taehyung vendo o nervosismo do outro segurou a mão dele, para passar confiança.

Jisung começou a passar o aparelho na barriga de Yoongi, algo passava no monitor do seu lado, mas os futuros papais não entendiam nada.

- Vocês já podem escutar o coraçãozinho deles. – Jisung falou.

O casal abriu um enorme sorriso, estavam ansiosos. Mas Yoongi analisou as palavras do doutor, até que se tocou do que ele havia dito.

- Deles? – Perguntou alarmado, mas seu mundo parou quando ouviu os batimentos dos seus filhos ecoarem pela sala, ele apertou a mão de Taehyung e olhou para o mais novo, que estava com lágrimas escorrendo pelo rosto.

- Parabéns, são gêmeos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...