História You'll notice. - Shawn Mendes - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Visualizações 110
Palavras 1.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


MINHA NOSSA NOSSA NOSSA
Oi, tudo bem?
Quanto tempo eu não atualizo? Acho que já faz 84 anos...
Mas eu posso explicar meu sumiço...
Eu estava escrevendo o querido capítulo vinte de You'll notice, quando uma ideia totalmente inusitada para uma nova fanfic veio a minha cabeça.
Comecei a anotar as coisas para ela, comecei o capítulo e escrevi quase 3k de palavras. Pretendo postar em breve (já avisando que vai ser one shot).

ENFIM
O vestido aí em baixo, é o que a Maddie vai usar no baile
Como ela é uma verdadeira bitch, l vermelho combina super com ela akuabakahajaia

AIAIAIAIAIAI
BOA LEITURA ❤️🇨🇦🇬🇧

Capítulo 20 - Vingtième


Fanfic / Fanfiction You'll notice. - Shawn Mendes - Capítulo 20 - Vingtième

27/11/2017

Toronto, Canadá.

Megan

Ganhamos o primeiro período, porém perdemos o segundo. Ainda faltam dois.

– Gente, nós temos que ganhar. EMPODERAMENTO FEMININO! – Falei.

– Agora é hora da troca. – Madison falou.

– Certo. O que podemos fazer para distrair eles? Ou sei lá, qualquer outra coisa que os faça perder! – Victoria perguntou.

– Eles certamente tirariam a camisa em casos como esse para distrair a gente. Temos que fazer algo parecido. – Madison disse.

– Bem pensado, Maddie. – Falei.

– Mas talvez, se nós fizermos algo parecido, eles podem querer provocar também. – Ashley disse.

– E é por isso que somos todas fortes e não vamos babar na barriguinha deles! – Madison falou e sorriu cínica.

– Tá, mas o que vamos fazer? – Mahogany perguntou.

– Levantar a blusa até o sutiã, sem deixar mostrar, claro. – Madison respondeu.

– Se caso o treinador perguntar, estamos com calor. – Falei e elas assentiram.

– Tá, mas e se não der certo? – Victoria fez careta.

– Aí a gente vê outra coisa. – Falei.

– Eles gostam de ver bunda, gente. – Ashley revirou os olhos. – Duvido que isso vá funcionar.

– Nós só vamos saber, se tentarmos. – Eu sorri sem mostrar os dentes.

– Certo, então vamos. – Madison sorriu.

»

O nosso “plano” tinha dado certo, até eles tirarem a camisa. Foi num momento de distração que eles fizeram algumas cestas…


Algumas?

Ah, Max, não foram muitas.

Não, não, só foram oito.

Mas de qualquer forma nós estamos na frente.

Um ponto.

Mas estamos.


Enfim, ganhamos o período por um ponto de diferença, mas ganhamos. De qualquer forma estamos na frente. Isso que importa.

– Foi por pouco. – Falei me sentando no chão.

– Sim, agora elas precisam de uma estratégia. – Disse Victoria ofegante.

– Ai, eu não sei de mais nada. – Mahogany também estava ofegante.

– Vocês são muito sedentárias, credo. – Madison riu.

– Certo, meninas, mesmo esquema. – Falei para elas que iriam entrar agora.

É o último período

Se a gente ganhar, fim. Se eles ganharem vai ter que ter mais um para o desempate.

Ai, Deus, eu estou cansada.

– Ah se estivesse no verão ou até mesmo na primavera. – Falei com um sorriso de canto.

– A vitória seria totalmente nossa. – Victoria assentiu. Das três insuportáveis, ela é a mais legal.

– Com toda certeza. – Mahogany assentiu.

– Ainda estou pensando numa ideia para tentar distrair os garotos. – Madison colocou uma das mãos na testa, massageando o local.

– Eu também. – Ashley comentou.

– E se… – Pausei para analisar melhor minha ideia.

– E se…? – Madison franziu as sobrancelhas.

– E se quando as meninas fizessem uma cesta, nós comemorarmos chamando atenção? – Falei com insegurança, talvez essa idéia não funcione.

– BEM PENSADO! – Madison, Ashley e Victoria disseram ao mesmo tempo. Eu hein, telepatia?

– Ah, mas isso vai ser a coisa mais divertida que eu vou fazer hoje. – Mahogany soltou uma gargalhada maléfica.

»

Confesso que a nossa comemoração ajudou bastante. Nós estávamos dançando e pulando, de uma forma que distraía os garotos. Com tudo isso eles perderam. Que pena não é mesmo? Eles estavam com muitos pontos na nossa frente, mas minhas meninas viraram o jogo. Que lindas. Ai que orgulho. Claro que a nossa comemoração escandalosa e excêntrica ajudou um pouco, mas eram elas quem estavam jogando.

– Que vergonha, Nash. – Zombei ele.

– Isso foi trapaça, Megan. – Revirou os olhos.

– Que mentira, a verdade é que vocês são fracos! – Sorri vitoriosa.

– Nem vem, vocês trapacearam. – Taylor surgiu me assustando.

– Puta que pariu, Taylor, que susto! – Falei colocando a mão no peito. – Mas não, nós não trapaceamos. Vocês que são fracos.

– Vocês também são. – Nash falou e eu franzi o cenho.

– Verdade, eu vi vocês com a visão perdida no terceiro período. – Taylor zombou.

– ISSO SIM FOI UMA TRAPAÇA!

– Como você é cínica. – Eles riram e saíram em direção ao vestiário masculino.

Aproveitei que estava sozinha com o Shawn, e decidi falar com ele.

– Oi, Shawn. – Falei e ele olhou no mesmo instante.

– Ah, oi, Meggy. – Ele deu um sorriso amarelo.

– Como que você está? – Perguntei num tom animado. Ele ainda tá bravo comigo e eu não quero dificultar as coisas.

– Eu estou bem, e você?

– Bem também. – Soltei um sorriso sem mostrar os dentes. – Quando vamos estudar química?

– Eu não sei. Talvez hoje, se você não estiver ocupada, claro. – Falou a última parte com sarcasmo e soltou um risinho debochado.

– Eu tenho que ficar 30 minutos na biblioteca ajudando a organizar a prateleira dos livros de romance. – Fiz biquinho. – Depois eu tenho uma consulta das 16h00 até às 17h00. – Ergui as sobrancelhas na esperança de lembrar de algo, mas eu acho que não tenho mais nada a fazer.

– Consulta? – Shawn pareceu perdido e eu assenti. – Consulta do que?

– Psicóloga. Mas isso não vem ao caso. Depois disso eu estou livre. – Sorri.

– Ah, certo. Então pode ser às 18h00?

– Perfeito. – Sorri. – Até mais, Shawn. – Deixei um selinho em sua bochecha e saí da quadra.

»

Estou esperando, na recepção do consultório, ser chamada para a consulta, cheguei um pouco cedo, quinze minutos mais cedo para ser mais exata.

Depois de falar com Shawn, eu fui ao vestiário, tomei um banho rápido e pouco proveitoso e fui ajudar a professora Callie na biblioteca.

Após isso, cheguei em casa, fui disparada ao meu quarto colocar meu celular para carregar, já que ele estava com cinco por cento de bateria.

E agora, cá estou eu, olhando para toda a recepção, pensando em nada, apenas esperando meu nome ecoar pela sala.

– Megan Gauthier. – A senhora sorriu na minha direção e eu me levantei caminhando até sua sala, um pouco atrás da psicóloga.

Adentrei na sala, fui disparada ao pequeno sofá –que é muito confortável– e me sentei.

– Está com pressa? – A senhora Carter soltou uma gargalhada zombeteira.

– Não, apenas quero prolongar nossa conversa. – Sorri enquanto ela se sentava na poltrona à minha frente e pegava uma prancheta e caneta.

– Diga-me, o que está sentindo. – Pediu num tom amigável.

Isso que eu gosto nela, ela sempre procura ser animada e amigável com todos os pacientes –que na maioria das vezes estão péssimos.

– Eu não sei direito. Acredito que seja um alívio misturado com angústia. Não sei dizer.

– O que aconteceu hoje? – Ela tirou o olhar da prancheta e me encarou.

– Bom, eu fui para a escola, ensaiei minhas falas e as cenas. Que estão ficando maravilhosas! Agora, Elizabeth e Christian estão ficando mais próximos, mas mesmo assim, eles continuam odiando um ao outro. – Falei sorridente. – Enfim, depois do intervalo é aula de educação física, e nós tivemos que jogar basquete contra os meninos. Foi a única vez que a Madison foi menos ridícula e chata.

– Conte mais do jogo, Megan. – Sem tirar o olhar daquela prancheta ela soltou um mínimo sorriso.

– Ok. Nós tentamos distrair os garotos, levantando a camiseta até o sutiã, mas sem mostrar o sutiã ou os peitos. Nós não somos tão piranhas assim. – Dei uma risada fraca. – Depois, Maddie agiu como se fosse apenas uma colega, não como uma vaca otária.

– Por que você acha isso? Por que acha que Madison age como uma vaca otária?

– Ela se acha! Só porque é popular, mimada e extremamente amedrontadora para muitos no colégio, ela se acha no direito de diminuir os outros, agir como uma sonsa, ela parece um demônio enviado para arruinar a vida das pessoas! – Eu explodi.

– Por que você sente tudo isso por ela? Todo esse ódio? – Ela me perguntou e eu fiquei alguns minutos pensando. Eu realmente não sei responder essa pergunta.

– Talvez seja pelo modo que ela trata as pessoas…

– Eu sei que não é só por isso, Megan. Conte-me. Nada que você disser sairá dessa sala.

– Ok. – Suspirei. – Talvez seja porque ela tinha um lance com o Shawn. Talvez porque eles ainda tenham um lance. Eu não sei ao certo o motivo de eu ter tanta raiva dela. Eu não sei responder essa pergunta. Talvez seja por muitos motivos quase inumeráveis, mas eu não sei responder essa pergunta agora.

– Certo. Tente relaxar e pensar por que você odeia tanto a Madison.

Fiquei longos minutos encarando o chão, minhas unhas e o teto tentando achar uma resposta para a pergunta que ela havia feito para mim.

– Ok. Acho que agora eu consegui entender. – Palavreei depois de muitos minutos pensando. – Madison é rude, ignorante e arrogante. Ela é uma pessoa que você pensa no porquê da pessoa ser assim. Ela joga na cara das pessoas os defeitos delas, ela joga na cara das pessoas que ela é a melhor, quando na verdade ela não passa de mais uma pessoa no meio das sete bilhões que há no mundo. – Pausei para recuperar o fôlego. – Ela se acha o sol. Se acha o centro das atenções. Ela pensa que o mundo gira em torno dela. Isso é ruim. Muito ruim. – Conclui algo que era mais que óbvio. – E também, quando eu estava “junto” com o Shawn, porque não era um relacionamento de fato, ele deixou isso bem claro. – Revirei os olhos. – Enfim, quando eu tinha esse negócio com o Shawn, eu ouvi eles transando e isso me fez sentir muita raiva dela.

– Então você concluiu que o ódio que você sente por ela é pelo jeito dela e por causa do Shawn? – Perguntou e eu parei para analisar.

– Nossa que bosta. Eu nunca liguei para o jeito das pessoas serem. Se bem que o jeito da Madison é ridiculamente ridículo. – Ela riu do meu comentário. – Mas respondendo sua pergunta, sim, minha raiva por ela é por causa disso. – Soltei o ar que não tinha nem percebido que estava segurando.

– Ótimo. – Ela analisou sua prancheta uma última vez, a colocou sobre seu colo e sorriu para mim. – Quero que você, essa semana, tente não sentir ódio da Madison. – Arregalei os olhos. – Sei que vai ser uma tarefa difícil. Mas você tem que me prometer que vai tentar.

– Impossível, eu diria. – Ainda com a expressão chocada, eu soltei essas palavras. – Mas tudo bem, eu vou tentar. – Ela sorriu.

– Que bom! Semana que vem você vai me contar tudo direitinho. – Ela semicerrou os olhos.

– Acabou? – Perguntei indignada.

– Por hoje, sim. Mas semana que vem você estará aqui novamente, não é?

– Com toda certeza. – Assenti sorrindo em concordância.

Levantei-me do sofá e comecei a caminhar até a porta, com a intenção de sair da sala, mas antes, sussurei um “até semana que vem”, e finalmente saí da sala.


Notas Finais


Até mais
Eu não vou prometer mais porra nenhuma pq eu sempre descumpro promessa de atualizar com frequência
Eu não sei quando eu volto
Espero que seja em breve

OBRIGADA PELOS 100 FAVORITOS
AMO VOCÊS ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...