História Young Love (Minho - SHINee) - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, SHINee
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinki Lee (Onew), Jonghyun Kim, Jung Hoseok (J-Hope), Kai, KiBum "Key" Kim, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lay, Min Yoongi (Suga), Minho Choi, Park Jimin (Jimin), Suho, Taemin Lee, Xiumin
Tags Shinee
Visualizações 55
Palavras 821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Tell Me


Fanfic / Fanfiction Young Love (Minho - SHINee) - Capítulo 14 - Tell Me

 

Era domingo, Minho e eu estávamos deitados no sofá assistindo A Pequena Sereia com Sunbin.

  — Mimi, a Úrsula é do mal! — Sunbin falou meio bravo apontando pra televisão e Minho riu baixo do meu lado

— É, meu amor. Ela é do mal.

— Não gosto dela — Sunbin voltou sua atenção pra televisão e ri baixo junto com Minho. Me levantei dando um tapa na coxa de Minho, que fez uma careta engraçada e fui pra cozinha.

— Quando sua mãe e a SunHi chegam? — Minho perguntou entrando na cozinha, enquanto eu começava a fazer pipoca pra gente

— Amanhã cedo...Por que?

— SunMi... Eu quero conhecer a sua mãe — Arregalei os olhos e comecei uma crise de tosse

— Vc ta doente? — Perguntei e Minho me encarou meio sério 

— Por que não?

— Porque... Ela não é que nem o meu pai, se é isso que vc está pensando. Minha mãe...É maluca — Falei lentamente e Minho riu

— Eu já suporto a filha — Minho disse dando de ombros — Eu quero conhecer a sua mãe

 Ótimo. Ele não podia dizer que queria conhecer o Zoológico? Eu levaria ele sem problemas. Mas conhecer a minha mãe? 

Minha mãe era do tipo de mulher que não parava em casa. Seu emprego a tirava de mim e dos meus irmãos dia e noite. Talvez eu esteja exagerando, mas na maior parte do tempo era assim. Ultimamente ela tem se preocupado mais, querendo passar mais tempo com a gente. Seu sonho era que eu seguisse a carreira dos cosméticos, assim como ela, mas meus sonhos e caminhos não eram exatamente como ela sempre planejava. 

Uma mulher bem sucedida, com uma carreira bem sucedida, essa era minha mãe. Não havia nada pra acrescentar ou tirar. Não havia mais nada de interessante. Além do fato de ela ser muito estressada e um pouco dramática. Quando ela e meu pai brigam, chega a ser engraçado porque meu pai é muito calmo. Na maioria das vezes minha mãe levava para um nível mais alto, enquanto meu pai continuava calmo e tentava resolver tudo na maior tranquilidade possível.   

  — Quer conhecer a SunHi também? — Perguntei

— Não! — Minho falou rápido num tom assustador

— Vc tem algo...contra a minha irmã

— Eu só não quero...

— Então porque quer conhecer a minha mãe? — Perguntei e Minho suspirou

— Tá bom...Não quero conhecer sua mãe mais

— Vc tem medo da SunHi? Porque eu te juro que ela é um amorzinho

— Eu só não quero conhecer a SunHi

— Por que? 

  — Hyung... — Sunbin apareceu e Minho o pegou no colo — Quero outro filme

— Que filme vc quer ver? — Minho perguntou e Sunbin pensou por alguns minutos

— Cinderella...Não! Rei Leão 

— Rei Leão? Então vamos lá ver o Rei Leão — Minho disse e Sunbin desceu do colo de Minho, antes deles saírem puxei o braço de Minho e ele se virou me olhando

— A gente ainda não terminou essa conversa

Terminei de fazer a pipoca e peguei três copos e uma garrafa de coca, levando tudo pra sala. Quando cheguei os dois estavam cantando Hakuna Matata e foi impossível não rir

  — Isso é viver! É aprender! — Os dois gritaram e comecei a gritar junto — HAKUNA MATATA!

Assistimo o filme até o final. Eu e Minho brigamos por querer jogar jogos diferentes no vídeo game, mas Minho acabou cedendo. Estávamos jogando God of War, se eu morresse seria a vez de Minho. Minho gritava comigo a cada segundo para me atrapalhar e Sunbin empurrava minhas costas. 

— Para, Minhoca! — Gritei para Minho e ouvi ele sugando o ar incrédulo.

— Ela me chamou de Minhoca! Vc ouviu isso, Sunbin? — Minho deu um tapa na minha cabeça e Sunbin começou a rir. 

— Vá a merda — Falei e Minho me tomou o controle e apertou o start do jogo, jogando-o no tapete. Como já estávamos sentados no chão, Minho deu um jeito de me empurrar para cair no chão. Ficamos brincando pelo resto da tarde.


Estavamos assistindo um filme qualquer, quando Minho avisou que Sunbin estava dormindo em seus braços e o levou para o quarto. Me escorei no batente da porta e olhei Minho colocar ele na caminha.

  — Quer terminar aquela conversa agora? — Perguntei quando Minho saiu fechando a porta até na metade

— Não

— Choi Minho! — Falei brava e ele me olhou sério

— Eu não posso te contar, SunMi

— O que? Por que? Desde quando vc esconde as coisas de mim, Minho?

— SunMi...

— Seja mais sincero comigo.

— Eu tenho medo — Minho falou rápido e o observei fechar os olhos e respirar fundo — Medo de vc me odiar por isso

— É tão ruim assim? — Perguntei preocupada

— Não...Eu não sei, talvez seja e talvez não. É complicado, SunMi...Eu não quero te perder por isso.

— Minho...Eu te admiro por ter me feito relembrar o quanto eu posso ser importante para alguém — Falei pegando sua mão e acariciando a mesma — Por favor, me fala.

  — Eu...sou um k-idol — Minho falou com os olhos fechados e revirei os olhos

  — Aham, Minho. E eu sou filha da Beyoncé, te contei?   

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...