1. Spirit Fanfics >
  2. Youngblood

História Youngblood


Escrita por: letipetite

Fanfic / Fanfiction Youngblood
Sinopse:
Na cidade de Hollowtown no final da década 50 tudo sempre acontecia como deveria ser. De um lado os privilegiados e do outro os suburbanos, todos vivendo suas vidas. Isso até Selene conhecer Calum após um acidente de trânsito que ele mesmo causou. Ela é a única filha do prefeito da cidade, uma garota exemplar que nunca se meteu em problemas. Já ele é membro dos Falcons, a gangue de motoqueiros do subúrbio que bagunça toda a Hollowtown e tem um fraco por se meter em problemas. Depois de um acordo estabelecido por causa do acidente, os dois começam a se aproximar, mesmo contra a vontade dele. O coração de Selene experimenta uma sensação nunca sentida antes. Embora tudo exista para afastá-los, os dois acabam por se envolver em um romance proibido, que desafiaria tudo que conheciam como verdade, mostrando a ela todo um novo mundo, e a ele uma fé e uma esperança que até então lhe eram desconhecidas. O que eles não imaginavam era que isso viraria suas vidas de cabeça para baixo. E que depois eles nunca mais seriam os mesmos.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 4.121
Favoritos 97
Comentários 208
Listas de Leitura 35
Palavras 155.602
Concluído Não
Categorias 5 Seconds Of Summer, Dove Cameron
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags Anos 50, Calum Hood, Fanfic De Época, Fluffy, Pov Terceira Pessoa, Romance

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama / Tragédia, Ficção, Ficção Adolescente, Romântico / Shoujo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de difamar ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1
I met him on a Sunday
11
291
2.023
 
2
Brown eyed handsome man
8
193
3.971
 
3
I don't think I wanna be saved
9
165
4.248
 
4
You smoked and you looked at me, I hate it when you do
4
148
3.679
 
5
You ain't nothin' but a hound dog
4
149
4.485
 
6
Hold me by the heart
6
144
3.427
 
7
I'm a wild one!
5
144
5.747
 
8
Just when life gets messed up
7
149
8.206
 
9
Im not a girl anymore
5
142
2.473
 
10
But do you feel like a young god?
5
149
2.749
 
11
Care
5
132
1.654
 
12
Uptown girl
7
141
6.060
 
13
If I give my heart to you, will you handle it with care?
6
142
2.873
 
14
Last young renegade
6
123
4.807
 
15
You make me feel like a teenager in love
8
143
6.612
 
16
You got me daydreaming
11
154
9.305
 
17
You're a force of nature
10
153
4.606
 
18
Like every tattoo on your skin, I'm memorizing every inch
8
117
5.483
 
19
Strawberries and cigarettes always taste like you
9
116
4.490
 
20
And he calls me "Moonlight" too
4
118
4.524
 
21
Whatever will be, will be
2
113
3.698
 
22
This holy redemption tears us in two
4
148
5.423
 
23
Even if we can't find heaven
6
92
2.812
 
24
Going down to Lonesome Town
3
86
3.478
 
25
You shine so bright in a spotless mind
4
87
7.133
 
26
In the land of Gods and Monsters I was an angel
6
95
6.063
 
27
Cause you'll be safe in these arms of mine
16
144
11.707
 
28
Im falling fast, I hope this lasts
3
82
4.236
 
29
Night crawling
6
61
2.964
 
30
This devil on my shoulder wants to pull me underneath
7
66
9.064
 
31
That won't save us
7
77
4.250
 
32
Soon you'll get better
3
57
3.352

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por superblooming
Capítulo 32 - Soon you'll get better
Usuário: superblooming
Usuário
Esse capítulo tá perfeito, como sempre, tô feliz demais que você tá de volta 😭❤ Parabéns pelo livro, ansiosa pro meu chegar!
Agora vou começar, comecei a ler sua fanfic faz um tempinho e ia comentar surtando em cada capítulo, mas quis guardar pra agora, não sei se lembra de mim de sob uma lua de papel, mas já te acompanho faz um tempão e olha se eu já achava que a outra fic era boa, essa daqui então é PERFEITAAA!!!! Sério, o jeito que você retrata tudo, consigo me imaginar direitinho na década de 50, os personagens são maravilhosos e o jeito que você trabalha cada um, com histórias e passados, o jeito que cada um é importante, meu deus é tudo pra mim. Essa história tem que virar um livro também, porque ia ser tudo ter um livro dela na minha prateleira.
E olha, vou te dizer que tô vivendo pela Selene fazendo de tudo pra conseguir fazer o que ela quer. Não que eu concorde com mentiras e tudo mais, porque sei que isso vai acabar prejudicando ela, quando a verdade aparecer, mas imagino como devia ser difícil viver antigamente sendo mulher sentindo que você não tinha nenhum controle sobre sua vida, como se sua vida fosse dos outros sabe? Então tô amando ver ela tomando as próprias decisões, seguindo o coração, ajudando os amigos e se apaixonando como quer. E a amizade dela e da Evangeline é tudo pra mim, aff como amo essas duas!
Sobre a gangue, tô com medo de que isso que aconteceu com o Mike possa de alguma forma acabar afastando os meninos... não sei, pelo menos foi a sensação que tive nesse capítulo, o Cal lidando com a tristeza dele sozinho, o Ash com a Hera e tirando o vermelho do cabelo, o Luke cansado tentando resolver o problema com as gangues... ai nervosa, tomara que dê tudo certo, porque adoro a parceria e amizade deles.
Enfim, ansiosa pro próximo capítulo e pro que eles vão fazer pra arrecadar dinheiro e ajudar o Mike, vai ser maravilhoso ver todo mundo junto, adoro. Tomara que o próximo capítulo seja ENORMEE!! E não demora a atualizar por favor, senão vou morrer aqui sem essa fic incrível. Aaaaaaa enfim, surto dado, mal posso esperar pra que continue!
Postado por idkthay
Capítulo 16 - You got me daydreaming
Usuário: idkthay
Usuário
Olá!
Nem sei se lembra de mim. Faz muito tempo que comentei e confesso que acabei deixando essa história de lado. Não me leve a mal, eu absolutamente amooooo essa história, mas estava tão envolvida com a faculdade, estágio e TCC, que não conseguia ler nada romântico sem me sentir mal e solitária. Mas, enfim, vou recuperar o tempo perdido e me envolver novamente com essa história maravilhosa.
Uma coisa que eu acho que esqueci de comentar antes, é a maneira como você retrata o relacionamento dos pais da Selene. É muito sutil a maneira como você demonstra que eles se amam (teve uma cena em que a mãe da Selene estava cantando e cozinhando, e o pai estava olhando pra ela bobamente, e nossa, isso foi tão romântico pra mim que nem sei como explicar). Porém, você também retrata como a submissão da mulher ao marido era extremamente presente e tratado como algo normal e esperado. É cruel até. Meus parabéns por retratar com tanta maestria e delicadeza esse tópico.
Antes de falar sobre esse capítulo (ainda tô surtando, real), quero também falar sobre a Selene e seu novo grupo de amigos. No começo, antes da Evangeline e do Calum, era possível ver o quanto à Selene era triste e solitária de uma maneira muito profunda. Ela é uma pessoa visivelmente boa, que não se importa de doar-se pelas causas que defende, mas isso não fazia com que as pessoas "gostassem" realmente dela; era considerada bonita e gentil, mas as pessoas achavam ela esnobe. E, pela primeira vez, ela tem amigos de verdade. Evangeline, obviamente, Elias (não consigo ver ele tentando se aproximar de uma maneira romântica dela), Calum (que quer ser mais do que amigo, mas no início era diferente), Ashton e Hera (#1CaleneShippers). Confesso que as cenas deles todos se divertindo no parque foi uma das melhores coisas do capítulo para mim.
A Selene está descobrindo aos poucos quem ela é, não o que os outros fizeram dela. E, nesse processo, ela finalmente encontrou amigos em quem confiar e amar. Isso é magnífico, quando não temos aquele clichê da menina certinha que conhece o badboy e vira a própria encarnação do Lucifer, mas sim as mudanças sutis que levam a mesma a se tornar a versão de si mesma que sempre desejou ser.
O que dizer desse capítulo maravilhoso? EU AINDA TÔ SURTANDO REAL COM ELE NÃO ACREDITO NO QUE LI MEU DEUS EU TÔ AAAAAHHHHHHHHHHH
Aquela cena do Calum apoiado no carrossel olhando todo apaixonadinho pra Selene: CADELIZOU TOTAL. Meu Deus, só queria um Calum pra olhar assim pra mim (é pedir demais).
Confesso que em vários momentos tive que parar a leitura e ter um surto silencioso. Pelos deuses, que coisa mais fofaaaaa. Sério, foi o capítulo que mais me deixou com o coração quentinho. É difícil ver histórias que focam no desenvolvimento lento do romance e não partem direto pras coisas +18. Até agora, esse é meu capítulo favorito com toda a certeza, tô com o coração tão quentinho que até dói (de uma maneira boa).
Calum e Elias se estranhando e lançando do nada uma competição nas barraquinhas (eu ri muito dessa parte, principalmente do Ash tentando consolar o Cal). Quando Calum ficou p* da vida, foi lá e ganhou um urso maior que a menina, eu perdi tudo. Prevejo que no futuro o Cal e o Elias possam se tornar amigos (pegava os dois se pudesse, ai ai).
E, pra finalizar, essa cena maravilhosa na lanchonete com direito a uma declaração de fazer perder o chão. Meus deus, eu só queria um Calum Hood de jaqueta de couro, humor duvidoso e apaixonado por mim, e pedir demais?
Resumindo esse comentário: eu totalmente cadelinha dessa fanfic.
Com amor, Thay.
Postado por HuffGrimesIrwin
Capítulo 1 - I met him on a Sunday
Usuário: HuffGrimesIrwin
Usuário
MULHER! Bendita seja a madrugada que me proporciona essas leituras maravilhosas!
Meu deeus eu tô morrendoooooo! Mais uma fanfic pra conta, a qual vou ficar viciada. Mas tá tudo bem (ou não Ksksksksksks).

Eu simplesmente amei todo o conceito da fanfic, que aparentemente é ambientada nos anos 50, que particularmente, é um dos anos que tem uma estética que mais me agrada e eu acho isso incrível!
E é bem perceptível esse negócio de ser ambientado nessa época, pq o pai da Selene fala algo sobre "manchar a imagem dele", e nesses anos a imagem era bem importante, principalmente pra mostrar uma imagem de "família perfeita", historicamente falando. E eu achei isso super atencioso da sua parte.

A escrita nem se fala, mulher! Já quero umas aulas de como escrever uma fanfic tão maravilhosa, com uma escrita tão rica em detalhes, e um enredo tão perfeito como esse!!!

Adorei esse inicinho de interação da Selene e dos meninos. Um tom bem curioso no ar MEEEESMO! eu amooo demaaaaaais AAAAAAJSBDJSNAKAOA

AMEIIII CONTINUAAAAAA 💕💕💕
Postado por subterfugir
Capítulo 15 - You make me feel like a teenager in love
Usuário: subterfugir
Usuário
Eu tô chocada em Cristo que não encontrei esse lacre antes, mas vamos lá.
Menina, eu adorei demais o plot da fanfic se passar nos anos 50 apenas porque na minha opinião, não há nada mais estético do que isso. Você citou uma das minhas cantoras favoritas no mundo que é Doris Day e eu amo amo que amo aquela mulher, sou uma superfã das músicas dela. Obrigada por me proporcionar a alegria da referência. Além disso, eu aprecio como você foi e está sendo fiel às gírias e costumes da época, apesar dos pesares (porque eu sinceramente fico aborrecida demais com alguns comportamentos do pai da selene, mas eles infelizmente fazem parte dos costumes e ainda bem que passou a ser visto como algo bizarro no cenário atual mesmo que ainda sofremos com isso um tanto), isso me fez imergir mais intensamente na história. Na ideia central do plot e a cidade de Hollowtown.
Preciso te agradecer por colocar Calum como principal na fanfic porque sinceramente é difícil ser da lane desse homem quando são pouquíssimas as fanfics que me agradaram até hoje. E você está de parabéns porque já me agradou pela capa, amei a paleta de cores que você utilizou! Estranhamente, absorvi um shipp impossível entre Evangeline e Michael???? Perdoe meu cérebro extremamente perturbado que procura shippar tudo o que é improvável...
E falando na minha querida Line que acaba de ganhar o posto de minha personagem favorita após esse último capítulo, eu tô extremamente abalada com a história dela e de sua família. É bom ver como a Selene aprende estando ao lado dela, é o tipo de amizade que todos querem possuir um dia. Inclusive eu, haha!
O jeito como a selene costumava ser tão gentil com todos me deixa aaaaa, doida de raiva! Sua ingenuidade a prejudicava — e ainda prejudica —, demais e mesmo que o traço de personalidade esteja sendo aniquilado aos poucos, ela precisa ver e viver muito ainda.
Ai, o Calum é maravilhoso, né? Vejo muito do James Dean nele — principalmente nessa fic —, e eu acho que a escolha para filme no drive in foi muito boa porque eU AmO ESSE FILme!!!??
Preciso ressaltar sua escrita que é divertida e bem desenvolvida, não me fez cansar em momento algum dos capítulos por mais grandes que fossem (inclusive amei aquele grandão de oito mil palavras, faz de novo, faz), o que me admira, já que enjôo fácil das coisas porque gosto de ler devagar pra desfrutar bem da parada. Devo dizer aliás que a emoção, sim, emoção, que a escrita me dá é algo muito particular, parece que os problemas são meus e que irei levá-los para o resto da vida, ou ao menos até o fim da fanfic.
Eu não tô gostando nada desse negócio dos Machado porque sinto cheiro de um noivado a contragosto da Lene prestes a rolar, mas vou esperar pacientemente pelos próximos capítulos e eu espero genuinamente que não demore porque eu não aguento mais achar uma fanfic boa e a autora abandonar)))): E antes que me esqueça, eu tô muito gay soft boiola por esses momentos Calene, o melhor nome de shipp já feito sem dúvidas, e eu espero que tenha mais disso no próximo capítulo eu implorokk.
Eu amei ter encontrado essa fic, já entrou pra minha lista COM CERTEZA! Me aguarde comentando em todos os capítulos possíveis, é sério!

xx, katherine
Postado por idkthay
Capítulo 15 - You make me feel like a teenager in love
Usuário: idkthay
Usuário
Olá, amore! Tudo bem?
Primeiramente, gostaria de me desculpar por não ter comentado antes. Acompanho a estória desde o início, mas nunca tive tempo de parar e comentá-la. É aquele ditado, antes tarde do que nunca *risos*
Sou apaixonada por essa estória. Sério mesmo. Confesso que fazia muito tempo (anos, para não dizer outra coisa) que não lia algo com o 5SOS que me chamasse tanta atenção (principalmente com o Calum, meu favorito cof).
Dá para notar o quando você pesquisa e busca retratar com o máximo de clareza e coerência a época de ambientação. Os anos 50/60 sempre me pareceram maravilhosos (tirando claro toda a repressão contra as mulheres e os preconceitos exacerbados). Sua escrita também é muito boa, excelente na verdade. É clara, objetiva e concisa, ao mesmo tempo que é subjetiva e emocional.
Tenho a tendência de me apegar muito a personagens secundários, então devo dizer que Evangeline e Michael são meus favoritinhos. Sem contar na história de vida dos dois, que mesmo após 60 anos, são tão atuais. São histórias cruéis, mas extremamente realistas.
Quanto a gangue (de motoqueiros, amooo), dá para notar o quão forte a amizade deles é, vai muito além dos laços de sangue e de gangue. Muito obrigada por trazer esse alívio dentro da estória.
Sobre o casal principal: Selene e Calum. Calum já passou por poucas e boas, e isso é notável na maneira que seu caráter foi moldado; espero que seu relacionamento com a Sel mostre a ele que o mundo também pode ser bom, e que ele merece ser feliz no final de tudo. Selene é a típica mocinha dos filmes de época; é notável o quanto ela se doa para que os outros fiquem felizes, e com o decorrer dos capítulos dá para notar que sua visão de mundo está mudando e que está começando a entender que a única pessoa que deve importar, que deve ser posta em primeiro lugar, é ela mesma. Sei que os dois irão crescer muito no decorrer dessa estória - já estou mais do que ansiosa.
Meus parabéns pela estória! Já estou super ansiosa pelos próximos capítulos e pelo desenrolar dos personagens.
xoxo Thay