História Your destiny is my flowers - Jeon Jungkook - BTS. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Tomorrow X Together (TXT), TWICE
Personagens Beomgyu, Jackson, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Momo, Nayeon, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sana, Soobin, Yeonjun, Youngjae
Tags Bangtan, Bangtan Boys (BTS), Jeon Jungkook, Joubyju134340, Jungkook, Kook
Visualizações 10
Palavras 1.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


depois de muito tempo...


Voltei!



Boa leitura 💕

Capítulo 3 - Tempos indefinidos...


Fanfic / Fanfiction Your destiny is my flowers - Jeon Jungkook - BTS. - Capítulo 3 - Tempos indefinidos...



1 ano depois...

Busan, Coréia do Sul.

Cemitério público de Busan.


Jung S/n ON.

13:41 PM...

Um ano depois de toda a desgraça, continuo a viver, incrível não? Não tenha nada mais que eu faça a não ser acordar, ir a faculdade, comer, beber não esqueçam de se hidratar, dormir e fazer tudo outra vez. Continuar a vida como antes não é fácil, faltam uma eternidade de coisas para isso voltar ao normal.

Hoje é o aniversário da morte de meu irmãozinho Jung Yeonjun, um garoto divertido, doce, animado, curioso e original, um tipo de criança que não importa o quanto ele te irrite você sempre vai querer por perto. A cada dia me sinto culpada, isso não sai da minha cabeça, todos dos dias me culpo por um motivo novo pois a cena da minha floricultura explodindo e eu sabendo que Yeonjun estava lá dentro desesperado, tentando não ser alcançado pelo fogo, com medo e chorando pedindo aos céus que deixasse ele viver, me deixa morta pois sei o quanto ele sofreu.

O motivo pelo qual a floricultura Jung pegou fogo ainda está sendo investigada, por mais que já se passaram um ano, os policiais sempre falam que vão dar um jeito mas na minha opinião tenho certeza que eles arquivaram o caso para investigar apenas depois.

Vocês devem estar se perguntando "mas e a floricultura?", bom eu não quero mais, esse meu sonho de ter uma loja de flores, cravos, plantas no geral melhor ficar apenas nos sonhos mesmo. Depois que a loja pegou fogo perdi as flores, perdi meu dinheiro, matéria da escola, redações e o mais importante minha dignidade. Cansei de tentar refazer tudo sendo que eu não tenho nem como começar tudo, dinheiro eu só tenho do meu pequeno emprego no posto de gasolina, e também tem meu irmão mas velho Hoseok que ajuda quando pode, mas isso não é fácil pois odeio ser sustenta por ele.

Depois do acidente eu e minha temos uma relação muito ruim, tanto que agora moro na casa de Hoseok porém também não deixei de morar com minha mãe. Hoje mesmo vim no cemitério com meu irmão, enquanto minha mãe já veio mais cedo no local.

Hoseok: - Vamos embora? Você tem que voltar para o seu trabalho certo? - diz colocando uma mão em meu ombro.

- Ah sim... vamos eu realmente não quero mais ficar aqui! - digo me levantando de um banco onde eu estava sentada e seguindo Hoseok até o carro.

Entramos no carro de Hoseok e seguimos caminho para casa, onde vou me preparar para trabalhar até às 23:00 PM, sim até esse horário.


[...]

18:27 PM...

Estou aqui contando as moedas de Jackson Wang, o riquinho certo? O rapaz mais rico da faculdade não é mesmo? Então, por que as moedas? O cara não gosta de gastar seu dinheiro, simplesmente um pão duro.

Jack: - S/n, você viu a Sana esses dias? - diz enquanto recolhe o troco.

- Quem namora com ela é você não eu. - digo sem muito argumentos.

Jack: - Que grossa não? Se acalme S/n, você ainda tem a faculdade na sua vidinha! - diz sorrindo e eu o olho com raiva.

- Vidinha? Cala a sua boca tá? Não quero ouvir sua voz. - digo colocando as mãos no ouvido.

Jack: - Quanto mais você cresce mais estranha você fica! - diz me olhando de cima a baixo e logo sai da loja de conveniência.

Olho o moreno sair, entrar em seu carro cheio de combustível e sair em alta velocidade. Fico pensando em que grupo de amigos eu fui me meter? Jackson só joga a derrota na minha cara, Sana esqueceu de mim e o resto finge que nem me conhece mais, ou pelo menos eu acho.

Não demoro muito e escuto a porta abrir novamente, não olho para cima e só continuo a ler a revista que está em minha mão. Mas quando um cigarro é colocado no balcão por mãos femininas eu tomo minha atenção para a pessoa a minha frente.

- Por que está comprando isso Sana? - digo olhando a morena.

Sana: - Só passa logo essa droga! - diz com certa irritação.

- Tá bom... - digo pegando o cigarro e passando na máquina de preço.

Sana: - S/n... me desculpa! - diz passando as mãos pelos cabelos.

- Pelo o que? - pergunta a olhando atentamente.

Sana: - Por estar longe, não pense que esse cigarro é meu, ele é para o Jack. Eu estou tentando o me máximo para me aproximar de você mas eu não eu...

- Tudo bem amiga eu entendo, mas só tome cuidado com esse seu relacionamento com o Jackson, se algo ruim acontecer me conte por favor! - digo segurando a mão da morena.

Sana: - Obrigada. - diz sorrindo e coloca o dinheiro no balcão e logo pega a sacolinha saindo pela porta de vidro da conveniência.

Sei muito bem o que está acontecendo nesse relacionamento de Sana com Jackson, os dois passaram a namorar sério recentemente e Sana ja está se afastando. Aconteceu muitas coisas entre os dois, mas ver minha amiga fazendo as coisas que ele a obriga a fazer é totalmente diferente.

Resolvo voltar minha atenção para o trabalho e atender um cliente que acaba de chegar.

Jung S/n OFF.


JungKook ON.

19:20 PM...

Estou perto de um lago aqui em Busan fazendo um ensaio fotográfico para o casamento de um casal. Depois de todo o acontecimento marcante de um ano atrás, parei de retratar fotos os desenhos de flores pois toda vez que o faço fico com vergonha e medo, parece que eu fui o culpado e talvez eu realmente tenha sido!

Jeon: - Estão ficando maravilhosas! - digo para o casal me referindo as fotos.

Quando olho para esse casal, me lembro de todas as vezes que já fui encontrado por uma garota bonita e sexy, elas sempre me diziam "Como um ser tão lindo como você pode estar sozinho?", eu sempre ignorava e saia de perto. Ridiculo isso, ridiculo!

Termino o ensaio e converso um pouco com o casal sobre o pagamento, as fotos e tudo mais. Guardo minha câmera e meus equipamentos, e o casal vai embora, enquanto isso sinto meu celular vibrar em meu bolso.

Era Jung Hoseok.




Continuaaa...


Notas Finais


Continuem lendo amores...



Bjs na boca ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...