1. Spirit Fanfics >
  2. Your Eyes >
  3. Capitulo 14

História Your Eyes - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Um dia de atraso, eu sei... Perdão! Estava uma correria aqui em casa.

MAS VAMOS AO JANTAR!!

Boa leitura!

Capítulo 14 - Capitulo 14


 

Estava chegando a hora do jantar e as duas estavam agoniadas, cada uma por um motivo diferente. Regina estava com um pressentimento ruim e Emma estava com medo de conhecer a família da morena e enfrentar o famoso interrogatório e brincadeiras da Zelena.

 

— Vamos? Estou pronta... – Emma apareceu na sala com um vestido preto que marcava totalmente suas curvas e um salto preto. Seu cabelo estava solto e natural, em seu rosto uma maquiagem leve e delicada.

 

— Wow! – Regina olhou para cada centímetro do corpo de sua namorada. - Você está maravilhosa... - Levantou do sofá e puxou a loira pela cintura iniciando um beijo calmo.

 

Emma levou seus braços ao pescoço de Regina aproximando seus corpos, o beijo foi se intensificando e a morena começou a levantar o vestido da mesma.

 

— Amor, é melhor sairmos de casa logo. – Regina disse com a voz rouca.

 

— Juro que se não tivesse que ir eu te levaria para a cama agora. – Emma respirou fundo e gargalhou.

 

— Infelizmente hoje é dia de festa na família Mills e eu fui intimada. Porém, essa noite terei a honra de apresentar minha maravilhosa namorada. – Regina falava enquanto pegava sua bolsa. – Vamos logo porque daqui a pouco minha mãe vai começar a ligar aqui desesperada porque estou atrasada. - Gargalhou já indo em direção ao veículo.

 

— Não sei porque, mas parece que meu coração vai sair pela boca. Não costumo ficar assim quando vou conhecer a família alheia. – Emma olhou séria para Regina.

 

— Calma, meu amor! Vai dar tudo certo. É só ignorar a minha querida irmã e vai ficar tudo bem. – Regina disse segurando em uma das mãos da loira.

 

A morena deu partida no carro e após meia hora finalmente chegaram ao destino desejado, a famosa mansão Mills.

 

— Amor, você não me disse que era uma mansão! – Emma disse incrédula olhando para Regina.

 

— Aparências e aparências, odeio esse mundo que meus pais vivem. – Sussurrou balançou a cabeça negativamente.

 

— Bom, então vamos lá... – Emma tremia um pouco e a morena sorria do nervosismo da mesma.

 

— É tão engraçado ver você com medo de conhecer a minha família... – Regina abraçou a loira por trás e sussurrando em seu ouvido.

 

— Ótimo momento para você ficar me provocando, sabia? – Emma disse irônica e beijou rapidamente os lábios da namorada.

 

Regina abriu a porta da casa e logo Zelena veio em sua direção.

 

— Você tem uma surpresa nada agradável, sis... – Zelena disse arregalando os olhos quando viu que Emma estava junto com a irmã.

 

— Como assim? – Ficou pálida ao entender o que a irmã estava querendo dizer.

 

— Cunhadinha! Que saudade de você! – Zelena abraçou a loira e tentou descer a mão.

 

— É bom te ver, Zelena! Eu estava com saudades também! – Emma disse para a ruiva, mas prestando atenção em Regina que ainda estava estática no mesmo lugar. — Amor, está tudo bem? - Disse encostando em seu ombro.

 

— Espero que sim... – Regina disse um pouco nervosa. – Vem, vou te apresentar minha mãe! – A morena abraçou a loira por trás e foram andando até a sala.

 

— Regina, até que enfim lembrou que tem mãe! – Cora disse se levantando e indo até a filha. Emma se soltou e ficou ao lado da morena.

 

— Sabe como minha vida é corrida, mamãe... – Forçou um sorriso. – Hoje só vim mesmo para apresentar a minha namorada, senhora Cora Mills... Conheça Emma Swan, a mulher da minha vida! – A morena disse com os olhos marejados e olhando para a garota.

 

— É um prazer conhecer a senhora. – Emma sorriu abraçando sua sogra.

 

— Seja bem vinda a família Mills, Emma. E a única coisa que eu te peço, faça a minha filha feliz! – Cora retribuiu o abraço e sorriu gentilmente para a loira.

 

— Oba! Agora a Emma é oficialmente uma Mills! – Zelena disse abraçando a loira por trás de surpresa.

 

— Irmãzinha, já chega! Quero você longe da Emma. – Regina disse realmente brava com a irmã.

 

— Tudo bem, vou ali na cozinha ver a minha ex cunhada então... – Zelena disse gargalhando e Regina olhou assustada para a mãe.

 

— Eu não imaginava que você está namorando, Regina. – Cora disse corada.

 

— Como assim? Sua ex namorada está aqui? – Emma perguntou já irritada e com uma das sobrancelhas aqueadas.

 

— Depois conversamos sobre isso... Eu prometo. – Regina sussurrou para a namorada e a mesma apenas assentiu.

 

— August já chegou, mamãe? Quero esfregar na cara de dele que eu tenho a namorada mais linda do mundo! – Regina gargalhou. – E não me importo que a namorada dele seja modelo! – A morena continuava gargalhando e falando alto para que o irmão escutasse.

 

— Como assim? Regina Mills namorando? Meu deus! – O irmão gritou do corredor fingindo estar indignado.

 

— Sim, namorando!! E com a mulher mais linda do mundo! Chupa aqui irmãozinho! – Regina gritou e gargalhou.

 

— Sou obrigada a concordar com ela, a cunhadinha é maravilhosa! – Zelena disse enquanto subia as escadas e Emma corou.

 

— Amor! – Emma repreendeu a morena.

 

— Fica tranquila amor,é tudo brincadeira. Estamos apenas brincando... - Disse sorrindo.

 

— Essa eu preciso ver... - August disse correndo até a sala e ficando impressionado com a beleza da mesma. - Wow! Dessa vez você acertou mesmo! – O irmão gargalhava. – Prazer, sou August! E desculpa a brincadeira. – O homem disse beijando a mão direita da loira e isso a deixou ainda mais envergonhada.

 

— O prazer é todo meu, August! – Emma sorriu ainda corada.

 

— Nova integrante da família? – Ingrid entrou na sala deixando todos pálidos e a Emma sem entender nada. – Regina meu amor, que bom te ver! – A mulher se aproximou da morena e a mesma se afastou entrelaçando sua mão na mão da loira.

 

— Oi, Ingrid. – Regina disse seca.

 

— Olá, sou Ingrid. Ex esposa da Regina... – A mulher se apresentou apenas para provocar a loira.

 

— Oi! – Emma disse sorrindo amigavelmente, não iria perder a paciência que tinha na frente de sua sogra. – Regina disse mesmo que o casamento de vocês foi um fracasso. – Disse irônica ainda sorrindo.

 

Ingrid olhou incrédula para Regina e a mesma gargalhou, mas sabia que no fundo sua namorada estava furiosa e que uma tremenda briga estaria por vir.

 

— Eu sei que o clima não está dos melhores, mas vamos! Faltam poucos minutos para o aniversario do meu filho! – Cora disse apertando as bochechas do homem.

 

— As vezes parece que sou uma criança. Mãe, estou fazendo vinte e seis anos.. – August disse revirando os olhos.

 

— Eu continuo vendo aquele menino que eu conheci com sete anos.. – Cora gargalhou e foi em direção a mesa de jantar. – Zelena, desce! Ou vai jantar sozinha! – Cora gritou.

 

— Já estou aqui! Papai me ligou e disse que sente muito por não poder estar conosco essa noite! – A ruiva disse descendo as escadas.

 

— Como sempre... – Regina resmungou e August abaixou a cabeça.

 

— Bom, então vamos jantar! – Cora sorriu e todos se sentaram.

 

– Então, Emma... Me fale sobre você. O que faz? Onde mora? Gosto de saber essas coisas... – Cora disse sendo simpática e Regina tentou desconversar.

 

– Mamãe, como estão as coisas por aqui?

 

– Regina querida, não seja chata! Deixe a minha nova nora se apresentar. – Cora sorriu para a menina.

 

– Bom, eu sou estudante de educação física e dou aulas em uma escola infantil. – Emma retribuiu o sorriso para a sogra.

 

– Sabe o que é engraçado? Regina dá aulas de anatomia para alunos de uma faculdade que cursam a mesa coisa que você. – Ingrid disse implicando com a loira.

 

– Sim, ela é minha professora e nós não vemos nenhum problema nisso. Cora, a senhora acha um problema? – A loira disse retrucando a ex de Regina.

 

– Nenhum problema, querida. Apenas faça a minha filha feliz! E não me chame de senhora, por favor! – A senhora colocou a mão por cima da mão de sua nova nora.

 

– Se para Cora não há problemas, creio que não seja da sua conta Ingrid. Com todo o respeito!

 

O resto do jantar ocorreu tranquilamente depois da troca de farpas e foram conversar um pouco na sala. Cora subiu com Regina e Zelena para mostrar algo em seu quarto deixando Ingrid, Emma e August na sala.

 

– Meu celular está tocando,com licença. – August saiu para atender o celular e o clima ficou pesado entre as duas.

 

– Não pense que terá Regina só para você. - Ingrid olhou para a loira e gargalhou.

 

– Realmente, não terei. Eu já tenho ela só para mim, meu amor. – Emma retrucou no mesmo tom.

 

– Vamos ver por quanto tempo!

 

– Amor, vamos embora? – Regina desceu as escadas e abraçou a loira na frente de sua ex esposa.

 

– Claro! Já está na hora mesmo. – Emma sorriu e logo depois olhou para Ingrid.

 

– Mamãe! Estou indo embora! - Gritou e Cora desceu acompanhada por Zelena.

 

– Emma, volte mais vezes! Adorei conhecer você! E desculpe qualquer incomodo. – Cora sorriu abraçando a loira.

 

– Volto sim, Cora. E prometo que vou fazer Regina te visitar mais vezes! - Sorriu para tentar disfarçar o quanto estava brava.

 

– Nossa, te agradeço muito. As vezes ela esquece que tem mãe! – Revirou os olhos e Emma sorriu, não pôde deixar de notar a semelhança entre mãe e filha.

 

– Sem dramas, mamãe! – Regina disse se despedindo.

 

– Cunhadinha, te vejo em breve! – Zelena disse se aproximando da loira, mas a morena impediu.

 

– Longe, Zelena! - Regina sorriu forçada.

 

– Calma, só vou dar tchau para ela. – A ruiva levantou as duas mão para o alto e se aproximou para dar um beijo no rosto da loira.

 

– Até logo, Zel...  – Emma sorriu corada.

 

Sairam sem se despedir de August, pois ele ainda estava no celular e entraram no carro em silencio absoluto. Durante o trajeto a loira não disse absolutamente nada, apenas trocavam olhares e Regina conseguia perceber o ódio no olhar de sua namorada.

 

– Você não vai falar nada? – Regina disse enquanto estacionava o carro na garagem de seu apartamento.

 

– Casamento? – Emma disse irritada e alterando o tom de voz.

 

– Fala baixo, ninguém precisa saber que você está irritada. – A morena disse séria para a loira. – Lá em cima conversamos sobre isso.

 

Subiram totalmente em silêncio novamente até o andar que Regina morava e assim que a morena abriu a porta, Emma já começou a falar alto.

 

– Como você esconde uma coisa dessas de mim? Casada, Regina? Casada! – Os olhos da loira já estavam marejados.

– É passado, Emma! Nós fomos casadas durante dois anos e terminamos porque a relação estava insuportável! Eu não sabia que ela estava lá, se soubesse eu não.. .– Regina foi interrompida pela namorada.

 

– Se soubesse que ela estaria lá você não me levaria, é isso que iria dizer? – Emma disse completamente fora de si.

 

– Cala a boca, eu nunca disse isso! - Perdeu a paciência e já gritava também.

 

– Porque acabou? – Emma sentou no sofá e a morena tentou se aproximar. – Se afasta! - Fez gesto com a mão. - Porque vocês terminaram? Nenhuma relação fica insuportável do nada.

 

– Por causa do meu ciúme e porque ela me traiu. Está feliz agora? Podemos seguir nossa vida em paz? – Regina disse brava.

 

– Regina Mills foi traída? Nossa, e deixa eu adivinhar... Por isso começou a brincar com os sentimentos das pessoas? – Emma estava totalmente fora de si, já estava misturando todos os acontecimentos entre elas. – Por isso estava quase cedendo as investidas da Tamara?

 

– O que? Você está ficando louca? Olha o que você está falando, Emma! – Regina disse incrédula. - Sim, foi por isso que comecei a jogar com as pessoas, mas depois que te conheci parei! Parei porque eu vejo um futuro do seu lado, Emma! Para de ser criança!

 

– Agora eu sou a criança? Fui eu quem escondeu já ter sido casada! – Emma disse se levantando e indo em direção á porta.

 

– Aonde você vai? – Levantou indo atrás dela.

 

– Para a minha casa. – Emma disse tentando destrancar a porta.

 

– Não, não vai! – Regina disse deixando sua voz rouca.

 

Prensou a garota na porta e começou a beijar e morder seu pescoço. Emma ofegou ao sentir a morena abrindo o zíper de seu vestido.

 

– Vai me comer pensando na Ingrid? – A loira disse irônica.

 

– Não, vou te comer porque você é a única pessoa que eu quero! Porque é tão difícil para você entender isso? – A morena sussurrou e mordeu o lóbulo de sua orelha.

 

– Sem chance, eu vou te mostrar que eu sou melhor que a vaca da sua ex esposa! – Emma foi empurrando a morena até o sofá deitando seu corpo sobre a mesma.

 

– Você é melhor que ela em todos os aspectos, meu amor! – Regina sorriu.

 

– Eu sei. – Iniciou um beijo intenso, as mãos da morena passeavam pelo corpo semi nu da loira. – Vem, vamos para o seu quarto.

 

Emma saiu de cima da morena e a puxou pela mão até o local.

 

– Agora eu dou as ordens e você obedece! – Emma disse com a voz firme. – Tira o vestido, Regina! - Olhou para a morena e seus olhos demonstravam puro desejo e a raiva que ainda sentia.

 

 

– Como quiser, senhorita Swan. – A morena nunca gostou de receber ordens, mas com a loira era tudo diferente. Emma Swan era diferente.

 

 

 


Notas Finais


Comenteeem!! 😂😂😂😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...