História Your eyes look void today - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Ei galera, espero que gostem desse cap. Foi escrito em alguma das várias madrugadas tristes kkkkk

Capítulo 2 - Wein


Pensar em Marco fazia parte da minha rotina, não havia um dia sequer que eu não olhava a sua conta no Instagram e não me espantei ao ver que o mesmo estava cada vez mais lindo. O arrependimento se tornava cada vez maior por ter o deixado, eu nunca devia ter feito isso, queria apenas mais uma oportunidade de poder falar com ele, ou apenas tentar me redimir. Conhecia Marco, sabia que as mágoas ainda eram presentes e se tinha algo que ele guardava era rancor, isso era notável, Marco nunca fez questão de esconder a raiva que sentia por mim e eu bem... Continuo tentando a aproximação, com meu coração carregando arrependimentos por tais atitudes minhas.

-----

Naquela manhã em específico havia acordado decidido que ia tentar um contato com Marco novamente. Precisava disso, minha alma pedia por isso.
Estaria disposto a largar tudo por ele e como estava, porque para mim não adiantava ter tudo aquilo e Marco longe de mim, precisava de alguém para dar e receber amor e esse alguém era Marco.

Desco as escadas, ainda usando o roupão preto. Dou de cara com minha esposa, apenas suspiro pesado e caminho até a mesa me sentando na mesma, ela lia sobre algo no iPad e eu peguei algumas torradas acompanhando a jarra do suco de uva. Era sempre a mesma coisa, sentia falta do ambiente familiar. Me perdia em pensamentos me perguntando se por ventura eu tivesse me casado com Marco seria diferente, seria uma família unida com nossos filhos correndo pela casa, e Marco preocupado com eles para não caírem, as noites de carinho e os finais de semana divertidos.

A minha vida era horrível por minha culpa, eu fiz as escolhas erradas, eu merecia tudo o que estava acontecendo, apenas colhia o que havia plantado. Mamãe costumava dizer que a vida é feita de escolhas e as consequências vem de brinde. Casei com a mulher que não sentia nada, troquei minha felicidade por luxo e isso bastava para viver em um inferno, vejo as pessoas comentando que queriam ser eu ou se quer ter minha vida e é sempre inevitável não dar um sorriso irônico ao ver tal coisa, porque nenhum louco gostaria de viver nessa zona infernal que eu mesmo criei e dificultei tudo.

-Robert _Anna gritava. Apenas olhei feio para ela a repreendendo. Odiava quando as pessoas gritavam comigo_ Desculpa, você estava tão aéreo. Está pensando no Marco Reus novamente? _Ela dizia seu nome com desdém me fazendo apenas revirar os olhos_

-Acho que isso não é da sua conta Anna, foque apenas na sua vida. _Disse ríspido, odiava o jeito que ela tratava Marco_

-Me poupe, não sei porque tanto pensa nele e nem o que ele tem especial, é somente um viadinho. Foi apenas um namorico seu de quanto você era garoto, agora você está comigo e quero que foque apenas em mim. Eu não aceito ser traída Lewandowski, muito menos ser traída com um homem _Eu me perguntava como ela podia ser tão idiota. Era estresse atrás de estresse_

-Anna. Nós dois sabemos que não nos casamos por amor, nunca teve amor nesse relacionamento, você tinha seus interesses e eu os meus. Me casar com você foi a pior escolha que eu fiz em toda minha vida, só você não percebe meu semblante infeliz e toda essa monotonia que me irrita. Você sabe que eu sempre amei Marco, então não venha dando uma de galinha de briga, por favor tenha mais respeito ao pronunciar o nome do mesmo _Disse rude, odiava aquela conversa, odiava toda aquela situação, odiava o jeito que ela tratava Marco_

------------

Me encontrava deitado na cama do quarto de hóspedes, não queria fica no mesmo quarto que Anna. Estava encarando o aparelho celular que estava a minha frente, no perfil de Marco para ser mais específico. Tomei uma coragem que não sabia da onde para mandar uma mensagem, já esperando receber o seu desprezo.

_RL9: Quanto tempo

Marcinho11: Você ainda existe?

Devo admitir que fui pego de surpresa com sua resposta, eu não esperava que ele fosse responder depois de anos sem termos ao menos uma conversa decente, além de cumprimentos em campo. Para mim isso era um avanço.

_RL9: Acho que sim. Como você está Marco? Eu sempre tento falar com você em campo, mas você nunca dá oportunidade

Marcinho11:  Já pensou que talvez eu não queira falar com você, que só te cumprimento por educação, que eu não suporto olhar na sua cara? Pense nisso e olha que eu nem te odeio, então ainda está com um pouco de sorte

_RL9: Como as coisas chegaram nesse ponto?

Marcinho11: Você permitiu isso..... Apenas arque com suas consequências, aliás só tô respondendo por educação

Faziam tantos anos que me perguntei quando Marco havia se tornado tão frio e grosso, mas a quase certeza que eu tinha era que ele agia assim apenas comigo, ali tinham mágoas e rancor.

_RL9: Concordo. Não tiro seu direito, fui um imbecil

Marcinho11: hm... Pelo menos reconhece... Já é um avanço, mas ainda é babaca ou melhor um traidor

_RL9: Ainda guardando magoas Marco?

Marcinho11: Em partes sim. Mas apenas falei o que comentam e o que sei de você

_RL9: Eles falam isso?

Marcinho11: Não banque o sonso comigo, não mais.

_RL9: Eu sei que não devia falar isso, mas eu vou dizer mesmo assim. Eu sinto a sua falta

Marcinho11: Não.... Não sente. Você é egoísta e gosta de tudo para si, não aguenta me ver com outra pessoa e ter a sensação de que perdeu algo, acaba me querendo para si e acha que isso é sentir falta, mas na verdade é apenas o desejo de ter tudo para si. Bem não sei se consegui me expressar como queria, mas espero que sim

Ele dizia e eu me sentia mal, ele estava enganado, pois eu sentia falta dele sim, porém eu sequer sabia como demonstrar que meu amor por ele estava vivo e a saudade era presente.

_RL9: Aí que você se engana Marco

Marcinho11: Não tem como confiar em pessoas como você, não dá para acreditar no que você diz

_RL9: Não tiro sua razão. Mas me diga, ainda me odeia?

Marcinho11: Não. Ódio é uma palavra muito forte, apenas não gosto e tenho repulsa de você.

_RL9: Tão cruel....

Marcinho11: Crueldade foi o que você fez comigo. Eu tô sendo apenas sincero, você fez suas escolhas e agora tem que arcar com suas consequências

_RL9: Nunca pensei que chegaríamos nesse ponto

Marcinho11: Também nunca pensei que seria abandonado pela pessoa que eu viraria as costas pro mundo para estar ao lado dela e cá estamos nós. Nem sempre as coisas saem como desejamos Lewandowski

E aquilo me atingiu em cheio, ouvir palavras duras de Marco eram necessárias, mas nunca imaginei que fosse doer tanto.

_RL9: Me desculpe Marco, me desculpe por tudo que fiz você passar e sentir. Se pudesse, teria feito tudo diferente

Marcinho11: Deixa para lá. É passado, lógico que não muda os sentimentos ruins que tenho por você

_RL9: A gente precisa conversar Marco, esclarecer tudo. Eu não aguento ficar assim com você.

Marcinho11: Não precisamos não. Tudo foi esclarecido a 6 anos atrás, você tomou suas decisões. Robert, não temos o que conversar, apenas aceite, você seguiu sua vida e eu a minha. Eu já respondi suas mensagens, não é o suficiente?!.

_RL9: Por enquanto sim. Mas vamos sair para tomar um vinho e conversar? Apenas isso, prometo não tentar nada, não ser invasivo e vamos apenas conversar como dois conhecidos ou não sei.... Pessoas que vão se conhecer, não sei.... Não consigo me expressar

Marcinho11: Eu não sei...... Não sei se quero te ver, ainda dói um pouco.

_RL9: Por favor Marco, se você não gostar eu prometo nunca mais te procurar

Marcinho11: Tudo bem Lewandowski. Eu vou, mas não se esqueça que é apenas como conhecido, afinal ambos são casados e temos uma vida com nossas esposas

_RL9: Tudo bem, como você quiser

Marcinho11: Certo. Vamos na quarta-feira às 19 hrs

_RL9: Ok. A gente combina o local durante a semana

Marcinho11: Ótimo. Agora se me der licença, eu preciso dar mamadeira para Mayla

_RL9: Ok. Tenha um bom dia

Meu dia estava feito, por mais que Marco fosse frio eu estava feliz por ele ao menos me responder, não quero estragar tudo dessa vez, quero apenas sentir o amor de Marco novamente. Só queria que a quarta feira chegasse logo para o ver.

Era isso que ele me causava, a sensação de amor, as borboletas no estômago, sorrisos bobos. Parecia um menino de 14 anos com seu primeiro amor, porque Marco era meu amor o primeiro e único, e não vou o deixar escapar novamente, caso ele ceda.





Notas Finais


Espero que tenham gostado. Bjuxx até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...