História Your Sweet Side - Imagine Suga - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Heterossexualidade, Min Yoongi, Romance, Suga, Yoongi
Visualizações 377
Palavras 950
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


desculpe a demora ;-;

Capítulo 39 - Encontro.


Fanfic / Fanfiction Your Sweet Side - Imagine Suga - Capítulo 39 - Encontro.

- Ei Yoongi... – Começo a falar quando ele atende ao telefone – Eu queria te propor algo – Sorrio ao falar.

“Ah, oi, s/n. O que é?”

- Então... Eu estava pensando... Que tal nós sairmos?

“Sair, tipo um encontro?”

- Tipo um encontro – Repito, um pouco decepcionada por dentro por Yoongi nunca ter me convidado.

“Ah, claro. Quando pode ser?”

- Amanhã, depois da aula.

“Ok, então, nós vamos para onde?”

- Hm... – Penso um pouco – Sei lá, que tal no parque perto do shopping? Lá é bonito.

“Ok”

*

Suspiro, feliz. Eu finalmente teria um encontro com Yoongi, e poderia conhecê-lo um pouco melhor. Torço para que não seja entediante e que tudo dê certo. Dessa vez, seríamos apenas nós dois...

Lembro-me de Mi-Cha. Sorrio maliciosa, pensando no que ela faria se nos visse juntos no cinema. Em seguida, tento retirar esses pensamentos da cabeça. Essa não sou eu.

* * *

Ao colocar os pés na sala de aula, vejo logo de cara Mi-Cha dando em cima de Yoongi novamente. Por que ela não entende que ele está em um relacionamento?

- Você não se lembra de tudo o que nós passamos juntos...? – Mi faz uma expressão manhosa, fazendo movimentos circulares com o indicador – Tantas boas lembranças...

Suspiro. Apesar de estar com raiva, ela conviveu por mais tempo com Yoongi, e eles já tiveram algo mais sério...

- Mi-Cha, se eu te queresse, já teria dito. Desista. Não há nada entre nós...

A garota continuava insistindo. Até eu não compreendia o porquê de ele não a querer. Mi-Cha era atraente, fofa, sociável e eu não poderia falar mal de nada, pois ela não se provou ser nada de ruim, apenas um pouco fanática pela pessoa de Yoongi.

Senti-me menos que Mi-Cha. Mas se ele gostava de mim pelo que eu sou, então acho que não há nada com o que se preocupar.

- Certo, alunos, vamos começar a aula – A professora se apresenta cordialmente, e se senta em sua confortável cadeira.

Sento-me, ignorando o que havia acontecido. Abro o livro e acompanho a aula.

* *

- Certo, vamos nos encontrar lá, então – Yoongi dá aquele seu gummy smile, apesar de não entender essa proposta que eu havia dado. Realmente não fazia sentido, afinal nós morávamos perto e era só ele me buscar, mas eu achava mais romântico nos encontrar.

- Sim – Assinto, retribuindo com um sorriso sutil.

Entro em casa, e respiro fundo, me preparando psicologicamente.

Abro a porta do quarto e entro, já abrindo o armário e procurando algo para vestir.

*

Acabo ficando com uma calça jeans rasgada e uma blusa branca com uma estampa bonitinha. Coloco brincos largos e um chapéu fofo (o único que combinava comigo). Calço tênis fechados, e passo um batom nude.

Sorrio ao me olhar no espelho. Eu não estava exagerada, mas estava bonita. Pergunto-me se Yoongi falaria a mim se eu estava bonita ou não.

- Aonde você vai? – Meu pai indaga, bravo.

- À um encontro – Apenas essas palavras o fizeram ficar incrédulo. Antes de ele me impedir de ir, mamãe aparece em cena e eu sorrio.

- Querido, ela tem um namorado. É isso que namorados fazem – Eu adoro quando mamãe sempre me defende nessas horas. Acho que ela era que nem eu.

- Eu preciso conhecer esse rapaz melhor – Ele resmunga – Nunca nem conversei com ele.

- Já sim, na verdade – Retruco – Quando você perguntou se éramos amigos – Penso em minhas próprias palavras e me arrependo.

- E era uma mentira afinal.

- Talvez... – Murmuro, abrindo a porta para sair – Tchau, papai. Tchau, mamãe.

Minha mãe acena, orgulhosa, ao passo de que meu pai continua com a mesma expressão brava.

Corro apressada até o parque, extremamente ansiosa e sorridente. Avisto um banco no parque, porém não vejo Yoongi. De qualquer forma, sento-me nele à sua espera.

De repente, sinto uma gota de chuva cair em minha blusa.

“Droga”.

Corro até um pequeno lugar com teto, frustrada.

S/N *OFF*

YOONGI *ON*

Arrumo-me, colocando um moletom preto e uma calça jeans preta rasgada. Calço os mesmos sapatos que uso quando vou para a escola e penteio um pouco o cabelo.

“Pronto”.

Pego minha mochila e vou a pé para o parque, um pouco ansioso.

Ao sair de casa, sinto duas gotas de chuva caírem do céu. Por que justo hoje?

Volto para casa para pegar um guarda-chuva, pensando em como s/n estaria naquele momento.

Caminho um pouco lentamente, pois a chuva se intensificou. Por que nenhum de nós pensou no tempo que poderia fazer hoje?

Subo o morro que vai até o parque, já um pouco cansado. A chuva estava muito forte, e era perigoso escorregar ali.

De repente, vejo com o canto do olho uma garota tomando chuva sentada em um banco extremamente desconfortável.

Viro-me para vê-la melhor, e percebo que era Mi-Cha.

Corro até ela, preocupado.

- O que está fazendo, sua burra? – Ela continua em silêncio, parecendo não se importar com a chuva – Você vai adoecer...

Mi finalmente se vira, e percebo que ela está chorando.

Na época em que nós namorávamos, eu não a via chorar muito. Mi-Cha sempre escondia seus sentimentos. Talvez ela não esperasse que eu fosse vê-la.

- Yoongi...? – Ela enxuga suas lágrimas, ainda sem expressão alguma – Eu... Não sabia que você viria...

Coloco o guarda-chuva sob sua cabeça, preocupado.

- Volte para casa, senão vai adoecer. Por que está chorando?

- Ha ha, não é nada – A sua risada estava não sem sentimento quanto a sua expressão. Quando Mi fala essas palavras, sinto cheiro de álcool.

- Você... Bebeu...? – Ela era maior de idade como eu, e Mi sempre tivera esse costume de beber frequentemente. Mas...

Eu precisava levá-la para casa.


Notas Finais


Acalmem o coração pq vem mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...