História You're Already Mine, Prince! - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Adam Milligan, Castiel, Chuck Shurley, Crowley, Dean Winchester, Gabriel, Lúcifer, Miguel, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Tags Destiel, Midam, Samífer, Sexo, Yaoi
Visualizações 307
Palavras 1.493
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello people, em primeiro lugar muiito obrigada pelos comentários e os favoritos <3
Isso me deixa bem feliz

E então, esse capítulo ficou curto eu acho, mas eu acho mais difícil escreveer uma fanfic no inicio, por isso os capítulos ficam assim sabe, mas prometo melhorar
E também desculpem os erros. Eu escrevo pelo celular ksksks

E é isso, obrigada msm e boa leituraaa

Capítulo 2 - Kiss Me Again


Fanfic / Fanfiction You're Already Mine, Prince! - Capítulo 2 - Kiss Me Again

- O que? - ambos os Winchesters estavam surpreendidos com aquele pedido e especialmente Sam.
- Estão surdos ou o que? - Lúcifer sentou-se na cadeira confortavelmente.
- Sammy, reunião. - Dean puxou o braço do irmão para um canto mais reservado. - Você não esta pensando em fazer o que ele quer, não é?
- Eu não sei Dean.
- Nós nem sabemos quais as intenções dele. - Dean advertiu.
- Eu acho que sei. - O mais novo parecia pensativo. - Eu tenho um plano.
Lúcifer ainda sentado bebia um bom whisky enquanto esperava os Winchesters.
- Eu aceito. - Sam parou em frente ao Diabo. -Mas com algumas condições, você terá que nos ajudar a derrotar a escuridão também.
- Eu sabia que uma hora ou outra você aceitaria Prince, mas não pensei que seria tão rapido. - Lúcifer sorri docemente. - E quanto a matar a titia, irei ajudar.
Dean encarou o irmão ainda apreensivo quanto a sua decisão, era um tanto estupido se entregar ao Diabo daquele jeito, ainda mais se as coisas não corressem como planejado.
Lucifer saiu da casca de Castiel como o combinado, o anjo voltou a si sentindo uma leve tontura e fraqueza.
- Cass, está tudo bem? - Dean aproximou-se do amigo para ajudar.
- Estou bem Dean, obrigado. - Mentiu Castiel, ele não estava bem, porém não queria causar preocupação aos amigos, já que falhou ao tentar ajudar os mesmos.
- O que passou por essa sua mente brilhante ao deixar Lúcifer entrar? - O mais velho dos Winchesters sentia que Cass precisava de ajuda apesar de dizer estar bem.
- E-eu queria ajudar. - Castiel responde sentindo as bochechas queimarem pelo constrangimento, falar daquela maneira com Dean era realmente vergonhoso.
- Você já estaria ajudando muito se ficasse bem e com a gente. - Dean murmurou virando o rosto para esconder a vergonha que também sentiu ao dizer aquilo.
- Eu odeio atrapalhar o momento Destiel, - Dean mostrou o dedo do meio e Cass não entendeu. - Mas olha quem chegou crianças! - Lúcifer estava na sua antiga casca novamente.
- E essa sua casca não vai sabe...ficar toda ferrada como da ultima vez?
- Sua preocupação me comove Dean. - Lucifer aproximou-se e pegou um copo de Whisky aguardando que Dean o sirva. - E respondendo sua pergunta, não, fiz uns ajustes. - Ele pisca o olho direito.
- Se você está pensando que eu vou te servir o meu whisky, está muito enganado. - O mais velho dos Winchesters advertiu, fazendo Lúcifer revirar os olhos.
- Péssima recepção. - Resmungou.
Castiel ainda estava sentado e sem entender nada, Sam pegou seu notebook para procurar qualquer anormalidade que os leve até Amara e Dean e Lúcifer bebiam Whisky.
- Achou algo, Sammy? - Após alguns longos minutos Dean lhe perguntou.
- Nada, nenhum sinal ou coisa do tipo. - O mais novo bufou cansado passando as mãos pelos longos fios.
Castiel sentia-se fraco e cansado e tentava ao máximo esconder isso, porém aos olhos de Dean toda aquela farsa não adiantava, ele sabia que Cass estava mal.
- Cass, você está bem mesmo? - O Winchester mais velho perguntou ao anjo.
- E-eu estou sim.
- Mentira. - Lúcifer debochou atraindo a atenção de todos. - Irmãozinho, pare de bancar o foda e deixe Dean cuidar de você, todos sabemos que é isso que quer.
Castiel nada disse, apenas corou de orelha a orelha e escondeu o rosto com as mãos, Dean também ficou constrangido.
Ambos saíram da sala e foram para um quarto, Dean levava o anjo apoiado em seu ombro, assim que o deixou no quarto, ligou a tv em alguma coisa do gosto de Cass, - Que era realmente estranho. - E sentou-se em uma cadeira ao lado para ver se o amigo estava bem.
- Por que está ai? - Cass mantinha a tão usual cara de confusão.
- É...eu queria ver se você, sabe, vai ficar b-bem...
Sam ainda mexia em seu computador procurando algum caso nos arredores quando o loiro aproximou-se.
- Tenho uma oferta.
- Não estou interessado. - O moreno nem sequer o olhou, e isso lhe deixou bravo, mas suspirou e continuou.
- Eu curo Cass e você me paga um boquete. - Lucifer disse aquilo como quem diz bom dia.
- Meu Deus.- Sam após engasgar com a própria saliva exclamou, o que se passava na cabeça daquele demônio?
- Você quer não é mesmo?
- Não! - Sam quase gritou.
- Eu vou curar o Cass se você aceitar....
- N-não pode ser algo mais simples? - Sammy sentiu suas bochechas ficarem mais vermelhas.
- Tipo? - Lucifer sorriu vitorioso com a vergonha que causou em seu Prince.
- Tipo....-Sam xingou-se mentalmente de todos os nomes possíveis antes de continuar. - Um b-beijo.
- Posso pegar na sua bunda?
- O-o que? - Se antes o mais novo estava vermelho, agora ultrapassava a cor de um pimentão.
Lucifer riu se divertindo com aquela situação que era tão constrangedora para Sammy. - Feito.
Dean falava para Cass que assistir series era mais interessante do que ver um canal sobre Tricô, já o anjo protestou dizendo que era muito interessante a maneira que a agulha formava uma roupa.
-Claro, é bem interessante ver essas velhinhas fazendo tricô...- Murmurou o Winchester.
- Atrapalho alguma coisa? - Lucifer de repente apareceu no quarto, e bem que a cena era estranha.
Dean já não estava mais sentado na cadeira ao lado, e sim na cama ao lado de Cass o abraçando de lado. Ambos coraram e se afastaram, Lucifer caminhou tranquilamente em direção ao irmão e lhe tocou a testa, fazendo toda a exaustão e fraqueza do anjo ir embora.
- O-obrigado, mas por que fez isso?
- Não é óbvio? Eu sou um anjinho. - Lucifer respondeu com 100% sarcasmo na voz.
Agora estava na hora de receber seu prêmio por ser um bom diabinho.
Sam ainda mexia naquele notebook, agora Lucifer também se perguntava o porque daquilo atrair tanto a atenção dos humanos. De repente o louro aparece por trás do Winchester que estava distraído o suficiente para não perceber sua presença antes.
- Hora do pagamento, Prince. - Lucifer usou uma voz um pouco mais rouca, aquela voz que arrepiava Sammy cada vez que ouvia.
O moreno levanta da cadeira contra o gosto, e antes que pudesse fazer algo ou dizer algo, Lucifer o joga brutalmente contra a parede, fazendo um barulho bem alto e as costas do Winchester doerem muito.

- Como nos velhos tempos.
Lúcifer sorriu com malicia, aproximou seus lábios aos do moreno, as respirações mescladas, o contato visual e então os lábios estavam unidos, Lúcifer tentou aprofundar o beijo e depois de uma pequena resistência Sammy acabou cedendo, sentir aquela boca novamente colada na sua, aquele beijo que lhe dava a sensação de que estava mergulhando na mais profunda escuridão, e ele estaria mentindo se dissesse que não gostava daquela maldita sensação.
Era cômico porém a cena, pois Lúcifer precisava se por nas pontas dos pés para beijar Sammy, parecia uma garotinha baixinha com o namorado alto. Lucifer desceu as mãos até a bunda do moreno onde apertou com força e aproximou-se do seu corpo, deixando a distancia entre os dois quase inexistente. Com aquele ato Sam pode sentir a ereção de Lúcifer e acabou soltando um gemido baixinho e sequer surpreendeu-se ao notar que se encontrava no mesmo estado.
E quando aquele beijo finalmente acabou com Lúcifer mordendo o lábio inferior de Sammy de uma maneira dolorosa porém prazerosa para o moreno, Lúcifer sorria maliciosamente já Sam permaneceu com seus olhos fechados, a respiração completamente desregulada e o coração a mil. No instante seguinte já não sentia mais os toques do loiro em seu corpo, então permitiu-se abrir seus olhos e confirmar que Lúcifer não estava mais lá.
O Winchester mais novo havia feito uma promesa a si mesmo de que jamais deixaria aquilo acontecer novamente, mas cada vez que estava perto de Lucifer, era difícil pensar que conseguiria cumprir aquela promessa.
Sam fez aquilo que lhe veio a cabeça e parecia mais certo no momento, pegou a primeira bebida que viu pela frente e bebeu.

- Que bom que você melhorou, precisamos de você com a gente e de preferência inteirinho. - Dean continuou fazendo cafuné em Cass.
- Essa série...Eu ainda não estou entendendo...- O anjo comentou confuso.
- Talvez séries não sejam sua praia, e sim programas de velhas tricotando. - O Winchester mais velho zombou.
- Dean, você já se sentiu...vulnerável perto de alguém? - Mesmo estranhando aquela pergunta aleatória, o loiro acenou positivamente.
- Por que?
- Eu me sinto assim...Perto de você. - Se aquele anjo soubesse o que tais palavras causaram no caçador, o coração estava acelerado e a pele inteira que se arrepiou.
"Eu também, Cass."
Ele diria isso, se não tivesse medo de entregar-se para aquele sentimento.


Notas Finais


Então é issoo
O que acharam? Muito ruim, legal?
Me digam se acharem algum erro que eu arrumo
Obrigada por ler
Bjoos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...