História You're Falling In Love (TAEKOOK) - ABO - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Personagens Originais
Visualizações 247
Palavras 2.660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello!

Espero que gostem

Erros de ortografia,me perdoem!

🔥✨

Capítulo 12 - TWELVE


Fanfic / Fanfiction You're Falling In Love (TAEKOOK) - ABO - Capítulo 12 - TWELVE

Jungkook já estava morando com Taehyung, ele estava gostando disso, jamais pensou que Taehyung fosse acolhê-lo assim. No máximo, ele pensou que seria enxotado de sua casa e dormiria na rua, até encontrar um lugar para ficar, mas não, Taehyung foi compreensivo, pois ele sabe que passar noites nas ruas é horrível,já que o mesmo já viveu por uma fase terrível desde a morte dos pais.

A casa de Taehyung não era grande, mas super confortável, tinha um quarto de hóspedes, o que agora seria de Jeon. Não sabia de estava fazendo o certo em abrigar o Alfa com quem ele está apaixonado, daria certo? E quando eles estivessem no cio? O que ele faria? Os Alfas são super domadores e sem escrúpulos no cio, então Taehyung tinha medo da vez de Jungkook chegar.

Ele se levantou, tomou banho e se arrumou para ir para o colégio. Arrumou suas coisas, olhou às horas e saiu para fora. Descendo a cozinha ele viu Jungkook preparando o café da manhã, ficou surpreso com a cena, ele estava lindo, sem camisa, apenas com uma calça moletom, descalço com os cabelos bagunçados. Taehyung nunca viu Jeon assim e estava babando no Alfa.

— Você acordou! — Jungkook sorriu ao sentir o cheiro de Taehyung e colocou às coisas em cima da mesa, de uma forma organizada.

Taehyung nunca se preocupou em fazer um café da manhã assim, com direito a tudo, no máximo,ele só comia algo e bebia suco e saía.

— Bom dia. — Ele disse fechando a boca sem graça e se sentou. Pegou um morango e começou a comer. — Desde quando você faz café da manhã?

— Ah, tem tempos que não faço, mas eu gosto. Eu sei fazer. — Ele riu. — Acha que só porque sou "rico" eu tenho a mão quebrada? — Brincou e logo se sentou,fazendo companhia para Taehyung.

— Não é isso... Eu só... Não imaginava. — Sorriu comendo um bolinho de arroz. — Você manda bem!

— Pelo menos nisso,não é?

Não.. — Taehyung sussurrou.

— O que você disse?

— Nada! Pensei besteira aqui.

— Quero saber! — Jungkook riu de canto ao ver Taehyung corar mais uma vez. — Você sempre fica assim quando está ao meu lado?

— Assim como?

— Vermelho? — Riu e sorriu e Taehyung sentiu vontade de correr.

O que você acha Jungkook? Você é lindo, ainda desse jeito, largado e sem camisa. Quer que eu fique como?

Taehyung fingia prestar atenção no café e pensar que era mais interessante do que olhar nos olhos de Jeon enquanto ele dava em cima dele sem cerimônia, o deixando sem palavras.

— Estou com calor. — Ele disse tentando se recompor.

— Calor?

— É oras! E você? Não vai pro colégio não?

— Quantas horas? — Ele perguntava desesperado.

— Quinze para às sete.

— Nossa! Nossa! Eu tenho que me arrumar. Tenho teste, meu Deus! — Jungkook falava desesperado saindo da cozinha e tomou um trupico, fazendo Taehyung rir da situação.

Jungkook subiu correndo às escadas, seprarou uma roupa qualquer e foi tomar seu banho. Não durou nem dois minutos e ele já estava vestindo roupa, vestiu uma calça jeans, camisa branca e suas famosas botas. Pegou sua mochila e saiu sem pentear os cabelos, que estavam gotejando água.

— Vamos! — Ele disse cansado olhando para Taehyung que fazia o dever de casa.

— Hm, sim. — Taehyung fechou o caderno e o guardou. Mas ficou surpreso ao ver Jeon daquela forma, ao seu ver ele estava tão sexy, que sentiu vontade precisa de beijá-lo, mas ele tinha que manter sua palavra, já que ele deixou claro que não queria se envolver intimamente com Jungkook.

Taehyung se levantou e saiu caminhando com Jungkook. Agora ele não tinha mais carro. Seu pai o havia dado de presente, e mesmo sendo um presente, ele devolveu, mesmo sendo um Mercedes novo e lindo, ele não queria mais nada de seu pai.

— Sua casa é longe hein. — Jungkook comentou com preguiça.

— Faz bem pra saúde, caminhar! Deixa de ser mole. — Taehyung disse empurrando suas costas. Seus ombros largos lhe chamaram atenção, mas ele parou e voltou a caminhar. — Seu cabelo está bagunçado. — Ele disse passando a mão e arrumando do jeito que Jeon deixava. — Pronto.

Jungkook sorriu, se sentiu cuidado por ele e descobriu que gostava disso. 

Eles pouco se falaram no caminho pra escola e chegando lá cada um foi para seu canto. Jungkook foi com Namjoon e Taehyung foi procurar Jimin. Mas viu que ele estava sendo incomodado por Yoongi.

— É assim? Você vai acabar com tudo por causa daquele metido a jogador? — Yoongi dizia irritado olhando para Jimin.

Era incrível que mesmo negando, e falando com todas às letras que ele não queria mais o Alfa, Taehyung percebia seu olhar de apaixonado para Yoongi.

— Sim, vou. Não quero mais ser usado. JB me quer, cuida de mim melhor do que você. Ele é um anjo, você? — Ele riu. — Só brincou comigo.

— Ele é anjo até conseguir te levar para a cama e espalhar para todos que conseguiu comer o Ômega tímido do colégio. — Yoongi estava nervoso.

— E você não fez isso? — Cruzou os braços.

— Não! Porque ninguém precisa saber da minha relação com você. Eu não vejo necessidade em estragar nosso romance.

Taehyung assistia tudo de longe, ele sentia pena de Yoongi às vezes. Ele parecia um louco apaixonado, querendo atenção de Jimin.

— Romance, para né! Você não me ama, vive me escondendo. Tem vergonha de mim e ainda tem a cara de pau de dizer que o que tivemos foi "romance"? Nossa! — Jimin estava nervoso e não queria sair chorando mais uma vez. Se sempre que ele ver Yoongi e sair pior do que já estava for assim, ele teria de evitar vê-lo ou ele iria ficar doente mais uma vez.

Jimin já iria sair quando Yoongi o prendeu no armário, colocando a mão do lado de sua cabeça no armário,olhando fixamente em seus olhos. Jimi perdeu o rumo e Yoongi via sua vida toda nos olhos de Park, seu Ômega.

— Eu te amo Jimin, para de fazer isso comigo.

— Para você de me iludir Min Yoongi, estou cansado. Eu sou um ser humano..— Sua voz estava grossa, parecia que tinha algo entalado em sua garganta.

Eles ficaram em silêncio se encarando, até que Yoongi selou seus lábios, tentando beijar Jimin, que de início não cedeu, mas acabou se deixando levar. Ele gostava de Yoongi, estão ligados e isso não pode ser desfeito. Yoongi mais do que nunca queria marcar seu Ômega para sempre,mas por agora não podia, não por agora.

Taehyung não iria ficar ali segurando vela e viu que eles já estavam se acertando. Então, ele saiu e foi para a sala.

Minutos depois Jimin chegou com uma aparência ótima, Taehyung já sabia o porquê mas não quis dizer nada. Ele se sentou ao lado de seu amigo e o cumprimentou com um sorriso radiante.

— Oi Tae Tae! — O abraçou e beijou sua bochecha.

— Aí! Não me beija! — Disse ele limpando. — Eu sei que está feliz,mas não empolga, cara.

— Até parece que não gosta de piroca.

— Olha a boca.

— Aí! Estou feliz!

— Isso eu sei!

— Eu estou namorando. — Ele dizia entre sorrisos. A primeira vez que ele via Jimin  assim, feliz demais depois de tanto tempo.

— Namorando?

— Sim!

— Quem?

— Min Yoongi! Aí. — Ele suspirava de amor, mostrando a aliança em seu dedo.

— Uou! Até que enfim aquele ogro tomou iniciativa! Parabéns Minnie! — Taehyung dizia sorrindo e afagando seus cabelos.

Eles encerraram o assunto assim que o professor chegou na sala, se viraram, abriram o caderno e começaram a anotar a matéria do dia.

Será que ele não se cansa de passar só matéria? — Taehyung sussurrou.

— Não sei,mas estou cansado.

[...]

O intervalo chegou, Taehyung estava sozinho pois Yoongi havia pegado Jimin e o levado para algum lugar.

— safados. — Ele disse baixo apenas para sim enquanto mexia na comida, sem ânimo para comer.

— Está irritado? — Jungkook apareceu segurando seus ombros, se inclinou e ficou bem próximo de seu rosto, olhando para ele.

— Sim estou! Por quê?!

— Nossa! Não precisa falar assim comigo. — Jungkook fez bico e logo se sentou ao seu lado, com um caderno na mão.

— Precisa de alguma coisa.

— Olha! Acho que você vai gostar. — Ele disse animado com um sorriso passando o caderno pela mesa até chegar em suas mãos.

Taehyung olhou e viu que era o teste que Jungkook havia feito. O teste de física que Jeon estava preocupado e que Taehyung se dispôs a ajudar.

— Um 10? — Taehyung sorriu feliz.

— Sem você não conseguiria nem metade! OBRIGADO TAE TAE! — ele sorriu e agarrou o pescoço do Ômega, deixando um beijo no local.

— Está louco? Todo mundo deve estar olhando. — Taehyung dizia com um arrepio, tentando se afastar.

Eu não me importo com eles. — Jungkook sussurrou beijando o canto da boca de Taehyung e acariciou suas bochechas.

— Mas eu sim! — Com muita dificuldade Taehyung se afastou de Jungkook, que ainda permanecia ao seu lado.

— Obrigado, você é um anjo, anjo! — Jungkook sorriu e saiu da mesa, indo de encontro com Namjoon.

— Você e o Ômega, hm, pra quando é o casamento? E os lobinhos?

— Nam Hyung, seu humor me motiva..— Jungkook riu pegando o refrigerante e olhando para onde Taehyung estava sentado sozinho.

Assim que a aula terminou, Jungkook foi embora mais tarde, pois tinha que treinar para o jogo de sábado. Taehyung já estava em casa fazendo a lição.

O caminho até a casa onde Taehyung mora é longo andando e Jungkook ja estava cansado e suado. Ele teve que tirar a camisa para se secar do suor que escorria.

Finalmente ele já estava na porta da casa de Taehyung, correu e abriu a porta. Arrancou os sapatos, abriu o fecho da calça e subiu às escadas. Procurou Taehyung por todos os cantos mas não achou, então foi até seu quarto, vendo que ele estava estudando.

— Ah você está aqui! — Jeon disse aliviado ficando parado na porta.

Taehyung morreu de vergonha ao ver como ele estava.

— Só faltou sair desfilando de cueca em minha casa agora.

— Estou com calor.

— Ata!

— Preciso de ajuda.

— Quando é que você não precisa, não é mesmo Jungkook?

— Tenho um trabalho e preciso da sua ajuda. E ai? Pode ou não?

— Depende.

— Biologia.

— Hm, tá. Pra quando?

— Amanhã!

— O que??? Você avisa os negócios em cima da hora, como assim? Eu preciso de fazer o meu trabalho!

— Por favor? — Jungkook implorava fazendo cara de pridão.

— Tá. — Taehyung revirou os olhos. — Eu te ajudo e enquanto você faz eu termino o meu. 

— Tá bom! Só vou tomar um banho e já volto.

Jungkook não precisava da ajuda de Taehyung, até porque em Biologia ele era o melhor aluno da classe, mas Taehyung não precisava saber disso. Ele só queria passar mais tempo ao lado de Taehyung, não tinha outra desculpa que fosse fazer Taehyung querer estar ao seu lado a não ser nos estudos, então esse trabalho chegou em uma boa hora.

Ele entrou para o quarto e foi para o banheiro. Se despiu e entrou na água gelada da ducha. Tomou um banho rápido e saiu. Secou seus cabelos, que ainda sim estavam molhados e vestiu apenas uma bermuda leve e calçou seus chinelos. Pegou os cadernos e saiu do quarto, indo para o de Taehyung.

— Cheguei. — Jungkook avisa se sentando ao lado de Taehyung, que estava concentrado no seu trabalho.

— Já estou acabando. — Ele falava anotando rapidamente sem tirar os olhos da folha que estava sendo preenchida por sua letra legível e linda.

— Hm. — Jungkook suspirou e ficou fazendo hora até ele estar livre para ajudá-lo.

— Pronto. Qual sua dúvida.

— Esse trabalho todo.

— Nossa, mas parece tão fácil.

— Para você é sim. 

É fácil mesmo,nossa!

— Você tem retardo?

— Tá me chamando de doente?

— Não! É só que isso até o mais burro sabe fazer!

— Tá bom Taehyung! Não quer ajudar tudo bem! — Ele disse bravo se levantando. Mas às mais rápidas e ágeis de Taehyung segurou seu pulso e fazendo sentar de uma vez na cadeira, isso machucou seu bumbum.

— Eu vou te ajudar.

— Vai é? — Sorriu de canto.

— Vou! Cala a boca e presta atenção que eu não vou ficar repetindo a mesma coisa igual um gravador.

As horas foram se passando e Jung fingia não saber nada, apenas para ter Taehyung pertinho dele, lhe ensinando. E ele gostava de quando Taehyung bancava o professor, era tão bom. Ele sorria enquanto ele explicava seriamente,como se aquilo fosse preciso. Taehyung gostava de ajudar e ensinar.

Quando estava para acabar, Jungkook perdeu o foco nos lábios de Taehyung e umideceu os seus. Ele os queria tanto,mas não podia fazer nada.

— O que foi? — Percebendo, Taehyung ergueu o olhar. Eles estavam tão próximos, um movimento e suas bocas já estavam coladas.

— Nada, oras! — Ele se perdeu voltando a anotar.

Agora era Tae que não conseguia se concentrar no que estava fazendo.

— Meus lábios são tão interessantes assim? — Jungkook provocou ele olhando em seus olhos.

— Nada, não são não.

— Bem que você gosta quando eu te beijo não é? Até se arrepia.

— Essa conversa não vai dar em nada! Se concentra em sua lição!

— A minha lição é você. Vou ter um prazer em fazê-la.

— Incrível como você é tão descarado assim. — Taehyung riu de nervoso.

Jungkook soltou a caneta, jogou o caderno para o canto da mesa e encarou profundamente Taehyung.

— Mas você não reclama. — Ele sorriu segurando o queixo de Taehyung, fazendo ele olhar para si. — Você não quer me ensinar mais alguma coisa que saiba, professor. — Ele disse de uma forma tão sedutora que Taehyung quase caiu da cadeira. Isso havia soado de forma tão errada aos olhos de Taehyung que o deixou sem graça demais.

— Eu já te ensinei. Já terminou,pode sair. — Ele falava de forma embolada, tropeçando em suas próprias palavras.

— Hm, então me deixe te ensinar uma coisa.

Antes que ele pudesse dizer algo, Jungkook se aproximou, fazendo Taehyung bater suas costas na madeira da cadeira e então colou seus lábios no do Ômega, iniciando um beijo calmo e lento, levando suas mãos até seus cabelos castanhos,onde os acariciava de uma forma única e boa, fazendo Taehyung suspirar entre o beijo.

Taehyung agarrou em sua cintura e o colocou sentado em seu colo ainda o beijando. Ele passava a mão por todo o peitoral desnudo do Alfa, mordendo seus lábios sem nenhuma preocupação por agora, deixando a vergonha de lado.

Isso é ótimo teacher. — Jungkook sorriu beijando o pescoço de Taehyung que gemeu arranhando suas costas.

Ele já estava ficando duro ali e queria logo se aliviar.

Naquela pegação fogosa dos dois, Taehyung não queria saber de nada, ele tinha Jungkook para si e queria muito mais que um beijo. Ele levou suas mãos até a intimidade de Jungkook e apertou, ele já estava duro. 

— Nossa... — Jungkook gemeu com os olhos fechados aos sentir as mãos de Taehyung em sua intimidade.

Taehyung sorriu e começou a distribuir beijos molhados no pescoço do Alfa, iria ficar marcado com certeza. 

Sem menos esperar a campainha toca e Taehyung xinga.

— Porra, não se pode mais foder em paz! — Jungkook disse irritado saindo do colo de Taehyung que não havia gostado nada disso.

Ele arrumou seus cabelos e então se levantou saindo do quarto,indo atender a porta com muita raiva.




Notas Finais


Rrsrsr


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...