História You're my Heart Shaker - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags 2yeon, Michaeng, Mochaeng, Nahyo, saida, Satzu, Twice
Visualizações 91
Palavras 3.228
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu vou tentar atualizar aqui semanalmente mas não prometo nada, tenho tido alguns bloqueios criativos e meu notebook também tá ficando um pouco ruim ( de vez em quando ele simplesmente apaga tudo que escrevi no word ).

Enfim, sem mais delongas, espero que curtam o capítulo de hoje! <3

Capítulo 13 - Noite de Karaokê


Com a chegada de agosto, todos os estudantes começam a ficar mais nervosos e preocupados pois é a época de final de semestre e o final do 1° período para os novatos. Sobrecarregados de projetos e trabalhos mal tendo tempo para respirar direito e essa era a também a nossa situação, pra ser mais exata apenas eu, Mina e Momo, como Jihyo já estava no seu 3° período ela não estava tão preocupada como a gente, ela já tinha passado por isso antes de qualquer forma.

“ Então galera, está todo mundo em dia com suas tarefas? - perguntou Jihyo chegando na sala onde eu e Mina estávamos concentradas nos nossos respectivos notebooks. “

“ O que você acha? - disse Mina sem desgrudar os olhos do notebook. “

“ Esse negócio de trabalhar e estudar ao mesmo tempo me deixou com algumas matérias atrasadas. - respondi também sem nem olhar pra mais velha. “

“ Heh, com o tempo você se acostuma e pega o ritmo. - a garota se sentou no espaço vago que havia entre eu e Mina, mesmo sem notarmos a gente ainda sempre mantinha um espaço entre nós duas. “

“ Assim espero. - recostei minha cabeça no sofá e fechei os olhos pra descansar, minha vista estava doendo porque estava a horas naquele computador. “

“ A Chae eu imagino o porque de estar tão atarefada usando um notebook mas… Mina, por que você precisaria de um notebook pra fazer trabalhos se você faz balé? - depois dessa pergunta de Jihyo eu também finalmente me liguei nisso, ainda não tinha notado. “

“ Porque mesmo o balé tem aulas teóricas, só que eu nunca liguei pra elas. Elas não são muitas mas quando acumulam elas ficam enormes. - respondeu Mina dando agora um descanso para os dedos, ambas estávamos ali por muito tempo. “

“ Entendi… - Jihyo levantou do sofá e em seguida fechou os nossos notebooks. “

“ Por que você fez isso? - perguntei confusa. “

“ Assim não dá gente, vocês só vão acabar ficando com dor de cabeça assim, vamos dar uma pausa e relaxar, mais tarde vocês continuam. - disse Jihyo ainda com as mãos em cima dos dois notebooks para impedir que a gente os abra de novo. “

“ Por que você também não está tão atarefada que nem a gente? - perguntou Mina tirando o notebook do colo e o colocando sobre a mesa a frente do sofá. “

“ Porque eu sempre mantenho tudo em dia, não sou preguiçosa que nem vocês que deixam tudo pra depois. - respondeu Jihyo tirando o notebook do meu colo também. “

“ Tá tá, vamos fazer essa maldita pausa. - dito isto eu retirei meus óculos e os coloquei sobre o notebook. - Então, o que você quer fazer? “

“ Não sei. - respondeu deixando eu e Mina decepcionadas. “

“ Você que quer fazer a pausa mas não tinha nada em mente? - questionou Mina. “

“ Bom, o plano era somente parar vocês duas, depois disso eu contava com a ajuda de vocês. “

“ Meu deus.. - balancei a cabeça negativamente em sinal de decepção e fiquei pensando no que fazer, foi então que eu lembrei de uma coisa. - Hey, que tal irmos no Karaokê? Tem um que abriu aqui perto recentemente, acredito que será bem divertido. - indiquei. “

“ Karaokê? Com 3 pessoas só? Não vai ser tão divertido. - respondeu Jihyo. “

“ Se esse é o problema a gente pode chamar mais pessoas, hoje é domingo, tenho certeza que tem mais pessoas disponíveis. - comentou Mina, mesmo sem falar diretamente comigo ela claramente aceitou a ideia. “

“ Verdade.. então vamos falar com algumas pessoas aí, se elas responderem que sim então fechou. - disse Jihyo já puxando o celular e se sentando no sofá novamente. “

Então nós 3 imediatamente começamos a falar com diversas pessoas para saber se estavam disponíveis para ir ao Karaokê. Para nossa sorte, 5 pessoas concordaram com a ideia e foram se preparar para nos encontrarmos lá e assim nós 3 fizemos também.

~ Pequena Quebra de Tempo ~

Não demorou muito para que a gente chegasse no Karaokê, como eu disse ele era bem próximo, no máximo uns 7 minutos andando, quando chegamos lá nós encontramos a primeira das convidadas que era a Momo.

Hey Momo, obrigada por aceitar o convite. - disse Jihyo ao chegar até Momo apertando a mão dela, não tinha sido eu que convidei Momo e eu nem sabia que Jihyo tinha a convidado também. Eu não a chamei porque imaginei que ficaria um clima pesado entre eu, ela e Mina. “

Ah, de nada, eu estava entediada em casa de qualquer forma… - disse Momo apertando a mão de Jihyo também, em seguida a japonesa olhou para mim e acenou pra mim com a mão que estava livre, no momento que ela olhou pra Mina a garota virou pro lado ignorando Momo. - Eu não sabia que vocês iam vir também.. - Momo agora se dirigiu as nós duas, provavelmente Jihyo omitiu essa informação. “

Como imaginei, ficou um clima pesado entre a gente, porém esse clima foi totalmente quebrado assim que eu fui surpreendida com um abraço por trás de alguém que chegou gritando meu nome, eu não precisava nem virar para saber quem era aquela pessoa hiper animada.

“ CHAEYOUNG! - Sana chegou me dando um abraço por trás e assustando todo mundo que estava ali, Mina parecia chocada com a chegada de Sana, era a primeira vez que ela a via e não conhecia essa personalidade agitada dela. “

“ Parece que a Sana chegou. - disse tentando me soltar do abraço dela. “

“ É, e eu também. - Tzuyu chegou logo em seguida puxando a japonesa, fazendo-a se desgrudar de mim. “

“ Fazia muito tempo que eu não vinha num Karaokê então eu fiquei super empolgada quando recebi seu convite, obrigada por me chamar! - disse Sana agora ao lado de Tzuyu. “

“ Aah.. de nada.. ‘Mas eu chamei apenas a Tzuyu, vocês realmente são o combo 2 por 1 né.’ - Eu olhei pra Tzuyu e a mais alta parecia tentar pedir desculpas apenas com os olhos. “

“ Okay, 3 pessoas chegaram, faltam 2. - disse Jihyo depois de se recompor dessa chegada chocante de Sana. “

“ Na verdade falta uma pessoa apenas. - disse alguém que chegou logo após Jihyo falar, era Nayeon. “

“ Oh, Nay! - Jihyo abraçou a garota assim que notou sua chegada, em seguida ela apresentou Nayeon para todas ali, apesar de eu já ter visto uma foto dela e ficar sabendo de toda aquela confusão, eu não tinha a visto pessoalmente ainda. “

“ Mina, quanto tempo! - disse Nayeon ao ir em direção a Mina para cumprimentá-la. “

“ Ah, verdade.. - Mina a cumprimentou um pouco sem jeito, talvez ver Nayeon a fazia lembrar daquele dia. - E Jeongyeon? “

“ Bom… eu nunca mais a vi depois daquele dia. Ela me deixou uma carta dizendo que já sabia de tudo entre eu e Jihyo e então foi embora. - respondeu Nayeon na maior naturalidade, ela não pareceu ter ficado nenhum pouco triste com aquilo. “

“ Ah, entendi.. Que pena dela. “

“ Heh, você ainda se preocupa com sua ex? Será que você ainda gosta dela? - questionou Nayeon. “

“ Não é nada disso, eu apenas fiquei com pena dela. Afinal, ela se mudou pra Nova York por causa de você. - respondeu Mina. “

Aquela conversa das duas estava deixando todo mundo tensa por algum motivo, porém como sempre, Sana quebrou a tensão chamando a atenção de todo mundo.

“ Ei ei ei, vamos acabar com esse papo de ex aí por que ex é coisa do passado, vamos viver o presente, okay? Falando em presente, quanto tempo vamos ficar esperando aqui do lado de fora? - Sana já estava ficando impaciente. “

“ Verdade, ela está demorando. - Jihyo olhou pro relógio do celular para checar quanto tempo de atrasado a outra pessoa tinha. “

“ Desculpa a demora! - exclamou uma pessoa que vinha correndo ao longe, ela parecia vir da direção do campus também, ou seja, provavelmente era uma aluna da NYU também. “

“ Dahyun! - Mina e Jihyo chamaram a garota fazendo com que as duas se surpreendam entre si. “

“ Você conhece ela também? - perguntou Jihyo para Mina. “

“ Sim, eu conheci ela a um tempo atrás, vira e mexe ela andava próxima ao salão de ensaios. - disse Mina se referindo a pessoa nova. “

“ Mina, não imaginei que estaria aqui também! Olá Jihyo! - a garota cumprimentou as duas assim que chegou ao nosso encontro, em seguida ela se curvou para todas como um gesto de cumprimento. - Boa tarde! Me chamo Kim Dahyun, prazer em conhecê-las! “

Todas nós cumprimentamos Dahyun de volta, Jihyo em seguida nos disse que ela também fazia medicina e que as duas eram de algumas classes iguais. Depois de toda essa sessão de apresentações nós finalmente entramos no Karaokê, o lugar por dentro tinha um ambiente escuro iluminado por luzes de neon, não tinha muito barulho vindo das salas talvez porque ainda era muito cedo para o lugar ficar cheio, mas eu sabia que ele estava bombando recentemente devido ser bem novo e despertar a curiosidade das pessoas. Nós alugamos um quarto para ficarmos e junto a isso já começamos a pedir nossas bebidas também, aquela seria uma noite bem divertida, exatamente o que a gente precisava para relaxar nossas mentes nervosas e ocupadas de trabalhos.

“ Então, quem vai ser a primeira a mostrar suas habilidades vocais pra gente? - perguntei assim que todas nos sentamos. “

“ Que tal se formos em ordem de idade? Assim é mais fácil de organizar as coisas. - indicou Nayeon. “

“ Yah, você só está falando isso porque você quer ser a última. - disse Jihyo revelando o plano de Nayeon. “

“ Shh! Fica quieta! - Nayeon tentou tampar a boca de Jihyo porém todas nós já tínhamos escutado o que ela disse e começamos a rir da reação dela, com exceção de Momo que me cutucou chamando minha atenção. “

Eeh… o que vocês estão falando? - perguntou Momo com um pouco de vergonha de fazer essa pergunta. “

Ai meu deus, eu esqueci que você ainda não fala coreano! Me desculpa Momo.

Não precisa se desculpar, afinal eu sou a única aqui que não falo coreano, então eu meio que sou a errada aqui. “

“ Ainda bem que ela sabe… - sussurrou Mina porém eu acabei escutando já que eu estava do lado dela porém resolvi ignorar esse comentário pra não começar uma confusão ali. “

Então vamos fazer o seguinte, como todas nós podemos conversar normalmente em Coreano vamos continuar assim, Momo, sinta-se livre pra perguntar qualquer coisa que não entender, aproveite hoje como se fosse uma aula. - disse Jihyo e Momo a respondeu com um ‘joinha’. “

Depois de decidir isso as bebidas começaram a chegar e com isso nossa tarde/noite de karaokê também começaria e também aceitamos a escolha de idade, a ordem era então Tzuyu, eu, Dahyun, Mina, Jihyo, Sana, Momo e Nayeon por último.

Passou a vez de Tzuyu e então inventei de ter que ir ao banheiro quando chegou minha vez, assim passando a vez para Dahyun, eu estava com vergonha de cantar na frente de todo mundo apesar de não cantar mal, pelo menos é o que meus pais diziam. Voltei a sala assim que a vez de Dahyun estava acabando e então era o momento de Mina. Eu fiquei esperando por aquele momento, enquanto estávamos juntas ela cantarolava algumas músicas de vez em quando e pude notar que ela podia cantar realmente bem.

“ Bom, a música que eu vou cantar é Tik Tok, da Ke$ha! - disse Mina após escolher a música no computador da sala. “

Uma música bem descontraída, totalmente o oposto que Mina era, pelo menos antes de 2 latas de cerveja né. Provavelmente optou por essa música porque ela não necessitava um vocal bom e era apenas para entreter todo mundo e ela conseguiu, era impossível ficar parado ao ouvir Tik-Tok naquela época, foi a febre de 2010 junto com Baby do Justin Bieber que obviamente foi cantada naquela noite também.

Eventualmente chegou a vez de Momo que não demorou muito para escolher sua música, provavelmente já tinha pensado em uma enquanto escutava as outras cantando.

A música que escolhi foi Just The Way You Are. - disse a japonesa assim que levantou do seu assento, antes mesmo de checar se tinha a música na lista. “

Heh, faz tempo que eu não ouço a Momo cantando. - comentou Sana fazendo com que eu recorde que elas duas já se conheciam, ambas não tinham trocado muitas palavras desde que chegamos. “

E eu tive uma total surpresa, Momo cantava muito bem! Assim que ela terminou de cantar eu comecei a aplaudir antes de todo mundo, eu sabia que ela dançava bem mas não imaginava que ela cantava bem também, Momo poderia ter uma ótima carreira como artista se decidisse seguir.

Você mandou muito bem Momo! - ainda estava a aplaudindo quando ela estava voltando para seu assento. “

Aff, para, assim você vai me deixar com vergonha! - disse Momo corada e segurando minhas mãos para parar meus aplausos. “

E a noite continuou, nós ficamos renovando nosso tempo no karaokê e continuamos pedindo mais bebidas, acho que eu torrei todo o meu salário só naquela noite mas valeu a pena, eu precisava mesmo relaxar um pouco devido as tarefas. Depois de horas algumas de nós já nem conseguiam mais se manter de pé direito, eu não sabia como a gente iria pra casa depois daquilo, Momo até me pediu ajuda pra levá-la até o banheiro porque eu, Dahyun e Jihyo parecíamos ser as únicas “estáveis” ali. Carreguei Momo até o banheiro porém me recusei a entrar junto com ela, estava com receio dela acabar vomitando e eu ver isso, eu ia acabar vomitando junto com ela.

Enquanto eu esperava encostada na parede ao lado da porta do banheiro eu pude notar um zumbi saindo de dentro da nossa sala se segurando nas paredes e vindo na direção do banheiro, o zumbi naquele caso era a Mina que ao notar que eu estava ali começou a rir por algum motivo.

“ Yah.. Chae, está de guarda pra sua namorada é? - disse Mina tentando me provocar, claramente efeito da bebida fazendo com que ela comece a descontar suas insatisfações. “

“ Mina, volte lá pra dentro, você não está em condições de andar por aí sozinha. - disse ignorando o que ela estava falando. “

“ Eu sei me cuidar, okay? - claramente ela estava demonstrando o oposto disso já que estava prestes a cair a qualquer momento. “

“ Meu deus Mina. - antes que ela eventualmente caísse eu a segurei e passei um de seus braços pela minha nuca para carregá-la até a sala de novo. “

“ Me larga Chaeyoung! - a japonesa começou a se debater pra tentar se soltar mas ela não tinha força o suficiente pra isso. - Volta lá pra Momo e me abandona novamente! - depois disso eu não podia mais simplesmente ignorar, eu a coloquei sentada no chão e em seguida agachei-me para ficar na altura de seus olhos. “

“ Olha, primeiramente, eu não te abandonei, você escolheu terminar. Segundo, eu e Momo não estamos juntas, apenas somos amigas e terceiro, se recomponha! - dito isto eu estava preparada para deixar ela ali e voltar pra sala porém a garota segurou minha perna me impedindo de sair. “

“ Não se vá… não vá embora de novo.. - disse Mina enquanto me segurava pela perna com as duas mãos. “

“ Olha, primeiro você queria que eu fosse e agora não quer mais? A bebida te deixa bipolar? “

“ Chae… Quando terminamos, eu fui levada pelos sentimentos do momento, eu não queria de fato terminar com você, agi por impulso.. Quando você levantou e foi embora eu queria te chamar novamente mas.. eu não consegui.. - disse Mina enquanto me soltava lentamente. - Então por favor, não me deixe novamente.. “

“ Mina.. Você está dizendo isso por causa da bebida, amanhã você vai se arrepender de dizer tudo isso. “

“ Não vou, eu juro que não estou falando isso por que estou bêbada, é a pura verdade! “

“ Olha, mesmo que fosse verdade, eu acho que não demoraria 2 meses pra me dizer isso, você nem sequer estava olhando pra minha cara até algumas horas atrás, é tarde demais pra você dizer algo assim, me desculpe. - a japonesa ficou em silêncio, talvez porque concordava comigo ou porque não conseguia pensar em mais nada pra dizer porque estava bêbada. “

Levei a mão a cabeça de Mina e afaguei seus cabelos como um sinal de consolo, não gostava de ver Mina triste, mesmo que ela esteja assim por causa da bebida. Jihyo apareceu no corredor a procura de Mina que saiu da sala sem avisar a ninguém, assim que ela chegou a nosso encontro eu pedi que ela a levasse pra casa, não podia deixar que Mina bebesse mais e Jihyo concordou com a ideia. Em seguida Momo saiu do banheiro e eu a carreguei de volta para nossa sala.

Não demorou muito para que as outras também fossem embora, Sana carregada por Tzuyu, Nayeon foi sozinha já que Jihyo já tinha ido embora e Dahyun que era a mais sóbria de nós foi logo em seguida, ficando apenas eu e Momo.

Acho que está na nossa hora também Momo. - eu já estava um pouco sonolenta e Momo também, apenas ficamos ali para terminar as bebidas que sobraram, afinal não queríamos desperdiçar dinheiro. “

É mesmo.. hoje foi um dia bem divertido, foi perfeito para todas nós que estávamos com a cabeça cheia.. - comentou Momo se espreguiçando, preparando-se para levantar. “

Sim, agradeça Jihyo por ter dado essa ideia. - Levantei do assento e estendi a mão para Momo para oferecer ajuda para ela levantar e ela logo aceitou. “

A gente deveria fazer isso mais vezes. Talvez durante as férias. - indicou Momo assim que levantou. “

Me parece uma boa ideia! - disse fazendo um sinal de ok com a mão. “

Aliás falando em boas ideias, quando que nossas aulas vão voltar? - perguntou Momo se referindo as nossas aulas de coreano e japonês. “

Heh? Você ainda quer fazer isso? - fiquei surpresa. “

Claro, eu ainda vou falar fluentemente coreano e você japonês!

Okay então, quando eu estiver livre te chamarei! - estendi minha mão a ela para fazermos um aperto de mão, selando o nosso compromisso de ensino mais uma vez. “

Estarei aguardando por isso. - a japonesa se aproximou de mim e me deu um beijo na bochecha ignorando meu aperto de mão e me fazendo corar. Em seguida ela saiu rindo da sala e me deixou ali com a mão estendida ainda com um sorriso no rosto. “

Levei a mão a bochecha que Momo tinha beijado e fiquei ali parada em choque, porque eu fiquei chocada com apenas um beijinho? Talvez porque a última vez que Momo me deu um beijo ela sumiu por 2 meses.

“ Yah, Hirai… - suspirei, talvez aliviada por ter sido um beijo só na bochecha, talvez decepcionada por ter sido só um beijo na bochecha. Não conseguia entender meus sentimentos pela Momo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...