História You're My Sunshine - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Comedia, Dia Dia, Ficção, Fluffy, Hoseok, J-hope, Romance, Suga, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 58
Palavras 1.388
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Fluffy, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 1 - Capítulo único


Hoseok acordou com frio, o de cabelos alaranjados até mesmo pensou em voltar a dormir, mas alguns de seus alimentos estavam em falta, portando não tinha escolha se não levantar para ir ao mercado.

O ômega logo se levantou preguiçosamente e foi até o banheiro, começando a fazer as suas higienes matinais. O mesmo saiu depois de alguns minutos e foi até o seu guarda-roupa e colocou uma saia preta juntamente de um croped top verde, o qual era o seu favorito. O de cabelos laranjas colocou uma sapatilha feminina rosa claro.

Ele foi até a cozinha, da qual pegara uma maçã verde e saiu de seu pequeno apartamento. Logo o ômega foi até o seu carro simples e entrou no mesmo, dando partida e chegando no mercado minutos depois. O de fios laranjas adentrou o mercado pelas portas eletrônicas, assim que o ômega entrou no mesmo, de cara percebeu que não tinha ninguém, tudo estava totalmente vazio. Ele ignorou o frio que sentiu na espinha ao ver as luzes piscar e foi até o corredor de massas. O alaranjado levantou a mão em direção ao macarrão, mas... As luzes, de repente, se apagaram. O ômega recolheu a mão enquanto encolhia os seus ombros, murmurando assustado.

~Quebra de Tempo~

Yoongi acordara à contra gosto, o lúpus havia feito uma lista de coisas que precisava comprar no dia seguinte, no caso hoje, mas apenas por pensar em levantar de sua cama macia para ir até o mercado em um dia frio - e escuro -, pois o eclipse que atingira a cidade de Daegu duraria três dias, então acabaria daqui a dois dias. O alfa bufou irritado, mas levantou-se a contra gosto e foi até o seu banheiro, tomando um longo banho e escovando os dentes. Logo o branquelo saiu com a toalha na cintura e começou a se vestir, o lúpus vestiu apenas uma calça moletom cinza e uma regata vermelha, calçou os seus inseparáveis tênis brancos e pegou a chave de seu Bugatti, indo até o mesmo e saindo cantando pneu.

Ao chegar no mercado, o branquelo estranhou o mesmo estar pouco iluminado, mas as portas ainda estavam funcionando, fazendo o mesmo as atravessar. Mas quando o lúpus ia começar a andar, uma escuridão fez-se presente. A energia acabara.

Assim que entrou, Yoongi percebeu que não tinha ninguém no mercado, mas não deu muita importância para isso, afinal seria só pegar o necessário e colocar o dinheiro em algum caixa eletrônico automático, já que a tecnologia havia avançado muito. Mas sem energia seria impossível realizar tal ação, mas também não seria possível ir embora. Teria de esperar até amanhã, quando algum funcionário viesse.

Suspirando irritado por apenas querer a sua cama, o lúpus começou a andar, olhando tudo com a sua visão de alfa, que lhe mostrava tudo em vermelho. Mas uma coisa lhe chamara a atenção. Uma silhueta de um - aparentemente - ômega encolhido e temendo a escuridão. Atiçado, ele foi até o ômega que usava roupas femininas e tocou seu ombro, o mesmo se virou completamente assustado e, assim que fitou o alfa, arregalou os olhos e abaixou a cabeça. O que seria uma cena adorável se o ômega não estivesse com medo.

- P-por favor A-alfa, não me m-machuque! -- murmurou assustado, abaixando a voz de modo submisso. Certamente se o Min não fosse um alfa lúpus ele não escutaria.

- Ei, não vou te machucar, ok? - o Min murmurou calmamente e, sem ter consciência de suas ações, abraçou o corpo do menor, que era menor que o seu apenas poucos centímetros.

O Jung, ao sentir os braços quentes e fortes do alfa o abraçando, simplesmente derreteu nos braços do mesmo, sentindo-se aquecido e, estranhamente, protegido.

Hoseok se afastou do Min completamente corado e olhou para o chão, brincando com os seus dedos delicados.

"Fofo..." - pensou Yoongi

O lúpus limpou a garganta e se preparou para falar.

- Me lembro de ver alguns sofás por ali, podemos ir para lá e ver se achamos algum gerador...

O alfa diz e o ômega assente rapidamente, andando timidamente ao lado do maior.

Logo, com a visão de alfa, o Min consegue achar os sofás e aponta para que o ômega possa ver. O mesmo vai até um sofá grande que estava ali e se senta, cruzando as pernas, deixando as suas coxas pouco cobertas e mais visíveis para o alfa. O mesmo mordeu o lábio e se dirigiu até um gerador que avistara, ligou o mesmo e colocou-o próximo de ambos.

Os dois encaravam fixamente o gerador, sem saber o que falar. Mas logo começara a esfriar e Yoongi fitava o ômega tremendo e batendo os dentes uns nos outros. O branquelo estava bem, já que é um alfa lúpus e a temperatura de seu corpo é quente, por isso não sente frio.

Suspirando, o alfa cutucou o ômega, que se virou para si.

- Está com frio? - perguntou calmo. O ômega assentiu tímido.

Yoongi tirou a blusa branca que trajava e foi até o ômega, rapidamente arrancou a blusa do corpo frágil do menor, que lhe olhou assustado. O Min nada disse, apenas puxou o Jung para o seu colo e envolveu os seus braços no mesmo, o esquentando.

- O-o que v-você está f-fazendo, a-alfa? -perguntou enquanto se encolhia nos braços quentes do lúpus.

- Te esquentando, oras! - respondeu como se fosse óbvio.

O ômega se encolheu nos braços do alfa, agarrando o pescoço do mesmo e corando de vergonha. O menor encostou a cabeça no peito do alfa em uma tentativa falha do mesmo não ver a sua vermelhidão. Tentativa falha.

"Que ômega fofo..." - pensou Yoongi.

- Qual é o seu nome, ômega? - perguntou curioso enquanto carinhava o cabelo laranja do menor, que ronronava baixinho.

- H-Hoseok... Jung Hoseok.

- Hoseok, uh? Sou Min Yoongi, prazer. - sorriu abertamente para o ômega, esse que pensou e repensou sobre o alfa ter um sorriso bonito.

- H-hum... - murmurou baixinho enquanto brincava com os dedos - S-s-sabe que h-horas s-são?

O alfa logo lembrou-se que tinha trazido o celular e pegou o mesmo, olhou o horário e suspirou.

- 17:16 ainda. - disse suspirando

- Ah... - o ômega se desanimou, se aninhou mais nos braços do alfa, que o recebeu de bom grado. - Só iremos sair daqui amanhã, não é?

- Sim... Desculpe por isso. - o ômega balançou a cabeça negativamente, "dizendo" que a culpa não era do alfa - Está com fome?

O ômega assentiu tímido e o Min sorriu. O mesmo tirou o ômega de seu colo, que lhe olhou confuso.

- Já volto.

Dito isso, Yoongi foi até o corredor de besteiras e pegou alguns salgadinhos e bolachas, voltou até aonde o ômega estava.

- Aqui. - disse estendendo um pacote de salgadinho para o ômega, que o pegou timidamente e começou a comer.

- O-obrigada Y-Yoongi... - o ômega logo se arrependeu e colocou a mão sobre a boca - D-desculpa... - se referiu ao fato de ter agradecido no feminino

O alfa sorriu ladino.

- Eu não me importo, não se preocupe. - disse puxando o ômega novamente para o seu colo, que não se importou e agarrou o pescoço do alfa.

- Ah você sabe... Tem alfas que não gostam. - falou, agora já se sentia confortável com a presença do lúpus.

- Sim, eu sei. - sorriu para o ômega que retribuiu. Yoongi achou o sorriso do menor extremamente adorável.

Assim que terminaram de comer, o Min deitou Hoseok no sofá e se deitou por trás do mesmo, ficando na famosa posição "conchinha". Os braços do lúpus agarraram a cintura do menor, trazendo-o para perto de si. O Jung fazia um perfeito cosplay de tomate, mas se sentia confortável naquela posição.

- Dormir é a melhor maneira para se passar o tempo. - sussurrou perto da orelha do menor, fazendo-o se arrepiar.

- H-h-hum... - Hoseok queria apenas um buraco agora. E como se não fosse o bastante, o Min virou o menor de frente para si e o trouxe mais para perto do que antes, aproximou a sua boca da alheia e deixou um selar demorado na mesma. Sorrindo em seguida ao ver ômega esconder o rosto coradinho em seu peito.

- Durma bem, Hobi. - sussurrou e colocou o queixo sobre a cabeça do menor, fechando levemente os olhos.




























Hoseok sempre teve medo da escuridão. Mas não mais. Pois agora, em meio ao escuro, ele encontrou a sua luz. O seu sunshine.

































"You're My Sunshine, Yoongi."


Notas Finais


💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...