História You're not mine - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias MASC
Personagens 26, Ace, Heejae, Woosoo
Visualizações 7
Palavras 927
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - 6


Fanfic / Fanfiction You're not mine - Capítulo 6 - 6

Finalmente Kim Daesung estava agindo racionalmente - na sua concepção - ao decidir sair com Jung para beber. Jung havia o convencido após muitas tentativas fracassadas, e finalmente, Kim Daesung sairia de casa.

Sair era bom até ele se apaixonar por Ji Hoon, e desde então, ficava em casa ouvindo as lamentações do mesmo.

Quase uma semana após ele se sentir oficialmente apaixonado, Yiriuk estava o tratando bem - ao modo Kim Ji Hoon de tratar bem - sendo gentil e até havia lavado a roupa de Ace, o que era realmente muito raro. Daesung estava realmente adorando aquilo, e sentia que talvez, apenas talvez, Ji Hoon estaria se apaixonando por ele, o que o fazia ir dormir suspirando como uma garotinha de 13 anos.

Na noite passada, todos eles saíram, e dessa vez, até Heejae e Woosoo foram, e o destino final era o shopping, no qual Heejae e Yiriuk brigaram para saber quem iria ganhar mais fichas do woosoo hyung para irem na área de jogos, é claro que o Heejae ganhou mais fichas e implicou com Ji Hoon até Ace se compadecer e comprar mais fichas para Yiriuk, que sorrira para o mais velho até adormecer no ombro do mesmo, no meio da sessão de filme que eles estavam vendo.

Foi a cena mais adorável, Heejae cutucou Woosoo várias vezes, o fazendo bufar ao desviar oa olhos da tela, para prestar atenção no que o namorado queria. Mas quando ele finalmente olhou, quis tirar uma foto, e antes de voltar para o filme, disse que os dois ficavam lindos juntos, Ace sentiu seu rosto esquentar e seu coração bater mais rápido ao ouvir essa frase.

Kim Daesung se pegou sorrindo ao relembrar de tudo, e logo se lembrou que teriam novidades no MASC. então ele se animou um pouco, mas ao ver que as pequenas férias deles estavam acabando, ele se sentiu cansado e quis dormir. Mas, precisava sair com Jung, e não se esqueceria disso.

Então, pontualmente às 21h ele estava na frente da escadaria em que Yiriuk havia dito que Daesung era bonito, ele deu um pequenos sorrisinho ao se lembrar, e não se deu conta de que Jung havia chegado.

 - Sorrindo sozinho no meio de Seul, que deplorável Daesung - Jung disse, pretensioso - está pensando nele, não é?

- Poderia ser ela também - fingiu estar ofendido - Eu eu também gosto de mulheres!

- Eu sei, somos amigos há anos, mas para você não querer nos dizer quem é, é porque é um menino - viu a expressão assustada no rosto do amigo e sorriu, assim confirmando sua teoria - vamos, quero saber mais sobre esse cara que roubou o coração de Kim Daesung.

.
.
.
.

Eles acabaram não indo em um bar, e indo para uma lanchonete, onde puderam comer batatas fritas e ver as crianças brincando em um playground próximo à mesa dos dois. Daesung contou tudo sobre Yiriuk, sobre o que ele sentia, e contou também sobre a ex do mesmo.

Jung, por um lado não entendia no que o amigo havia se metido, mas ele sabia bem que Daesung estava apaixonado demais para pensar antes de agir, por isso ele estava demasiadamente preocupado, mas por outro lado, ele estava feliz por ver Daesung sorrindo de verdade ao falar sobre como o tal Kim Ji Hoon ficava adorável enquanto dormia.

- Sério, você precisa ver - Daesung disse ainda abobado com a lembrança da noite passada - ele dormiu no meu ombro e parecia uma criança, os olhinhos fechados, tão tranquilo - percebeu o olhar entediado do amigo - estou te irritando demais com isso? Acho que eu sou um fodido apaixonado mesmo, viu?

- Se eu ver esse Yiriuk e ele realmente for gostoso assim como você diz, eu vou dar pra ele, desculpa Daesung - riu com o olhar enfurecido do amigo sobre si - Eu já pedi desculpa

- Eu  não vou nem falar nada - fechou a cara e olhou para o amigo

- Desculpa - disse por fim, antes de ser interrompido por um garotinho que tinha as bochechas gordinhas

- Oi - o menininho disse, ele aparentava ter uns cinco anos no máximo.

- Oi, qual é o seu nome? - Ace perguntou

- Meu nome é Sewoon - a pequena criança sorriu ao receber um aperto na bochecha do mais velho - me dá uma? - apontou para as batatas fritas 


- Claro que sim Sewoon - Ace sorriu para a criança, colocando suas batatas fritas  mas mãozinhas do menino, que sorriu grande para ele e saiu correndo, indo mostrar para os amiguinhos no playground.

- Que criança mal educada - jung ralhou - nem agradeceu

- É só uma criança seu insuportável, ele é tão bonitinho

- Ele está sujo de gordura agora - fingiu uma cara de nojo, fazendo Daesung sorrir

- Que patético, você ama crianças.

 Daesung sentiu o bolso vibrar várias vezes, quando pegou o celular na mão e o ligou, percebeu quem era, logo o fazendo sorrir de novo.

- Olha quem está recebendo mensagens do amor - Jung debochou

- Ah vai pra porra Jung - disse sem tirar os olhos do celular

No celular, haviam as seguintes mensagens:

hoon: Vai vir pra casa?
hoon: já são meia noite, estou preocupado
hoon: Eu estou com saudade
hoon: ignora a última mensagem

Daesung não parara de sorrir, e respondeu:

ace: daqui a pouco eu estou em casa hoony

E desligou o telefone.

Mas naquela noite, Daesung não foi pra casa cedo.

 


Notas Finais


o que acharam? A opinião de vocês é importante! Até mais 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...