História You're Perfect - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope)
Tags J-hope hoseok bts
Visualizações 58
Palavras 1.097
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores, após séculos estou aqui... A falta da minha net atrasou tudo...

Estamos oficialmente no fim, espero que gostem desses últimos capítulos...

Comentem digam o que estão achando... É rápido e me motiva a escrever mais...

Capítulo 9 - Capítulo 9


Fanfic / Fanfiction You're Perfect - Capítulo 9 - Capítulo 9



- Você deveria acreditar quando digo que é linda... - Ele disse quando eu já estava somente de lingerie, ele tirava sua própria roupa e veio para cima de mim estando apenas de cueca boxer branca, onde já via seu membro ereto marcando a peça fina.

- Eu acredito no que sinto por você Hobi... E acredito que se está aqui comigo é porque realmente gosta de mim... - Eu disse suspirando enquanto seus lábios deslizavam pelo meu pescoço.

- Eu não gosto... - Ele disse olhando em meus olhos.- Eu amo... Eu amo você... - Suas mãos acariciava meu corpo. Suas mãos deslizando abrindo meu sutiã e o tirando, logo em seguida minha calcinha. Seus dedos deslizaram minha intimidade e me penetram me fazendo arquear o corpo.

- Hobi... Ahh... - Gemi seu nome enquanto seus dedos deslizavam entrando e saindo e sua língua deslizando para cima e para baixo.

- Você é gostosa como é... Eu a desejo como você é... Olha como fico quando estou com você... - Ele disse lambendo a boca e subindo e me fazendo segurar seu membro totalmente ereto, sua cueca melada pelo pré gozo. - Ainda tem dúvidas? - Eu neguei enquanto apertava seu membro. - Ótimo porque agora irei te mostrar o quanto a desejo... - Ele se levantou e retirou a cueca, seu membro estava totalmente ereto, ele foi ao criado mudo e pegou uma camisinha, se ajoelhou na cama e a abriu, aos poucos foi a colocando. Já com a camisinha ele afastou minhas pernas, seu olhar passou pelo meu corpo, me senti envergonhada. - Olha para mim meu amor, não tenha vergonha...

Ele beijou meus lábios delicadamente, segurei em sua nuca. Ele se ajeitou entre minhas pernas. Deslizou seu membro por minha fenda e me penetrou de uma só vez, mas lentamente. Gemi abafado, ele também. Ele se movia devagar, como se me torturasse. Cada vez que fazemos amor, é como se fosse a primeira vez, só que melhor. Hobi é experiente e me faz relaxar. Todas as vezes fico insegura, mas ele sempre é paciente. Aos poucos vou me descobrindo, sinto que sou capaz de sentir coisas que jamais imaginei.

Conforme nos moviámos, ele acelerava, ele até poderia começar devagar, mas não conseguia se conter por muito tempo e acabava acelerando. Eu já estava perto do meu limite, ele estocou mais então gozei e gemi... Eu queria fazer algo que nunca fiz, tenho vergonha, mas sei o quanto ele deseja isso, então o empurrei para a cama ele estranhou mas eu sorri. Beijei seus lábios com vontade, ele correspondeu, fui beijando seu corpo definido e bonito, ele gemia, arfava e me olhava. Quando cheguei perto de seu membro, ele me segurou.

- Amor... Não precisa... - Ele disse tentando me puxar, eu sorri e neguei.

- Eu quero fazer amor... Não sou experiente, não sei se vai gostar, mas eu quero... Eu quero fazer...

- Tem certeza...? - Ele me olhou em dúvida, mas sua vontade estampada em sua face.

- Sim, eu quero. - Eu disse decida.

Sem esperar ele falar mais, tirei sua camisinha, a amarrei e a joguei na lixeira abaixo do criado mudo. Segurei seu membro firme, ele gemeu ao meu toque. Ele me olhou, mas quando coloquei seu membro em minha boca, ele fechou os olhos com força e gemeu. Gemeu alto e rouco. Eu não sabia se estava fazendo certo, mas deixei meu instinto falar mais alto. Eu passei a língua em sua glande rosada e inchada, ele se mexia inquieto. Quanto sugava com força ele gemia, eu já podia sentir seu membro latejar e suas veias incharem. Comecei a fazer movimentos de vai e vem com a boca, ele começou a mover seu quadril fazendo estocadas, as vezes me engasgava, mas mesmo assim continuei, quando acariciei seus testículos ele gemeu alto, senti seu membro enrigecer, acelerado os movimentos e não demorou para sentir suas veias saltarem e seu membro enrigecer e seu gozo preencher minha boca.

Confesso que estranhei a textura e sabor, mas engoli. Enquanto saía eu engolia, quando parou de sair, lambi qualquer resquício do seu gozo. Ele suspirou pesado, ainda estava de olhos fechados, acariciei seu corpo e ele estremeceu. Deitei ao seu lado e o observei, sua pele estava toda suada. Sua respiração acelerada, seus cabelos vermelho vivo grudados na testa.

- Acabei de ter um puta orgasmo... - Ele disse ofegante. - O que foi isso? - Ele abriu os olhos e me olhou. - Agora me deixou viciado... Vou querer sentir essa boca deliciosa sempre....

- Pode deixar comigo... - eu disse e ele sorriu. - Você realmente gostou? Eu não sabia se fazia certo...

- Tá de brincadeira né...?- Ele sorriu fofo. - Se inexperiente você me fez fazer ter um baita orgasmo, imagine já experiente... - Ele fechou os olhos e segurou seu membro. - Caramba... Só de pensar ele lateja... Melhor tomar um banho gelado... - Ele disse sorrindo.

- Exagerado.

- Exagerado nada, realista. - Ele se sentou na beira da cama e estendeu a mão. - Vem, vamos tomar banho, já está tarde.

Segurei sua mão e fomos para o banheiro, tomamos banho e voltamos para o quarto, nos vestimos a vontade e deitamos. Não demorou para dormimos.

O domingo foi tranquilo, passei o dia todo com Hobi em sua casa, ficamos o dia todo atoa. A noite ele pegou uma roupa e fomos para minha casa, de manhã iríamos juntos para a faculdade.

A segunda- feira foi tranquila, assim como o resto do mês. Hobi e eu estamos cada vez mais unidos, passamos mais tempo juntos, tanto que passo mais tempo em sua casa do que na minha... Todos os dias da faculdade ele me leva para a loja de sua irmã e quando saio de lá ele me leva para sua casa. Ficou automático... Em sua casa há muitas roupas minhas, calçados e até uma escova de dentes, perfume... Meus pais só não podem saber, pois eles jamais permitiriam eu morar sem casar... Falando neles, finalmente fomos jantar na casa deles. Hobi se deu muito bem com eles, meus pais o elogiou demais. Disse o quanto mudei e o quanto estou bem. Disseram que estou mais magra. Sim, perdi peso, mas nada exagerado. Eu só estou comendo melhor, me exercitando. Eu me tornei aluna do Hobi, ele me dá aulas de dança, isso me ajudou a perder peso. Ele disse que eu não precisava, que eu era linda como era. Mas que está feliz por me ver feliz e satisfeita comigo mesma.

Eu não poderia estar mais feliz... Está tudo encaminhando bem... Eu me sinto bem graças a ele...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...