1. Spirit Fanfics >
  2. Youth >
  3. Capítulo Único

História Youth - Capítulo 1


Escrita por: e BaeHee


Notas do Autor


Oi pessoas, cá estou eu com uma poliamor simplosinha pra vcs. Eu espero que gostem dela ^^

Obrigada a @ainoseiza pela capa fofaaaaaaaaaaa demais, muito linda. E a @Danydk pela betagem, arrasou ^^

Enfim, espero que gostem.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Os dois namorados não conseguiam evitar admirar a face adormecida de Hoseok, que dormia entre eles. Taehyung e Jungkook teriam rido da cara de qualquer um antigamente que dissesse a respeito da possibilidade de uma terceira pessoa no relacionamento deles, considerando impossível que pudesse acontecer.  Afinal, se amavam e sabiam que eram os complementos um do outro, a peça que necessitavam para completar o quebra cabeça. Porém, jamais imaginariam o surgimento de outra pessoa em suas vidas. Lembravam como se fosse ontem quando o viram pela primeira vez. 


Cinco anos atrás

O casal andava tranquilamente pelos corredores da enorme academia de dança que frequentavam, local que foi o responsável por se conhecerem. Já que era da família Jeon e quando Taehyung começou a frequentar quando mais novo, acabaram por virar amigos antes de novos sentimentos surgirem na adolescência e acabar se tornando bem mais que apenas uma relação amigável. 

— Tae, qual sua aula agora? 

— Tenho aula de Hip Hop. Pelo visto, teremos dois novos integrantes na turma — falou jogando o cabelo recém pintado de vermelho para trás, tendo às mãos macias do outro em sua bandana, a ajeitando.

— Vai sair mais cedo então, já que serão apenas apresentações. — Arrumou com cuidado a bandana preta que contrastava com os fios vibrantes, estes que acariciou antes de se afastar. — Já falei o quanto amei sua nova cor? 

— Desde que pintei ele. — Sorriu de canto com o riso alegre que o moreno a sua frente soltou. 

— O que posso dizer, eu realmente gostei. —  Deu de ombros. 

— Sabe do que eu realmente gosto? 

— Do que? 

— De você. 

— Isso foi tão brega, Tae — confessou, mas o sorriso aberto que possuía em seu rosto não negava o quanto havia gostado do que ouvira. Eram um casal meloso e gostavam de ser assim. 

— Tu gosta que eu sei. — Abraçou o outro pelos ombros, selando os lábios de forma rápida e casta, antes de voltarem a andar para a sala onde seria a aula do ruivo. Jungkook estava tendo aulas de dança contemporânea, por isso alguns horários destoavam do que o namorado tinha. 

Jogaram assuntos aleatórios, enquanto combinavam de ir almoçar juntos quando fossem liberados das aulas, além de confirmando o treino que teriam juntos a tarde. Coisa que já era rotina de ambos, mas sempre gostavam de confirmar que ia acontecer porque eram esquecidos e às vezes preguiçosos, decidindo por ir fazer outra coisa que não ensaiar. Quando chegaram em frente a sala, estavam prestes a se despedir quando cometeram o erro de olhar dentro dela pela janela que havia na porta quando ficaram curiosos por quem estava dançando uma de suas músicas favoritas. 

Foi assim que viram um garoto no meio da rodinha de alunos formada no centro da sala, dançando de uma forma que era como se a própria música tomasse forma e resolvido colocar em movimentos tudo que passava em palavras. Jungkook tinha um lema quanto a dança, um que Taehyung concordava cem por cento. Era que, um verdadeiro dançarino consegue mostrar com o corpo o que apenas a música consegue transmitir, que seriam sentimentos. E isso parecia que aquele desconhecido tinha de sobra, pois nunca haviam visto alguém dançar Stand out fit in com tanta alma antes. 

Não sabiam, mas aquela foi a primeira vez que os corações deles bateram mais forte por um outro alguém. 


Atualidade

— Eu sei que sou bonito, mas precisam mesmo me assistir dormir? — Hoseok falou ainda de olhos fechados assustando os dois de início, que logo relaxaram. 

— Não é nossa culpa termos um namorado tão lindo assim — respondeu o moreno ao passo que o azulado começou a arrumar os fios ruivos do outro que sorriu tanto pelo carinho quanto pelo que ouviu. 

— Vocês dois já se olharam no espelho? Eu sou o patinho feio aqui. — Cobriu o rosto com o lençol. — Além disso eu to com remela nos olhos e todo despenteado, a última coisa que estou é bonito. 

— Não se engane, Hobi. Pra gente, você está sempre bonito — falou puxando o lençol para longe e dando risada com o seu nome sendo gritado por ele quando começou a fazer cosquinha nele. 

— Assim eu fico com ciúmes. — Brincou ao ver eles darem um selinho, formando um bico nos lábios quando ganhou a atenção deles. Que riram da forma como ele parecia uma criança carente, antes de se aproximarem para beijá-lo também. — Agora estou feliz. 

— Vou deixar vocês tomarem banho enquanto faço o café. — Taehyung anunciou levantando e saindo quarto. 

Ele se concentrou em fazer o café na cozinha, algo simples. As torradas com ovos fritos que Jungkook tanto gostava e as panquecas com morango que eram favoritas de Hoseok, não esquecendo do seu cereal de aveia com leite integral. Assim que terminou de pôr a mesa, pode ver os namorados chegando, Hoseok já todo arrumado para a aula extra que teria que dar no dia. Graças a um problema que a faculdade havia tido com um surto de gripe, mas que foi resolvido e agora precisavam repor as aulas perdidas. Tinham reclamado que iam ficar sem o ruivo num sábado que deveria ser só dos três, porém combinaram de se encontrar para jantar no restaurante preferido deles que por acaso o dono era Kim Seokjin, um de seus melhores amigos. 

Tomaram café conversando amenidades e combinando melhor o horário que se encontrariam no restaurante mais tarde, antes de dar o horário do Jung sair, deixando Jungkook e Taehyung ainda na mesa comendo. Viram o mais velho sair e se entreolharam animados, agora tinham a barra livre para organizar tudo que pretendiam para a noite que prometia ser uma das mais especiais de suas vidas. 


Quatro anos atrás

Hoseok estava atônito desde que entrou no apartamento que Taehyung e Jungkook dividiam, não acreditando no que via. Quando conheceu o casal assim que adentrou a academia de dança, ficou feliz pelos novos amigos que ganhou. Vindo de uma cidade pequena, não conhecia nada de Seoul e tinha medo de acabar sozinho no novo local de moradia. Ao receber o convite para almoçar com ele e o namorado de Taehyung, acabou aceitando na mesma hora. Havia achado o rapaz de cabelos vermelhos muito simpático além de um ótimo dançarino. 

Admitia ter ficado triste ao saber que o cara bonito de sua turma era comprometido, mas esqueceu de tudo isso quando viu Jungkook pela primeira vez. Estava quase inteiramente de preto, tirando a regata branca que era meio larga de deixava a mostra os músculos que ele tinha. Quando Taehyung selou os lábios do namorado e se sentou apresentando Hoseok para ele, acabou percebendo uma coisa de imediato “Ah, eles parecem aqueles casais do Tumblr”

Passou a adorar o casal a partir daquele dia e dos outros que compartilharam, acabaram criando uma amizade de forma muito rápida, o amor pela dança unindo eles. Como estava sozinho na cidade, os dois acabaram sendo sua companhia. Criaram intimidade muito rápido, quando menos perceberam já haviam se tornado um trio. De amigos. O problema era que seus sentimentos pareciam ter evoluído além desse nível e não sabia mais o que fazer, sua confusão fazendo com que começasse a se distanciar deles, coisa que foi percebida pelo casal. Por isso chamaram ele para ir ao apartamento naquela noite, porque com as palavras deles, já passou da hora de terem uma conversa. 


Pensou em todos os cenários catastróficos que poderiam sair daquela conversa, mas nada o preparou para o que veria quando abriu a porta. A entrada toda estava decorada com corações, balões no mesmo formato, havia pétalas de rosa azul espalhadas pelo chão formando um caminho que levava às duas pessoas mais importantes de sua vida paradas logo no final segurando dois papéis. Quando abriu a boca para perguntar o que era tudo aquilo, eles viraram os papéis que seguravam. 

Aceita namorar com a gente?

Não nem como negar quando eles lhe olhavam com tanta expectativa, só conseguiu dizer sim antes de cair no choro e se sentir ser abraçado pelos dois. 


Atualidade

Jung já se sentia sem fôlego conforme corria pela rua, estava muito atrasado para encontrar os namorados. A aula que foi dar acabou demorando demais por causa que teve de fiscalizar todas as coreografias passadas para os grupos que separou anteriormente, acabando por ter de dar conselhos e consertar  algumas partes, a hora passou antes que visse. Havia marcado com eles de se encontrarem as oito, o relógio em seu pulso marcava cinco para as nove. Ligou para eles pedindo desculpas e falando que logo chegava, então deu graças a deus por ver que eles não ficaram bravos pelo atraso, apenas falaram que estavam o esperando. 

Suspirou aliviado ao chegar perto do restaurante conseguindo ver que algo estava estranho, a parte da frente parecia estar fechada e havia uma placa colada na porta. Quando se aproximou o suficiente para conseguir lê-la, ficou ainda mais confuso. Fechado, a menos que você seja Jung Hoseok, era o que dizia e dava para ver que tinha dedo de Taehyung naquela escrita. Fez o que era pedido mesmo estranhando tudo que acontecia, quando começou a ver algumas coisas que pareciam familiar. 

O chão estava com um caminho de rosas azuis que visualizou quando fechou a porta atrás de si, caminho esse que seguiu até entrar no corredor que tinha de entrada antes de estarem na parte do restaurante em si, tendo mais uma surpresa. As paredes estavam lotadas de fotos que remetem a momentos compartilhados entre os três, da época de academia, de quando oficializaram o namoro, dos aniversários que passaram juntos tanto pessoais quanto de namoro. Havia registros de todas às férias que haviam passado juntos, as viagens para fora do país e para cantos novos, tinha até fotos simples de quando estavam em casa ou iam a cafeteria preferida deles. Cada uma delas aquecia o coração de Hoseok, que via cada momento passar como um filme por sua cabeça. 

Mas assim que começou a chegar no final do corredor, começou a ouvir uma melodia invadir o seu ouvido. Era a mesma música que tocava quando foi pedido em namoro. 

“My youth, my youth is yours
Tripping on skies, sipping waterfalls
My youth, my youth is yours
Runaway now and forevermore
My youth, my youth is yours
A truth so loud you can't ignore
My youth, my youth, my youth
My youth is yours”


A primeira visão que teve foi a de uma mesa de três lugares arrumada com velas sobre ela e uma pequena caixinha vermelha sob um dos pratos, um pouco mais ao lado, Taehyung e Jungkook estavam parados lado a lado sorrindo largamente enquanto viam às lágrimas começarem a descer pelo rosto do namorado. Como a quatro anos atrás, os dois seguravam dois papéis na mão. 

— Tae? Kook? — A voz trêmula de Hoseok chamou conforme ficou perto o suficiente deles. 

— Há exatos cinco anos atrás, eu e Jungkook andávamos rumo ao que tinha tudo para ser apenas mais uma simples aula, mas acabou que tudo mudou naquela tarde quando vimos você dançar. Um ano depois notamos que apesar de não considerar completos, faltava algo e foi aí que descobrimos que você era esse algo Hobi. 

— Foi aí que te pedimos em namoro e não podíamos ter ficado mais felizes quando recebemos um sim em resposta. Agora quatro anos se passaram que estamos os três juntos e nós dois achamos que já era hora de fazermos a você um novo pedido. — E com o aceno de cabeça de Jungkook ambos viraram levantaram os papéis que seguravam. 

Casa conosco

E se debulhando em lágrimas, Hoseok pensava em como poderia dizer não para aqueles dois? Assim como dizia a música que tocava, eles eram sua juventude e enquanto balançava a cabeça em concordância rezava para que fossem seu para sempre que estava acostumado a ver nos filmes. 

— Sim. Eu aceito casar com vocês. 

Mais uma vez, a mesma cena de anos atrás se repetia e ambos se abraçaram chorando de alegria, Taehyung fazendo questão de buscar a caixinha vermelha e juntamente com Jungkook se ajoelharam colocando o anel no dedo de Hoseok. O mesmo que fazia par com o que já usavam. Agora oficialmente seriam um do outro para sempre ou até onde deus lhes permitisse ficar. Ficaram juntos durante juventude e ficariam até a velhice, se amando o mesmo tanto do que quando se conheceram.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^^ dêem amor ao JHSTY

Avaliação: @Yaze


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...