1. Spirit Fanfics >
  2. Yuki e Dylan: Num romance em Paris! >
  3. Indo ao Shopping!

História Yuki e Dylan: Num romance em Paris! - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura! Espero que gostem. 🌻💙

Capítulo 23 - Indo ao Shopping!


Fanfic / Fanfiction Yuki e Dylan: Num romance em Paris! - Capítulo 23 - Indo ao Shopping!


         Yuki Bennett Collins 


   Acordo calmamente e pisco os olhos. Estou deitada semi descoberta, pois está muito calor. Levanto a coberta e me levanto. Olho em volta e não vejo Dylan, deve estar na cozinha. Vou até o banheiro e tomo um banho calmo e relaxante. 

   Ao terminar o banho, me sinto refrescada e relaxada. Me seco e passo meu hidratante corporal por todo meu corpo, coloco meu roupão e vou até o espelho

   Pego o pente e penteio meu cabelo, após pentear por completo, começo a seca-lo. Isso demora pelo menos 40m, então coloco uma música no meu celular e fico cantando enquanto seco meu cabelo de frente ao espelho. 

   Enquanto seco o cabelo, Dylan vem até a porta do banheiro, se encosta na porta, cruza os braços e fica me olhando. Eu estou de olhos fechados, então não percebo sua presença. Ao abrir meus olhos, o vejo e levo um susto, começando a rir. Dylan ri também e me abraça. Desligo o secador por um minuto e o abraço também. 


          — Bom dia, meu amor. Tudo bem? - Falo fazendo carinho nas suas costas o olhando. 

 

          [Dylan] — Bom dia, princesa. Estou bem, só um pouco carente. E você, como está? Dormiu bem? - Ele fala calmamente, alisando meu cabelo. 


          — Estou bem, acordei disposta hoje. O que acha de irmos ao cinema depois do almoço? E dormi bem sim, obrigada. - Sorrio e beijo seu queixo. 


   Ele sorrio e beija minha testa em resposta. 


          [Dylan] — Adoraria, que filme quer ver? - Ele pergunta já se animando e me soltando. 


   Ele continua a poucos centímetros do meu corpo me olhando com um sorriso. 


          — Qual você quiser, meu amor. Já é sábado, a semana passou rápido não acha? - Falo enquanto faço carinho na barriga de Dylan que está sem camiseta. 


          [Dylan] — Sim, passou muito rápido, parece que ontem foi nosso aniversário de 1 mês de namoro... Aliás, a Amora e Floco estão correndo pela sala igual doidos. O que acha de a gente ir no parque com eles para darem uma volta? - Ele pergunta mexendo no meu cabelo e sorrindo.


          — Ótima ideia. Podemos caminhar depois do jantar com eles no parque. Você pode ir preparando uma vitamina pra gente enquanto termino de secar o cabelo? Já vou até a cozinha, vou fazer panquecas e waffles pra nós, tudo bem? - Pergunto sorrindo e ainda acariciando a barriga de Dylan.


          [Dylan] — Claro, tudo bem. - Ele sorri e logo após sai do banheiro, indo até a cozinha.


   Volto a secar meu cabelo, fazendo escova enquanto os eco. Após terminar, me olho no espelho, penteio e passo um óleo no cabelo. 


   "Ele está brilhante e cresceu muito. Preciso ir ao cabeleireiro pintar as mechas outra vez. De que cor será que pinto?..."


   Penso ainda me olhando no espelho e passando o dedo entre os fios do meu cabelo. 

   Alguns segundos depois, saio do banheiro e vou até o guarda-roupa, o abro e pego uma camiseta de Dylan. Coloco por cima da calcinha e vou para a cozinha. 

   Ao chegar na cozinha, Dylan está de frente para a bancada dos armários, com uma mão na tampa do liquidificador e a outra no botão de aumentar a velocidade. Aos pés dele, Amora e Floco estão deitados jogados no chão. Sorrio ao vê-los.

   Em cima da bancada do passa-prato, possuem dois copos grandes, dois pratos, talheres e guardanapos. 

   Na pia ele já deixou arrumado as coisas que vou usar para fazer as panquecas. Me aproximo dele, faço carinho na Amora e no Floco e abraço Dylan por trás. Ele sorri ao me ver. 


          [Dylan] — Estou quase terminando aqui. - Ele fala. 


   Concordo com a cabeça e começo a preparar a panqueca no outro liquidificador. Dylan termina de fazer as vitaminas, despeja nos dois copos e começa a lavar o liquidificador que ele estava usando. 

   Termino de preparar as panquecas, começando a assa-las. Dylan prepara os Waffles enquanto faço as panquecas. 

   Após terminar de assar as panquecas, as coloco no prato uma por uma empilhadas e passando Nutella entre elas e colocando morangos. Na parte de cima, coloco chantily e pedaços de morango picados por cima. 

   Ajudo Dylan com os waffles e após terminarmos, começamos a comer sentados na bancada, com Amora e Floco correndo pela cozinha com um brinquedo na boca. 


          — Eles são como uma nova alegria nessa casa. Olha como esses bagunceiros correm. - Falo os olhando e rindo. 


          [Dylan] — Sim! Eles acham que são dois carros de corrida. - Ele fala rindo. 


   Damos risada juntos enquanto comemos. 


          — Está afim de ver a nova temporada da série que estávamos assistindo? Saiu ontem, esqueci de te falar. - Falo e tomo um pouco da vitamina. 


          [Dylan] — Sério? Achei que iria demorar mais! Claro, vamos ver sim. - Ele sorri. 


   "Ele não sabe nem disfarçar que adora essa série!" 


   Penso e dou risada. Dylan me olha confuso e balanço a cabeça negativamente ainda rindo. Ele passa o dedo na Nutella e suja minha bochecha, rindo. 


          — Ei! - Falo rindo tentando limpar. 


          [Dylan] — Punição por rir da minha cara. - Ele fala ainda rindo e mostra a lingua. 


   Dou risada e sujo o nariz dele de chantilly, ambos damos risada e logo após nos limpamos, voltando a comer igual gente.

   Alguns minutos depois, terminamos de comer e coloco as louças na lava-louças. Dylan pega Floco no colo e eu pego a Amora. Eles estão agitados e ficam se debatendo e mordendo nossos dedos. 


          — Inacreditável como são afiados! - Falo balançando a mão que ela mordeu, fazendo uma careta de dor. 


   Dylan da risada e nós vamos para a sala. Nós deitamos no sofá e Amora fica no canto do sofá, enquanto Floco fica no chão debaixo na mesinha de centro (fotos nas notas finais!). 


          [Dylan] — Agora parece que aquietaram. - Ele fala os olhando e ri. 


   Dou risada e coloco o episódio 1 da nova temporada da série. Ficamos assistindo e os cachorros dormem. 




                   MAIS TARDE 


   Olho o relógio e já são 11:45. Me mexo calmamente para não acordar Amora, que ainda estava dormindo no sofá. Olho pra Dylan. 


          — Me ajuda a fazer o almoço? - Pergunto me levantando de vagar. 


   Dylan afirma com a cabeça e desliga a TV, se levantando logo após. Nós vamos até a cozinha fazer o almoço. 


          [Dylan] — O que acha de um churrasco? - Ele fala me abraçando pela cintura. 


          — Gostei da ideia. Vou colocar as batatas para cozinhar já, então. - Sorrio e beijo ele. 


   Dylan afirma com a cabeça e retribui o beijo. Ele me solta e abre a geladeira, pegando os pacotes de carne para assar. Coloco as batatas em uma panela e reservo do lado, na chaleira, coloco a água para ferver. 

   Dylan vai para a sacada e começa a acender a churrasqueira. Quando ela ascende, ele vem até a cozinha e tempera a carne, enquanto corto os legumes e a salada. 

   Algum tempo depois, terminamos o almoço, Dylan trás para a mesa da sala de jantar a forma de carne assada, sobre uma tábua de carne, utensílios para cortar. Eu já havia colocado o almoço na mesa, só estava esperando ele. 


          — O cheiro está uma delicia. - Sorrio. 


          [Dylan] — Digo o mesmo. - Ele fala e coloca a forma sobre o suporte. Com a tábua ao lado. 


   Ele se senta na cadeira ao meu lado e começamos a tirar. Dylan corta a carne enquanto coloco o restante da comida em nossos pratos. Após cortar a carne, ele abre o vinho branco e coloca nas nossas taças. Agradeço e já bebo um pouco. 

   Nós almoçamos calmamente, conversamos, rimos dos cachorros, rimos de várias coisas, conversamos sobre os filmes em cartaz e sobre qual iríamos assistir, conversamos sobre meu trabalho e sobre a nova música de Dylan. Conversamos também sobre o CD que ele irá gravar em breve. Estou muito feliz por ele. 


  


                   MAIS TARDE


   Nós terminamos de comer, ficamos um tempo sentados na mesa conversando, por ter comido bastante. Logo após, levantamos e Dylan vai lavar a louça enquanto guardo o que sobrou da comida e da carne nos potes e coloco na geladeira. 

   Após terminamos, nós vamos pra sala novamente, Amora e Floco ainda estão dormindo. Porém, foram para a caminha deles ao lado da janela. Estão dormindo no meio dos cobertores. 

   Deito no sofá e Dylan deita comigo, fico em frente ao seu corpo e ele me abraça cobrindo a gente com a manta. Pego o controle da TV e solto o episódio seguinte da série. 

   Ficamos assistindo até mais ou menos 15hr da tarde, quando levantamos e desligo a TV, enquanto Dylan dobra a manta. Nós vamos para o quarto e nos trocamos. 

   Coloco um vestido fresco e longo, com uma sandália dourada no pé (foto nas notas finais!). Dylan coloca um look de calça jeans, camiseta, uma jaqueta – seu marco registrado – e um tênis (foto nas notas finais!). 

   Ao terminamos de nos vestir, olhos um pra o outro com nossos corpos de frente. Olho Dylan de cima a baixo ao mesmo tempo que ele faz o mesmo comigo. Sorrimos ao mesmo tempo e ele segura minha mão, me fazendo girar, enquanto me admira. 

   

   "Ela está tão linda nesse vestido!" 


   Ele sorri e morde o lábio me olhando. Me da um abraço rápido com um braço pela cintura e me beija, sorrio retribuindo. Dylan me solta depois de alguns segundos e beija minha testa. Sorrimos e vamos até a mesinha, pego meu perfume e Dylan a sua colônia, passamos, ele se arruma em frente ao espelho, mexendo em seu cabelo. 

   Eu coloco meus brincos, anéis e meu pingente que Dylan me deu, que agora é meu preferido. Dou uma arrumada em meu cabelo, passando um óleo nas pontas para dar brilhos e deixar macio. 


   "Eu adoro cuidar desse cabelo..." 


   Falo me olhando o espelho e penteando o cabelo. Termino. Pego um pouco de creme e passo nas pernas, calmamente e massageando. Olho para Dylan e ele está arrumando e fechando o fecho do seu relógio no braço. 

   Termino de me arrumar e me levanto da cadeira. 


          — Estou pronta. Podemos ir. - Falso com um sorriso. 


          [Dylan] — Eu também. E você ficou maravilhosa nesse vestido. - Ele sorri e passa o braço em minha cintura, enquanto vamos para a sala. 


   Sorrio e encosto minha cabeça em seu ombro. Pego na despensa a pequena mochila com as coisas necessárias para andar com Amora e Floco nas ruas. 

   Na mochila tem cobertor, brinquedos, saquinhos para sujeira, pote portátil de água e ração, coleiras e petiscos. 

   Volto para a sala com a mochila, pego minha bolsa e coloco no ombro. Dylan assobia para eles e eles se despertam no mesmo instante, vindo correndo em nossa direção. Pego Floco no colo e Dylan pega Amora. Passo pela porta e tranco ela, Dylan já apertou o botão do elevador. 

   Fico do lado dele esperando a porta abrir. Ele está fazendo carinho no pelo da Amora e sorrindo pra ela. 


   "Se ele já é todo felizão com os cachorros, imagino quando a gente ter um filho." 


   Fico imaginando a cena e sorrio o olhando. Dylan me olha sem entender e sorri também. A porta do elevador abre e nós entramos.

   Enquanto descemos até a garagem, fico brincando com Floco no espelho do elevador. 


         — Ainda bem que no shopping que vamos tem um espaço animal, podemos passear com eles pelo shopping antes e depois do filme. - Falo mexendo na patinha do Floco. 


          [Dylan] — Sim, eles vão gostar de ver outras pessoas, só espero que não mordam ninguém. - Ele fala dando risada. 


   Dou risada junto a ele e saímos do elevador. Colocamos Floco e Amora no chão e eles correm do nosso lado e em volta da gente, enquanto caminhamos até o carro de Dylan. 

   Dylan abre o carro e no banco de trás já tem uma caminha um pouco grande para os dois ficarem. Coloco a mochila com as coisas deles no chão, na frente do banco e coloco os brinquedos deles ali. 

   Enquanto Dylan vê alguma coisa no carro, coloco um lenço na Amora e um no Floco, amarrados no pescoço. 


   "Estão maravilhosos!" 


   Penso e sorrio. Eles estão deitados na caminha e mordendo os brinquedos deles. Dylan liga o carro, colocamos o cinto e ele sai dirigindo. 

   Minutos depois, Dylan chega ao shopping e entra no subsolo, estaciona o carro em uma das vagas e descemos do carro. Dylan pega a mochila dos cachorros e eu coloco as coleiras neles. 

   Dylan leva o Floco e eu a Amora, pelas coleiras subimos o elevador indo para o primeiro andar do shopping. 

   Nós andamos e conversamos, tomamos sorvete, passamos em algumas lojas de roupas e acessórios. Todos que passavam pela gente paravam para fazer carinho nos dois pequenininhos. Teve até duas crianças que pediram para os pais se podiam tirar foto com eles. 

   Os dois fizeram sucesso no shopping. Nós passeamos pelo shopping por cerca de 1hr, nosso filme começava às 17:30, ainda eram 17hr. 

   Caminhamos para o segundo andar, onde fica o local dos animais. Eu adoro ir lá, tem bichinhos de todos os tipos e tamanhos. Com roupinhas e acessórios. 

   Subimos a escada rolante até o segundo andar e levamos os dois pra lá. Só chegar na loja, entro segurando a Amora no colo e Dylan faz o mesmo com o Floco. Vamos até o balcão e reservamos algumas horas pra eles ali, enquanto assistiriamos ao filme. 

   Dylan entrega à moça do balcão a mochila com as coisas deles, caso fiquem inquietos demais. Assino os papéis no balcão e entregamos os cachorros a ela. 

   Saímos e vamos para o terceiro andar, onde fica o cinema do shopping. Ao chegar no terceiro andar, vamos primeiramente até o local de fazer os pedidos da pipoca. Ficamos na fila. 


          [Dylan] — Você vai querer pipoca doce ou salgada, amor? - Ele pergunta abraçando minha cintura com um braço. 


          — Pergunta difícil, gosto dos dois... - Falo indecisa olhando o painel de pedidos acima do caixa. 


          [Dylan] — Vamos pedir os dois então. - Ele fala decidido. 


          — Assim é mais fácil de escolher. - Falo e dou risada


   Ele ri também e logo é nossa vez de fazer o pedido. Dylan pede dois baldes de pipoca, um doce e um salgado. A moça pergunta se queremos a doce de caramelo ou chocolate. Dylan me olha esperando eu responder. 


          — Chocolate. - Falo sorrindo. 


   "Ela adora pipoca de chocolate. Esse sorrisinho lindo diz tudo." 


   Ele sorri e volta a olhar para a moça. Dylan pede dois copos de refrigerante e um chocolate. A moça anota tudo, Dylan efetua o pagamento e esperamos ao lado do balcão, enquanto a atendente faz o nosso pedido. 


          — Faz tempo que a gente não vem no cinema. - Falo encostando a cabeça no ombro dele. 


          [Dylan] — Sim, realmente faz tempo. A última vez fomos com o pessoal. Aliás. Amor! - Ele fala agitado com feição de que esqueceu algo. 


          — O que houve? - Olho assustada pra ele. 


          [Dylan] — Amanhã é a apresentação da Alyce e da Jany! - Ele fala colocando a mão na cabeça. 


   No mesmo instante que ele fala, me dou conta que também esqueci. 


          — Meu Deus, amor! Como a gente esqueceu? Vamos passar comprar um presente pra elas depois do cinema, pode ser? - Falo me acalmando. 


          [Dylan] — Sim, tudo bem. Acho que nossa cama está tirando nossa atenção do resto do mundo. - Ele fala e ri. 


   Dou risada também e dou um tapinha no ombro dele, que ri mais. 

   A moça chama nosso número da senha e nos aproximamos do balcão. Ela nos entrega nossos pedidos e entregamos o papel pra ela. Agradecemos e vamos para a entrada do cinema. 

   Ao chegar na porta, o segurança pede os ingressos, Dylan mostra a tela do celular, pois havia comprado os ingressos online. O segurança examina e nos permite a entrada. Agradecemos e caminhamos até a entrada do cinema. 

   Dylan e eu vamos até nossos assentos. Nos sentamos e nos acomodamos, colocamos o balde de pipoca e os copos de refrigerante nos suportes a nossa frente. 

   Não tem muitas pessoas no cinema ainda, encosto a cabeça no ombro de Dylan e ele passa o braço em volta do meu pescoço. 


          — O que compramos para as meninas? - Pergunto olhando para Dylan. 


          [Dylan] — Eu pensei em um arranjo de flores junto de um presente delicado. Algo como o colar que te dei. - Ele fala com uma feição de pensativo. 


          — Boa ideia, o que acha de duas pulseiras com as iniciais dos nomes delas e uma miniatura de bailarina? - Pergunto animada. 


          [Dylan] — Perfeito. Tem a loja de pratas e jóias no andar de baixo, e no primeiro tem a floricultura. Passamos lá depois. - Ele fala e sorri, beijando minha testa. 


   Afirmo com a cabeça e sorrio. As pessoas começam a entrar e a se sentarem. Logo, logo começaria o filme. 

   Minutos depois, o cinema já estava cheio, na nossa fileira não tinha ninguem fora a gente, o que me deixou mais relaxada. 


   "Não gosto de pessoas comendo salgadinhos e fazendo barulho na minha orelha..." 


   Penso e balanço a cabeça negativamente. O telão se ascende e começa a passar os anúncios e os trailers de outros filmes. Dylan abre o chocolate e me da para morder. Mordo um pedaço e a gente come enquanto passam os trailers. 

   Momentos depois que acabam todos os anúncios, passa a orientação de fazer silêncio e para desligar os celulares. Eu e Dylan estávamos com os nossos ligadas, mas no silencioso, tiramos algumas fotos antes do filme começar. As luzes se apagam e só tem a claridade do telão na nossa frente.

   Quando o filme começa e aparece o nome do filme que iriamos assistir, tiro uma foto sem flash e sem barulho, com o celular abaixo para não atrapalhar as outras pessoas. Guardo o celular na bolsa e começamos a assistir e a comer a pipoca salgada primeiro.

   Já no meio do filme, Dylan coloca a mão na minha perna, que estava cruzada e um pouco a mostra devido a fenda no meu vestido. Ele sobe um pouco a mão e o olho. Ele sorri e mostra a lingua. Se aproxima do meu ouvido. 


          [Dylan] — Se nós estivéssemos lá no fundo, eu poderia subir mais essa mão. - Ele fala sussurrando e morde minha orelha. Sinto um arrepio. 


          — Você é safado, amor. - Falo colocando a mão por cima da calça dele, sentindo seu membro. 


   Ele me olha e eu dou risada baixinho. 


          [Dylan] — Boba. - Ele ri também


   Sorrio e voltamos a prestar atenção no filme. Bebo um pouco do refri e olho que nossa pipoca salgada acabou. 


   "Enfim a doce..." 


   Sorrio e olho pra Dylan. Ele está se segundo para não rir e pega o pote da pipoca doce, me entregando. Dou risada e ele também. 




              1 HORA DEPOIS


   O filme termina e começa a passar os créditos. Olho pra Dylan e ele sorri. 


          [Dylan] — Gostou do filme, meu amor? - Ele pergunta sorrindo e beija minha bochecha. 


          — Sim, e você? - Sorrio 


          [Dylan] — Sim, é realmente muito bom. - Ele fala e bebe seu refrigerante. 


   Sorrio e faço o mesmo. Ficamos sentados, esperando os pós créditos sobre o próximo filme. Terminamos de comer a pipoca doce e de beber nossos refrigerantes. Colocamos tudo junto, os baldes um dentro do outro e os copos dentro deles, deixo no assento ao lado e prestamos atenção nos pós créditos. 

   Depois que acaba, nos levantamos e saímos conversando sobre o filme. Passamos pelo banheiro na saída, jogo as coisas no lixo ao lado da porta da saída e entro no banheiro, Dylan faz o mesmo. 

   Usamos o banheiro, eu retoco minha maquiagem e saio logo após. Encontro Dylan esperando encostado na parede. Sorrio pra ele e ele faz o mesmo. Ele estende a mão e eu a seguro. 

              



                Dylan Walker


   Pego na mão de Yuki e entrelaço nossos dedos. Começamos a andar até a saída do espaço do cinema.

  

        — Vamos pegar os cachorros primeiro? - Pergunto olhando-a.


          [Yuki] — Claro. - Ela sorri.


   Entramos no elevador logo após e descemos até o andar de baixo, caminhamos até o local onde Amora e Floco ficaram. Entro na loja com Yuki e entregamos o papel para a atendente do balcão. Ela pega, olha no computador e pede um minuto. 

 Ela sai e busca Amora e Floco. Eles saem correndo até nós quando nos vê. Yuki sorr e pega eles no colo, vou até o balcão e efetuo o pagamento com a balconista e saímos.

   Yuki desce eles até o chão e eles caminham ao nosso lado, enquanto seguramos suas coleiras.
  
     

     — Eles se comportaram, aparentemente. - Falo olhando pra eles e segurando a mão de Yuki.


          [Yuki] — Sim, fico feliz que eles sejam educados. Teríamos problemas se eles resolvessem comer tudo da loja. - Ela fala rindo e dou risada também.


   Fico mais próximo de Yu e vamos até a loja de joias. Chegando lá, entramos na loja e vamos até o balcão.

    

        [Atendente] — Boa tarde, como posso ajuda-los?


          [Yuki] — Vocês possuem pulseiras com algum tema de bailarina? Precisamos de duas pulseiras femininas, com uma miniatura de bailarina e a inicial das duas. É possível? - Yuki pergunta calmamente explicando para a atendente.


          [Atendente] — Claro, nós temos a pronta entrega as pulseiras com a bailarina, vocês podem escolher como querem as letras e nós adicionamos na pulseira. - Ela fala e abre uma das portas de vidro do balcão abaixo de nós.


   Afirmamos com a cabeça e a atendente coloca duas pulseiras de prata com uma pequena bailarina em uma posição de ballet, pendurada na pulseira.

 

          [Yuki] — Perfeito, exatamente como imaginei. O que achou, amor? - Ela fala e sorri, olhando as pulseiras.


          — Combina perfeitamente com elas, elas vão gostar muito. - Falo e sorrio para ela.

 

   Ela sorri de volta e espera a atendente trazer a caixinha com os diferentes tipos de letras. Ela coloca a caixa sobre a mesa e a abre.


          [Atendente] — Fiquem a vontade. Quando escolherem é só me chamar. - Ela sorri e sai ao lado, para atender outro cliente que entrou na loja.


   Amora e Floco estão deitados nos nossos pés, enquanto decidimos qual estilo de letra ficará melhor.
   Enquanto Yuki escolhe as letras, me abaixo e faço carinho na cabeça dos cachorros, eles se animam um pouco e viram, ficando de barriga para cima. Dou risada e começo a fazer carinho em suas barrigas.
   Enquanto Floco se debate com as patas para que eu pare de fazer cócegas em sua barriga, Amora fica mordendo minha mão e meu braço.


   "Dentinhos afiados!"


   Sorrio pra eles e me levanto novamente. Yuki estava com duas letras diferentes nas mãos.


          — Conseguiu se decidir, meu amor? - Pergunto abraçando suas costas calmamente.


          [Yuki] — Estou em dúvida entre essas duas, me ajuda a escolher? - Ela pergunta e me mostra as letrinhas em suas mãos.

          — Vejamos... Essa daqui é bem bonita, vai combinar as duas letras dos nomes delas. O que acha? - Pergunto e sorrio.


          [Yuki] — Deixa eu ver... - Ela fala e coloca as letrinhas A e J no pingente, para ver se combinariam.


          [Yuki] — Ficaram perfeitas! Obrigada, amor. - Ela sorri e beija minha bochecha.


          — De nada, agora acelere, temos que escolher um buquê pra elas ainda! - Falo rindo e Yu ri também.


   Yuki separa as letrinhas junto das pulseiras e chama a atendente, que vem até nós logo após.


          [Atendente] — Já escolheram? - Ela pergunta segurando uma mão na outra.


          [Yuki] — Sim, vamos levar esse modelo mesmo! Desculpe a demora. - Yuki sorri um pouco tímida.


          [Atendente] — Imagine, quer que eu coloque em uma caixinha de presente? - Ela pergunta pegando as pulseiras e as letrinhas para coloca-las na pulseira.


          [Yuki] — Quero sim. - Ela fala e sorri.

    

      [Atendente] — Muito bem, só um momento. - Ela fala e sai, entrando em uma porta nos fundos da loja.


   Yuki e eu vamos até as poltronas de espera próximas a porta e nos sentamos, os cachorros parecem cansados, pois só ficaram deitados.

        

  — Eles devem ter gastado muita energia lá no local que ficaram durante o filme. Estão exaustos! - Falo rindo e os olhando.

 

         [Yuki] — Sim! Tadinhos. Espero que eles descansem para caminhar um pouco a noite no parque. Eles vão adorar. - Ela fala sorrindo e deita a cabeça em meu ombro.


   Afirmo com a cabeça e faço carinho no cabelo dela.
   Algum tempo depois, a atendente volta e nos chama. Ela coloca as caixinhas com as pulseiras sobre o balcão (foto nas notas finais!).


          [Yuki] — Eu simplesmente adorei! Ficaram lindas. - Ela fala sorrindo e animada.


          — Realmente ficaram bonitas, elas vão adorar. - Falo sorrindo.


   Yuki sorri enquanto a atendente faz um laço nas caixinhas com as pulseiras. Vou até a frente do balcão e faço o pagamento.
   Após efetuar o pagamento, volto até Yuki e a atendente entrega a ela as duas sacolinhas de presente da loja, com as caixinhas dentro. Agradecemos e saímos. Levo a coleira de Amora e Floco enquanto Yuki caminha ao meu lado, com uma mão segurando a minha e a outra segurando as sacolas.
   Caminhamos lentamente conversando pelos corredores, até a floricultura. Chegando lá, entramos e vamos até o balcão. A atendente se aproxima e pergunta se pode nos ajudar.
   Solicitamos o catálogo dos buquês e arranjos de flores. Ele nos entrega dois catálogos e Yuki e eu começamos a folhea-los. 
   Depois de olhar duas vezes o catálogo, Yuki e eu decidimos escolher o arranjo de flores n°1134. Ele possui rosas vermelhas e brancas, em tamanhos pequenos e grandes, algumas rosas vermelhas bordô, com arranjos de folhas verdes e enfeites brancos pelo meio (foto nas notas finais!).


          [Yuki] — Eu simplesmente adorei este! - Ela fala sorrindo com um olhar apaixonante.


          — Vamos levar dois desses! - Falo para a atendente. 


   Enquanto Yuki se diverte ainda olhando o catálogo de flores, Amora e Floco ficam se mordendo aos pés dela. Vou até o caixa efetuar o pagamento e sem querer Yuki veja, pego uma rosa solta e faço o pagamento junto.
   A atendente vai até o outro balcão fazer os arranjos de flores e enquanto isso, vou até Yuki, e a cutuco, com a rosa atrás do meu corpo. Ela me olha confusa e sorri.
   Me inclino um pouco e mostro-lhe a rosa. Ela sorrio me olhando.

   

       — Pra você, meu amor. - Sorrio entregando a ela a rosa.

 

         [Yuki] — Ela é linda! Obrigada, amor! - Ela fala sorrindo, pega a rosa e me abraça forte.


   Retribuo o abraço e a beijo. Ela retribui o beijo e paramos logo após, ao lembrar que estamos em uma loja.
   Momentos depois, a atendente volta com os dois arranjos de flores e nos entrega. Agradecemos e saímos da loja.
   Passamos na praça de alimentação e enquanto comemos um lanche, Amora e Floco comem um petisco que Yuki deu pra eles.


   "Incrível como são educados."


   Penso os olhando. Logo, voltando a atenção para Yuki, que está a minha frente. Seguro sua mão sobre a mesa enquanto comemos a batata da porção.

  

        — Eu te amo muito, meu amor. - Sorrio olhando em seus olhos.


          [Yuki] — Eu te amo mais. - Ela sorri envergonhada.


   Dou risada e voltamos a comer.



                 HORAS DEPOIS


   Saímos do shopping após terminar de comer, voltamos pra casa, mas no caminho resolvemos ir direto para o parque.
   Alguns minutos depois, chegamos ao parque e estaciono o carro no estacionamento. Ajudo Yuki a descer e ela abre a porta, assim que abre a porta, Amora e Floco saem correndo pelo gramado.


          — Sabia que iam adorar. - Falo sorrindo e pegando a toalha no porta-malas para forrar o chão.


   Yuki da risada e me ajuda a pegar a mochila com as coisas dos cachorros. Nós terminamos, tranco o carro e caminho até o gramado do parque ao lado de Yuki, segurando sua mão.



Continua...

  



Notas Finais


Amora no sofá
https://pin.it/2k1rG3J

Floco no chão:
https://pin.it/5ZOvgep

Amora e floco brincando:
https://pin.it/68N1xPJ

Look Yuki:
https://pin.it/7ed3IkF

Look Dylan:
https://pin.it/5zmtBZH

Pulseiras:
https://pin.it/1qPnQo8

Arranjos:
https://pin.it/4KqfRvp

Comentem o que acharam desse capítulo!!
Amanhã posto mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...