1. Spirit Fanfics >
  2. Zé droguinha da minha quebrada >
  3. Baile

História Zé droguinha da minha quebrada - Capítulo 5


Escrita por: IsaabellaAA

Notas do Autor


Peço mil desculpas, eu começei a namorar e meio que larguei a vida de fanfiqueira maluca akamakkaka mas enfim, ai está o capítulo, espero muito que vcs gostem❤❤❤

Capítulo 5 - Baile


Fanfic / Fanfiction Zé droguinha da minha quebrada - Capítulo 5 - Baile

Quando Steve acordou já estava de noite, como de costume pegou seu celular pra ver se alguma notificação havia chegado.

Primeiro abriu seu whatsapp, onde Robin tinha mandado várias mensagens.

Robin
Cara, que porra foi aquela? Do nada você foi embora?(17:20)
Jonathan é um cuzão, n devia ter feito aquilo com vc, mas eu ja bati nele(19:11)
Oq aconteceu? Cadê você??(19:13)


Steve

Oi Robin, eu cai no sono(20:23)

Sla oq aconteceu, eu fiquei parecendo uma cadelinha atrás do Bill(20:24)

Ele é tão romantico, me levou pra comer e ate quis comprar uma roupa pra mim, mas eu n deixei(20:25)


Robin
Uiui, mas e ai? O Dustin falou que vc vai no baile funk e ele ja chamou uma galera... Vc vai msm? Pq se sim, eu vou junto(20:30)


Steve

Ah sla cara, eu estraguei tudo com o Billy, ele me tratou estranho e tals(20:32


Robin


Ele te bateu? Te humilhou?? Olha, esquece ele, vamos pra esse baile aí e curtir com a galera(20:34)


Steve

Ta bom, vou me arrumar então(20:35)


Steve aproveitou que ja estava no celular e abriu o instagram. Imediatamente apareceu um novo post de Billy.


@billy.hargrove

(Foto do capitulo)


O dia rendeu hj, minha princesa veio ate me visitar🔥


100 curtidas, 3 comentários


@thetommyhagan: crlh, ta namorando e nem contou nada?
@billy.hargrove a gente ta se conhecendo, se der certo te apresento pra ele hj


@karenwheeler: lindo❤


"Puta" Steve pensou com uma carranca em seu rosto, que logo se transformou em uma cara de surpresa. "Meu deus o que esse garoto fez comigo, eu nem xingo" pensou.


Desligou o celular sem curtir ou comentar na foto, e foi se vestir. Ele não quis tomar banho pois além de ja ter tomado na piscina, o cheiro de Billy estava impregnado nele, e por algum motivo não queria cheirar só como "Steve", o cheiro dos dois misturados é definitivamente melhor.


Depois de uns 10 minutos estava pronto. Saiu de seu quarto não querendo falar com ninguém, mas sendo obrigado já que por algum motivo as mesmas pessoas da piscina estavam reunidas em sua sala.


"Uiui, a princesa acordou." Lucas provocou.


"Cala a boca." Steve passou a mão pelo rosto e foi pegar dinheiro em sua carteira na intenção de comer la no baile.


"Steve, a gente vai dividir o uber ate o baile se você quiser..." Jane disse, como sempre envergonhada.


"Tá bom, 'ceis já pediram?"


"Sim, ta vindo já." Lucas disse olhando pro celular.


No fim. Lucas, Max, Dustin e Jane foram num carro e Steve, Will e Mike no outro. Jonathan não estava e Harrington quase agradeceu em voz alta por isso.


Ao chegarem, o som alto de funk ecoava pela rua, o ômega iria pra muvuca eventualmente, mas iria procurar algo pra comer antes de rebolar ate o chão tentando esquecer o loiro que ocupava seus pensamentos 24 horas por dia.


"Fala pro Dustin não dar PT que eu vou comer." disse a Will. O garoto era quieto, só vinhs por causa de Mike, seu namorado que adorava um baile funk.


Andou um pouco atrás de algum comércio aberto e quando finalmente achou, xingou baixinho pelo mesmo estar cheio.


"Merda, vou ter que esperar."


"Oi gatinho, quer que eu te pague um lanche?" Steve se virou pra ver quem era, surpreendentemente o reconheceu da escola.


"Claro. Steve." estendeu a mão pra o cumprimentar.


"Tommy Hagan, acho que a gente estudou juntos." apertou a mão do omega


"É, mas a gente não conversava."


"Pera, cê tem alfa? Merda desculpa." disse Hagan ao sentir o cheiro de Billy em si.


"É, mais ou menos, a gente brigou eu acho."


"Ele ta perdendo... Parece o cheiro do meu amigo Billy."


"Pera, cê conhece o Billy?"


"Oxi, claro, ele é meu melhor amigo, ele tá logo ali na mesa, eu vim pegar alguma coisa pra gente comer e aí eu te vi."


"Ah... Mas então, vo-"


"Princesa?" Steve foi interrompido por Billy que se aproximava dos dois.


"É, oi." Steve olhou pra baixo, perdendo a pose de rei.


"Caralho, é esse o ômega que você chamou de princesa no insta?" Tommy perguntou eufórico. Harrington se envergonhou por basicamente ter dado em cima de Hagan.


"É, é ele." Billy disse sonhador.


"Boa noite, o que vão querer?" a atentendente perguntou e os 3 fizeram seus pedidos. Quando terminaram de comer, Billy pagou o dele e de Steve, mesmo após do ômega reclamar.


"Por que você pagou? Eu tenho dinheiro!" reclamou denovo, os três indo pra multidão que dançava e pulava.


"Porra Steve, é o que um alfa faz, para de encher meu saco, é só um lanche!"


"Billy! Não fala palavrão, é feio."


"Você é o ômega mais educado do mundo, pro seu azar, eu sou o alfa mais xexelento da Terra."


"Você não é xexelento, só fala muito palavrão." Billy sorriu com a frase do loiro.


"Essa musica é antiga mas é muito boa, eu tenho que dançar essa!" disse Steve ao escutar os primeiros segundos de Vai Malandra, e ao ver Dustin chamou ele pra dançarem juntos.


"Vai malandra, hã, hã eita louca tá brincando com o bumbum, hã, hã, tududum, hã, hã." Henderson cantou, dançando com seu irmão na batida da musica.


"Tá pedindo, an, an, se prepara, vou dançar, presta atenção, an, an tutudum an, an." Steve cantou, olhando na direção de Billy. "Cê aguenta an, an, se eu te olhar
Descer, quicar até o chão." terminou a parte de Anitta, chamando Billy com o indicador, que sorriu safado e se aproximou por trás de Steve, que rebolava agora no quadril do alfa.


"Desce, rebola gostoso, empina me olhando te pego de jeito, se eu começar embrazando contigo é taca, taca, taca." cantou a melodia, sarrando Steve nas ultimas 3 palavras.


"Desco, rebolo gostoso, empino te olhando te pego de jeito, se eu começar embrazando contigo é..." quanto mais proximo ao fim a música ficava, mais atenção os dois atraiam, quando a música terminou, Na Raba Toma Tapão começou, mas Steve não dançava mais ativamente, Bill puxou ele pra um canto e o trouxe pra perto, os dois compartilhando o mesmo ar, as mãos do Alfa em sua cintura e quadril, o apertando possesivamente, enquanto Steve apoiou seus braços nos ombros do maior.


"Cê tava um gato dançando daquele jeito pra mim." Harrington admitiu.


"E você tava um gostoso." Billy disse e selou seus lábios, nunca passando de um selinho.


"Eu achei que você nao gostasse mais de mim." Falou baixando a cabeça.


"Que?! Stee, eu sou louco por você, por que achou isso?"


"É que hoje no carro você nem falou direito comigo, nem se despediu nem nada, eu nem ia vir hoje, mas a Robin disse que eu tinha que te esquecer e tals."


"Por isso você deu em cima do Tommy?" Billy perguntou.


"É... Mas eu não sabia que ele era seu amigo, e achei que você não me queria mais."


"Ta tudo bem, não vai acontecer denovo, anjo." Steve sorriu e corou com o elogio.


"Ta meio chato aqui, quer ir lá pra casa?" pediu envergonhadamente para Billy.


"Ta, e eu preciso passar em casa pra pegar umas coisas." Billy passou o braço pelo ombro de Steve, e o levou ate seu carro, ele até mesmo abriu a porta para o ômega.


Quando chegaram na frente da casa do alfa, o mesmo falou para espera-lo dentro do carro pois ele só iria pegar um moletom para si.


Steve pegou seu celular e mandou uma mensagem pra Dustin falando que estava voltando pra casa e que ele não podia abusar no horário se não a mãe deles ia dar uma chinelada na fuça do mais velho.


"Voltei." Avisou ao voltar pro carro, com um moletom e uma sacola. "Tó, pra você." estendeu a sacola na direção do loiro, este que pegou sem entender direito, olhou dentro da sacola mas como estava escuro não enxergou direito. O alfa pareceu notar, pois acendeu a luz de teto do carro, e então Steve viu um tecido branco com listras pretas.


"Que?" perguntou confuso e tirou da sacola.


"Eu voltei naquela loja mas ja tinham vendido o xadrez, aí eu peguei essa que é meio parecida." Billy confessou e o ômega o abraçou de lado, com um sorriso do tamanho do mundo e encheu a bochecha do tatuado de beijos, terminando com um longo selinho na boca dele.


"Brigado Billy, eu amei! Mas não precisa gastar dinheiro comigo!"


"Se cada vez que eu te der uma camisa você reagir assim, eu vou te dar uma nova todos os dias."


"Sério Billy, eu não te dei nada ainda."


"Ter você é o melhor presente."


"Tá senhor romântico, vamos pra casa." disse Steve pondo a mão no cabelo do mais velho e fazendo carinho mesmo sem tirar os olhos da camisa e o sorriso do rosto, ele queria que Billy fosse seu namorado.


"Ate mais." Hargrove disse ao pararem na frente de sua casa.


"Quer entrar? Eu experimento a camisa e você vê se ficou legal." Steve sabia que isso era só uma desculpa pra ficar mais alguns minutos com ele.


"Ta, claro." E com isso os dois saíram do carro.


"Fica quieto, vou ver se a minha mãe ta acordada." disse o ômega ao entrar na casa, alguns momentos depois ele voltou. "Ela ta no quarto vendo filme, vem." E com isso Steve foi para o seu quarto com Billy atrás de si.


"Steve? Tem alguém com você?" Ouviram sua mãe chamar do quarto dela.


"Tem, o Billy." gritou de volta e em 2 segundos sua mãe estava do lado deles.


"Oi Billy, como vai? Você vai dormir aqui? Vai né? Pode dormir no sofá, ou no quarto de Steve, a gente põe um colchão pra você."


"Nossa, comigo não tem toda essa empolgação!" O omega reclamou.


"Pode ser, eu durmo no sofá mesmo."


"Vocês tão namorando?" A mulher perguntou levantando uma sombrancelha e Steve corou na hora.


"Mãe!"


"Desculpa, fiquei curiosa." levantou as mãos em sinal de rendição.


"Vem Bill." Disse Steve terminando a conversa, puxando-o pelo punho ate seu quarto e batendo a porta.


"Vira."


"Que?"


"Pra eu trocar de roupa, vira." explicou.


"É só uma camisa Stee." Os dois bufaram, então o loiro virou de costas para Billy e tirou sua camisa, e por um breve momento pode notar todas as sardas da costas do menor, mas que logo foram cobridas pelo tecido listrado.


"E ai, gostou?" Disse virando pra Billy.


"Ta lindo como sempre."


"Você sempre fala isso." Steve revirou os olhos.


"Por que é a verdade." O omega não respondeu, mas sorriu.


"Você vai mesmo dormir aqui?"


"Sim ue, sua mãe que chamou."


"Ta então, bora arrumar o sofá, pega um travesseiro aí da minha cama, eu vou pegar um cobertor." Steve disse, abrindo o seu guarda roupa e tentando alcançar os cobertores que ficavam no alto.


"Quer ajuda aí princesa?" Ofereceu Billy.


"Sim, eu não alcanço." Steve achou que o loiro fosse apenas pegar um cobertor, mas ele pegou o ômega e o levantou no alto, Harrington quase gritou, se agarrando no alfa pra não cair, suas pernas entrelaçadas no quadril do alfa e uma mão apoiada em seu ombro, enquanto a outra pegava o corbertor.


"Pode me soltar já."


"Vai dizer que não gosta de ficar no meu colo?"


"Para de safadeza Bill, minha mãe vai achsr estranho se ela entrar e a gente estiver assim."


"Estraga prazeres." O alfa reclamou revirando os olhos mas soltou o mais novo.


"Vem, vamos arrumar o sofá."


No final eles só jogaram o travesseiro no sofá e Billy deitou e se cobriu, os dois falaram boa noite um para o outro e Steve voltou para seu quarto e caiu no sono.


Acordou com um barulho na casa, obviamente era Dustin chegando bêbado, mas foi o suficiente pra Harrington não conseguir dormir mais. Ele pegou seu travesseiro e foi até o sofá, se agachando do lado do móvel tentando ver se Billy estava acordado ou dormindo.


"Bill?" Sussurou.


"Stee?" Perguntou de volta.


"Não consigo dormir."


"Achei que você não ia vir nunca." Hargrove disse, se encostando mais no canto do sofa e abrindo seu braço para Steve ficar sob o cobertor.


Eles deitaram virados um para o outro, Steve colocou sua perna sobre o quadril de Billy e ele colocou sua perna entre as coxas do ômega ao mesmo tempo que moveu sua mão para abraçar a cintura dele, o puxando pra mais perto, o que incentivou o loiro a colocar o braço sobre a tatuagem no braço de Billy, e logo os dois estavam aconchegados um contra o outro.


"Sua mãe não vai achar ruim?"


"A gente dormir juntos? Nah, só se a gente estivesse fazendo algo errado tipo transar, mas a gente só vai dormir, e com roupas." Disse Steve, e moveu seus dedos apenas o suficientes para alcançar o couro cabeludo de Billy e começou a fazer carinho.


"Você gosta bastante de mexer no meu cabelo em."


"É macio." Explicou, se mexendo para ainda mais perto de Billy.


"Boa noite Stee." Deu um selinho no ômega.


"Boa noite Billy." Steve deu um selinho mais demorado no mais velho, e sentiu a barba por fazer fazendo cosquinha em sua bochecha, então separou seus lábios e moveu seu corpo alguns centímetros pra baixo, para acomodar sua cabeça no peitoral de Billy, e caiu no sono respirando o cheiro natural do alfa.


A melhor parte de seu dia foi o fim dele.


Notas Finais


Eu do fundo do meu coração espero que vcs tenham gostado, antes eu escrevia só pra mim então n tinha muito quem decepcionar, mas agr que vejo que tem gente que lê eu vou tentar escrever com mais frequência e me esforçar mais.(vcs preferrem aspas ou travessão? Pq eu posso mudar se vcs quiserem.)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...