1. Spirit Fanfics >
  2. Zodiac - Interativa >
  3. Take 6

História Zodiac - Interativa - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/


E o debut chega para todos (ou nem todos) :D

Peço perdão se você estava criando uma ficha, de coração, mas não foi por maldade. Decidi começar a estória agora, pois esperei por um ano e pouco, todo mundo tem um limite. Estava em crise de abstinência, preciso escrever. Agradeço quem enviou um personagem e quem vai acompanhar a partir de agora.

Como diria AJR, "let the games begin!"

Capítulo 6 - Take 6


Fanfic / Fanfiction Zodiac - Interativa - Capítulo 6 - Take 6

Diamond

 

 

 

“ssodajineun byeol nae momeul gama

nal jikyeojwo oh yeongwonhi

buswodo taewodo

gajiji moshae

jeoldae sondael su eopseo

nan kkaejiji anhneun diamond”

 

 

 Os outros trainees observam o japonês se posicionando num assento mais afastado, feito um ermitão antissocial, este que agora pensa em como só queria saber sua nota, e cada um te uma reação diferente.

 

 

 Sunny, assim como Jin-ri, sentem uma leve preocupação, mas relevam, pois pode ser o jeito do rapaz. Só farão alguma coisa se o mesmo vier falar com elas. Myung tenta ignorar, já haviam se visto antes, e o mais novo, apesar de terem nascido com um ano de diferença, possui esse jeito mais sério, eventualmente grosseiro, então já está acostumado.

 

 

 Daehwi também já o conhece, portanto tem uma atitude similar, e Flake não gosta da presença do dongsaeng, pois o acha arrogante demais. Porém, tenta não demonstrar seus pensamentos. Todos têm a atmosfera em torno do recente apresentado quando ouvem Crush anunciando a próxima trainee.

 

 

 — A próxima trainee é Kim Nari. — Termina rapidamente antes de ser interrompido, o que faz todos presentes rirem, até mesmo Koji, atraindo um ou dois olhares curiosos, e Daehwi ri mais ainda pelo gummy smile de Chin-Sun.

 

 

 — Até a próxima trainee entra rindo, e Hyoseob apenas dá de ombros, desistindo de seu suspense. Quando todos se acalmam, o mesmo respira fundo, mas continua sorrindo, seus colegas parecem soluçar tentando conter o riso.

 

 

 — Olá, gostaria de se apresentar? — A jovem faz uma reverência, com um sorriso ornado de um eye-smile.

 

 

 — Olá! — Ainda ria um pouquinho, mas respira fundo e continua. — Sou Kim Nari, dã. Ou Lilyā, meu nome havaiano, mas podem me chamar de Lily. — Dá outra reverência. Recebe sorrisos dos jurados e maioria dos colegas.

 

 

 — E qual música irá apresentar?

 — Vou apresentar “You & I”, do Dreamcatcher. Voz e dança. — Completa rapidamente, como se tivesse esquecido e se lembrasse no último segundo.

 

 

 — Boa sorte! — HyunA dá seu sorriso acolhedor.

 

 — Obrigada! — Dá uma última reverência e se posiciona, ajustando o microfone de cabeça.

 

 — Ela é muito educada. — Comenta sussurrando para o namorado, que concorda com a cabeça.

 

 

 A música tem início, e logo na intro a mudança de Lily é formidável. Sua aura muda de inocente e engraçada para séria e misteriosa. Seus passos são precisos, cheios de presença, assim como sua voz. Até traz o bastão da coreografia, que deixara na beira do palco e pegara no meio da apresentação, surpreendendo a todos pelo passo icônico e único. Contudo, apresenta uma queda de expressões conforme a música avançava, mas ainda se mantendo profissional tanto o quanto possível. Todavia, sua voz também vai ficando mais instável, mas ignora seus erros com êxito, e termina como se nada tivesse acontecido.

 

 

 Recebe aplausos, agradece e recebe alguns risos pela mudança de “humor” repentina.

 

 — Eu queria parabenizar o fato de que você se adaptou muito bem ao conceito de terror. — Começa Dawn. — Acho que o seu timing a cada movimento foi bem satisfatório, e manteve bem a performance, apesar de alguns erros técnicos na estabilidade. Acredito que vá repará-los com o tempo. — Termina, sorrindo para a mesma, e recebendo a mesma resposta, junto à um “kamsahamida”.

 

 

 — Sua performance foi boa, mas você começou a desafinar e foi ficando instável conforme a música terminava. — A jovem assente com a cabeça, séria e comprometida, querendo ouvir cada detalhe para aprender onde tinha errado. — A música é de um grupo de sete integrantes, com uma coreografia complexa, e lines igualmente difíceis. Dou crédito à sua coragem, inclusive de manter o “truque de mágica”, mas acredito que devesse ter mantido apenas a dança, pois o vocal acabou sendo comprometido. E, não que eu acredite em “MR removeds”, não é como se playback não existisse, mas podem usar isso contra você se passar a confiar mais nele do que em sua própria voz.  —PSY conclui. Recebe um agradecimento, Nari afastando e ajeitando o cabelo durante e após sua reverência. — Pode se retirar.

 

 

 Nari sorri novamente e sai animada em direção aos seus colegas. Dos que estavam presentes, era mais próxima de Roxy, ou simplesmente sua Jinji. Se tornaram próximas através de uma conversa sobre suas tatuagens, pois ambas tinham significados importantes para cada uma. Desde então, se tornaram amigas. Recebeu elogios da mesma e dos outros trainees, exceto do japonês, mas ignorou. Sabia que o mesmo era mais fechado e não costumava interagir com trainees femininas. Conhecia o trabalho anterior do mesmo como integrante do Movin!, mas pelo pouco que conhecia e haviam convivido, lhe parecia, e acredita que o mesmo tenha mudado.

 

 

 Volta a pensar em sua apresentação. Sabia que havia se arriscado, e apesar das críticas, não se abala, estava otimista, pois havia ido bem para seu padrão e apenas melhoraria com elas. Cutucou o ombro da amiga que se sentava à sua frente, quando a mesma olha para si, faz um gesto acompanhado de um “fighting!”, mas só mexe os lábios. Recebe o mesmo junto à um sorriso, e ambas focam no palco ansiosas. Apontaria as fraquezas e forças dos outros trainees e os ajudaria a evoluir consigo, contribuindo com o possível e ao seu alcance. Não se limitaria a ser uma garota kawaii.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...