História Zombies. - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 25
Palavras 1.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Voltei! Mals pela demora ai ;-;

Capítulo 3 - Capítulo 3 - Armamento.


Os passos do grupo até os destroços estavam rápidos e silenciosos, os quatro zumbis que estavam presos perceberam a presença deles e agora lutavam ainda mais para saírem do meio das ferragens, mas continuava sendo inútil, não estava difícil sair dali para pessoas racionais, mas pra criaturas com o único intuito de atacar qualquer coisa viva que seus sentidos alcançarem era praticamente impossível eles saírem de dentro do helicóptero tombado.

-Não tem chance dessa coisa explodir não? - Marcus perguntou parado em frente ao helicóptero, os sons dos zumbis ao lado de dentro o deixava em completo modo de defesa, olhando para todos os lados em busca de mais algum perigo - Ainda acho que é perigoso estarmos tão perto...

-Me empresta a foice. - Bruna se colocou ao lado de Marcus, também ficando mais alerta enquanto escutava os zumbis.

-Por que? - Ao ouvir o que a amiga disse, Marcus direcionou seu olhar a ela não entendendo o que ela quis dizer.

-Eu subo e vejo o que tem ali dentro além dos zumbis, preciso de algo pra me defender. - Bruna colocou sua mochila no chão e começou a subir no helicóptero, por sorte ele estava travado ao chão, se não estaria virando de tão fraco que estava, o chão dele tinha rachado, se ela tivesse cuidado, iria cair com aquilo em cima de si e também libertaria os zumbis - Eu consigo ver uma caixa, acho que consigo alcançar com a foice.

-Cuidado ai em cima Bruna, é perigoso demais. - Sarah disse muito preocupada com a amiga enquanto Marcus passava a foice para a mesma.

-É muito pesada, tá cheia... - Bruna tentava puxar a grande caixa com a foice, mas não estava adiantando, ela se movia muito pouco - Acho que vamos precisar terminar de quebrar esse troço e pegarmos pegarmos a caixa, ou alguém pula ali dentro.

-Bruna, ninguém vai pular ali dentro, é praticamente suicídio. - Marcus disse pegando sua foice novamente enquanto a amiga descia do helicóptero.

-Então vamos ter que quebrar e matar esses três zumbis, não podemos perder o que tem dentro dessa caixa, pode ser útil. - Bruna disse um pouco decepcionada ao pensar neles indo embora dali sem pegarem o que tinha dentro dela e logo precisarem.

-Tem como a gente arrancar esse pedaço, mas íamos ter que fazer muita força. - Vii puxou um pouco a parte quebrada do helicóptero, vendo quebrar mais um pouco - Se todos puxarmos juntos, talvez...

-Vamos então, mas quando isso cair, vocês se afastam, eu pego a caixa e assim achamos um lugar seguro pra ver o que temos dentro, todas de acordo?

-Sim. - As três responderam juntas e logo procuraram algum lugar para segurarem no helicóptero.

Marcus sabia aquilo era perigoso de se fazer, mas Bruna estava certa, mesmo eles não sabendo usar o provável conteúdo da caixa, seria muito útil ter seu conteúdo em mãos, com o tempo eles aprenderiam a usar e seria uma grande defesa contra zumbis e quase qualquer coisa que pudesse tentar acabar com suas vidas.

-Puxem! - Depois de seu comando, Marcus e as garotas começaram a puxar com força a parte quebrada do helicóptero.

Demorou um pouco para conseguirem arrancar aquele pedaço, mas finalmente caiu ao chão depois de alguns minutos, as garotas logo correram como planejado, Sarah com muito receio e preocupação, não queria deixar Marcus ali para fazer aquilo sozinho, por esse motivo talvez ela não conseguiu parar na rua com as outras garotas e ficou perto dos destroços, não foi difícil para Marcus acabar com dois zumbis, mas deve ter se esquecido que eram três deles quando pegou a caixa e começou a sair dali, a criatura restante se jogou em sua direção e o derrubou ao chão, Sarah paralisou por um momento ao ver o zumbi em cima de seu namorado e ele não podendo fazer nada para se defender, sua visão se focou naquela cena e ela correu até eles pegando um pedaço de ferro retorcido no meio do caminho, e quando sua visão voltou, a única coisa que estava vendo era Marcus jogando o corpo do zumbi para o lado com um pouco de sangue em seu rosto e uma poça de sangue enorme se formando ao lado.

-Tenha mais cuidado na próxima. - Sarau jogou o pedaço de ferro no chão e abraçou o namorado com força.

-Desculpa, eu esqueci daquele, ainda bem que tava aqui pra me salvar. - Marcus disse sorrindo depois de beijar a namorada - Não podemos ficar parados por muito tempo, vamos achar algum lugar seguro e ver o que tem nessa caixa.

Marcus e Sarah seguraram a caixa e a levantaram para não a arrastarem o caminho todo, era pesada e pelo o que aparentava estava bem cheia de equipamentos, os que estavam dentro do helicóptero deveriam estar indo ajudar alguém ou levar aqueles equipamentos para algum lugar infestado. Andando ali por perto, eles entraram na garagem de uma casa que parecia inteira por fora e logo fecharam o portão, todos estavam cansados, com fome e sede, precisavam achar algo para comer logo, e como tudo estava acontecendo rápido demais, a próxima refeição deles podia ser a última.

-Não tem nada comestível pela casa e a água tá cortada. - Bruna disse entrando na garagem de novo, fechando e trancando a porta atrás de si - Espero que ai dentro tenham coisas de comer, ao menos água.

-Vamos torcer Bruna... - Marcus se abaixou em frente a caixa e a abriu, o interior era protegido com espuma para não danificar as armas e todas as coisas que tinham dentro, duas metralhadoras M16, uma com alguns equipamentos a mais e a outra sem nada, e perto das duas metralhadoras, uma Desert Eagle .50 com a pintura um pouco fosca, Marcus tirou as armas e colocou elas no chão, tirando a proteção de espuma vendo outro compartimento, onde ficavam as munições, muitas delas - Nada de comida ou água, só as armas e munições.

-Bem, agora temos armas ao menos. - Vii disse olhando as armas e depois a caixa - O que vamos fazer com elas?

-Uma arma pra cada uma de vocês, assim podemos ter proteção pesada na frente e na retaguarda se preciso. - Marcus pegou a pistola e entregou para Bruna, que mesmo não entendendo o que ele quis dizer, a segurou ignorando um pouco seu peso.

-C-Como assim vamos usar essas armas? - Vii segurou a M16 equipada que Marcus lhe deu com um pouco de dificuldade, conseguia aguentar ela com tranquilidade, mas se ficasse a segurando por um longo período podia ser desconfortável - Nem sabemos usar isso Marcus.

-Vamos torcer que não precisaremos aprender... - Marcus pegou a última arma e entregou para Sarah, que segurou com um pouco mais de dificuldade - Acho bom irmos então.

-Não deve ser difícil aprender usar isso... - Bruna disse olhando a arma em sua mão, era um pouco pesada, mas confortável de segurar.

-Acho bom nós voltarmos a andar, irmos pra cidade, talvez lá ou no caminho encontremos algo. - Vii disse segurando sua arma enquanto olhava para seus amigos.

-Sim, vamos. - Marcus pegou sua foice e se levantou, pronto pra continuarem sua jornada.

As três garotas pegaram praticamente toda a munição que tinha dentro da caixa e colocaram em suas mochilas, e alguns poucos nos bolso se precisassem carregar elas de jeito rápido, mas como todos estavam famintos e com sede, o caminho até a cidade não ia ser o mais fácil de todos. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...