História Zumba? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Loona
Personagens GoWon, Olivia Hye
Tags Casadas, Fitdance, Fluffy, Golivia, Hyewon, Muito Soft, Namoradas Da Nação, Oliwon, Romance, Stan Loona, Stan Talent, Zumba
Visualizações 36
Palavras 428
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Fluffy, LGBT, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


opa meus mel, nao sei um título pra história, ent vai ser esse mesmo

beijinhos beijinhos 💛💛

escutem música nacional, pq foi isso que eu escutei escrevendo isso (uns cazuza romanticao, sab?)

oi lolivia eu coloquei a capa que tu me mandou colocar brigada tabom te amk

Capítulo 1 - Único.


Conheci ela na aula de dança. Seria muito romântico se fosse numa aula de valsa. Eu e ela, dançando numa noite estrelada e de lua cheia - estilo lalaland - vestido longo vermelho, babados em ressalte, bem clássico de valsa. Mas a aula de dança em questão era aquela aula que quase todas as mulheres de meia idade vão.

Zumba.

Ou fitdance, não sei ao certo. O que importa é que ela fazia.

Eu não fazia Zumba, mas minha mãe fazia. Como eu era uma quase adulta de dezoito anos extremamente desocupada, fui observar minha mãe em roupas coladinhas de ginástica dançando animadamente.

Sim, isso foi assustadoramente estranho, mas ela fazia fitdance, ninguém em torno da idade dela fazia esse tipo de coisa.

Quando todos se abaixavam, ela nem ameaçava encostar no chão. Quando ficavam na ponta dos pés, ela caia de joelhos. Os alunos não podiam andar um mísero passo para o lado, ela trombava até com o nitrogênio que havia no ar. Os cabelos, agradavelmente bagunçados. Excepcionalmente lindos. Extremamente loiros.

Absurdamente brilhantes.

Foi paixão á primeira vista. Obviamente, apenas pra mim.

Claro que eu venci minha vergonha e cheguei nela ao final da aula, consegui o número fácil, ela me chamou de fofa. Pela primeira vez eu gostei da minha timidez, do rubor nas bochechas e tudo.

Passamos madrugadas conversando no Facebook, porque WhatsApp parece ser mais íntimo demais, mas chegamos rápido nessa parte. Logo viramos mutuals no twitter, já estávamos ficando mais de quatro horas seguidas em call jogando Lol.

Eu não sentia tanta vontade de jogar, eu apenas queria ouvir sua voz doce.

Começamos a namorar quando eu tinha 19 e ela 20, mas parecia que nossa vida começava naquele momento. Vimos todas as séries, filmes, jogavamos todos os jogos multiplayer juntas. Fizemos todas as receitas de risoto existentes, quase todas foram queimadas, já que a conversa era sempre muito boa. Viajamos no nosso próprio mundinho dividindo fone de ouvido. Das minhas dez músicas favoritas, sete foi a própria Chaewon que me mostrou. As outras três, ela compôs duas. A última, eu dediquei a nós.

Eu ensinei ela a dançar - não podia ficar somente na Zumba - , ela me ensinou o que era cisgênero, coisas "complicadas" que o mundo parece não entender. Até porque o mundo não teve chance de ser casada com ela.

Chaewon também é indefinidamente exigente.

Eu usei muitos sinônimos de extremamente nesse texto, bom, Chaewon sempre foi o extremo de tudo.

Não consigo descrever o abismo que é sentir ela. Tocar. Ou simplesmente ouvir sua voz.

Intensa

Absurda

Assustadora

Profundamente...

Incrível.

Sim, Chaewon, é profundamente incrível em todos os sentidos


Notas Finais


topissimo né

tomem bastante água

view em love4eva

eu escrevo uns troço muito aleatório


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...