1. Spirit Fanfics >
  2. Jornais >
  3. Animes 2020 - Resenha

O jornal está sendo descontinuado, salve seus jornais até 31/12/2021.

Jornal Animes 2020 - Resenha


Por:


Animes 2020 - Resenha

Olá meus amores! Como passaram as festas de fim de ano? Espero que muito bem!

Janeiro, além de ser o primeiro mês do ano que se inicia, também é o período de férias de muita gente, e nada melhor do que aproveitar esses dias de descanso para maratonar aquele anime que estreou na temporada de 2020, mas, que por conta da correria do dia a dia, vocês deixaram de assistir.

Vou fazer uma pequena avaliação dos animes que eu acompanhei na temporada passada, e espero de coração poder ajudá-los a se divertirem um pouquinho ;)

OBS: Só lembrando que essa é uma avaliação pessoal, portanto, vocês podem concordar ou discordar da minha opinião, ok?

OBS 2: Tem muito anime de 2020 que eu não assisti ainda, especialmente as continuações de animes que estrearam em outros anos. Se tem algum que seja legal ou minimamente interessante, podem recomendar sem receios ;)

Os animes estão em ordem alfabética.



A3! Spring & Summer / A3! Autumm & Winter


Bem, eu não sou muito fã de animes baseados em Otome Games, mas, mudei um pouco meu conceito depois de ver as 3 temporadas de Hakouki (que é ótimo por sinal!), então, resolvi dar uma chance para esse anime, e não me arrependi.
Trata-se de uma companhia falida de teatro que é revivida das cinzas pela diretora teatral Izumi Tachibana, que recruta cinco jovens bem aleatórios para compor a trupe. Ao longo das duas temporadas (sim, ambas foram exibidas em 2020), ela forma 4 trupes, representando as estações do ano: primavera, verão, outono e inverno, e com isso, tenta saldar a dívida deixada pelo antigo diretor da companhia, que por acaso, é seu pai.
O bom do anime é que Tachibana, apesar de protagonista, não é o interesse amoroso dos meninos, que aliás, tem as mais variadas idades, e isso é um diferencial, já que a maioria de animes baseados em Otome Game, as mocinhas são chatas, apáticas e disputadas aos tapas pelos machos. Aff…
O único que claramente se interessa por ela é o Sakyo Furuichi, que é remanescente da antiga trupe, e atualmente, é o agiota que cobra a dívida da coitada.
O enredo é legal, tem sempre uma moral da história ao fim de cada episódio, porém, os pontos fracos variam da animação meio cagada e certa infantilidade de alguns dos meninos. Fora isso, é um bom anime para maratonar, lembrando que cada temporada tem 12 episódios.


Sakyo delicinha💖


Akudama Drive


Esse anime é FODA! Sim, minha gente kkkkkkkkkk é muito bom, divertido, cheio da ação, e pasmem! Foi feito pela Pierrot kkkkkkkkkkkkkkk
Quem me conhece sabe o ranço que eu tenho desse estúdio, que tem uma animação bem irregular (vê-se por todas as temporadas de Bleach, e para quem curte Naruto, idem), além da enormidade de fillers. Porém, contudo, entretanto, e todavia, esse anime fodástico foge à essa maldita regra, e surpreende pela qualidade, tanto em animação, traço e fluidez das cenas, especialmente as de ação. Tudo muito bem feito, super caprichado. É de cair o queixo!
Claro que pra esse milagre acontecer teve que ter investimento de um parceiro comercial, no caso, a TooKyo Games, que também está investindo no mangá da série.
O enredo se passa na distópica Kansai, que vive numa utopia de falsa paz, que volta e meia é abalada pelos Akudamas, que são bandidos perigosíssimos, tanto que para eles não existem prisões, pois são imediatamente sentenciados à morte pelos Executores (#1, #2, #3 e Boss). Numa dessas aparições dos Akudamas, uma garota comum é arrastada para o tumulto por querer proteger um aparentemente inofensivo gato preto, e nisso, ela acaba por se misturar com os Akudamas e ser considerada uma deles, recebendo o codinome de Golpista.
Os personagens são bem caricatos, mas, ao longo dos episódios as nuances dos mesmos vão aparecendo e não tem como não simpatizar, ou até mesmo, torcer por eles.
Lutador, Mensageiro, Hacker, Degolador, Gangster, Doutora e Golpista são os protagonistas do anime, que é bem mais complexo e cheio de reflexões do que realmente aparenta.



Appare-Ranman!


Taí uma boa pedida para quem gosta de aventura, comédia, lutas e tiros pra todo lado kkkkkkkkkkkkkkkk
O enredo gira em torno de Appare, um cara super inteligente, porém, desleixado e indiferente, e por causa disso, arruma uma baita confusão logo no primeiro capítulo, e arrasta o pobre Kosame Isshiki junto com ele numa fuga à bordo da inusitada embarcação feita pelo ruivinho, onde vão parar nos EUA. Para voltar ao Japão, ambos precisam de muita grana, e por isso, decidem participar de uma corrida nada convencional de costa à costa, onde vão conhecer muitas pessoas entre amigos, aliados e um inimigo cruel e osso duro de roer.
É um anime ótimo, bom pra dar umas risadas, e pra quem gosta de porradaria, é uma ótima pedida! Tem alguns furos de roteiros, porém, nada que comprometa o anime, além da incrível opening! (infelizmente não dá pra mostrar, por causa da política do site 😢)



Arte


Arte é uma aristocrata (classe baixa, porém, nobre), que sai de casa depois da morte de seu pai, a fim de viver de seu dom, que é a pintura, sendo que, na Florença Renascentista, só homens exerciam essa profissão. No decorrer da trama ela tem que vencer vários desafios, como o preconceito e a desconfiança de seus pares e da sociedade em si, porém, contando com o apoio de seu mentor Leo, que também é seu interesse romântico.
Olha, a animação é boa, traços bonitos e nítidos, apesar do estúdio não ser tão conhecido (Seven Arcs), porém, a adaptação ficou rushada demais, omitindo partes importantes da trama (que é um seinen, portanto, uma história adulta), e o episódio final foi totalmente filler! Sim, aquilo foi tudo inventado, pois certamente não tinham intenção de continuar numa segunda temporada, o que é uma pena…
Se querem um conselho, leiam o mangá. Em português, infelizmente está no capítulo 4, mas, em espanhol está no 38 e em inglês no 48. O traço é belíssimo, a trama super interessante, coesa e por vezes bem complexa, os personagens bem carismáticos. Vale a pena o esforço em ler em outra língua ;)



Babylon


O plot desse anime gira em torno do promotor Zen Seizaki, que ao investigar as atividades de uma indústria farmacêutica, encontra o anestesista morto, e suas pesquisas manchadas de sangue, além da letra F em alguns destes. Tudo isso o leva até Ai Magase, uma mulher aparentemente comum, mas que na verdade, é super diabólica e maquiavélica.
Também há toda uma trama política por trás, onde um jovem alçado prefeito propõe a “Lei do Suicídio”, e com isso uma onda desses acontecimentos vai se espalhando não só pela cidade, mas também pelo país e pelo mundo afora.
Mas… porque duas estrelas, Dani? Well, no quesito técnico (animação, traço, fluidez) não tenho o que reclamar, mas, o enredo, principalmente depois da entrada de Alexander W. Wood, presidente dos EUA, o troço fica meio enfadonho e filosofal demais. O personagem é bom, o problema é o roteiro que ficou perdido a partir daí.

OBS: O banner do anime já tem um puta spoiler logo de cara kkkkkkkkkkkkkkkkkk vocês só vão perceber depois do 7º episódio.

OBS: Por falar em 7º episódio… pra quem tem estômago fraco ou não curte cenas fortes, não aconselho a assistir. Sério, não tenho nenhum desses problemas e fiquei bem uns 3 dias passando mal por causa disso, e olha que não tem violência explícita, e por isso mesmo, tudo fica ainda mais impactante.




Alguém consegue adivinhar o spoiler?


Beastars


Legoshi é um lobo, aluno do ensino médio, que após a morte de seu amigo, que foi brutalmente assassinado por um carnívoro como ele (aparentemente), tem que lidar com o drama de sentir seus instintos despertarem depois desse acontecimento. Nessa sua crise, ele quase devora Haru, uma coelha também estudante, que é conhecida por sua promiscuidade e odiada pelas outras alunas.
Após deixá-la fugir e, posteriormente, não ser reconhecido como seu agressor, ele passa a nutrir sentimentos por ela, descobrindo-se apaixonado posteriormente.
Beastars é um anime profundo, que faz refletir acerca de várias questões. Haru se entrega ao sexo sem compromisso pois na cabaça dela, só assim se sente igual aos outros, por ser a vida inteira vista como frágil e desprotegida. Legoshi suprime seus instintos e por vezes é feito de bobo só para não sucumbir à estes e se tornar uma besta execrável, e esses são só alguns dos temas abordados.
Eu quase deixei de ver pelo fato dos personagens serem animais antropomorfos, mas, não façam isso, Vejam e apreciem essa obra prima, que é uma parceria do estúdio Orange e da Netflix.
OBS: já foi confirmada a segunda temporada ;)

OBS 2: Queria muito pôr a opening aqui (é muito fofa!), mas, tem uma pocinha de sangue no final, e por isso não vai dar pra mostrar 😢



Bessatsu Olympia Kyklos


Esse anime é curtinho (cerca de 5 minutos) e muito engraçado kkkkkkkkkkk gira em torno de Demétrios, um aldeão que tem que se virar para atender os caprichos de seu chefe, um velho muquirana que quer ganhar dinheiro fácil. Toda vez que ele pensa muito, um raio vem e o transporta para Tóquio, 1964, ano em que as Olimpíadas foram realizadas por lá.
Os personagens são uma mistura de papel marché com massinha, alguns são cartonados, e tudo meio desleixado, mas não é. Tem montagens com figurantes ocidentais, e um cantor meio velhaco (feito de massinha) que sempre canta no final.
Ótimo pra dar boas risadas sem compromisso ;)



Deca-Dence


Por causa da poluição do ar, e também do surgimento dos Gadolls (uns bichos estranhos que comem humanos), o que restou da humanidade passa a viver dentro da Deca-Dence, que é uma unidade móvel de ataque e defesa. Porém, nada é tão simples que não possa piorar, pois, esse mesmo humanos fazem parte de um jogo, onde uma privilegiada parte (tipo uns andróides) se travestem de avatares humanos a fim de exterminar os Gadolls, o que no decorrer da trama, descobrimos que é mentira.
Kaburagi é um desses andróides, que é encarregado de eliminar bugs (defeitos do jogo) como castigo por não ter seguido ordens superiores, mas, ele desiste de tudo depois que Natsumi passa a ser sua protegida, onde, depois de apegado à ela, descobre que a pobre coitada é um bug.
O enredo tem alguns furos, acho que poderia ter tido mais episódios para explicar melhor algumas coisas, mas, em geral, é um bom anime.
Destaque para a dublagem. Que maravilha de vozes foram escolhidas para esse anime!! Kaburagi não tem nada demais, porém, acaba ficando sexy por causa do dublador (Katsuyuki Konishi, o mesmo do Leo, de Arte) e a Jill, que era uma mera coadjuvante, mas, acaba se destacando do meio pro final graças a interpretação magistral de Michiko Murasi. Vou deixar um gif dessa pestinha pra vocês conhecerem kkkkkkkkkkk


Pestinha linda kkkkkkk


Fugou Keiji: Balance: Unlimited


Daisuke Kambe é um bilionário super gostoso, que se integra à Divisão de Crimes Modernos, e será parceiro de Haru Katou, um policial que passou por um trauma e foi rebaixado de cargo, além de ser um puta cara certinho (chato) kkkkkkkkkk
Parece um roteiro meio frívolo, mas é só até a página B. Da metade da temporada para o final, uma trama bem amarrada começa e se desenvolver, e por isso a minha avaliação de 4 estrelas. A animação também é boa, com bastante cenas de ação fluídas, e é disso que o povo gosta, né?



Gibiate


Zero estrelas! Como assim Dani??? Calma, calma… deixa eu explicar kkkkkkkkkkkk
Vou começar pelo roteiro, que é ruim que só! Em 2030 um vírus chamado Gíbia assola a Europa e logo se espalha pelo mundo, transformando radicalmente seres humanos em mosntros dos mais variados (pois depende do sexo, raça e tipo sanguíneo da pessoa). Até aí tudo ok. O problema é que logo no primeiro episódio, um ninja e um samurai vem do passado para um futuro apocalíptico, encontram a protagonista (ridícula e sem carisma), que não questiona a história deles, e os leva junto com ela para o esconderijo dos poucos humanos sadios que restaram. De resto, você já consegue saber quem é vilão de cara, além de todos os personagens terem centenas de milhares de neurônios a menos kkkkkkkkkkk
Os motivos do vilão, que só são conhecidos no final, mata todo o plot inicial, e tu fica boiando, achando que é mais uma merda em meio à um mar delas.
Porque eu vi se sabia que era ruim desde o início? Porque sou masoquista kkkkkkkkkkkkkkkkkk queria muito saber no que ia dar, e o final foi podre! Animação ruim, traço terrível, CGI de quinta categoria. Aff… perda de tempo total…



Gleipnir


Shuichi Kagaya é um garoto pacato, mas, que guarda um segredo: ele pode se transformar num boneco gigante em forma de cachorro, que tem um peculiar zíper na parte de trás. Um belo dia ele salva uma menina da sua escola, Claire, que logo descobre o segredo dele, e começa a manipulá-lo ao ponto em que, passa a vestir o boneco em que ele se transforma, quando percebe que o moleque não tem coragem de usar seu poder para matar (o boneco além de força, possui um revólver). Shuichi é o típico frouxo, cheio de escrúpulos, enquanto Claire é maquiavélica, psicopata e sem nenhuma empatia pelo próximo. Não vou contar mais, senão vou dar muito spoiler, pois a trama é complicadinha, mas, vale pela ação, pelo contexto, e também pela animação ser muito decente.



Great Pretender


Esse anime MARAVILINDO é uma produção da Wit Studio junto à Netflix e gira em torno do picareta Makoto Edamura, que ao tentar passar a perna num turista francês, Laurent Thierry, acaba descobrindo que ele foi o ludibriado da vez, pois o dito cujo é chefe de uma organização internacional de estelionatários. Sem ter muito o que fazer, acaba aceitando a proposta de Laurent para se juntar ao bando, e a partir daí, a emoção começa.
Aliás, esse anime tem um plot twist atrás do outro, especialmente na fase final, o que faz desse, um dos melhores animes que eu assisti com toda certeza!
Os personagens são carismáticos, o ritmo da animação é dinâmica, a ação é fluida, e os backgrounds são lindíssimos! Parecem aquarelados, é belíssimo! E ainda conta com a ending mais fofa do universo, ao som de The Great Pretender, do Freddie Mercury. Um luxo!



Hanyou no Yashahime: Sengoku Otogizoushi


Eu nunca vi Inuyasha, porém, estou vendo essa “Borutização” do anime, e até que estou achando bem legal. O plot se concentra na saga das gêmeas Towa e Setsuna, filhas de Sesshoumaru, que foram separadas durante a infância, sendo que Towa cai na passagem que dá para o mundo humano, enquanto Setsuna permanece na era feudal. Dez anos se passam e ambas se reencontram com a ajuda de Moroha, filha de Inuyasha e Kagome, que é uma caçadora de recompensas.
O anime é bom, dá para entender a trama sem precisar ter visto o anime base, que é Inuyasha, o que é positivo. A animação é decente, tem muita ação e comédia típica dos anos 80 kkkkkkkkkkkkkk bem, pelo menos foi o que achei ;)



Ishuzoku Reviewers


Esse é polêmico kkkkkkkkkkkkkkkkk tão polêmico que a Funimation cancelou sua exibição, pois o ecchi é tão pesado que é quase um hentai.
Se algum de vocês têm problema com esse tipo de anime e humor vagabundo , não vejam. Aviso logo.
Mas, se gostam de dar umas boas risadas com situações extremamente absurdas e inusitadas, coisas que jamais imaginariam, nem com muito esforço, eu recomendo kkkkkkkkkkk ri horrores, de quase me mijar mesmo! É sério!
O plot é simples: um bando de caçadores de recompensas se juntam para avaliar puteiros. Isso mesmo, puteiros kkkkkkkkk
A temporada tem 12 episódios e todos são bem divertidos, especialmente o 4.

OBS: o anjinho do gif é hermafrodita, e manda ver com os dois sexos kkkkkkkkkkkk



Iwa Kakeru!: Sport Climbing Girls


Eu gosto de animes de esporte, e esse me chamou atenção pela modalidade em si. O roteiro é basicamente a menina nova que entrou no colégio e não era muito sociável, pois tinha um vício anterior em games. Ao ver a parede de escalada, ela se interessa e nota logo que sua capacidade analítica (de tanto virar a noite jogando), a faz prever os caminhos para resolver os problemas e escalar com eficiência. Assim, ela entra pro time da escola e depois de alguns treinos, já vai para competições escolares como titular.
O anime é legal pra ver sem compromisso. Não esperem nada mirabolante porque terão uma decepção. Para o meu gosto foi bom, mas, a qualidade da animação ficou devendo um pouquinho.



Jujutsu Kaisen


Esse é excelente! Com certeza é um dos melhores shonens do ano!
Yuuji Itadori é um carinha bem normal, isso aparentemente, pois ele tem força e velocidade acima da média, mas, é humilde e leva a vida numa boa. Até que, depois da morte de seu avô, ele se vê envolvido numa confusão, pois sem querer ele encontrou um amuleto amaldiçoado, e seus amigos do clube de mistérios estão prestes a abri-lo. No afã de salvar os fedelhos, ele luta com uma maldição e é forçado a engolir o dedo mumificado, que foi o pivô da confusão, no intuito de obter mais poder e derrotar o monstro. Ele consegue, mas, o preço a pagar por isso é ser hospedeiro de Ryoumen Sukuna, uma das piores e mais poderosas maldições que existe ( e dono do bendito dedo kkkkkkk).
Tenho que tirar o chapéu pra MAPPA, que em 2020 veio arrebentando com seus animes. QUE PUTA ANIME FODA! Animação, character design, fluidez de movimentos, coreografia das lutas, background e paleta de cores, tudo muito perfeito! Só elogios!
A temporada entrou em hiato no episódio 13, e voltará em meados de janeiro com mais 13 episódios, eu acho. Vale muito a pena maratonar essa maravilha!



Kakushigoto


Um anime leve, divertido, cheio de boas sacadas e reflexões para a vida.
A trama é basicamente um pai, que é um mangaká de sucesso do gênero ecchi, entulhado de piadas sujas e sacanagem, que quer esconder sua profissão a todo custo de sua filha de 8 anos, Hime. Surgem muitas situações engraçadas, pois ele é cismado, e por muitas vezes ele mesmo cavou sua cova e quase caiu dentro dela kkkkkkkkkkk
O único problema foi o final. Acho que jogaram muita informação no colo do espectador, coisas que poderiam ter sido melhor explicadas durante a série. Fora isso, é um ótimo anime para relaxar e rir sem compromisso ;)



Kanojo, Okarishimasu


Esse foi um dos animes que eu achei bem mais ou menos… muita gente acha incrível, outros são como eu: não curtiram muito.
Em resumo, o protagonista, Kazuya Kinoshita, é um virjão, que pra reconquistar sua ex-namorada (uma garota asquerosa chamada Mami), ele recorre aos serviços de uma namorada de aluguel (Chizuru, a melhor personagem). Até aí, nada demais. O problema é que ele acaba apresentando a garota pra avó dele, que é amiga da avó da menina, e daí todos acham que esse namoro é de verdade.
Os problemas: esse Kazuya é chato que dói! Moleque indeciso, feio e irritante. As outras meninas que aparecem na trama são todas estranhas, pra dizer o mínimo. E essa Mami-chan é uma santa do pau oco de primeira, super manipuladora e cruel. Daquelas que não quer o cara, mas também não deixa ninguém ficar com ele. Escrota.
Quanto a parte técnica, nada a reclamar. O anime é muito bem feito!



Kimi to Boku no Saigo no Senjou, Aruiwa Sekai ga Hajimaru Seisen


Iska é um jovem Discípulo Santo do Império, que foi rebaixado de posto por salvar uma bruxa. Em seu novo cargo, o rapaz é designado à missão de eliminar a princesa Alice, que é uma das possíveis sucessoras do trono de Nebulis. O problema é que, além de Iska não conseguir matar a garota (apesar dele ser bom de luta) ele fica meio que encantado por ela, daí começa o desenrolar das coisas. Nesse universo, o Império representa os humanos normais, e Nebullis, as bruxas.
Dito isto, o anime é bem meia-boca se comparado ao mangá, que é ótimo. O CGI é mal feito, a animação inconsistente, os movimentos não têm a fluidez correta e a coreografia das lutas é bem fraquinha.
O mangá (tanto em inglês, português e espanhol) parou no capítulo 30, e o episódio final parece ser filler. (não tenho certeza, pois de repente no Japão já saiu kkkkkkkkkkkkkk)
Em todo caso, aconselho a ler o mangá. O anime foi mal adaptado, rushado, e o design de alguns personagens foi modificado sem justificativa alguma, fato que me irrita bastante.



Magatsu Wahrheit: Zuerst


Esse anime é baseado num game homônimo, e conta a história de dois rapazes, Innumael e Leocadio, que têm seus destinos cruzados devido a um mal entendido. No meio de tudo há uma guerra eminente, contrabandistas de armas, monstros que atacam os humanos, além de uma doença chama Luminose, causada pelo Fogo Frio, que assola a população, enquanto os ricos, em especial a parlamentar Mary Bolt, manipula tudo à seu favor pra tirar vantagem em busca de poder.
O plot é até legal, mas a animação deixa a desejar, tanto em traço (inconsistente), quanto em fluidez e coreografia das lutas.

OBS: Ah! A opening é uma merda!



Maoujou de Oyasumi


Eu vi esse anime por sugestão da minha filha mais velha (que é otaku roxa kkkkkkkk) e não me arrependi, pois parece bobo, mas é muito divertido.
o plot gira em torno da Princesa Syalis, que é sequestrada pelos Rei Demônio e fica como refém em seu castelo. Só que, ao invés de estar preocupada em ser resgatada ou fugir do cativeiro, a danadinha só pensa mesmo em ter o melhor dos sonos, e pra conseguir seu intuito, age muitas vezes como uma psicopata tresloucada kkkkkkkkkkkk
É um ótimo anime pra dar risadas, com uma animação boa e fluída, além de personagens bem cômicos.



Nami yo Kiite Kure


Minare Koda rompeu com o namorado (que ficou devendo dinheiro à ela kkkkkkkkkk), e ao encher a cara e desabafar com um desconhecido, fica sabendo no dia seguinte que suas lamúrias foram transmitidas via rádio, num programa da madrugada. O desconhecido em questão é diretor da rádio, e por causa do inusitado sucesso da conversa de bebum e também pelo jeito afobado e sem pausas de falar da protagonista, ele a convida para ser apresentadora de um programa só dela, mesmo Minare não tendo experiência nenhuma nessa área.
O anime é muito engraçado, a dubladora (Riho Sugiyama) é perfeita, e os personagens são cômicos por si só, o que não quer dizer que inexistam momentos sérios e reflexivos. A animação é muito boa, o que deixa tudo mais interessante.



Nihon Chinbotsu 2020


O enredo foca na busca desesperada por sobrevivência de uma família (pai japonês, mãe filipina e filhos mestiços), que se juntam a dois vizinhos nessa empreitada, depois que sucessivas tragédias naturais atingem a terra do Sol Nascente.
A história em si é ótima, mas, a animação… que boa merda! Horrível! Tinha hora que chegava a dar vergonha alheia! Eu por muitas vezes me perguntei o porquê de não dropar essa bosta, mas, a trama é tão boa que não me deixava fazer isso, e quanto mais passava os episódios, mais eu tinha vontade de ver o próximo kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Resumindo, é um bom anime, porém, feio demais kkkkkkkkkkkkkk

OBS: Assisti dublado em português, e tava bem legal.



Noblesse


Cardis Etrama di Raizel, vulgo Rai, é uma criatura única até mesmo entre os seres de sua raça (Nobres), que desperta de seu sono depois de 820 anos, e vai parar na escola de ensino médio fundada por seu fiel mordomo e servo, Frankenstein.
Pelo plot sei que parece bobo, mas não é. O problema é que a adaptação feita pela IG foi uma decepção total, pois o manhwa é fodástico. Primeiro que começaram o anime por um OVA de 2016 (onde foram adaptados 70 capítulos), depois, a IG condensou mais de 100 capítulos em 13 episódios, e claro que isso ia dá merda, né? Omitiram partes importantes do enredo, a luta final contra a Lorde Raskreia ficou totalmente diferente do original. Em suma, uma bagunça!
Na parte técnica não há reclamação: animação bem feita, coreografia das lutas estavam perfeitas e com bastante fluidez. O problema foi a péssima adaptação mesmo. Uma pena, pois Noblesse foi uma das melhores obras que já li.

OBS: Manhwas são totalmente coloridos e a escrita é da esquerda pra direita, como a ocidental.

OBS 2: Noblesse tem 544 capítulos, e uma side com 10 capítulos.

OBS 3: Frankenstein é o melhor personagem da obra! Eita cara lindo, gostoso e com uma pontinha de psicopatia irresistível kkkkkkkkkkkkkkk tá no meu top 3 juntinho do Aizen e do Camus kkkkkkkkkkkkk



Plunderer


Após 300 anos da guerra que devastou a Terra, as pessoas passam a obedecer à uma espécie de contagem, e tal contador encontra-se impresso em alguma parte do corpo, e se tal contagem chega a 0, esta pessoa é mandada para o “abismo”, de onde não mais retorna. Em meio a esse cenário, Hina, que teve sua mãe arrastada para o “abismo”, inicia sua jornada atrás do Barão Lendário, e conta com a ajuda de Licht Bach, um misterioso mascarado, para essa missão.
Bem, comparado ao mangá, o anime tá bem aquém do esperado. Rusharam demais o roteiro, forçaram o ecchi mais do que na obra original, que é excelente. E pra completar, a animação é fraca, os movimentos carecem de fluidez, e os personagens ficaram muito rasos, ao contrário do que se vê no mangá, infelizmente.
Se Plunderer estivesse nas mãos de um bom estúdio, poderia ser um dos melhores animes do ano.



Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei Shitemita


O enredo traz dois cientistas, Yukimura Shinya e Himuro Ayame, tentando provar cientificamente o que é o amor.
É uma comédia romântica muito engraçada, cheio de momentos de vergonha alheia, e personagens super non senses. A animação é boa, a dublagem show de bola, e uma ótima pedida para rir ao fim de um dia cansativo 😉



Runway de Waratte


Chiyuki Fujito é filha de um figurão da alta costura que tem o sonho de ser modelo, apesar de ter somente 1,58 de altura. Rejeitada inúmeras vezes por conta de sua pouca estatura, ela se recusa a desistir, e para isso, conta com a ajuda de Ikuto Tsumura, um aspirante a estilista muito talentoso, porém, com a bagagem de uma vida sofrida como arrimo de família.
Não li o mangá da obra, mas, a sensação que eu tive foi que rusharam bastante a trama para caber em 12 episódios, o que é uma lástima, pois o enredo, os personagens, e até a estética do anime são muito bons.



Taiso Zamurai


Quando eu disse que a MAPPA tá com tudo esse ano, eu não minto kkkkkkkkkkkkk
Taiso Zamurai se passa em 2002 e conta a história de Shoutarou Aragaki, um ginasta de 29 anos que não tem muitas esperanças em prosseguir com sua carreira por causa de lesões antigas e o advindo da idade avançada (para o esporte) e decide se aposentar. Porém, quando seu caminho inesperadamente se cruza com o de um misterioso e desajeitado ninja chamado Leonardo, ele repensa sua decisão e resolve se dar uma nova chance.
Eu gosto muito de animes com temática esportiva, e como eu amo ginástica artística, quis dar uma chance ao anime e não me arrependi. A animação é boa, os movimentos e coreografias estão bem feitos, tem muitos momentos cômicos, e os personagens são bem cativantes. O único ponto negativo foi o final meio rushado… acho que poderiam ter feito pelo menos mais um episódio para explicar direito a história pregressa do Leonardo. Fora isso, eu gostei demais!

OBS: A opening é uma das melhores que já vi! Os dubladores Daisuke Namikawa (Aragaki), Kensho Ono (Leonardo) e Yuki Kaji (Tetsuo Minamino) fizeram um cover da música Shanghai Honey, da banda Orange Range, e ficou muito bom!



Tonikaku Kawaii


Nasa Yuzaki, que tem esse nome em homenagem à NASA, era um estudante nerd comum de ensino médio, até que um dia ele é atropelado por um caminhão, e só não empacotou porque a bela e misteriosa Tsukasa Tsukuyomi o salva, absorvendo o maior impacto da batida. Atordoado, o carinha corre atrás dela mesmo ferido, e pede pra ela ser sua namorada, proposta que a garota aceita, desde que ele se comprometa a se casar com ela.
Dois anos se passaram, e Nasa nunca mais teve notícias de sua salvadora, até que, um belo dia, ela aparece em sua porta com os papéis do formulário de casamento e anuncia que será sua esposa.
Sei que o plot parece meio surreal, mas, o anime é bem divertido, acredite. A animação é tem uma qualidade ótima, os episódios se passam num bom ritmo, e o casal tem química, o que é imprescindível pro gênero proposto.
Tem uma personagem que acho um saco, que é a Chitose, “irmã” da Tsukasa, mas, ela não consegue atrapalhar o divertimento do espectador, portanto, podem assistir que vocês vão gostar 😊



Yesterday wo Utatte


Uozumi Rikuo é um carinha sem muitas expectativas quanto ao futuro, e trabalha meio que no automático numa loja de conveniências, além de não conseguir superar seu amor platônico por Morimone Shinako, sua amiga desde os tempos de faculdade. Isto posto, um dia, Nonaka Haru, que é uma garota de 18 anos, aparece na lojinha e se mostra interessada nele. O que ele não se lembra, é que esbarrou com ela há alguns anos, mais precisamente quando ela ainda frequentava a escola, e desde então, Haru se apaixonou por ele.
Bem, esse é um dos poucos animes que ficou melhor do que a obra original. Se o anime tem horas que enrola horrores, quando lerem o mangá, vão achar que o estúdio rushou o roteiro kkkkkkkkkk
Quando eu li, o mangá não estava finalizado, mas, eu gostei do final do anime, além de ter um boa qualidade de animação e dubladores ótimos.

OBS: Shinako é um porre! Mulher chata, picolé de chuchu dos infernos!



Yuukoku no Moriarty


Que dizer dessa obra maravilhosa, que para mim, é a melhor de 2020? Que a adaptação, por mais que não seja totalmente fiel ao mangá, é simplesmente FODÁSTICA!!!! A IG pecou em Noblesse, mas, em Moryart se redimiu, e com louvor!
O plot é centrado em William James Moriarty, e seu irmãos Albert e Louis, que compartilham de sua mesma ideologia: os nobres são uma desgraça para a sociedade inglesa, pois tem seus corações corrompidos pelas benesses do dinheiro fácil, e quando esse mal for revelado e extirpado, a Inglaterra será um país melhor.
Para realizar seu sonho utópico, William conta com a ajuda de diversos aliados. Moran e Fred já apareceram no anime, mas, há muitos outros que entregaram suas vidas e almas ao loirinho. E seu plano também conta com a participação de Sherlock Holmes, mesmo que ele não saiba disso ainda kkkkkkkkkkk o objetivo de William, é usar o intelecto de Holmes, que ama um bom desafio, a desvendar os crimes que ele meticulosamente elabora, e com isso, dar visibilidade às atrocidades cometidas pelos nobres contra à ralé.
A animação é muito caprichada, as lutas belissimamente coreografadas, a dublagem está perfeita! Enfim, não tenho o que reclamar!
O mangá em português parou no capítulo 14, assim como em espanhol. Em inglês está no capítulo 25, mas, se querem um conselho, se tiverem uma grana sobrando, comprem a coleção. O dinheiro que eu ia fazer a faceta nos dentes já vai pro bolsinho da Panini kkkkkkkkkkkkkk fazer o que, né?🤷‍♀️

OBS: o anime entrou em hiato no episódio 11, e voltará com a segunda parte da temporada em março.


Que fofinhos esses irmãozinhos pintores😍





Eita que o jornal ficou enorme kkkkkkkkkkkkkkkk

Não vi todos os lançamentos desse ano, mas, espero ter ajudado vocês, que querem maratonar animes dessa temporada que passou, a se decidirem e se divertirem, que é o principal!

Muitas desses animes têm obras oficiais, como mangás e light novels, e, se possível, é sempre bom ler para fazer um comparativo com a adaptação dos estúdios.

Beijos mil e um ótimo 2021 para todos!!!


Escutando: All The Things She Said - t.A.T.u.
Assistindo: Tá no Gloob desde cedo kkkkkk filhos...

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...