Jornal Minha Vida Fora de Serie - 2ª Temporada


Por:


Olá pessoal!

Sempre que eu escrevo "olá" nos meus jornais,acabo me sentindo meio idiota...Tipo,"é,as pessoas vão me responder..."

Para variar não tenho novidades,só que eu estou muito empolgada com a estreia de O Mar de Monstros,por mais que ainda falte entorno de 30 dias para isso.Na verdade,Thor Freudenthal merece um beijo de Afrodite só pelos trailers.Gente,Grover vai estar vestido de noiva! *o*

Mas,agora,vamos mudar de assunto,mas sem deixar de falar sobre livros.A resenha mal feita da vez é do livro Minha Vida Fora de Serie - 2ª Temporada de Paula Pimenta.



Ficha Técnica
Nome:
Minha Vida Fora de Serie
Numero de Paginas: 424
Autor(a): Paula Pimenta
Editora: Gutenberg


Na 2ª temporada de "Minha vida fora de série", Priscila agora está com 16 anos e começa a lidar com questões mais sérias da adolescência: a proximidade do vestibular e, com ele, todos os receios desta fase; amizades que parecem sólidas e que de repente se perdem; o aprendizado de que um namoro tem de ser constantemente cuidado para não se desgastar.
Ela também descobre que atos sem pensar, que parecem estar esquecidos no passado, podem marcar irreversivelmente o presente.

Nossos queridos personagens - já conhecidos pela série "Fazendo meu filme" estão de volta, para não deixar ninguém com saudade. Não perca os próximos episódios da vida fora de série de Priscila. Você não vai conseguir desgrudar até terminar de ler.

ATENÇÃO: Se você não leu a serie "Fazendo Meu Filme" e/ou não leu Minha Vida Fora de Serie - 1ª Temporada esta resenha pode contar spoiler.


"-Caramba,Pri! Dois anos e maio! O que vocês ficam fazendo? Jogando War?
Pag 39


Na 2ª temporada a historia também começa com o aniversario da Priscila.Agora ela esta com 16 anos e aconteceu alguma coisa no ano passado que ela não quer se lembrar...Então já me preparei para ficar muito nervosa com a Priscila.Na sinopse,quando fala "o aprendizado de que um namoro tem de ser constantemente cuidado para não se desgastar" já preparei todos os xingamentos possíveis para o caso de a Pri inventar alguma palhaçada.Pelo menos,as coisas não aconteceram da forma como eu imaginei (porque sempre pioro tudo 10x)

Nessa temporada,o numero de choro diminui consideravelmente.Mas no final do livro a autora tenta no "compensar" pelas lagrimas não derramadas no inicio.E eu gostei disso.Nesse livro a Priscila está mais madura,não chora por tudo.Tem uma hora que ela até tenta chorar,mas não consegue.Quanto ao Rodrigo,em alguns aspectos ele melhor e em outros ele piora: no começo ele estava grudento demais,mas com o desenrolar da historia só encontro pontos positivos.

Muitas coisas aconteceram no intervalo de um livro para outro,tanto que eu fiquei muito perdida com algumas conversa (considerando que o meu raciocínio é muito rápido,sabe?),mas elas são explicadas no decorrer da historia,o que me fez ficar soltando vários "ah,tá!".

A historia continua sendo contada na primeira pessoa,mas nesse a historia é alternada entre Priscila e Rodrigo,o que pra mim foi bom.Mostrou que o Rodrigo não é um "zé roela" que fica esperando a Priscila sempre.

De repente ,vi que ela estava enxugando os olhos com as costas da mão,tentando esconder umas lagrimas que ameaçavam cair. Fiquei preocupada,a Priscila raramente chorava"
Pag 186


Tive que colocar essa citação.Não me faça rir Rodrigo,a Pri é a pessoa mais chorona que eu conheço!

O livro é recomendado para todos,de preferencia se você gostou de Fazendo Meu Filme.Os personagens dessa serie participam bastante nesse livro. E apesar de tudo,a primeira temporada ainda é minha preferida.

Nota:5/5

Lendo: O Aprendiz - Joseph Delaney; e Um Motim no Tempo - James Dashner

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...