Jornal Reflexão


Por:


Na melodia dos prantos eu cantei a poesia morta
Em um solo banhado em sangue,enfeitado de corpos e guerras constantes
Brotava-me na mente a filosofia da minha história
No ventre utópico da paz,geram-se os frutos imaturos da fraqueza
Amadureci nos galhos do audaz, tornando do ódio e da dor a minha fortaleza


( Otakukart )

A realidade é um ritual de ilusões singulares
As mentes que se prostram nas miragens da esperança
Aglomeram-se na involução da especie humana
Venero o ódio e cultuo a dor, pois esta é a verdade
Aqueles que proferem justiça deturpam a realidade
Julgam seus atos sem conhecer sua história
Julgam seu futuro sem conhecer o outrora
Mas conhecendo a aflição se conhece a verdade.

( VG beats )

Escutando: Rap do Pain _ A dor da paz / VG beats part. Dublador Hakira

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...