Jornal Richard Wise


Por:




Mostrar Spoiler: ◤Básico◥



🦉Nome
Richard Wise



🦉 Apelido, Significado
Versão inglesa de Ricardo, Richard foi originado a partir do germânico Ricohard, formado pela junção dos elementos rik, que significa “príncipe”, e hard, que quer dizer “forte, corajoso”. Já seu sobrenome, Wise, provém do alto alemão medieval e corresponde a “sábio”. Em análise final, podemos traduzi-lo como “príncipe corajoso e sábio.
Seu pai lhe apelidou de Rick, como alternativa para aqueles que se confundiam na pronúncia do nome, tendo em vista que a fala correta é “Rickard”. É como é mais conhecido popularmente, excerto pelo Sr. D. que insiste em chama-lo de Rodrick Fise ou até mesmo Ronald, mas ele não se importa e já está acostumado.



🦉Idade, Data de nascimento
Nasceu no dia 07 de Julho de 2001, estando atualmente com 17 anos.



🦉Gênero, Sexualidade
Masculino, heterossexual.



🦉Mãe Olimpiana


Angelina Jolie

É filho de Atena, deusa da sabedoria e estratégia em batalha. A relação dos dois não é das melhores, já se encontraram duas vezes, mas nada de que possam se orgulhar. A deusa já se mostrou interessada na aproximação de ambos, mas Rick ainda possui a mente muito fechada para esse assunto.
Durante toda a infância, ele foi acostumado apenas com a presença do pai, a qual sempre foi suficiente para satisfazê-lo com alegria, então ele pode considerar a falta de dependência de uma figura materna. Mas a mulher não é a deusa da sabedoria atoa, e seus instintos lhe dizem que o filho precisa apenas de um tempo. No momento certo e com a ajuda da pessoa certa, ela acredita, que seu filho se abrirá e dará uma chance a relação dos dois.



🦉Pai Mortal


Orlando Bloom


Matthew Wise, um grande cientista reconhecido, além de sua beleza, por sua grande inteligência; evidência constatada após o mesmo conseguir fazer parte de um importante grupo de pesquisadores, com apenas, 19 anos.
Desde criança, Richard sempre foi muito apegado ao pai, tanto que, nem mesmo a falta de sua uma mãe lhe incomodava. Os dois se divertiam bastante, e o garoto sempre recebia o máximo de atenção possível; saíam à passeios, pediam comida enquanto ficavam até tarde fazendo maratona de seus filmes e séries preferidos, e, o que o garoto mais gostava, trabalhavam juntos no laboratório do pai, onde Rick servia de assistente, o auxiliando nos mais diversificados experimentos.



🦉Aparência
Estando entre as beldades do acampamento, é um rapaz bem atraente. Sua pele é clara e seus olhos são de um admirável tom de verde-mar. Seus lábios são delicadamente rosados, e suas sobrancelhas são levemente arqueadas. Sua altura é média, e seu corpo é basicamente definido, mesmo não sendo o rei dos músculos.







Mostrar Spoiler: ◤Personalidade◥



🎲Personalidade
Hoje em dia caracterizamos Rickard como um garoto alegre, com muito bom senso de humor. Cortês e muito bem-educado, possui uma bela lábia capaz de conseguir quase qualquer coisa com qualquer um, principalmente, suspiros das garotas do chalé de Afrodite. Muito leal e protetor, sempre defenderá os seus, protegendo com unhas e dentes sua família, status que vai além dos laços de sangue, sendo considerado a qualquer um que o rapaz se apegue de verdade.
É extremamente inteligente, capaz de absorver as coisas muito rápido e reproduzir qualquer coisa que tenha visto apenas uma vez. Sempre teve facilidade em matérias complexas como química e exatas, e nas outras também. Um estrategista nato, costuma analisar os fatos em uma velocidade exímia, capaz de propor melhorias e formular estratégias quase que imediatamente; e não é diferente em batalhas, onde seus reflexos apurados lhe permitem movimentos precisos e eficientes.
É um rapaz sensível, com muita empatia, sempre se colocando no lugar dos outros antes de julgá-los, sem tirar conclusões precipitadas. Apesar de ser filho de Atena, sensatez não é sua melhor qualidade, observando que ele age por impulsos com muita frequência. Um garoto emotivo, que envolve suas emoções em tudo que realiza; talvez o segredo, para realiza-las tão bem.
Mas em geral, apesar de ter muitas qualidades, tende um pouco ao lado preguiçoso, realizando apenas o que lhe foi mandado. Evita ao máximo ser o líder nas missões, e o cargo mais alto que chegará, dependendo dele, é o de conselheiro.



🎲História
Há um primeiro olhar, muitos pensam que Rick não passa de um garoto brincalhão e despreocupado, que está sempre sorrindo e faz pouco caso das coisas. Em parte é verdade, ele é um rapaz alegre, que está, na maioria das vezes, com sua melhor expressão. No entanto, ao vasculhar o seu passado, descobrimos que ele carrega muitas tristezas e mágoas, algo que, nem o maior dos sorrisos pode esconder.
Mesmo com a relação afetiva com seu pai, em várias noites, o menino levantava nas pontas dos pés e observava escondido o seu pai chorando, com litros de bebida. Quando visitava seus tios nas férias, ouvia conversas nas quais comentavam que Matthew ainda não superara a mãe de Rickard. Foi então que, aos sete anos do garoto, os dois foram até um parque muito famoso da cidade, que ficava em frente a uma impecável ponte, uma das arquiteturas mais bem trabalhadas da cidade. O pai do garoto sempre lhe falara que aquele era seu lugar favorito, mas nunca especificava o porquê. Rickard continuava brincando distraído, até sentir a falta do mais velho. Em um rápido vislumbre, o notou ao longe, debruçado sobre o monumento famoso fitando algo lá embaixo, como se estivesse totalmente hipnotizado. Perceber os próximos atos de Matthew foram o suficiente para levar Rick ao desespero. Ele correu o máximo que pôde, mas não chegou a tempo, e as últimas palavras que ele ouviu antes que o outro pulasse foram:
“-Aqui tudo começou, e aqui tudo terminará.”

Ele entrou em choque. Durante dois anos, Rickard não falava com ninguém e mal saía do seu quarto. Sua guarda foi passada para seus tios, que constantemente o levavam para psicólogos e até mesmo psiquiatras, ambos casos sem sucesso. Após completar dez anos, o garoto finalmente voltava ao normal. Aos poucos ele ia se relacionando com seus tios, os dois primos, e até mesmo na escola ele já não era o isolado.
No aniversário de onze anos, Rickard teve uma visita inesperada. Só se deu conta quando viu uma bela mulher em seu quarto. Mas quem era ela? E como havia conseguido chegar ali? Ela começou a lhe relatar uma longa história. Afirmando ser sua mãe, entrou nos vários detalhes, e em um deles, como havia conhecido o pai dele. Após terminar, a deusa da sabedoria esperava encontrar um menino surpreso, confuso... Mas o que ela enxergou foi raiva, um ódio enorme.
“-Aquela ponte... Vocês se conheceram lá... NAQUELA MALDITA PONTE! FOI POR ISSO QUE TUDO ACONTECEU!! –Ele explodiu abalado.
“-Rickard, por favor-“ –Atena tentou acalmá-lo, quando foi interrompida.
-“NÃO! EU NÃO QUERO OUVIR MAIS NADA, EU NÃO ACREDITO EM VOCÊ!! SE É MESMO QUEM DIZ SER, POR QUE NÃO INTERFERIU? POR QUE NÃO FEZ NADA!?! –Os gritos saiam junto com as lágrimas, que cessaram por um momento, dando espaço a uma nova fala, quase num sussurro. –Por que deixou ele morrer?
“-Acredite, eu não deixaria se pudesse. Você não entende, mas, há coisas em que não podemos interferir...” –Ela possuía os olhos marejados. O silêncio predominou no cômodo por um instante.
“-Você pode até ser minha mãe... Mas dentro de mim só haverá espaço para uma pessoa. –Ele correu dali a deixando para trás.

Os dias de Rick começaram a mudar a partir daquele instante. Coisas estranhas aconteciam consigo, e a mais bizarra foi quando uma estranha criatura invadiu sua casa. Ninguém além dele parecia ver o que estava acontecendo, pois, imaginavam ser um ataque terrorista, mas ele sabia o que realmente era e o porquê de estar acontecendo, e após muito esforço, conseguiu derrotar o monstro. Rickard sempre foi muito inteligente, e ao ver que todos ao seu redor corriam perigo, tomou uma das mais importantes decisões da sua vida: fugiu de casa.
Ele seguia um rumo aleatório quando foi atacado novamente. Porém, a criatura virou cinzas assim que uma ofuscante luz o atingiu. Ao lugar do monstro, sobrou uma majestosa espada, e, em sua cabeça surgiram coordenadas, juntamente com uma voz que ecoava: “Ficará seguro nesse lugar. Use o presente com sabedoria”. Ele não era idiota para não saber de quem se tratava, e mesmo com receio da “pessoa”, naquelas circunstâncias era sua melhor opção; foi por isso que, embora relutante seguiu o caminho, se deparando algumas semanas depois, com o acampamento meio-sangue.



🎲Traumas, Medos, Fobias
Possui aracnofobia o que, particularmente, é algo que acha bem vergonhoso para um garoto; mas por outro lado, é o fator primordial que o caracteriza como filho de Atena. Após o incidente com seu pai, apegou-se a temer alturas elevadas. Mas o seu maior medo, com certeza, não é físico, e sim psicológico. Rick ainda sofre com pesadelos, e seu maior temor é que possa perder novamente alguém que ama, por isso é tão protetor.



🎲Gostos, Desgostos
Preza, extremamente, a descoberta de coisas novas. É muito antenado às notícias, não perde um noticiário quando está em casa, e sempre se põe a par dos acontecimentos e novidades no camp. Aprecia a leitura de livros, seja de literatura à experimentos. Ama o tempo frio, assim como a àgua, dando um mergulho no lago do acampamento sempre que pode. É muito fã da natureza, e algo que não poderíamos esquecer é a amada comida fast food.

Apesar de gostar de comer, não gosta de cozinhar, mas também seu talento nessa área é horrível. Não gosta de julgar as pessoas antes de compreender seus motivos, e também não gosta de quem o faz, seja com outros ou até mesmo com ele. Odeia confusões, e por muitas vezes usufrui de seu dom divino para fazerem elas acabarem. E algo que definitivamente ele não é afim, é de pessoas mimadas.



🎲Hobbies, Manias
Manias{
Costuma morder o lábio inferior ao sentir-se nervoso ou decepcionado, arqueia as sobrancelhas sempre que fica curioso ou interessado em algum assunto, e a mais frequente, sua expressão vidrada, com olhos incrivelmente atentos quase nunca piscados, comum quando está explicando algo.

Hobbies{
Seus passatempos preferidos são algo que teste sua inteligência. Por vezes, continua algumas experiências de seu pai, cruzando elementos químicos para novas reações. Todavia, o mais comum é encontrar-lhe resolvendo suas amadas palavras cruzadas, ou algum caça-palavras. Outro hobbie muito comum, é fazer maratonas de filmes; e como qualquer filho de Atena, aprecia a leitura de um bom livro.



🎲Pontos Fortes, Pontos Fracos
Pontos Fortes {
É um dos mais velhos no acampamento, consequentemente, um dos mais experientes. Após tantos anos, certamente desenvolveria uma habilidade para algo específico, não? Pois bem, Rick é considerado o melhor espadachim do acampamento, título este que surgiu logo após ele conseguir vencer todos os campistas, e até mesmo Quíron. Se sente orgulhoso pelo feito, e esse é um fato que ele continuará se esforçando para preservar.


Pontos Fracos {
Ele costuma caçoar de si mesmo, falando que, se estiver em uma batalha de longa distância e não possuir armas ou alguéns, é melhor não o deixarem esquecer a bandeirinha branca. É verdade que os filhos de Atena sempre tentarão de tudo para ganhar, mas quando o assunto é combate a longa distância, eles ficam em desvantagem, haja vista que não possuem poderes maneáveis, tais como os filhos dos três grandes e os filhos de Hécate, por exemplo.



🎲Curiosidades da personagem
*É fã dos mais variados tipos de músicas, tendo uma inclinação para eletrônicas, então é muito comum o ver sempre cantarolando ou murmurando alguma.

✅Tem um enorme talento para desenhar.

✅Rick é ambidestro, podendo controlar facilmente armas, escudos e qualquer outro item com qualquer uma das mãos.

✅Por ser filho da padroeira da civilização, ele se sente à vontade em ambientes urbanizados, nunca se perdendo em cidades.

✅Assim como a coruja parece ter uma visão mais ampla do que ocorre ao seu redor, em batalha, pode desfrutar de uma visão mais ampla, permitindo assim melhores ataques ou defesas.



🎲Poderes
Conselheiros {
Atena, sendo somente filha de Zeus, tinha uma grande relação com seu pai, pois sempre estava ao seu lado aconselhando-o a tomar as medidas mais certas. Seus filhos, por suas vezes, raramente são bons líderes, mas sempre são escolhidos como estrategistas e conselheiros, dando a voz da razão e representando sua mãe, principalmente se o líder for um filho de Zeus.

Rastrear {
Richard tem a capacidade de, ao observar a área onde está, saber o que aconteceu ali em um passado próximo (cerca de dois dias, no máximo), tendo o conhecimento dos passos realizados pelo inimigo.

Domínio de Oliveiras {
Athena ganhou o domínio da cidade de Atenas pela criação das oliveiras, espécie de planta que produz as azeitonas. Como qualquer filho da deusa, ele pode fazer crescer oliveiras aonde quiser, assim como fazem os filhos de Dioniso e Deméter, e pode utilizar seus frutos, azeitonas, como recuperação de vitalidade.

Olhar da Medusa {
Foi a deusa da sabedoria que transformou a bela Medusa na terrível Górgona, por esse motivo seus filhos terão a habilidade de paralisar seu inimigo uma vez por missão. Assim que o efeito paralisante terminar, demorará um pouco para que o alvo volte a ter completo controle de seus movimentos, ficando lento e vulnerável.

Amaldiçoar {
Assim como sua mãe, Richard pode amaldiçoar o adversário uma única vez durante uma batalha/missão dentre as opções abaixo:
Maldição do Medo: O adversário sente um medo profundo, perdendo 1 post de ataque.
Maldição da Dor: O adversário sentirá uma dor em um dos membros, afetando um pouco seu movimento com o membro escolhido.
Maldição do Azar: O adversário terá azar por dois turnos, tendo menos probabilidade de executar perfeitamente suas ações.
Maldição da Incapacidade: O adversário será incapaz de usar um poder, a sua escolha, no próximo post.


Mostrar Spoiler: ◤Relações◥




Camilla{
Tem um carinho muito grande por ela, mas diferente dos vários boatos, não é no sentido amoroso, mas algo fraternal. Cam foi uma de suas primeiras companhias, se fazendo presente até hoje. A garota frequentemente lhe ajudava a se enturmar, e talvez essa afeição seja o resultado do carinho que já ganhou e ainda ganha da mesma.



Nichollas{
Não são muito próximos, mas não possuem desentendimentos, quer dizer, pelo menos até alguém trazer a velha rixa de “Qual é melhor, força ou sabedoria?”, o que acaba resultando em algumas batalhas, e espadas quebradas da parte de Nico. Richard é provavelmente, um dos maiores rivais de Nichollas quando o assunto é beleza, mas diferente do garoto, nosso espadachim não tem interesses em “amores de verão”.



Arya{
Não tem muita interação com ela, na verdade nunca se falaram. Teve um leve interesse amoroso logo após a entrada da mesma, mas foi coisa passageira, não durou mais que alguns dias. Mas algo que realmente lhe chamou atenção, foi o MP3 que ela levou para o acampamento. Apesar de não sentir mais “uma queda”, não pode esquecer de pedir para lhe arrumar um, qualquer vez que se esbarrarem.



Ren{
Dois palhaços muito amigos. Ren é uma espécie de seu cupido particular, pois, desde que frequenta o acampamento, Rick já esteve em um relacionamento com duas garotas de lá, e ambas por influência de Peachy. Sempre que possível Richard o acompanha em suas pegadinhas. Está extremamente aliviado por esse verão estar sendo tranquilo, assim não precisará sair tão cedo em missão, e aproveita-lo com os amigos, quem sabe mais pegadinhas com Ren, este último sempre anda cheio de surpresas, e de fato, a apresentação à uma amiga já foi uma delas.



Amélie{
Rick não tem empatia por pessoas mimadas, e Amy não é exceção. Mas para não tirar conclusões precipitadas em relação à garota, afinal ele não conhece seus motivos, ele apenas procura não se aproximar o máximo possível.



Amigos {
Extremamente protetor, ainda mais nas missões. Rick é um ótimo estrategista, mas a estratégia nunca será boa o bastante se não envolver a segurança de todos; e se mesmo o líder da missão querer executar a ordem de abandonar alguém, ele levantará, determinado a impedi-lo. Gosta sempre de manter o bom humor entre eles, e é muito leal, se fazendo um ótimo ouvinte caso precisem desabafar.



Inimigos {
Ele não faz questão de disfarçar o quanto não liga para a opinião do adversário, praticando o mau hábito de provoca-lo para obter vantagem. É uma boa estratégia, e mesmo que não pareça muito honesta funciona muito bem. E antes que alguém rebata, ele é um filho de Atena, e filhos de Atenas são capazes de quase tudo para ganhar.



Monstros {
Já os considera parte da família, como aquele primo chato que todos querem dar um fim. Mesmo após várias missões, ainda se mantém bastante cauteloso com eles, e prefere dar um fim nas coisas o quanto antes.



par {
É bem romântico, não publicamente, até porque ela não gosta também, mas quando estão a sós sempre procura demonstrar o quanto gosta da garota. Rick quase sempre sai em missão quando está no acampamento, e se lembra que há alguns anos, quando voltou de uma, escutou rumores de uma nova campista que havia conseguido um empate com Nico no caça à bandeira, um grande feito; eles se cruzaram algumas vezes durante o ano seguinte, mas nada em especial. Foi nesse verão que a conheceu, através de Ren, que queria lhe apresentar a garota, se bem que parecia que ele dava mais atenção ao cabelo dela, por estar indignado em como alguém terminou com ela.
Os dois se tornaram amigos, e com algum tempo já estavam mais próximos do que percebiam. Ele gosta de brincar sempre que ela deixa transparecer seu lado delicado, a importunando afirmando que não é a pessoa que ele conhece. Ela foi a primeira pessoa do camp para quem ele contou seu passado, e se surpreendeu muito quando ela, como a semideusa dos céus, lhe ajudou a superar seu medo de alturas que estava relacionado a ele. Agora ele mantém uma promessa, que irá ajudá-la a superar o seu medo também.



Deuses {
Tenta não expor suas indignações em relação as divindades, quando está na presença das mesmas. Ele age indiferente, mas é inevitável um revirar de olhos ou um suspiro entediado, em alguma parte do evento, no entanto, quando isso acontece ele acaba sendo repreendido rapidamente pelo líder, o que o obriga a voltar a sua compostura.



Desconhecidos {
Incrivelmente simpático e com sua lábia envolvedora, ele certamente arrancará alguma coisa se a pessoa em questão estiver escondendo. Naturalmente, ele é muito educado, e isso faz com que, em primeira vista, acabe se tornando querido.



Caçadoras de Ártemis {
Não gosta da forma que as caçadoras tratam os meninos apenas por serem “garotos”. Nem todos são iguais, elas deveriam saber disso. Apesar dos rumores, nos quais comentam que elas se juntaram à caçada por desilusões amorosas, ele nunca conversou com alguma para saber a verdade, então mesmo desaprovando suas atitudes não as julga, apenas não se aproxima quando estão por perto.



🦉Vestuário
Gosta de se sentir confortável. Seus look’s favoritos consistem em um jeans e uma camisa manga longa, a qual ele arregaça as mangas.


Com camisas de mangas mais curtas, ele prefere colocar uma jaqueta por cima.


Em temperaturas baixas, opta por seu casaco predileto.



Mostrar Spoiler: ◤Opniões e Perguntas◥



🗡Desde quando está no acampamento meio-sangue?
Desde os 11 anos. Este é o início do seu sétimo verão lá.



🗡Como foi quando descobriu que era um semideus?
Decepcionante. Tudo que ele sempre quis foi levar uma vida normal, crescer, casar, ter filhos, uma boa profissão... E após a morte do seu progenitor, passar despercebido era sua maior ansiedade. No entanto, a notícia foi como um choque, lhe alertando que aquilo talvez nunca pudesse acontecer.



🗡Já sabem quem é o seu pai olimpiano? Se sim, como foi?
Sim. Ele sempre teve uma admiração especial por Atena. As histórias que ouvia sobre sua inteligência e estratégia lhe fascinavam, mas aceita-la como sua mãe é realmente um desafio. O garoto foi acostumado com a ausência de uma figura materna, e no momento em que ela apareceu, acolhe-la não foi nada fácil, ainda mais sob as circunstâncias fragilizadas que ele se encontrava. Descartar a possibilidade de uma aproximação pode parecer ter sido egoísmo, mas há uma chance de não ter ocorrido, apenas por ser imposta no momento errado.



🗡Como se sente em relação à sua verdadeira origem?
Rick ama muito seus amigos e tudo o que aprendeu ao longo desses anos, mas se ele pudesse, certamente escolheria não ter esse destino. Ser um semideus as vezes é um fardo muito pesado, e só de pensar que se sua mãe não fosse uma deusa seu pai ainda poderia estar vivo, contrasta com as alegrias do garoto, o fazendo questionar se ele realmente é feliz nessa vida.



🗡Como age sobre pressão?
Em batalha, ele tende se permanecer calmo. Filhos de Atena são praticamente invulneráveis a ataques mentais, então é muito difícil ele se desesperar por apenas pressões; sempre mantém a calma, e elabora o mais rápido e favorável possível, uma estratégia para o livrar da situação. Contudo, se algum amigo correr grande perigo, seus impulsos falam mais alto, o fazendo tentar qualquer tipo de plano para ajuda-lo, principalmente blefes, até que encontre um propício.



🗡Qual seria a sua reação se houvesse algum tipo de ataque de um monstro?
Ele não se importaria muito, já é praticamente acostumado com a presença de criaturas, além do mais, confia na capacidade dos seus companheiros; então ele simplesmente continuaria resolvendo suas palavras cruzadas, tranquilamente. No entanto, no momento em que seu comparecimento se tornar necessário, não pensará duas vezes para se dirigir ao local atacado.



🗡Par
[ [] ] Sim, mortal
[ x ] Sim, semideus
[ [] ] Não, eu quero que minha personagem permaneça pura



🗡Qual sua opinião em relação aos deuses?
Ele costumava os ter como inspiração, estudando cada detalhe e tarefa de cada um, chegando até a fazer oferendas; mas agora ele sente antipatia por eles. Eles têm tudo o que querem, ele tinha apenas o pai, mas nem por isso eles executaram uma tarefa tão simples para impedir o desastre que ocorreu com ele. Depois disso, Richard passou a encará-los com grande repulsa, e chegou à conclusão de que não passam de egoístas narcisistas.



🗡Qual sua opinião em relação aos tributos feitos aos deuses?
Uma perca de tempo. Eles só farão algo por você se quiserem, independente você os agrade ou não, não estão nem aí para suas bajulações se você não for útil aos seus planos. É baseado nesse ponto de vista que o rapaz sempre dá um jeito de burlar as regras, para não praticar as oferendas.



🗡Armas

Excalibur

Presente de Atena, a ganhou assim que fugiu de casa. Sua lâmina é uma fusão entre aço e bronze celestial, e é capaz de cortar qualquer coisa, de mortais a monstros. Os filhos da deusa da sabedoria possuem a facilidade para manejar qualquer arma, mas a combinação de Rick com essa espada vai muito além disso, pois, é como se os dois estivessem em sincronia. Há quem diga, que esse é o objeto mais precioso para Richard.


Boné dos Yankess

É um item mágico que tem a capacidade de fazer a pessoa que usa invisível. Mais um presente de sua mãe, o ganhou após sua décima missão, outro sucesso diga-se de passagem. A mesma lhe entregou o presente como forma de parabéns, e também, tentando reatar a relação dos dois; foi sua segunda aparição a Richard. O garoto, embora mais calmo, deixou bem claro que ainda não a perdoava, no entanto aceitou o presente, caso houvesse algum imprevisto; e realmente, o item livrou sua vida bem mais vezes que esperava.



🗡Estilo de Combate
À curta distância. Suas habilidades não lhe permitem um bom combate à distância, todavia, sua agilidade, reflexos rápidos, e principalmente sua perícia com a espada, fazem de Richard um perigoso oponente na batalha corpo a corpo.



🗡Playlist da Personagem
Playlist Marshmallow



🗡Frase que Define
Sabedoria não é saber tudo, mas saber que nunca se sabe o suficiente.



🗡Em que sua personagem iria acrescentar na estória?
Primeiramente, e com minha sincera opinião, eu fiz ele pensando em um par para a Eileen. Mas ao analisar, fica evidente que ele pode se encaixar bem, pois, ele seria a emoção da equipe, nunca permitindo que alguém ficasse para trás. Se você pretende não matar alguém, ele é um bom partido, pois para Rick o plano nunca será bom se a vitória não envolver todos a salvo.
Ele também sai do clichê de sempre serem filhas de Atena, um garoto inteligente pode ser bom para diversificar a história. A personalidade dele também deixa algumas brechas, porque mesmo sendo filho da deusa da sabedoria e estratégia, ele não é tão ativo assim, sofrendo influência pelo seu lado preguiçoso. E ainda há o rancor pelos deuses, que pode acrescentar em algo...
Mas eu gostaria, mais pela relação dele com a Elie. Apaixonei pelo casalzinho!



🗡 Ciente de que a personagem pertence a mim agora?
O que é isso que ouço? Um raio cortando o céu, firmando a promessa de bons tratos? Brincadeirinhas, ciente sim.



🗡Favoritou a Fanfic
Sem dúvidas!!



🗡Algo a mais?
Se os dois forem aceitos, eu queria que você pudesse começar a relação deles logo após eles se conhecerem, no status de apenas amizade e ir desenvolvendo...
Só isso mesmo, desculpa a demora, eu sou daquelas pessoas que tem um milhão de ideias e nenhum tempo para escrevê-las, é muito complicado então... Bem, é só isso!



Words hurt more than shares of glass


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...