Jornal .TdS. (.O1.)


Por:


Escreveu .LIBERTAS QUAE SERA TAMEN.
Mostrar Spoiler: .THE WORLD WISHES PEACE.
Escreveu .ᗪᗩᗪOS ᗷᗩSIᑕOS ᗪᕮ ᑌᗰ Gᖇᗩᑎᗪᕮ ᕼOᗰᕮᗰ.


.ᑎOᗰᕮ ᑕOᗰᑭᒪᕮTO:
ᑕᗩSSIᑌS e ᒪᗩᕮᗩ encontravam-se em um completo impasse; eles tinham uma decisão para tomar: escolher o nome de seu herdeiro, do recém-chegado ᗩᘔᗩᖇOᑎ. Enquanto o homem tinha como escolha, o nome ᗩᗷᖇᗩᗩO, — de origem hebraica, que tem como significado, pai de uma multidão ou pai de muitos — a mulher tinha como, o nome ᗩᑫᑌIᒪᕮS, — de origem grega, que tem como significado, espírito de vida, calor da criação, sofrimento do povo e/ou dor da nação — porém, ela estava ciente de que era ele, o seu marido, que tomava a decisão final. ᒪᗩᕮᗩ não esperava que ᑕᗩSSIᑌS decidisse, então, que o fruto do amor entre o ᗩᘔᗩᖇOᑎ e a ᐯᕮᑎᗰIT se chamaria, então, ᗩᗷᖇᗩᗩO ᗩᑫᑌIᒪᕮS. Quanto aos apelidos, ele não carrega nenhum que tenha tamanha importância para sua pessoa, mas é claro que os cidadãos de ᒪᗩKᕮᒪᗩᑎᗪ não deixariam isso passar batido e o nomearam como Gᖇᗩᑎᗪᕮ ᕼOᗰᕮᗰ.

.ᗪᗩᗪOS ᑭᕮSSOᗩIS:

𝕻𝖆𝖑𝖆𝖇𝖗𝖆𝖘 𝖉𝖊 𝕬𝖇𝖗𝖆𝖆̃𝖔 𝕬𝖖𝖚𝖎𝖑𝖊𝖘 𝕬𝖟𝖆𝖗𝖔𝖓: "Sou uma pessoa prateada, nascida no dia vinte e sete de setembro e que, atualmente, carrega quarenta e cinco anos nas costas. Lakeland é o meu berço, ao mesmo tempo, o meu inferno pessoal. O incômodo que eu sinto por ter que dividir o mesmo espaço com parasitas é imenso. Sim, é isso que eles são, seres desinvoluídos, completamente ignorantes, que não aceitam as diferenças que há na volta. Eu não entendo qual é o problema em compreender que nós, seres humanos, não somos iguais e que existe detalhes que nos diferencia uns dos outros. Isso é algo natural, claro que sim, mas eles encaram isso como um insulto. Sério, eu não aguentei e, decidido, rumei para Montford, com a minha mãe, e... esse país, eu, Abraão Aquiles Azaron, poderia chamar, sem pensar duas vezes, de minha casa."
𝕲𝖊̂𝖓𝖊𝖗𝖔 𝕹𝖊𝖚𝖙𝖗𝖔: "Eu não sou um homem e nem mesmo uma mulher, porque eu sou... eu, ou então, um ser neutro. Como assim? É importante saber que alma não tem gênero e que a matéria, o corpo que possuímos é nada mais, nada menos do que a 'casa' de nosso espírito. Claro, essa é a minha maneira de pensar, mas... pode ser a verdade, quem sabe, só sei que nada sei. Eu me identifico como pessoa, mas não se preocupe em me chamar pelo pronome masculino ou, então, pelo pronome feminino, caso você se confundir, algo que eu acho bem incomum de se ocorrer. Concluo aqui que eu não me incomodo nem um pouco com isso, o que eu conto, realmente, é com o seu respeito, para ser igualmente respeitado por mim."
𝕻𝖆𝖓𝖘𝖊𝖝𝖚𝖆𝖑: "O amor não tem forma. Ele deve ser simplesmente sentido. Esse é o meu pensamento e o, então, motivo para eu me identificar como uma pessoa pansexual, pois eu não me atraio pela matéria, e sim pelo o que o ser, seja quem for, exala psicologicamente e espiritalmente."

.ᗩᑭᗩᖇᕮᑎᑕIᗩ:
Escreveu ❤.ᗩᗷᖇᖇᗩO ᗩᑫᑌIᒪᕮS ᗩᘔᗩᖇOᑎ IS IᑎTᕮᖇᑭᖇᕮTᕮᗪ ᗷY ᑭᕮTᕮᖇ ᗪIᑎKᒪᗩGᕮ.❤
ᑕᗩᗷᕮᒪOS OᑎᗪᑌᒪᗩᗪOS ᕮ/Oᑌ ᗷᗩGᑌᑎÇᗩᗪOS ᕮ ᑕᗩSTᗩᑎᕼOS ᑎᗩ ᗩᒪTᑌᖇᗩ ᗪᗩS OᖇᕮᒪᕼᗩS + OᒪᕼOS ᕮSᐯᕮᖇᗪᕮᗩᗪOS + 1.35 ᗪᕮ ᗩᒪTᑌᖇᗩ + 42KG + ᗷᗩᖇᗷᑌᗪO

.ᕼISTÓᖇIᗩ:
Escreveu 𝓭𝓸 𝓺𝓾𝓮 𝓪𝓭𝓲𝓪𝓷𝓽𝓪 𝓿𝓸𝓬𝓮̂ 𝓬𝓵𝓪𝓶𝓪𝓻 𝓹𝓸𝓻 𝓹𝓪𝔃, 𝓼𝓮 𝓿𝓸𝓬𝓮̂ 𝓹𝓻𝓮𝓰𝓪 𝓸 𝓸́𝓭𝓲𝓸 𝓹𝓪𝓻𝓪 𝓪𝓵𝓲𝓶𝓮𝓷𝓽𝓪𝓻 𝓸 𝓼𝓮𝓾 𝓶𝓪𝓵𝓭𝓲𝓽𝓸 𝓮𝓰𝓸!?
𝒜𝓉𝓊𝒶𝓁𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒, 𝒜𝒷𝓇𝒶𝒶̃𝑜 𝒜𝓆𝓊𝒾𝓁𝑒𝓈 𝒜𝓏𝒶𝓇𝑜𝓃 𝓈𝑒 𝑒𝓃𝒸𝑜𝓃𝓉𝓇𝒶 𝑒𝓂 𝑀𝑜𝓃𝓉𝒻𝑜𝓇𝒹, 𝒿𝓊𝓃𝓉𝑜 𝒹𝑒 𝓈𝓊𝒶 𝓂𝒶̃𝑒 𝑒 𝒹𝑒 𝓈𝑒𝓊 𝒻𝒾𝓁𝒽𝑜 𝐼𝒸𝒶𝓇𝑜, 𝒶𝓁𝑒́𝓂 𝒹𝑒 𝓈𝑒𝓇 𝑜, 𝑒𝓃𝓉𝒶̃𝑜, 𝒸𝑜𝓃𝓈𝑒𝓁𝒽𝑒𝒾𝓇𝑜 𝒹𝑜 𝑔𝑜𝓋𝑒𝓇𝓃𝑜, 𝑜 𝒷𝓇𝒶ç𝑜 𝒹𝒾𝓇𝑒𝒾𝓉𝑜 𝒹𝑒 𝐿𝓎𝒶𝓃𝓃𝒶 𝒟𝒾𝒶𝓉𝒽𝓎𝓊𝓈.

.ᖴᗩᗰÍᒪIᗩ:
Escreveu ❤.ᑫᙀᗩᑎᗪO ᗩS ᖇᗩÍᘔᙓS SᗩO ᑭᖇOᖴᙀᑎᗪᗩS, ᑎᗩO ᕼᗩ́ ᖇᗩᘔᗩO ᑭᗩᖇᗩ Tᙓᙏᙓᖇ O ᐯᙓᑎTO.❤
ᑕᗩSSIᑌS ᗩᘔᗩᖇOᑎ + 51 ᗩᑎOS + ᗰOᖇTO + ᑭᗩI ᗪᕮ ᗩᗷᖇᗩᗩO + ᕮ᙭-ᗰᗩᖇᕮᑕᕼᗩᒪ ᗪO ᕮ᙭ᕮᖇᑕITO TᕮᖇᖇᕮSTᖇᕮ + ᑕᕼᗩᖇᒪᕮS ᗪᗩᑎᑕᕮ
𝐹𝑜𝑟𝑎𝑚 𝑞𝑢𝑎𝑡𝑟𝑜 𝑎𝑛𝑜𝑠 𝑑𝑒𝑠𝑣𝑎𝑙𝑜𝑟𝑖𝑧𝑎𝑑𝑜𝑠, 𝑑𝑒𝑠𝑝𝑒𝑟𝑑𝑖ç𝑎𝑑𝑜𝑠 𝑝𝑒𝑙𝑜 𝑠𝑒𝑢 𝑝𝑟𝑜𝑔𝑒𝑛𝑖𝑡𝑜𝑟, 𝑞𝑢𝑒 𝑛𝑎̃𝑜 𝑡𝑒𝑣𝑒 "𝑡𝑒𝑚𝑝𝑜" 𝑑𝑒 𝑟𝑒𝑝𝑒𝑛𝑠𝑎𝑟 𝑠𝑜𝑏𝑟𝑒 𝑎𝑠 𝑎𝑡𝑖𝑡𝑢𝑑𝑒𝑠 𝑞𝑢𝑒 𝑡𝑖𝑛𝘩𝑎 𝑐𝑜𝑚 𝑜 𝑠𝑒𝑢 𝑓𝑖𝑙𝘩𝑜, 𝑝𝑜𝑖𝑠... 𝑗𝑎́ 𝑒𝑟𝑎 𝑡𝑎𝑟𝑑𝑒 𝑑𝑒𝑚𝑎𝑖𝑠. 𝐴 𝑚𝑜𝑟𝑡𝑒 𝑐𝑢𝑚𝑝𝑟𝑖𝑢, 𝑚𝑎𝑖𝑠 𝑢𝑚𝑎 𝑣𝑒𝑧, 𝑜 𝑠𝑒𝑢 𝑐𝑎𝑛𝑠𝑎𝑡𝑖𝑣𝑜 𝑒 𝑟𝑒𝑝𝑒𝑛𝑡𝑖𝑛𝑜 𝑝𝑎𝑝𝑒𝑙. 𝐴𝑏𝑟𝑎𝑎̃𝑜 𝑠𝑜𝑓𝑟𝑒𝑢, 𝑢𝑚 𝑝𝑜𝑢𝑐𝑜 𝑎 𝑚𝑎𝑖𝑠, 𝑐𝑜𝑚 𝑎 𝑠𝑢𝑎 𝑝𝑒𝑟𝑑𝑎, 𝑝𝑜𝑟𝑒́𝑚, 𝑐𝑜𝑚 𝑜 𝑝𝑎𝑠𝑠𝑎𝑟 𝑑𝑜 𝑡𝑒𝑚𝑝𝑜, 𝑒𝑙𝑒 𝑠𝑢𝑝𝑒𝑟𝑜𝑢 𝑎 𝑠𝑢𝑎 𝑑𝑜𝑟, 𝑠𝑎𝑏𝑖𝑎 𝑞𝑢𝑒 𝑎𝑞𝑢𝑒𝑙𝑎 𝑒𝑟𝑎 𝑎 𝘩𝑜𝑟𝑎 𝑑𝑒 𝐶𝑎𝑠𝑠𝑖𝑢𝑠 𝑑𝑒𝑖𝑥𝑎𝑟 𝑒𝑠𝑠𝑎 𝑡𝑒𝑟𝑟𝑎 𝑚𝑎𝑛𝑐𝘩𝑎𝑑𝑎 𝑝𝑒𝑙𝑜 𝑐𝑎𝑜𝑠, 𝑞𝑢𝑒 𝑠𝑢𝑝𝑙𝑖𝑐𝑎 𝑑𝑜𝑙𝑜𝑟𝑜𝑠𝑎𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑝𝑜𝑟 𝑝𝑎𝑧. 𝐼𝑛𝑑𝑒𝑝𝑒𝑛𝑑𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑠𝑒 𝑜, 𝑎𝑡𝑒́ 𝑒𝑛𝑡𝑎̃𝑜, 𝑀𝑎𝑟𝑒𝑐𝘩𝑎𝑙 𝑑𝑜 𝐸𝑥𝑒́𝑟𝑐𝑖𝑡𝑜 𝑇𝑒𝑟𝑟𝑒𝑠𝑡𝑟𝑒, 𝑜 𝑎𝑚𝑎𝑣𝑎 𝑜𝑢 𝑛𝑎̃𝑜, 𝑖𝑠𝑠𝑜 𝑒𝑟𝑎 𝑎𝑙𝑔𝑜 𝑞𝑢𝑒 𝑜 𝐴𝑧𝑎𝑟𝑜𝑛, 𝑠𝑖𝑚𝑝𝑙𝑒𝑠𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒, 𝑛𝑎̃𝑜 𝑠𝑒 𝑖𝑚𝑝𝑜𝑟𝑡𝑎𝑣𝑎 𝑚𝑎𝑖𝑠. "O ᑫᑌᕮ ᕮᑌ TᕮᑎᕼO ᗩ ᗪIᘔᕮᖇ ᑭᗩᖇᗩ ᑕᗩSSIᑌS ᕮ́, SIᗰᑭᒪᕮSᗰᕮᑎTᕮ, OᗷᖇIGᗩᗪO... ᑭOᖇ ᗰᕮ ᗪᗩᖇ ᗩ ᑕᕼᗩᑎᑕᕮ ᗪᕮ... ᐯIᐯᕮᖇ, ᗪᕮ, ᑫᑌᕮᗰ Sᗩᗷᕮ, ᖴᗩᘔᕮᖇ ᗩ ᗪIᖴᕮᖇᕮᑎÇᗩ."

IᑕᗩᖇO + O6 ᗩᑎOS + ᐯIᐯO + ᖴIᒪᕼO ᗪᕮ ᗩᗷᖇᗩᗩO + ᗪᕮSᑕOᑎᕼᕮᑕIᗪO + ᗩTTIᑕᑌS Sᕼᗩᖴᖴᕮᖇ
𝐸𝑖𝑠 𝑞𝑢𝑒 𝑢𝑚𝑎 𝑣𝑖𝑠𝑎̃𝑜 𝑎𝑐𝑎𝑏𝑜𝑢 𝑝𝑜𝑟 𝑜𝑐𝑎𝑠𝑖𝑜𝑛𝑎𝑟 𝑛𝑎 𝑢𝑛𝑖𝑎̃𝑜, 𝑒𝑚 𝑢𝑚 𝑙𝑎ç𝑜 𝑎𝑓𝑒𝑡𝑖𝑣𝑜 𝑒𝑛𝑡𝑟𝑒 𝑢𝑚 𝘩𝑜𝑚𝑒𝑚 𝑝𝑟𝑎𝑡𝑒𝑎𝑑𝑜 𝑒 𝑢𝑚 𝑏𝑒𝑏𝑒̂ 𝑣𝑒𝑟𝑚𝑒𝑙𝘩𝑜, 𝑒 𝑡𝑎𝑙 𝑎𝑐𝑜𝑛𝑡𝑒𝑐𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 𝑠𝑜́ 𝑓𝑒𝑧 𝑐𝑜𝑚 𝑞𝑢𝑒 𝑜 𝑝𝑒𝑛𝑠𝑎𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 𝘩𝑢𝑚𝑎𝑛𝑖𝑠𝑡𝑎 𝑑𝑒 "𝑑𝑖𝑟𝑒𝑖𝑡𝑜𝑠 𝑖𝑔𝑢𝑎𝑖𝑠 𝑒𝑛𝑡𝑟𝑒 𝑝𝑟𝑎𝑡𝑒𝑎𝑑𝑜𝑠 𝑒 𝑣𝑒𝑟𝑚𝑒𝑙𝘩𝑜𝑠" 𝑑𝑒 𝐴𝑏𝑟𝑎𝑎̃𝑜 𝑓𝑜𝑠𝑠𝑒 𝑎𝑖𝑛𝑑𝑎 𝑚𝑎𝑖𝑠 𝑓𝑜𝑟𝑡𝑎𝑙𝑒𝑐𝑖𝑑𝑜. 𝑂 𝐴𝑧𝑎𝑟𝑜𝑛, 𝑟𝑒𝑎𝑙𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒, 𝑛𝑎̃𝑜 𝑐𝑜𝑚𝑝𝑟𝑒𝑒𝑛𝑑𝑖𝑎 𝑜 𝑓𝑎𝑡𝑜 𝑑𝑒 𝑒𝑥𝑖𝑠𝑡𝑖𝑟 𝑢𝑚𝑎 𝑡𝑎𝑚𝑎𝑛𝘩𝑎 𝑑𝑒𝑠𝑖𝑔𝑢𝑎𝑙𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑒𝑛𝑡𝑟𝑒 𝑎𝑠 𝑝𝑒𝑠𝑠𝑜𝑎𝑠. 𝑇𝑢𝑑𝑜 𝑖𝑠𝑠𝑜 𝑝𝑜𝑟 𝑐𝑜𝑛𝑡𝑎 𝑑𝑜 𝑠𝑎𝑛𝑔𝑢𝑒 𝑞𝑢𝑒 𝑐𝑜𝑟𝑟𝑒 𝑒𝑚 𝑛𝑜𝑠𝑠𝑎𝑠 𝑣𝑒𝑖𝑎𝑠!? 𝐼𝑠𝑠𝑜 𝑒́ 𝑢𝑚 𝑐𝑜𝑚𝑝𝑙𝑒𝑡𝑜 𝑎𝑏𝑠𝑢𝑟𝑑𝑜, 𝑚𝑎𝑠, 𝑟𝑒𝑡𝑜𝑟𝑛𝑎𝑛𝑑𝑜 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝑎 𝑞𝑢𝑒𝑠𝑡𝑎̃𝑜 𝑖𝑛𝑖𝑐𝑖𝑎𝑙: 𝐸𝑙𝑒 𝑝𝑒𝑔𝑜𝑢 𝑜 𝑟𝑒𝑐𝑒́𝑚-𝑛𝑎𝑠𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑒𝑚 𝑠𝑒𝑢𝑠 𝑏𝑟𝑎ç𝑜𝑠 𝑒 𝑙𝑒𝑣𝑜𝑢 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝑎 𝑠𝑢𝑎 𝑐𝑎𝑠𝑎, 𝑜 𝑎𝑙𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜𝑢, 𝑜 𝑒𝑑𝑢𝑐𝑜𝑢, 𝑜 𝑐𝑢𝑖𝑑𝑜𝑢 𝑐𝑜𝑚𝑜 𝑠𝑒 𝑓𝑜𝑠𝑠𝑒 𝑜 𝑠𝑒𝑢 𝑝𝑟𝑜́𝑝𝑟𝑖𝑜 𝑓𝑖𝑙𝘩𝑜. "ᕮᑌ ᖴᗩᖇᕮI ᗪᕮ TᑌᗪO ᑭᗩᖇᗩ ᑭᖇOTᕮGᕮ-ᒪO, IᑕᗩᖇO, ᑎᕮᗰ ᑫᑌᕮ ISSO ᑕᑌSTᕮ ᗩ ᗰIᑎᕼᗩ ᐯIᗪᗩ."

ᒪᗩᕮᗩ ᐯᕮᑎᗰIT ᗩᘔᗩᖇOᑎ + 87 ᗩᑎOS + ᐯIᐯᗩ + ᗰᗩᕮ ᗪᕮ ᗩᗷᖇᗩᗩO + ᗪᕮSᕮᗰᑭᖇᕮGᗩᗪᗩ + ᐯᗩᑎᕮSSᗩ ᖇᕮᗪGᖇᗩᐯᕮ
𝐴𝑏𝑟𝑎𝑎̃𝑜 𝑒́, 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝐿𝑎𝑒𝑎, 𝑜 𝑠𝑒𝑢 𝑚𝑎𝑖𝑜𝑟 𝑡𝑒𝑠𝑜𝑢𝑟𝑜, 𝑜 𝑝𝑜𝑟 𝑞𝑢𝑒̂ 𝑑𝑒 𝑠𝑢𝑎 𝑒𝑥𝑖𝑠𝑡𝑒̂𝑛𝑐𝑖𝑎. 𝑃𝑜𝑠𝑠𝑢𝑖𝑟 𝑒𝑚 𝑠𝑒𝑢𝑠 𝑏𝑟𝑎ç𝑜𝑠, 𝑢𝑚𝑎 𝑐𝑟𝑖𝑎𝑛ç𝑎, 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝑐𝘩𝑎𝑚𝑎𝑟 𝑑𝑒 𝑠𝑢𝑎, 𝑒𝑟𝑎 𝑜 𝑠𝑒𝑢 𝑠𝑜𝑛𝘩𝑜 𝑒, 𝑒𝑛𝑡𝑎̃𝑜, 𝑒𝑙𝑒 𝑠𝑒 𝑟𝑒𝑎𝑙𝑖𝑧𝑜𝑢 𝑒 𝑎 𝑉𝑒𝑛𝑚𝑖𝑡 𝑛𝑎̃𝑜 𝑝𝑜𝑑𝑒𝑟𝑖𝑎 𝑒𝑠𝑡𝑎𝑟 𝑚𝑎𝑖𝑠 𝑓𝑒𝑙𝑖𝑧 𝑐𝑜𝑚 𝑎 𝑛𝑜𝑡𝑖́𝑐𝑖𝑎. 𝐸𝑙𝑎 𝑜 𝑎𝑚𝑎𝑣𝑎 𝑒 𝑠𝑎𝑏𝑖𝑎 𝑞𝑢𝑒 𝑜 𝑠𝑒𝑛𝑡𝑖𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜 𝑒𝑟𝑎 𝑟𝑒𝑐𝑖́𝑝𝑟𝑜𝑐𝑜. 𝐿𝑎𝑒𝑎 𝑠𝑎𝑏𝑖𝑎 𝑚𝑢𝑖𝑡𝑜 𝑏𝑒𝑚 𝑑𝑎 𝑚𝑖𝑠𝑠𝑎̃𝑜 𝑞𝑢𝑒 𝑡𝑒𝑟𝑖𝑎 𝑞𝑢𝑒 𝑐𝑢𝑚𝑝𝑟𝑖𝑟 𝑎 𝑝𝑎𝑟𝑡𝑖𝑟 𝑑𝑎𝑞𝑢𝑒𝑙𝑒 𝑚𝑜𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜: 𝑂 𝑒𝑑𝑢𝑐𝑎𝑟 𝑒 𝑡𝑟𝑎𝑛𝑠𝑓𝑜𝑟𝑚𝑎́-𝑙𝑜 𝑒𝑚 𝑢𝑚 𝑏𝑜𝑚 𝘩𝑜𝑚𝑒𝑚, 𝑝𝑟𝑖𝑛𝑐𝑖𝑝𝑎𝑙𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒 𝑜 𝑒𝑛𝑠𝑖𝑛𝑎́-𝑙𝑜 𝑎 𝑠𝑜𝑏𝑟𝑒𝑣𝑖𝑣𝑒𝑟 𝑑𝑖𝑎𝑛𝑡𝑒 𝑑𝑜𝑠 𝑚𝑎𝑙𝑒𝑠 𝑞𝑢𝑒 𝑎 𝑣𝑖𝑑𝑎 𝑙𝘩𝑒 𝑎𝑝𝑟𝑒𝑠𝑒𝑛𝑡𝑎𝑟𝑖𝑎 𝑑𝑒𝑠𝑑𝑒 𝑒𝑛𝑡𝑎̃𝑜. 𝑃𝑜𝑠𝑠𝑜 𝑑𝑖𝑧𝑒𝑟 𝑞𝑢𝑒 𝑒𝑙𝑎 𝑐𝑜𝑛𝑐𝑙𝑢𝑖𝑢 𝑎 𝑠𝑢𝑎 𝑚𝑖𝑠𝑠𝑎̃𝑜 𝑐𝑜𝑚 𝑡𝑎𝑚𝑎𝑛𝘩𝑜 𝑠𝑢𝑐𝑒𝑠𝑠𝑜. "ᗰᗩᗰᗩᕮ, ᐯOᑕᕮ... ᕮ́ IᑎᑕᖇÍᐯᕮᒪ, ᑎᑌᑎᑕᗩ ᗪᑌᐯIᗪᕮ ᗪISSO, ᕮSTᗩ́ ᗷᕮᗰ? ᕮᑌ Tᕮ ᗩᗰO."

.ᑭᕮᖇSOᑎᗩᒪIᗪᗩᗪᕮ:
Escreveu ❤.O ᑭᕮᑎSᗩᖇ ᕮ O ᗩGIᖇ ᗪO Gᖇᗩᑎᗪᕮ ᕼOᗰᕮᗰ.❤
Dono de uma aura naturalmente misteriosa quanto é ao mesmo tempo questionável, não posso negar que Abraão é um ser bastante notável, tanto por sua aparência corporal quanto por sua personalidade e, falando nela, saberemos, agora, sobre o modo de pensar e de agir de sua pessoa.
Não espere que Aquiles se pronuncie por livre e espontânea vontade, pois ele opta por aguardar o momento certo para entrar em cena; nem de longe é um homem introvertido, o Azaron é, na verdade, reservado, principalmente quando se tratar de seus sentimentos, que ele preza em guardar à sete chaves.
Faço questão de lhe fazer uma pergunta meramente simples: Tᑌ ᖇEᗩᒪᗰEᑎTE ᗪEᔕEᒍᗩ EᑎTᖇᗩᖇ Eᗰ ᑌᗰ ᑭᗩᑭO ᗪEᔕᑕOᑎTᖇᗩIᗪO ᔕOᗷᖇE ᗩᔕ ᑕOIᔕᗩᔕ ᑫᑌE ᗩ ᐯIᗪᗩ TEᗰ ᑭᗩᖇᗩ ᑎOᔕ OᖴEᖇEᑕEᖇ? Se a resposta for positiva, sugiro que fale com Abraão e se prepare para entrar em um mundo, digamos, surreal, pois a mente filosófica do homem vai lhe fazer viajar o mais longe que puder, se você cooperar, é claro; o justifique, porque ele gosta de ser desafiado, que testem o seu conhecimento.
Aquiles usa e abusa da sua boa educação, independente se a pessoa em questão for merecedora disso ou não, isso é resultado da criação de sua mãe, e parece que ela fez um bom trabalho, não? Junto de sua cortesia, há uma calma inigualável a respeito de tudo e de todos, uma paciência que, raramente, está a ponto de se esgotar, uma verdadeira dádiva, que pouco se vê em meio ao caos.
Peço que não duvide de sua lealdade, — pois Abraão é fiel a quem e/ou aquilo que acredita, e um cabeça dura que, dificilmente, "muda" de opinião sobre algo ou alguém — e não tente o enganar, porque ele reconhece a mentira através do olhar e, além do mais, estamos lidando com um homem realista que sabe muito bem como as coisas funcionam, ou seja, ele não bota a mão no fogo por qualquer um.
O Azaron não é uma pessoa que fala pelas costas, pois ele é demasiadamente honesto para cometer tal atrocidade, a sua sinceridade, — apesar de ter um certo cuidado com as palavras, pensando mil vezes antes de dizer uma palavra sequer — vai muito além disso, ele fala verdadeiramente o que pensa, sem medo, pois acredita que é assim que todos nós devemos ser.
O mais intrigante é saber que o que Abraão apresenta para aqueles que estão em sua volta, — a imagem de um homem espiritualmente estável — é uma máscara muito bem moldada, que tem como propósito, esconder, não transparecer o que ele realmente está sentindo. ᑎIᑎGᑌEᗰ E ᑕᗩᑭᗩᘔ ᗪE ᑕOᗰᑭᖇEEᑎᗪEᖇ Oᔕ ᔕEᑎTIᗰEᑎTOᔕ ᗪE ᑌᗰ ᕼOᗰEᗰ, ᗩᒪEᗰ ᗪEᒪE ᗰEᔕᗰO.
Diariamente, uma batalha entre o racional e o emocional acaba por acontecer, resultando no descontrole, no desequilíbrio de seu ser, dando a liberdade aos seus demônios. Diante desses momentos, medianos quanto a frequência de vezes que acontecem, que conhecemos o seu lado impulsivo. Tomar uma decisão sem pensar na sua devida consequência pode ser algo fatal, que ele não consegue controlar quando está nesse estado tão... crítico. ᑌᗰ ᕼOᗰEᗰ ᖴOᖇTE ᗪIᗩᑎTE ᗪE ᑎOᔕᔕOᔕ OᒪᕼOᔕ, ᗰᗩᔕ ᑫᑌᗩᑎᗪO ᗪᗩᗰOᔕ ᗩᔕ ᑕOᔕTᗩᔕ, E TᗩO ᔕEᑎᔕIᐯEᒪ ᑫᑌᗩᑎTO ᑌᗰᗩ ᖇOᔕᗩ EᑎᔕᗩᑎGᑌEᑎTᗩᗪᗩ... ᗪOᒪOᖇIᗪᗩ.

.ᑭOᗪᕮᖇᕮS:

Estamos diante de um membro da ᑕᗩSᗩ ᗩᘔᗩᖇOᑎ, que é conhecida como a Casa dos Observadores, que tem como poder principal, a capacidade de ver o futuro imediato. ᗩᗷᖇᖇᗩO carrega esse dom consigo desde o seu nascimento, porém eu espero que não esteja pensando que essa habilidade seja algo agradável para ele, pois não é mesmo. Por que? ᗩᑫᑌIᒪᕮS, na época, um mero menino, sentiu o gosto amargado de seu poder, quando teve a visão de um homem caído no chão, ensaguentado, morto. Cassius, era o seu pai e aquilo o abalou de um modo surreal, tanto que ele por desenvolver ᕼᕮᗰOᖴOᗷIᗩ, a fobia, o medo de... SᗩᑎGᑌᕮ. Continuando, além do fato dele desenvolver um certo ""Tᖇᗩᑌᗰᗩ"" devido as suas visões, algumas vezes, nada boas, que vinham tão de repente, com o passar do tempo, a cada vez que ele tivesse uma previsão sobre algo, quanto maior o tempo de duração, maior era a consequência disso. Isso resulta em cefaleias intensas e, também, na perda de sua visão. Sim, aos poucos, ᗩᗷᖇᖇᗩO está sendo afetado pela ᑕᕮGᑌᕮIᖇᗩ, e isso é algo inevitável, pois... por mais que, antigamente, tenha conseguido controlar a habilidade característica de sua ᑕᗩSᗩ, ele é um ᗩᘔᗩᖇOᑎ, não pode parar aquilo que nasceu para ser.
Posso citar aqui também que ᗩᑫᑌIᒪᕮS possuí habilidades como: ᗪᗩᖇ ᑕOᑎSᕮᒪᕼOS, Tᕮᖇ ᑕOᑎᕼᕮᑕIᗰᕮᑎTO SOᗷᖇᕮ ᕮᖇᐯᗩS ᗰᕮᗪIᑕIᑎᗩIS, ᕮᑎᐯOᒪᐯᕮᑎᗪO O ᑭᖇᕮᑭᗩᖇO, SᑌᗩS IᑎᗪIᑕᗩÇÕᕮS ᕮ ᑕOᑎTᖇᗩ IᑎᗪIᑕᗩÇÕᕮS, ᗩᒪᕮ́ᗰ ᗪᕮ Sᕮᖇ ᕼᗩ́ᗷIᒪ ᕮᗰ ᖴᕮᖇIᖇ, "ᗰᗩᑎIᑭᑌᒪᗩᖇ" O ᑭSIᑕOᒪÓGIᑕO ᗪᗩS ᑭᕮSSOᗩS. E suas inabilidades, estão: ᑕOᖇᖇᕮᖇ, ᗰᗩᑎᑌSᕮᗩᖇ ᑫᑌᗩᒪᑫᑌᕮᖇ ᗩᖇᗰᗩ ᗪITᗩ ᑕOᗰO ᗰOᖇTᗩᒪ, Sᕮ ᗰᗩᑎTᕮᖇ ᗰᕮᑎTᗩᒪᗰᕮᑎTᕮ ᕮᑫᑌIᒪIᗷᖇᗩᗪO, ᑕᗩSO IᑕᗩᖇO ᕮSTIᐯᕮᖇ ᕮᗰ ᑭᕮᖇIGO.

.ᗰᕮᗪOS + TᖇᗩᑌᗰᗩS + ᖴOᗷIᗩS:

O maior medo de ᗩᗷᖇᗩᗩO é que ᗩᒪGO ᖇᑌIᗰ ᗩᑕOᑎTᕮÇᗩ ᑕOᗰ ᗩᑫᑌᕮᒪᕮS ᑫᑌᕮ ᗩᗰᗩ, principalmente com o seu filho ÍᑕᗩᖇO, além do fato de, por mais que transpareça a negação disso, o homem sofre com a ᕼᑌᗰIᒪᕼᗩÇᗩO por conta de sua ᗩᒪTᑌᖇᗩ, mas isso é algo que ᗩᑫᑌIᒪᕮS não deixa evidências, pelo contrário, ele não abaixa a cabeça diante de seus inimigos. O ᗩᘔᗩᖇOᑎ não carrega ᑎᕮᑎᕼᑌᗰ Tᖇᗩᑌᗰᗩ em seu coração; ele acabou por desenvolver no decorrer de sua infância, um ᑭᗩᐯOᖇ de ᖇᗩIOS e TᖇOᐯOᕮS, e consequentemente, de TᕮᗰᑭᕮSTᗩᗪᕮS, uma ᖴOᗷIᗩ chamada ᗩSTᖇOᖴOᗷIᗩ.

.ᑕᑌᖇIOSIᗪᗩᗪᕮS:
O1. 𝓐𝓫𝓻𝓪𝓪̃𝓸 𝓮́ 𝓾𝓶 𝓱𝓸𝓶𝓮𝓶 𝓪𝓹𝓪𝓲𝔁𝓸𝓷𝓪𝓭𝓸 𝓹𝓸𝓻 𝓵𝓲𝓿𝓻𝓸𝓼.
O2. 𝓐𝓺𝓾𝓲𝓵𝓮𝓼 𝓰𝓸𝓼𝓽𝓪 𝓭𝓸 𝓫𝓸𝓶 𝓮 𝓿𝓮𝓵𝓱𝓸 𝓿𝓲𝓷𝓱𝓸.
O3. 𝓐𝓫𝓻𝓪𝓪̃𝓸 𝓮́ 𝓬𝓪𝓷𝓱𝓸𝓽𝓸.
O4. 𝓐𝓺𝓾𝓲𝓵𝓮𝓼 𝓽𝓮𝓶 𝓪 𝓶𝓪𝓷𝓲𝓪 𝓭𝓮 𝓹𝓮𝓷𝓼𝓪𝓻 𝓮𝓷𝓺𝓾𝓪𝓷𝓽𝓸 𝓬𝓪𝓶𝓲𝓷𝓱𝓪 𝓭𝓮 𝓾𝓶 𝓵𝓪𝓭𝓸 𝓹𝓪𝓻𝓪 𝓸 𝓸𝓾𝓽𝓻𝓸 𝓮 𝓭𝓮 𝓯𝓪𝓵𝓪𝓻 𝓬𝓸𝓷𝓼𝓲𝓰𝓸 𝓶𝓮𝓼𝓶𝓸 𝓼𝓸𝓫𝓻𝓮 𝓬𝓸𝓲𝓼𝓪𝓼 𝓪𝓵𝓮𝓪𝓽𝓸́𝓻𝓲𝓪𝓼.


Escreveu .EᒪOᔕ ᗪE ᑌᗰ GᖇᗩᑎᗪE ᕼOᗰEᗰ.


🇱​🇮​🇸​🇦​🇷​🇦​ 🇯​🇦​🇨​🇴​🇸​
Escreveu 𝓪 𝓿𝓲𝓼𝓪̃𝓸 𝓭𝓮 𝓼𝓾𝓪 𝓬𝓸𝓻𝓸𝓪ç𝓪̃𝓸
𝐸𝑠𝑠𝑎 𝑣𝑖𝑠𝑎̃𝑜 𝑠𝑒 𝑜𝑐𝑎𝑠𝑖𝑜𝑛𝑜𝑢 𝘩𝑎́ 𝑡𝑟𝑖𝑛𝑡𝑎 𝑒 𝑠𝑒𝑡𝑒 𝑎𝑛𝑜𝑠 𝑎𝑡𝑟𝑎́𝑠, 𝑞𝑢𝑎𝑛𝑑𝑜 𝐴𝑏𝑟𝑎𝑎̃𝑜 𝐴𝑞𝑢𝑖𝑙𝑒𝑠 𝐴𝑧𝑎𝑟𝑜𝑛 𝑡𝑖𝑛𝘩𝑎, 𝑠𝑜𝑚𝑒𝑛𝑡𝑒, 𝑜𝑖𝑡𝑜 𝑎𝑛𝑜𝑠.

🇩​🇾​🇳​🇦​🇸​🇹​🇮​🇦​ 🇻​🇮​🇵​🇪​🇷​
Escreveu 𝓪 𝓿𝓲𝓼𝓪̃𝓸 𝓭𝓮 𝓼𝓾𝓪 𝓿𝓲𝓽𝓸́𝓻𝓲𝓪
𝐸𝑠𝑠𝑎 𝑣𝑖𝑠𝑎̃𝑜 𝑠𝑒 𝑜𝑐𝑎𝑠𝑖𝑜𝑛𝑜𝑢 𝘩𝑎́ 𝑣𝑖𝑛𝑡𝑒 𝑒 𝑠𝑒𝑡𝑒 𝑎𝑛𝑜𝑠 𝑎𝑡𝑟𝑎́𝑠, 𝑞𝑢𝑎𝑛𝑑𝑜 𝐴𝑏𝑟𝑎𝑎̃𝑜 𝐴𝑞𝑢𝑖𝑙𝑒𝑠 𝐴𝑧𝑎𝑟𝑜𝑛 𝑡𝑖𝑛𝘩𝑎 𝑑𝑒𝑧𝑜𝑖𝑡𝑜 𝑎𝑛𝑜𝑠.

🇪​🇹​🇪​🇷​🇳​🇮​🇦​
Escreveu 𝓪 𝓿𝓲𝓼𝓪̃𝓸 𝓭𝓮 𝓼𝓮𝓾 𝓷𝓪𝓼𝓬𝓲𝓶𝓮𝓷𝓽𝓸
𝐸𝑠𝑠𝑎 𝑣𝑖𝑠𝑎̃𝑜 𝑠𝑒 𝑜𝑐𝑎𝑠𝑖𝑜𝑛𝑜𝑢 𝘩𝑎́ 𝑑𝑒𝑧𝑒𝑠𝑠𝑒𝑡𝑒 𝑎𝑛𝑜𝑠 𝑎𝑡𝑟𝑎́𝑠, 𝑞𝑢𝑎𝑛𝑑𝑜 𝐴𝑏𝑟𝑎𝑎̃𝑜 𝐴𝑞𝑢𝑖𝑙𝑒𝑠 𝐴𝑧𝑎𝑟𝑜𝑛 𝑡𝑖𝑛𝘩𝑎 𝑣𝑖𝑛𝑡𝑒 𝑒 𝑜𝑖𝑡𝑜 𝑎𝑛𝑜𝑠. "𝓣𝓾𝓭𝓸 𝓪𝓬𝓸𝓷𝓽𝓮𝓬𝓮𝓾 𝓽𝓪̃𝓸 𝓻𝓪́𝓹𝓲𝓭𝓸. 𝓔𝓾 𝓷𝓪̃𝓸 𝓶𝓮 𝓵𝓮𝓶𝓫𝓻𝓸 𝓶𝓾𝓲𝓽𝓸 𝓫𝓮𝓶 𝓭𝓸 𝓺𝓾𝓮 𝓮𝓾 𝓿𝓲. 𝓔𝓼𝓹𝓮𝓻𝓮, 𝓱𝓪𝓿𝓲𝓪 𝓾𝓶𝓪 𝓫𝓮𝓫𝓮̂, 𝓾𝓶𝓪 𝓶𝓮𝓷𝓲𝓷𝓪, 𝓮𝓵𝓪... 𝓮𝓼𝓽𝓪𝓿𝓪 𝓪𝓭𝓸𝓻𝓶𝓮𝓬𝓲𝓭𝓪, 𝓭𝓮𝓲𝓽𝓪𝓭𝓪 𝓮𝓶 𝓬𝓲𝓶𝓪 𝓭𝓮 𝓾𝓶𝓪 𝓬𝓪𝓶𝓪, 𝓮𝓷𝓻𝓸𝓵𝓪𝓭𝓪 𝓮𝓶 𝓾𝓶 𝓹𝓪𝓷𝓸 𝓫𝓻𝓪𝓷𝓬𝓸. 𝓜𝓲𝓷𝓱𝓪 𝓬𝓾𝓻𝓲𝓸𝓼𝓲𝓭𝓪𝓭𝓮 𝓯𝓪𝓵𝓸𝓾 𝓶𝓪𝓲𝓼 𝓪𝓵𝓽𝓸 𝓮 𝓪𝓬𝓪𝓫𝓮𝓲 𝓹𝓸𝓻 𝓶𝓮 𝓪𝓹𝓻𝓸𝔁𝓲𝓶𝓪𝓻 𝓭𝓮𝓵𝓪 𝓮, 𝓮𝓷𝓽𝓪̃𝓸... 𝓮𝓵𝓪 𝓬𝓱𝓸𝓻𝓸𝓾 𝓮 𝓮𝓾... '𝓪𝓬𝓸𝓻𝓭𝓮𝓲'."

🇱​🇾​🇦​🇳​🇳​🇦​ 🇩​🇮​🇦​🇹​🇭​🇾​🇺​🇸​
Escreveu 𝓪 𝓿𝓲𝓼𝓪̃𝓸 𝓭𝓮 𝓼𝓮𝓾 𝓹𝓮𝓭𝓲𝓭𝓸 𝓭𝓮 𝓼𝓸𝓬𝓸𝓻𝓻𝓸
𝐸𝑠𝑠𝑎 𝑣𝑖𝑠𝑎̃𝑜 𝑠𝑒 𝑜𝑐𝑎𝑠𝑖𝑜𝑛𝑜𝑢 𝘩𝑎́ ..., 𝑞𝑢𝑎𝑛𝑑𝑜 𝐴𝑏𝑟𝑎𝑎̃𝑜 𝐴𝑞𝑢𝑖𝑙𝑒𝑠 𝐴𝑧𝑎𝑟𝑜𝑛 𝑡𝑖𝑛𝘩𝑎 ....


Escreveu .ᑭEᖇGᑌᑎTᗩᔕ ᑭᗩᖇᗩ ᑌᗰ GᖇᗩᑎᗪE ᕼOᗰEᗰ... ᑭᖇᗩTEᗩᗪO!


O ᑫᑌᕮ ᑭᕮᑎSᗩ SOᗷᖇᕮ Sᑌᗩ ᑕᗩSᗩ ᕮ ᗩS ᗪᕮᗰᗩIS ᑕᗩSᗩS? ᑫᑌᗩᒪ Sᕮᑌ ᑎÍᐯᕮᒪ ᗪᕮ ᒪᕮᗩᒪᗪᗩᗪᕮ ᗩOS ᑭᖇᗩTᕮᗩᗪOS?
𝒫𝒶𝓇𝒶 𝒜𝒷𝓇𝒶𝒶̃𝑜, 𝓉𝒶𝓃𝓉𝑜 𝒶 𝓈𝓊𝒶 𝒞𝒶𝓈𝒶 𝓆𝓊𝒶𝓃𝓉𝑜 𝒶𝓈 𝒹𝑒𝓂𝒶𝒾𝓈, 𝓃𝒶̃𝑜 𝓈𝒶̃𝑜 𝓃𝒶𝒹𝒶 𝒶𝓁𝑒́𝓂 𝒹𝑒 𝓊𝓂 𝓇𝑒𝒻𝓊́𝑔𝒾𝑜, 𝓊𝓂 𝓁𝑜𝒸𝒶𝓁 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝓃𝑜𝓈 𝒶𝒷𝓇𝒾𝑔𝒶𝓇𝓂𝑜𝓈 𝑒 𝒻𝓊𝑔𝒾𝓇𝓂𝑜𝓈 𝒹𝑒 𝓉𝓊𝒹𝑜 𝑒𝓂 𝓂𝑜𝓂𝑒𝓃𝓉𝑜𝓈 𝑒𝓍𝓉𝓇𝑒𝓂𝑜𝓈, 𝑒𝓂 𝑒𝓍𝒸𝑒𝓈𝓈𝒶̃𝑜 𝒶𝑜𝓈 𝒸𝒶𝓈𝑜𝓈 𝓅𝒶𝓇𝓉𝒾𝒸𝓊𝓁𝒶𝓇𝑒𝓈 𝓆𝓊𝑒 𝒶𝓈 𝒸𝑜𝓃𝓈𝒾𝒹𝑒𝓇𝒶𝓂 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝓊𝓂𝒶 𝑒𝓈𝓅𝑒́𝒸𝒾𝑒 𝒹𝑒 "𝒾𝓃𝒻𝑒𝓇𝓃𝑜 𝓅𝑒𝓈𝓈𝑜𝒶𝓁." 𝒪 𝒜𝓏𝒶𝓇𝑜𝓃 𝓇𝑒𝓈𝒶𝓁𝓉𝒶 𝓆𝓊𝑒 𝓃𝒶̃𝑜 𝑒́ 𝒶 𝒞𝒶𝓈𝒶 𝓆𝓊𝑒 𝓃𝑜𝓈 𝒻𝑜𝒾 𝒹𝒶𝒹𝒶 𝓆𝓊𝑒 𝒶𝒸𝒶𝒷𝒶 𝓅𝑜𝓇 𝒹𝑒𝓉𝑒𝓇𝓂𝒾𝓃𝒶𝓇 𝒶 𝓅𝑒𝓈𝓈𝑜𝒶 𝓆𝓊𝑒 𝓈𝑜𝓂𝑜𝓈. 𝐼𝓈𝓈𝑜 𝓈𝒾𝑔𝓃𝒾𝒻𝒾𝒸𝒶 𝓆𝓊𝑒 𝓃𝒶̃𝑜 𝒹𝑒𝓋𝑒𝓂𝑜𝓈 𝒿𝓊𝓁𝑔𝒶𝓇 𝓆𝓊𝒶𝓁𝓆𝓊𝑒𝓇 𝓈𝑒𝓇 𝓆𝓊𝑒 𝓈𝑒𝒿𝒶 𝓅𝑜𝓇 𝓈𝑒𝓇 𝒹𝑒𝓈𝒸𝑒𝓃𝒹𝑒𝓃𝓉𝑒 𝒹𝑒 𝓊𝓂𝒶 𝒹𝑒𝓉𝑒𝓇𝓂𝒾𝓃𝒶𝒹𝒶 𝒞𝒶𝓈𝒶. "𝓟𝓻𝓲𝓶𝓮𝓲𝓻𝓪𝓶𝓮𝓷𝓽𝓮, 𝓬𝓸𝓷𝓱𝓮ç𝓪 𝓪 𝓹𝓮𝓼𝓼𝓸𝓪 𝓮, 𝓮𝓷𝓽𝓪̃𝓸, 𝓳𝓾𝓵𝓰𝓾𝓮 𝓪 𝓼𝓾𝓪 𝓮𝓼𝓼𝓮̂𝓷𝓬𝓲𝓪, 𝓸𝓾 𝓶𝓮𝓵𝓱𝓸𝓻, 𝓪𝓹𝓻𝓮𝓷𝓭𝓪 𝓪 𝓻𝓮𝓼𝓹𝓮𝓲𝓽𝓪𝓻 𝓺𝓾𝓮𝓶 𝓮́ 𝓭𝓲𝓯𝓮𝓻𝓮𝓷𝓽𝓮 𝓭𝓮 𝓿𝓸𝓬𝓮̂."
𝒜𝒷𝓇𝒶𝒶̃𝑜 𝓃𝒶̃𝑜 𝑒́ 𝓊𝓂 𝒽𝑜𝓂𝑒𝓂 𝓃𝑒𝒸𝑒𝓈𝓈𝒶𝓇𝒾𝒶𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒 𝓁𝑒𝒶𝓁 𝒶𝑜𝓈 𝓅𝓇𝒶𝓉𝑒𝒶𝒹𝑜𝓈, 𝒶𝓆𝓊𝑒𝓁𝑒𝓈 𝓆𝓊𝑒 𝓅𝒶𝓇𝓉𝒾𝓁𝒽𝒶𝓂 𝒹𝑜 𝓂𝑒𝓈𝓂𝑜 𝓈𝒶𝓃𝑔𝓊𝑒 𝓆𝓊𝑒 𝑒𝓁𝑒. 𝒮𝑒 𝓅𝒶𝓇𝒶𝓇𝓂𝑜𝓈 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝓅𝑒𝓃𝓈𝒶𝓇, 𝑒𝓁𝑒 𝓃𝒶̃𝑜 𝑒́ 𝓁𝑒𝒶𝓁 𝒶 𝓃𝒾𝓃𝑔𝓊𝑒́𝓂 — 𝒶𝓅𝑒𝓈𝒶𝓇 𝒹𝑒 𝓈𝑒𝓇 𝑜 𝒸𝑜𝓃𝓈𝑒𝓁𝒽𝑒𝒾𝓇𝑜, 𝑜 𝒷𝓇𝒶ç𝑜 𝒹𝒾𝓇𝑒𝒾𝓉𝑜 𝒹𝑒 𝐿𝓎𝒶𝓃𝓃𝒶... 𝒾𝓈𝓈𝑜 𝓈𝑒𝓇𝒶́ 𝒹𝑒𝓉𝒶𝓁𝒽𝒶𝒹𝒶𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒 𝑒𝓍𝓅𝓁𝒾𝒸𝒶𝒹𝑜 𝓃𝒶 𝓇𝑒𝓈𝓅𝑜𝓈𝓉𝒶 𝒹𝒶 𝓉𝑒𝓇𝒸𝑒𝒾𝓇𝒶 𝓅𝑒𝓇𝑔𝓊𝓃𝓉𝒶 — 𝑒 𝓈𝒾𝓂 𝒶𝓆𝓊𝒾𝓁𝑜 𝓆𝓊𝑒 𝓁𝒽𝑒 𝒸𝑜𝓃𝓋𝑒̂𝓂: 𝑒𝓁𝑒 𝓁𝓊𝓉𝒶 𝓅𝑜𝓇 𝒹𝒾𝓇𝑒𝒾𝓉𝑜𝓈 𝒾𝑔𝓊𝒶𝒾𝓈 𝑒𝓃𝓉𝓇𝑒 𝒶𝓈 𝓅𝑒𝓈𝓈𝑜𝒶𝓈, 𝓈𝑒𝒿𝒶𝓂 𝑒𝓁𝒶𝓈 𝓅𝓇𝒶𝓉𝑒𝒶𝒹𝒶𝓈, 𝓋𝑒𝓇𝓂𝑒𝓁𝒽𝒶𝓈 𝑜𝓊 𝓈𝒶𝓃𝑔𝓊𝑒-𝓃𝑜𝓋𝑜𝓈. 𝑅𝑒𝓈𝓊𝓂𝒾𝓃𝒹𝑜, 𝑜 𝒜𝓏𝒶𝓇𝑜𝓃 𝒷𝒶𝓉𝒶𝓁𝒽𝒶 𝑒𝓂 𝓃𝑜𝓂𝑒 𝒹𝒶 𝒥𝓊𝓈𝓉𝒾ç𝒶.

O ᑫᑌᕮ ᑭᕮᑎSᗩ SOᗷᖇᕮ OS ᐯᕮᖇᗰᕮᒪᕼOS?
"𝒪 𝓆𝓊𝑒 𝓁𝑒𝓋𝒶 𝓊𝓂𝒶 𝓅𝑒𝓈𝓈𝑜𝒶 𝒶 𝓉𝓇𝒶𝓉𝒶𝓇 𝑜 𝓈𝑒𝓊 𝓈𝑒𝓂𝑒𝓁𝒽𝒶𝓃𝓉𝑒 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝓊𝓂 𝒶𝓃𝒾𝓂𝒶𝓁? 𝐸𝓊 𝓇𝑒𝓈𝓅𝑜𝓃𝒹𝑜, 𝒶𝑔𝑜𝓇𝒶, 𝒸𝑜𝓂 𝓉𝒶𝓂𝒶𝓃𝒽𝒶 𝒸𝓁𝒶𝓇𝑒𝓏𝒶, 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝓋𝑜𝒸𝑒̂: 𝒜 𝒾𝑔𝓃𝑜𝓇𝒶̂𝓃𝒸𝒾𝒶." 𝒜𝒷𝓇𝒶𝒶̃𝑜 𝓃𝓊𝓃𝒸𝒶 𝓋𝒶𝒾 𝒿𝓊𝓁𝑔𝒶𝓇 𝓊𝓂𝒶 𝓅𝑒𝓈𝓈𝑜𝒶 𝓅𝑒𝓁𝑜 𝓈𝒶𝓃𝑔𝓊𝑒 𝓆𝓊𝑒 𝒸𝑜𝓇𝓇𝑒 𝑒𝓂 𝓈𝓊𝒶𝓈 𝓋𝑒𝒾𝒶𝓈, 𝑒 𝓈𝒾𝓂 𝓅𝑒𝓁𝒶 𝓈𝓊𝒶 𝑒𝓈𝓈𝑒̂𝓃𝒸𝒾𝒶, 𝓅𝑒𝓁𝒶 𝒻𝑜𝓇𝓂𝒶 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝑒𝓁𝒶 𝓅𝑒𝓃𝓈𝒶 𝑒 𝒶𝑔𝑒 𝓅𝑒𝓇𝒶𝓃𝓉𝑒 𝒶𝑜 𝓂𝓊𝓃𝒹𝑜. 𝒟𝒾𝒻𝑒𝓇𝑒𝓃𝓉𝑒 𝒹𝒶 𝓂𝒶𝒾𝑜𝓇𝒾𝒶 𝒹𝑜𝓈 𝓅𝓇𝒶𝓉𝑒𝒶𝒹𝑜𝓈, 𝑜 𝒜𝓏𝒶𝓇𝑜𝓃 𝓃𝒶̃𝑜 𝓉𝑒𝓂 𝓆𝓊𝒶𝓁𝓆𝓊𝑒𝓇 𝓅𝓇𝑒𝒸𝑜𝓃𝒸𝑒𝒾𝓉𝑜 𝓇𝑒𝓁𝒶𝒸𝒾𝑜𝓃𝒶𝒹𝑜 𝒶𝑜𝓈 𝓋𝑒𝓇𝓂𝑒𝓁𝒽𝑜𝓈, 𝓅𝑜𝓇𝓆𝓊𝑒 𝒾𝓈𝓈𝑜 𝒾𝓇𝒾𝒶 𝒸𝑜𝓃𝓉𝓇𝒶 𝑜𝓈 𝓈𝑒𝓊𝓈 𝓅𝓇𝒾𝓃𝒸𝒾́𝓅𝒾𝑜𝓈, 𝓅𝑜𝒾𝓈 𝑒𝓁𝑒 𝑒́ 𝓊𝓂 𝒽𝑜𝓂𝑒𝓂 𝒹𝑒 𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒 𝒶𝒷𝑒𝓇𝓉𝒶, 𝓆𝓊𝑒 𝒶𝒸𝓇𝑒𝒹𝒾𝓉𝒶 𝓆𝓊𝑒 𝑜 𝓇𝑒𝓈𝓅𝑒𝒾𝓉𝑜 𝒹𝑒𝓋𝑒 𝓈𝑒𝓇 𝓅𝓇𝑒𝓋𝒶𝓁𝑒𝒸𝒾𝒹𝑜, 𝓆𝓊𝑒 𝒹𝑒𝓋𝑒 𝑒𝓈𝓉𝒶𝓇 𝑒𝓂 𝓅𝓇𝒾𝓂𝑒𝒾𝓇𝑜 𝓁𝓊𝑔𝒶𝓇. "𝓞 𝓹𝓻𝓪𝓽𝓮𝓪𝓭𝓸 𝓷𝓪̃𝓸 𝓮́ 𝓶𝓮𝓵𝓱𝓸𝓻 𝓺𝓾𝓮 𝓸 𝓿𝓮𝓻𝓶𝓮𝓵𝓱𝓸 𝓮 𝓷𝓮𝓶 𝓶𝓮𝓼𝓶𝓸 𝓸 𝓿𝓮𝓻𝓶𝓮𝓵𝓱𝓸 𝓮́ 𝓶𝓮𝓵𝓱𝓸𝓻 𝓺𝓾𝓮 𝓸 𝓹𝓻𝓪𝓽𝓮𝓪𝓭𝓸, 𝓮 𝓷𝓮𝓶 𝓶𝓮𝓼𝓶𝓸 𝓸𝓼 𝓼𝓪𝓷𝓰𝓾𝓮-𝓷𝓸𝓿𝓸𝓼. 𝓣𝓮𝓶𝓸𝓼 𝓺𝓾𝓮 𝓮𝓷𝓽𝓮𝓷𝓭𝓮𝓻 𝓺𝓾𝓮 𝓼𝓸𝓶𝓸𝓼 𝓽𝓸𝓭𝓸𝓼 𝓲𝓰𝓾𝓪𝓲𝓼, 𝓺𝓾𝓮 𝓷𝓲𝓷𝓰𝓾𝓮́𝓶 𝓮́ 𝓹𝓲𝓸𝓻 𝓮 𝓶𝓮𝓵𝓱𝓸𝓻 𝓺𝓾𝓮 𝓷𝓲𝓷𝓰𝓾𝓮́𝓶. 𝓢𝓸𝓶𝓸𝓼 𝓯𝓲𝓵𝓱𝓸𝓼 𝓭𝓪 𝓶𝓮𝓼𝓶𝓪 𝓽𝓮𝓻𝓻𝓪, 𝓼𝓸𝓶𝓸𝓼 𝓲𝓻𝓶𝓪̃𝓸𝓼 𝓭𝓮 𝓬𝓪𝓻𝓷𝓮 𝓮 𝓸𝓼𝓼𝓸, 𝓼𝓸𝓶𝓸𝓼, 𝓭𝓮 𝓺𝓾𝓪𝓵𝓺𝓾𝓮𝓻 𝓯𝓸𝓻𝓶𝓪, 𝓲𝓰𝓾𝓪𝓲𝓼, 𝓮 𝓿𝓸𝓬𝓮̂ 𝓽𝓮𝓶 𝓺𝓾𝓮 𝓼𝓮 𝓭𝓪𝓻 𝓸 𝓻𝓮𝓼𝓹𝓮𝓲𝓽𝓸, 𝓼𝓮 𝓺𝓾𝓲𝓼𝓮𝓻 𝓼𝓮𝓻 𝓻𝓮𝓼𝓹𝓮𝓲𝓽𝓪𝓭𝓸."

O ᑫᑌᕮ ᑭᕮᑎSᗩ SOᗷᖇᕮ O GOᐯᕮᖇᑎO ᕮ OS GOᐯᕮᖇᑎᗩᗪOᖇᕮS ᗪᕮ Sᕮᑌ ᑭᗩÍS?
"𝑀𝑜𝓃𝓉𝒻𝑜𝓇𝒹 𝑒𝓈𝓉𝒶́ 𝑒𝓂 𝒷𝑜𝒶𝓈 𝓂𝒶̃𝑜𝓈, 𝒾𝓈𝓈𝑜 𝑒𝓊 𝑔𝒶𝓇𝒶𝓃𝓉𝑜 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝓋𝑜𝒸𝑒̂. 𝐿𝓎𝒶𝓃𝓃𝒶, 𝒶𝓅𝒶𝓇𝑒𝓃𝓉𝑒𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒, 𝒻𝑜𝒾 𝒶 𝑒𝓈𝒸𝑜𝓁𝒽𝒶 𝒸𝑒𝓇𝓉𝒶 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝑔𝑜𝓋𝑒𝓇𝓃𝒶𝓇 𝑒𝓈𝓉𝑒 𝓅𝒶𝒾́𝓈, 𝑒 𝒶𝓈𝓈𝒾𝓂 𝓅𝑒𝓇𝓂𝒶𝓃𝑒ç𝒶 𝒶𝓉𝑒́ 𝑜 𝒻𝒾𝓂 𝒹𝑒 𝓈𝑒𝓊 𝓂𝒶𝓃𝒹𝒶𝓉𝑜. 𝒞𝑜𝓂 𝒸𝒶𝓁𝓂𝒶 𝑒 𝒸𝑜𝓂 𝓈𝒶𝒷𝑒𝒹𝑜𝓇𝒾𝒶, 𝒶 𝒮𝓇𝒶. 𝒟𝒾𝒶𝓉𝒽𝓎𝓊𝓈 𝓅𝑜𝒹𝑒 𝒸𝒽𝑒𝑔𝒶𝓇 𝓂𝒶𝒾𝓈 𝓁𝑜𝓃𝑔𝑒 𝒹𝑜 𝓆𝓊𝑒 𝑒𝓁𝒶 𝒾𝓂𝒶𝑔𝒾𝓃𝒶. " 𝒪 𝓆𝓊𝑒 𝓅𝑜𝒹𝑒𝓂𝑜𝓈 𝒹𝑒𝓉𝑒𝒸𝓉𝒶𝓇 𝓃𝒶 𝒻𝒶𝓁𝒶 𝒹𝑒 𝒜𝒷𝓇𝒶𝒶̃𝑜 𝑒́ 𝓆𝓊𝑒 𝑒𝓁𝑒 𝑒𝓍𝑒𝓇𝒸𝑒 𝓊𝓂𝒶 𝒸𝑒𝓇𝓉𝒶 𝓅𝑜𝓇𝒸𝑒𝓃𝓉𝒶𝑔𝑒𝓂 𝒹𝑒 𝒸𝑜𝓃𝒻𝒾𝒶𝓃ç𝒶 𝑒𝓂 𝐿𝓎𝒶𝓃𝓃𝒶. 𝒞𝑜𝓂𝑜 𝒶𝓈𝓈𝒾𝓂? 𝐸𝓁𝑒 𝒸𝑜𝓃𝒻𝒾𝒶 𝓃𝒶 𝒸𝒶𝓅𝒶𝒸𝒾𝒹𝒶𝒹𝑒 𝒹𝑒𝓁𝒶 𝒹𝑒 𝒻𝒶𝓏𝑒𝓇 𝒶𝓈 𝒸𝑜𝒾𝓈𝒶𝓈 𝒶𝒸𝑜𝓃𝓉𝑒𝒸𝑒𝓇𝑒𝓂, 𝓅𝑜𝓇𝓆𝓊𝑒 𝑒𝓁𝒶 𝓇𝑒𝒶𝓁𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒 𝒻𝒶𝓏, 𝓅𝑜𝓇𝑒́𝓂 𝑒𝓁𝑒 𝓉𝑒𝓂𝑒 𝓆𝓊𝑒 𝒶 𝒟𝒾𝒶𝓉𝒽𝓎𝓊𝓈 𝓉𝑜𝓂𝑒 𝓊𝓂𝒶 𝒹𝑒𝒸𝒾𝓈𝒶̃𝑜 𝓆𝓊𝑒 𝓈𝑒𝒿𝒶 𝒸𝑜𝓃𝓉𝓇𝒶 𝒶 𝓈𝓊𝒶 𝒾𝒹𝑒𝑜𝓁𝑜𝑔𝒾𝒶, 𝑜 𝓆𝓊𝑒 𝒸𝑜𝓃𝓈𝑒𝓆𝓊𝑒𝓃𝓉𝑒𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒 𝓇𝑒𝓈𝓊𝓁𝓉𝒶𝓇𝒶́ 𝓃𝒶 𝓂𝒶𝓃𝒾𝒻𝑒𝓈𝓉𝒶̃𝑜 𝒹𝑜 𝒜𝓏𝒶𝓇𝑜𝓃 𝑒 𝒾𝓈𝓈𝑜 𝓅𝑜𝒹𝑒 𝓃𝒶̃𝑜 𝒶𝒸𝒶𝒷𝒶𝓇 𝒸𝑜𝓂 𝓊𝓂 𝒻𝒾𝓃𝒶𝓁, 𝒹𝒾𝑔𝒶𝓂𝑜𝓈, 𝒻𝑒𝓁𝒾𝓏. 𝒜𝓅𝑒𝓈𝒶𝓇 𝒹𝑒 𝓈𝑒𝓇 𝒶𝒸𝑜𝓃𝓈𝑒𝓁𝒽𝒶𝒹𝒶 𝓅𝑜𝓇 𝑒𝓁𝑒, 𝑒𝓁𝒶 𝓃𝒶̃𝑜 𝑒́ 𝑜𝒷𝓇𝒾𝑔𝒶𝒹𝒶 𝒶 𝓈𝑒𝑔𝓊𝒾𝓇 𝑜𝓈 𝓈𝑒𝓊𝓈 𝒸𝑜𝓃𝓈𝑒𝓁𝒽𝑜𝓈, 𝓅𝑜𝒾𝓈 𝑒́ 𝑒𝓁𝒶 𝓆𝓊𝑒𝓂 𝓂𝒶𝓃𝒹𝒶 𝓃𝑜 𝑔𝑜𝓋𝑒𝓇𝓃𝑜 𝒹𝑒 𝑀𝑜𝓃𝓉𝒻𝑜𝓇𝒹.

O ᑫᑌᕮ ᑭᕮᑎSᗩ SOᗷᖇᕮ ᗩ Gᑌᗩᖇᗪᗩ ᕮSᑕᗩᖇᒪᗩTᕮ?
O O ᑫᑌᕮ ᑭᕮᑎSᗩ SOᗷᖇᕮ O TᖇᗩTᗩᗪO ᕮSᑕᗩᖇᒪᗩTᕮ?


Escreveu .ᑭEᖇGᑌᑎTᗩᔕ GEᖇᗩIᔕ ᑭᗩᖇᗩ ᑌᗰ GᖇᗩᑎᗪE ᕼOᗰEᗰ.

O ᑫᑌᕮ ᑭᕮᑎSᗩ SOᗷᖇᕮ O ᗷᗩIᒪᕮ ᗪᕮ IᑎᑕᒪᑌSᗩO?
ᐯOᑕᕮ SᕮᖇIᗩ O ᕮSᑭIᗩO/TᖇᗩIᗪOᖇ? Sᕮ SIᗰ, ᑭOᖇᑫᑌᕮ? Sᕮ ᑎᗩO, ᑭOᖇᑫᑌᕮ?
𝒩𝒾𝓃𝑔𝓊𝑒́𝓂 𝑒𝓈𝓉𝒶́ 𝓁𝒾𝓋𝓇𝑒 𝒹𝑒 𝓈𝑒𝓇 𝑜 𝑒𝓈𝓅𝒾𝒶̃𝑜 𝑒/𝑜𝓊 𝑜 𝓉𝓇𝒶𝒾𝒹𝑜𝓇, 𝓃𝑒𝓂 𝓂𝑒𝓈𝓂𝑜 𝒜𝒷𝓇𝒶𝒶̃𝑜 𝒜𝓆𝓊𝒾𝓁𝑒𝓈 𝒜𝓏𝒶𝓇𝑜𝓃. 𝒪 𝓅𝑜𝓇 𝓆𝓊𝑒̂? 𝐸𝓃𝒸𝒶𝓇𝑒 𝒾𝓈𝓈𝑜 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝒷𝑒𝓂 𝓆𝓊𝒾𝓈𝑒𝓇, 𝓈𝑜́ 𝓈𝑒𝒾 𝓆𝓊𝑒 𝓃𝒶𝒹𝒶 𝓈𝑒𝒾.
ᗰᗩTᗩᖇIᗩ ᑭOᖇ ᗩᒪGᑌᕮ́ᗰ? Oᑌ ᗩ SᗩᑎGᑌᕮ ᖴᖇIO?
𝒜 𝓂𝑜𝓇𝓉𝑒 𝑒́ 𝒶𝓁𝑔𝑜 𝒹𝑜𝓁𝑜𝓇𝑜𝓈𝑜 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝒜𝒷𝓇𝒶𝒶̃𝑜, 𝓆𝓊𝑒 𝒶 𝒸𝑜𝓃𝒽𝑒𝒸𝑒𝓊 𝒶𝑜𝓈 𝓆𝓊𝒶𝓉𝓇𝑜 𝒶𝓃𝑜𝓈, 𝓆𝓊𝒶𝓃𝒹𝑜 𝒶 𝓋𝒾𝓊 𝓉𝒾𝓇𝒶𝓇 𝒶 𝓋𝒾𝒹𝒶 𝒹𝑒 𝓈𝑒𝓊 𝓅𝒶𝒾 𝑒, 𝒹𝑒𝓈𝒹𝑒 𝓉𝑒𝓂𝓅𝑜, 𝒾𝓈𝓈𝑜 𝑜 𝒶𝓈𝓈𝑜𝓂𝒷𝓇𝒶, 𝑜𝓊 𝓈𝑒𝒿𝒶, 𝒿𝒶𝓂𝒶𝒾𝓈 𝑒𝓁𝑒 𝓅𝑒𝓃𝓈𝒶𝓇𝒾𝒶 𝑒𝓂 𝓂𝒶𝓉𝒶𝓇 𝒶𝓁𝑔𝓊𝑒́𝓂, 𝓈𝑒𝒿𝒶 𝒶 𝓂𝒶𝓃𝒹𝑜 𝒹𝑒 𝒶𝓁𝑔𝓊𝑒́𝓂, — 𝒶𝓁𝑔𝑜 𝓆𝓊𝑒 𝑒𝓁𝑒 𝓇𝑒𝒸𝓊𝓈𝒶𝓇𝒾𝒶 𝑒 𝓅𝒶𝓈𝓈𝒶𝓇𝒾𝒶 𝒶 𝓇𝑒𝓈𝓅𝑜𝓃𝓈𝒶𝒷𝒾𝓁𝒾𝒹𝒶𝒹𝑒 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝑜𝓊𝓉𝓇𝒶 𝓅𝑒𝓈𝓈𝑜𝒶 𝓈𝑒𝓂 𝓅𝑒𝓃𝓈𝒶𝓇 𝒹𝓊𝒶𝓈 𝓋𝑒𝓏𝑒𝓈 — 𝓂𝓊𝒾𝓉𝑜 𝓂𝑒𝓃𝑜𝓈 𝒶 𝓈𝒶𝓃𝑔𝓊𝑒 𝒻𝓇𝒾𝑜. 𝒫𝒶𝓇𝒶 𝑒𝓁𝑒, 𝒶 𝓂𝑜𝓇𝓉𝑒 𝓃𝒶̃𝑜 𝑒́ 𝒶 𝓈𝑜𝓁𝓊ç𝒶̃𝑜, 𝓅𝑜𝓇 𝓂𝒶𝒾𝓈 𝓆𝓊𝑒 𝑜 𝒶𝓁𝑔𝓊𝑒́𝓂 𝑒𝓂 𝓆𝓊𝑒𝓈𝓉𝒶̃𝑜 𝓂𝑒𝓇𝑒ç𝒶 𝑜 𝓉𝓇𝒶́𝑔𝒾𝒸𝑜 𝒻𝒾𝓂, 𝓃𝒶̃𝑜 𝓈𝑒𝓇𝒾𝒶 𝑜 𝒜𝓏𝒶𝓇𝑜𝓃 𝓆𝓊𝑒 𝒹𝒶𝓇𝒾𝒶 𝑜 𝑔𝑜𝓁𝓅𝑒 𝒻𝒾𝓃𝒶𝓁.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...