Lista de Leitura: Fanfic EXO (YAOI)

Lista criada por: ~
3 histórias
Fanfic / Fanfiction Você é minha Liberdade
Em andamento
Capítulos 22
Palavras 28.724
Atualizada
Idioma Português
Categorias EXO
Gêneros Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay)
Eu não sabia quem ele era, nunca havia o visto, nunca nem ouvira seu nome, apenas sabia que teria me casar com alguém sem amor, por um contrato entre duas famílias.
Me casaria com um ômega considerado imperfeito, péssimo, horrível para a sociedade. Mas quando li suas palavras, quando olhei em seus olhos pude perceber que ele era perfeito pra mim.
  • 1.081
  • 413
Fanfic / Fanfiction The Story Of Us.
Em andamento
Capítulos 10
Palavras 25.657
Atualizada
Idioma Português
Categorias EXO
Gêneros Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela
Traído e humilhado. Era como Chanyeol se sentia, e ele não suportava mais olhar para BaekHyun, sabendo de tudo. Decidiu colocar um fim em seu casamento e viver sua vida longe do marido, mas o destino ainda reservava muito para os dois. E aquela história não dava sinais de que acabaria tão cedo.
•••

" E o que era aquela ligação, então? Depois de tudo e de terem, aparentemente, desistido um do outro?

-Quer mesmo saber? - Baekhyun fez uma longa pausa antes de falar, soando incerto e medroso. - Eu estou grávido, ChanYeol. - E aquela ligação se transformou em uma chance de começar tudo de novo. - Estou esperando um filho seu."


  • 481
  • 285
Fanfic / Fanfiction Can You Feel My Heart? - Chanbaek ABO
Terminada
Capítulos 29
Palavras 59.526
Atualizada
Idioma Português
Categorias EXO
Gêneros Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Magia, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
“ Eu não sabia que era possível fingir amor tão forte e puro, mas eu fui enganado. Enganado, jogado na sarjeta sem um won no bolso. Apenas com minhas roupas do corpo e meus sonhos de uma família feliz.
Eu estava com sede, fome e com muita dor. Minhas mãos manchadas pelo sangue que escorria de cada parte que eu havia levado um golpe de meu marido. Aliás, ex-marido. Eu estava livre de suas garras, mas preso à miséria e quase fadado aos clubes noturnos.
Não era aquela vida que eu queria para mim, muito menos o que eu desejava para qualquer outro ômega que vivia o mesmo pesadelo que eu. Eu apenas queria ser feliz, mas em uma sociedade dominada por esses crápulas é impossível encontrar a pura felicidade.
O que me resta agora, depois de correr até meus pulmões arderem, é ficar encostado à esse muro próximo ao centro comercial mais movimentado da cidade, na sorte de conseguir um pedaço de pão para não morrer de fome e um gole de água para não morrer de sede.
Aquele seria meu fim. Nas ruas de Seoul, sem nada e nem ninguém. Apenas com juras de amor quebradas e um coração destruído pelo homem que eu mais amei na vida.”
  • 1.186
  • 863