Lista de Leitura: Malec/Shumdario 🏹➰🍸

Lista criada por:
34 histórias

Armor (Malec) escrita por Kortana

Fanfic / Fanfiction Armor (Malec)
Em andamento
Capítulos 50
Palavras 231.370
Atualizada
Idioma Português
Categorias Shadowhunters
Gêneros Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Em 2009, quando Magnus Bane era o centro de uma investigação criminal, um conflito armado — a brutal guerra antiga entre dois lados do reinado — deixou marcas profundas em espíritos danificados e os forçou a uma vida sem paz.

Oito anos depois, Magnus é novamente o centro de uma procura à nível mundial. Em busca de quem estava acusando-o de um atentado, qual este não cometeu, ele retorna à Nova York e o contato com a cidade traz de volta seu passado, fazendo-o se lembrar da traição que quase tirara sua vida e o obrigara a viver sob a dependência de uma substância mortífera; os desdobramentos inesperados, como o encontro com alguém que guardou na memória por todo aquele tempo, levam-o a pensar mais afundo sobre o que aconteceu em Moscou naquela noite e em como aquele efeito dominó escondia mais do que o pagamento de seus crimes.
  • 326
  • 624
Fanfic / Fanfiction The Neon Demon (Malec) HIATUS
Em andamento
Capítulos 16
Palavras 88.987
Atualizada
Idioma Português
Categorias Shadowhunters
Gêneros Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Magnus está no último ano do curso de Psicologia na Universidade Columbia em Nova York e, para concretizar sua conquista e formação, precisa fazer uma tese boa o suficiente para impressionar seu professor. Sem ideias sobre o que escrever, principalmente com um tema que de nada sabe, Magnus precisa de ajuda. E Ragnor, seu melhor amigo, parece ter uma ideia perfeita — ou nem tanto. Alec acaba de sair — mais uma vez — da prisão. Sua sentença de trabalho comunitário exige que ele faça aulas para controlar seus instintos violentos. Mas tudo o que ele quer é voltar para sua rotina de sexo, drogas e prostituição. Alec faz programas; dorme com mulheres e recebe por isso. Tem um passado marcado pela perda e pelo desespero, sua vida, embora repleta de pessoas e festas, é vazia.

Magnus enfrenta os próprios medos e desfechos — traumas que não consegue superar — e aceita ir até uma boate em busca de alguém que pudesse usar de base para seu trabalho. Ele é exatamente o oposto daquilo com o que Alec está acostumado a lidar. E Alec é exatamente o tipo de problema do qual seu avô o manteve afastado a vida inteira. Eles não têm nada em comum mas possuem inseguranças e dores semelhantes. E uma proposta pode colocá-los diante um do outro. Jamais teriam se encontrado se o destino não fosse traiçoeiro e agora que têm noção do quanto podem interferir no caminho um do outro, não conseguem evitar a intensa conexão e o desejo ardente que pode salvá-los da única realidade que conhecem ou condená-los em uma tempestade que deixaria marcas para sempre.
  • 250
  • 260
Fanfic / Fanfiction Crossfire (Malec)
Terminada
Capítulos 15
Palavras 72.068
Atualizada
Idioma Português
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Corpos estirados ao chão. Mãos sujas de sangue. Gritos agoniados ultrapassando as barreiras. Uma iminente e jamais evitada guerra. Um comandante que nada conhecia além da dor, e um inocente jovem filho de mafiosos que nada conhecia além do temor. Eles seriam dispostos a doarem tudo pelo amor, porém, foram pegos no fogo cruzado. E assim como todo fogo cruzado, escolhas lhes foram oferecidas de modo ilusório, porém, ainda real.

O amor, ou seus ideais? A justiça adquirida na dor ou o seu coração? A família ou o homem que salvou-lhe da escuridão? A vitória ou salvar quem se ama?

Somos definidos pelas nossas escolhas? E quando não temos o direito de escolher?
  • 301
  • 427

Destinados. escrita por malecsterek

Fanfic / Fanfiction Destinados.
Em andamento
Capítulos 80
Palavras 266.774
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Crônicas de Bane, As Peças Infernais, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
"Shadowhunters" é uma agência especializada em treinar guarda-costas.
O lema deles: Nunca se envolver com seu protegido.
(Malec * Clace * Sizzy)
  • 1.734
  • 1.492

Insaciável escrita por lightwood-

Fanfic / Fanfiction Insaciável
Em andamento
Capítulos 16
Palavras 19.130
Atualizada
Idioma Português
Categorias Shadowhunters
Gêneros Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
As pessoas geralmente se contentam com muito pouco, mas esse não era o caso de Alexander Litghtwood, principalmente se tiver Magnus Bane envolvido.
  • 88
  • 115

Try escrita por LostInstitute

Fanfic / Fanfiction Try
Em andamento
Capítulos 14
Palavras 23.384
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Crônicas de Bane, As Peças Infernais, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Magnus quer ir para Faculdade. Infelizmente, ele não possue tanto dinheiro quanto gostaria, sendo ainda seu curso muito disputado. Ele precisa trabalhar, mas só encontrou um emprego que lhe desse tanto dinheiro "facilmente"...

Alexander está economizando muito. Sua rotina é completamente centralizada nos estudos; não tem muito tempo pra diversão ou coisas banais. Porém, tudo muda quando sua irmã, Isabelle, decide levá-lo à uma festa...
  • 27
  • 34

Beyond (Malec) escrita por Kortana

Fanfic / Fanfiction Beyond (Malec)
Em andamento
Capítulos 16
Palavras 75.078
Atualizada
Idioma Português
Categorias Shadowhunters
Gêneros Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Um Comandante da Marinha atormentado pelo passado, buscando a redenção de seus erros ao voltar de encontro a família; um rapaz com espírito livre e olhos como os oceanos: profundos e azuis e com o poder de incendiar o coração do homem perdido e fazê-lo cometer pecados piores dos que jazem em sua alma. E embora haja a premissa de um amor verdadeiro, pairam sobre eles o peso da culpa e do mundo, segredos e mistérios numa rede de pessoas que, às vezes, não são exatamente o que parecem ser. Há muito mais do que o sentimento em seus corações, muito mais do que um homem amargurado e ferido e muito mais do que um rapaz com livros de romance e controlado pelos pais. Há muito mais nessa história do que se poderia ver a olho nu. Quanto um amor é capaz de aguentar até se desfazer como as ondas do mar? Quanto tempo possuímos ao nos apaixonar pelo improvável, pelo errado?

O pecado, mesmo que produzido com sentimentos puros, pode custar caro.
  • 146
  • 252