Lista de Leitura: Romances em Andamento

Lista criada por: ~
3 histórias
Fanfic / Fanfiction O Sol em meio à tempestade
Em andamento
Capítulos 69
Palavras 200.633
Atualizada
Idioma Português
Categorias Jogos Vorazes (The Hunger Games)
Gêneros Romance e Novela, Universo Alternativo
Katniss Everdeen. Uma garota fechada para o mundo e para as pessoas que a cercavam. Uma garota com uma vida difícil. Uma garota com um sonho. E acima de tudo, uma garota que, apesar de todas as barreiras, decidiu seguir o que seu coração mandava. Porém nem tudo seria maravilhoso, e isso ela tinha em mente.
“Dar aula era um sonho que eu tinha desde menina, e apesar do problema financeiro que tínhamos há anos, foi algo que minha família sempre me apoiou para concretiza-lo. Porém eu estava amedrontada demais para comemorar essa conquista.
Mais ainda pelo fato de estar falando há mais de meia hora sobre literatura e sua origem, e a classe toda parecer não estar no mesmo lugar que eu. Eu realmente não sabia como lidar com meus alunos, e eles não pareciam querer aprender a lidar comigo.”

O que ela não esperava é que no meio de tantas adversidades conheceria alguém que, sem ao menos tentar, mudaria completamente sua forma de ver as coisas, apenas pelo jeito diferente que ele via a vida.
“– Regra número um. Se achar necessário, grite com eles. – Peeta disse escrevendo no quadro negro com o giz que ele segurava. – Eles precisam se sentir intimidados. – completou, virando em minha direção.
Eu o observava, com as sobrancelhas ligeiramente unidas.
– Você sabe que não sei gritar com ninguém. – torci o nariz, batendo a ponta do lápis em meu caderno.
– Regra número dois. – ele ficou de costas para mim novamente, voltando a escrever no quadro negro. – Aprenda a gritar.”

Katniss não tinha ideia do quão crucial seria a permanência de Peeta Mellark em sua vida, e só soube daquilo, no momento em que ela mais precisou se libertar dos sentimentos ruins que a assombraram durante tantos anos.
“– Eu te disse que quando quisesse ficar sozinha, poderia ficar sozinha ao meu lado. – Peeta disse assim que abri a porta. Seus braços rodearam minha cintura, puxando-me pra fora do apartamento, enquanto ele me aninhava contra seu peito. – Eu não preciso que você me fale nada. Eu só quero cuidar de você.
Meu rosto estava escondido contra sua camisa branca, e ali eu fiquei por alguns segundos, antes de finalmente erguer meus olhos inchados por culpa do choro, para olha-lo.
– Na verdade, eu quero conversar. – murmurei mordiscando o lábio inferior nervosamente.
– Então eu estou aqui para ouvir. – Peeta abriu um de seus sorrisos tortos.”

E foi a partir dali que ela soube.
“– Você é como se fosse um sol em meio à tempestade. – falei baixo, erguendo a cabeça de seu peito para olha-lo.
Peeta sorrio, parando sua mão na base da minha coluna.
– Como assim? – questionou curioso.
– Minha vida sempre esteve em uma constante tempestade. – comecei a explicar. – Você foi o sol que surgiu no meio dela, trazendo mais alegria para a minha vida. – conclui, sentindo as bochechas esquentarem.
Seu sorriso se alargou, enquanto sua mão voltava a acariciar minhas costas.
– Se é assim que você me vê, é assim que continuarei tentando ser. – ele repousou seus lábios contra minha testa.”

Era com isso que Katniss contava. E ela torcia para que nada fosse capaz de tirar o radiante sol que Peeta Mellark se tornara em meio a sua tempestade particular.
  • 174
  • 731
Fanfic / Fanfiction The Big Play
Em andamento
Capítulos 54
Palavras 298.940
Atualizada
Idioma Português
Categorias Academia de Vampiros (Vampire Academy)
Gêneros Aventura, Comédia, Esporte, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo
Dimitri é o famoso Quarterback do Tampa Bay Buccaneers. Recém divorciado e prestes a iniciar uma temporada decisiva para o time, ele se vê completamente perdido ao obter a guarda de sua filha de sete anos que não é exatamente o retrato de um anjinho.
Seu grande amigo Ivan vem em seu socorro e lhe traz uma solução: Rose Hathaway. Ou ele esperava que fosse.
Rose e Dimitri simplesmente não se entendiam e raramente concordavam em algo. Brigavam sempre, se desafiando diariamente. Mas, apesar das diferenças, algo em comum nasceu dessa relação tumultuada: uma grande paixão.

**PLÁGIO É CRIME**

*Personagens pertencentes à autora Richelle Mead, criadora da série Vampire Academy, porém o enredo da história é nossa criação. Qualquer tipo de plágio será amaldiçoado eternamente.

* Universo Alternativo Romitri

* Postagens semanais

*Aviso: Contém cenas de sexo (hentai). Caso se incomode com isso, por favor, não leia!

* Capa por Luene Petris
  • 226
  • 552

Aids escrita por ~whysami

Fanfic / Fanfiction Aids
Terminada
Capítulos 6
Palavras 7.723
Atualizada
Idioma Português
Categorias AnnaSophia Robb, Justin Bieber
Gêneros Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela
Cada badalada no ponteiro significa um minutos a menos que ele possui. É doloroso viver assim. Afinal, quem consegue? Quem aguenta acordar todos os dias sabendo que está um passo mais perto da morte? Justin sabe que não irá aguentar muito tempo, ele está cansado de ouvir as pessoas dizerem que lamentam por ele, quando no fundo sabe que estão falando apenas por pena. Ele está cansando dos olhares discriminatórios que recebe como se fosse um criminoso. Justin está na beira de um precipício, pronto para pular na esperança que toda a sua dor seja amenizada. Porém, alguém parece entender o que ele precisa.

“— Eu estou com você Justin, tudo irá ficar bem. — ela o conforta. — Me deixe colorir seu mundo preto e branco.”

Finalmente alguém disposto a lhe dar o que ele precisa. Mas eles esquecem que os ponteiros do relógio continuam girando e acaba de se passar mais um minuto. Talvez seja melhor conferir se ele continua respirando.

"— Diga-me, você estará aqui quando eu partir?"
  • 908
  • 17

Give me Love escrita por ~KnowAll

Fanfic / Fanfiction Give me Love
Em andamento
Capítulos 12
Palavras 22.498
Atualizada
Idioma Português
Categorias Originais
Gêneros Comédia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela
Ela estava cansada de distribuir amor por todos os cantos da cidade e continuar sozinha. Havia escolhido aquela profissão, pois queria dar aos outros o amor que gostaria de receber, mas aquilo não bastou. O desejo de também ser amada lhe sufocava e tirava a vontade de viver; de continuar semeando o amor. Do que adiantava distribuí-lo se não poderia jamais amar? Talvez, a melhor saída para a cupida fosse o suicídio?
  • 13
  • 18