Lista de Leitura: Senhora-back Lista de leitura

Lista criada por:
6 histórias
Fanfic / Fanfiction Through The Waters
Em andamento
Capítulos 4
Palavras 4.667
Atualizada
Idioma Português
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Gêneros Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Após um trágico acidente que levou a vida de seus pais, Jeon Jungkook mudou-se de casa, para talvez uma nova vida. O garoto de quinze anos já tinha uma vida de dar inveja a qualquer um, era o CEO de uma grande empresa de jogos, chamada Picst.
Com exatos dezoito anos, após a volta de sua visita ao túmulo de seus pais, seus olhos foram de encontro a um corpo jogado sobre a areia da praia em frente a sua casa. Sem pensar muito, Jeon levou o corpo pequeno e quase desfalecido para sua residência, não se importando com as consequências do que aquele simples ato poderia lhe trazer.
Jungkook só não esperava que aqueles olhos violeta pudessem revirar sua vida do avesso, mostrando-lhe um mundo completamente desconhecido pelo rapaz
  • 289
  • 88
Fanfic / Fanfiction My Husband is a Enemy
Em andamento
Capítulos 21
Palavras 26.064
Atualizada
Idioma Português
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Gêneros Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Em sua lista de "obrigações" Park Jimin nunca incluirá as duas tão temidas palavras: Casamento Arranjado.
E tentado a nunca ser incluso entre essas duas palavras,afasta de si qualquer possível pretendente,mas juntando um pesadelo ao pior seus pais o prometem a alguém que o Park nunca sequer cogitaria, o idiota, o babaca e irresistível Jeon JeonGguk.



-Irá completar seus 20 anos meu filho! Já passará da hora de casar-se, sabes o que acontece com aqueles que não possuem um marido? E como herderá nossas riquezas após a morte de seu pai? - Minha mãe disse calmamente, apossando-se de minhas mãos em um aperto caloroso.

-E afinal, JeonGguk é um bom garoto. Seu pai jamais o entregaria a mãos de alguém egoísta, é nosso maior tesouro.

-Omma, prefiro provar de venenos a casar-me com ele, não entende que isso só me trará infelicidade? Case Eun! Sabe bem da paixão dela por ele!- Exclamei, era minha unica chance afinal, aproveitar do amor de minha irmã para amolecer o coração de minha omma.

-Eu sinto muito, querido.- Disse abaixando a cabeça, franzi as sobrancelhas tentando ter certeza de que não me afundaria em lágrimas em sua frente.- Verá como JeonGguk é um homem bom, gentil, educado,e de bom coração.


Forcei um breve sorriso, mamãe e suas impressões... Totalmente errôneas.



*Passando por betagem




MPreg

Jimin>uke>Bottom>passivo

Jungkook>Seme>Top>Ativo
  • 391
  • 283
Fanfic / Fanfiction Um quase prostituto (JiKook)
Em andamento
Capítulos 13
Palavras 20.573
Atualizada
Idioma Português
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Gêneros Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Para Jeon Jungkook, a única saída da pobreza era virar um prostituto.
Ou melhor, quase isso.

— Jeon, irei lhe fazer uma proposta, apenas cabe a você aceitar.

— P-Pode fazer. — Ficou mordendo os lábios em nervosismo, coisa que arrancou um suspiro de Jimin, estava o deixando louco mesmo sem propósito.

— Você não vai ter riscos, será muito bem pago e poderá sair dessa situação. Ganhará uma boa quantia vinda de mim e será o bastante pra suas condições melhorarem seja lá como são, mas tem um porém, você não pode ser tocado por ninguém além de mim, ser de alguém além de mim, mas não é como você fosse um michê. Só tens de ser meu aceitando a proposta e suas regras, mas então... — Park falou simples e Jungkook arregalou os olhos, confuso. — Você aceita ser meu e somente meu e de mais ninguém?

— Deixa eu ver se eu entendi, vou ser um prostituto particular?

— Não um prostituto, necessariamente. — Viu o outro arregalar os olhos. — Aceita minha proposta, Jeon Jungkook?

— ...Aceito.

— Pois bem, agora você é um quase prostituto, minha companhia e meu agora.
  • 834
  • 317