1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. Mizukume

Mizukume

Mizukume
Nome:
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização:
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

Mizukume


*

"Eu acho que quando não escrevo, estou morta."

Projeto Futuro

Postado

Projeto Futuro

Essa "escritora" em vez de terminar a estória que tá atrasada, né? Desculpa a todos que leem Daisy pela demora à atualizar, mas talvez eu excluía a fanfic e a refaça TODA, não apenas alguns capítulos, ainda estou vendo o que irei fazer.
Agora vamos falar da nova fanfic \o/
Categoria: Naruto
Personagens que a estória irá focar : Sakura e Sasuke.
Classificação: Ainda não definido
Data de postagem: Ainda não definido
Total de capítulos: Ainda não definido
Pequeno resumo:
A fanfic irá narrar a estória de um serial killer cujas vítimas, apenas mulheres, são escolhidas pelo cheiro do perfume que usam. A maior parte da fanfic será narrada em terceira pessoa, mas haverá capítulos em primeira pessoa, onde o "nosso" assassino contará através de páginas de diário sobre suas vítimas.
Como a frase da capa (imagens presentes não me pertencem, eu apenas fiz a edição) diz "Essa é a história de uma moça que conhece um rapaz. Mas você precisa saber, que não é uma história de amor.". Não é uma história de amor, onde o psicopata se apaixona pela garota e ela acaba se apaixonando por ele, e no final vivem felizes para sempre. Terá o tal "romance"? Terá! Mas não será aquela coisinha mel com açúcar, lembrando que estamos falando de um psicopata. O enredo da estória levará mais para o lado da realidade.
...
Sem mais "spoilers". Nos vemos em breve <3
"That's all folks!"

Permalink Comentários (0)

Atualizações do Usuário

Usuário: Mizukume
Adicionei um novo capítulo
História: Impura
História: Impura
Em um universo onde seres do submundo são encarregados de pôr fim a vida de seres do mundo humano um demônio em exceção não executa sua tarefa como deveria ser. Uma pequena muda..
Usuário: Mizukume
Adicionei uma nova história
História: Adeus
História: Adeus
Ela não chorou em nenhum momento, mas sabia que um dia às lágrimas viriam e que quando viessem ela iria desmoronar [...]