1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. AronTinuviel

AronTinuviel

Nome: Arnon
Sexo: Masculino
Localização: Seropedica - RJ
Aniversário: 26 de Julho
Cadastro:
Sou alguém bem amável e de plena confiança.
Alguém que após o assassinato dos pais começou uma jornada sedenta de vingança, mas nunca perdeu a essência bondosa. Vingou-se, mas acabou entrando para um clã de assassinos: Les Meurtriers.
Tornei-me um assassino profissional com uma habilidade piromaníaca, mas nunca permito que minhas vítimas sintam dor. As prendo em uma ilusão e elas morrem sem saber que morreram.


Ele não é nada disso *-*'
Cuidado, perigo de intoxicação mental X'D
_ verdade u.u

Um beijo confuso

Postado

Hoje o sol radiava, nem acreditava que depois desses dois meses frios o sol fosse aparecer. Acredito que aquele ditado sobre depois da tempestade vir uma calmaria esteja certo. Não só em relação ao tempo, mas em relação a mim também.
É claro que não era muito fácil vê-la quase todos os dias, falar com ela, sorrir pra ela e fingir que está tudo bem, mas com o passar do tempo eu quase não prestava mais atenção nela e me acostumava com a situação. Juno, que estava sempre desligada da sala, escondida em um canto, se sentava agora ao meu lado. Nunca fiquei sabendo exatamente o que aconteceu com ela, mas de qualquer forma sentia-me bem ao seu lado. Era uma pessoa compreensiva, gentil e confiável.
Mas como eu dizia, o sol estava bem radiante e eu sorria para Juno, enquanto estávamos sentados naquela escada. Aquele era um lugar de lembranças de outrora, mas hoje era um lugar para rir com Juno...Tah, eu rir e ela dar um meio sorriso. Juno apesar de ser uma boa pessoa, não era muito de rir de qualquer coisa como eu sempre fazia.
Naquele momento, vi Mary passeando na quadra segurando uma bola de vôlei. Não me incomodei e voltei a falar com Juno sobre um assunto muito irrelevante que a professora de português havia abordado. Fiz algumas piadas e vi a Juno abrindo um sorriso enorme, gargalhava da piada e eu não entendi o motivo. Estaria ela tendo um delírio? A piada nem era tão engraçado assim.
Escutei um tímido “oi” às minhas costas e reconhecendo a voz.
Mary me perguntava se eu queria jogar vôlei. O silêncio se abateu entre nós. Não nos falávamos muito justamente por causa desse clima que ficava entre nós toda vez que nos encontrávamos.
Olhei para Juno e perguntei se ela queria. Juno respondeu que não queria, mas se fosse para passar um tempo a mais comigo ela iria.
Eu não entendi muito bem aquilo e fiz uma cara realmente estranha com a sobrancelha direita levantada. Respondi a Mary que iríamos e nos dirigimos ao centro da quadra.
Era impressão minha ou Juno estava me intimando a ficar no mesmo time que o dela? Bom...De qualquer forma funcionou, pois eu realmente fiquei no time dela.
Não imaginava que a Juno jogava tão bem e o melhor era que formávamos uma ótima dupla. Ganhamos o jogo justamente contra o time em que a Mary estava.
Íamos nos despedindo quando vi aquele garoto sair não sei de onde e beijar Mary de uma forma realmente avassaladora. A minha expressão se alterou um pouco e talvez por causa daquele transe em que estava nem senti quando Juno me puxou para um beijo bem intenso.
O que fiz foi retribuir...Não tinha motivos para afastá-la, mas ela tinha motivos pra me beijar?

Aron: Aeeeeewww eu peguei alguém...

Tah mais pra foi pegado!

Juno: Ei! O que você fez? ò.Ó

Mary: Suaaa....Não toque no MEU Aron

Juno: Não é mais SEU Ò.Ó

Explicações, no prox cap!

Escutando: Fangas
Lendo: Fangas
Assistindo: Fangas
Jogando: Fangas
Comendo: Fangas
Bebendo: Fangas
Permalink Comentários (2)

[10/06/2009] Tomada de maneira fria.

[04/05/2009] Um dia de aula acinzentado.

[29/04/2009] Um dia de sol em que penso em você

[26/04/2009] Uma noite de reflexões e emoções